5 Passos Para Verificar Multas de Trânsito Rapidamente

verificar multas por que e tao importante

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH e economizar:  Clique AQUI para receber uma consulta gratuita do seu caso com o Doutor Multas.

Se você não tem o hábito de verificar multas, é bom começar a fazer isso periodicamente.

A pesquisa de multas de veículos tem por objetivo descobrir se há alguma infração de trânsito registrada em determinada placa.

Na consulta de multas, você pode verificar a situação atual. Ou seja, se ela está paga, suspensa, cancelada, vencida ou aguardando defesa.

Há quem só se preocupe em ver multas no Detran antes de comprar um carro.

Embora seja muito recomendado checar multas para fazer um bom negócio, há mais situações em que essa pequena ação gera grandes benefícios.

Já pensou em ser multado e não saber disso?

Não só pode acontecer, como é mais comum do que imagina.

Então, se você ainda não sabe como consultar multa de trânsito, fique ligado na leitura deste artigo.

Vamos mostrar por que é tão importante conferir multas e apresentar os passos necessários para fazer isso de forma fácil.

Este é um guia completo para você descobrir onde pesquisar multas de trânsito e também como ver multa registrada em um veículo.

Boa leitura!

 

Por Que Verificar Multas de Trânsito é Tão Importante

verificar multas 2018
Entenda a importância de sempre verificar suas multas

Antes de falarmos dos passos para verificar multas, você precisa entender por que deve fazer isso.

Para começar, é claro que você não quer ser multado.

Mas de que adianta ignorar uma autuação depois de ela ser emitida?

Se você levar uma multa e não tomar conhecimento disso, perderá os prazos para entrar com recurso.

E é justamente através do recurso que a multa pode ser anulada.

Mas o que acontece se você não recorrer?

Isso significa que você será obrigado a pagar a multa e receber pontos na CNH mesmo não tendo cometido nenhuma infração.

Saiba que há casos de multas aplicadas em desacordo com a lei e mesmo injustas.

É por isso que todo condutor tem direito à ampla defesa.

Provavelmente essa parte você já entendeu.

Mas não basta apenas aguardar para receber a notificação de multa na sua casa?

Teoricamente, sim.

O problema começa se o seu endereço junto ao Detran, o Departamento Estadual de Trânsito, não está correto.

Você pode ter mudado de residência e não comunicado o órgão, por exemplo.

Aliás, você sabia que precisa fazer essa comunicação em caso de alteração de endereço?

Pois é, muita gente não sabe.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

E é justamente aí que acaba nem tomando conhecimento de uma multa de trânsito.

O que acontece quando o condutor não é encontrado?

A notificação da sua infração de trânsito é publicada no Diário Oficial.

A partir daí, começam a contar os prazos para que ele apresente a defesa.

Mas quem você conhece que lê o Diário Oficial?

É por isso que a chance de você não saber que foi multado e perder a oportunidade de recorrer é grande.

Quer uma dica? Aprenda a verificar multas e faça isso periodicamente.

Verificar multas para transferir pontos

Vamos dar agora outro exemplo de problema que pode ser evitado ao verificar multas.

Imagine que você emprestou o carro para um amigo visitar a namorada em outra cidade.

Nessa oportunidade, ele recebeu uma multa por excesso de velocidade e outra por avançar o sinal vermelho.

São infrações que podem causar um grande estrago no seu bolso e gerar muitos pontos na sua carteira de habilitação.

E agora?

O que você pode fazer é a transferência dos pontos para a CNH do seu amigo.

O problema é que você sequer sabia que recebeu as multas.

Devido a isso, perdeu o prazo para realizar a transferência dos pontos para a carteira do outro condutor.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Como são duas infrações gravíssimas, você recebe 14 pontos na carteira e não terá como questionar esse “presente” que recebeu do amigo.

Que cilada, não é mesmo?

Repetindo a dica: verifique com frequência a situação do veículo.

Além disso, sempre que mudar de endereço, faça a atualização no site do Detran ou vá até a unidade do órgão mais próxima de sua residência.

O importante é se precaver para evitar problemas futuros e não desperdiçar o seu direito de defesa.

Convencido da necessidade de verificar multas?

Então, descubra no próximo tópico o passo a passo para fazer isso de forma fácil e rápida.

 

5 Passos Para Verificar Multas de Trânsito Rapidamente

verificar multas 5 passos rapidamente
Confira abaixo o passo a passo para consultar multas de forma prática e rápida

Verificar multas é muito simples.

Para começar, veja quais são os cinco passos básicos para isso:

  1. Tenha em mãos os documentos do carro e a CNH;

  2. Tenha um computador conectado à internet;

  3. Acesse o site do Detran do seu estado;

  4. Acesse a área do site reservada para consulta de multas;

  5. Digite as informações solicitadas, como placa e Renavam.

E pronto!

Você não sabe como acessar o site do Detran?

Basta acessar www.detran.uf.gov.br e substituir o UF (Unidade Federativa) pela sigla do seu estado.

Por exemplo: a sigla do Rio Grande do Sul é RS. Nesse caso, se você substituir o UF por RS, fica www.detran.rs.gov.br.

Essa lógica vale para qualquer estado brasileiro.

Minas Gerais é MG, logo, o site do Detran de Minas é www.detran.mg.gov.br.

Simples de descobrir, não é mesmo?

Alguns estados, como São Paulo, pedem que você faça um cadastro antes de verificar multas.

Mas que dados são solicitados para isso?

Normalmente, o número da sua CNH e do seu RG ou CPF, ou CNPJ, no caso de pessoa jurídica.

No próximo tópico, vamos avançar no que diz respeito à consulta de multas e dar mais detalhes sobre o processo.

 

Como Consultar Multas de Veículos

Existem duas formas diferentes de verificar multas de trânsito e ambas passam pela jurisdição do Detran.

O Detran é um órgão que faz parte do poder executivo estadual e tem como funções fiscalizar e determinar as normas para formar os condutores.

Perceba que cada estado brasileiro possui um Detran.

Então, ao verificar multas, a consulta pode ser realizada da forma mais tradicional: ir pessoalmente à sede do Detran de sua cidade.

Mas se você é uma pessoa muito ocupada e não tem tempo para ir ao órgão, a segunda forma de verificar multas é bem mais rápida.

Acesse o site do Detran como ensinamos e descubra se o veículo possui multas.

Um documento fundamental nessa hora é a CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Também esteja com o CRLV do veículo, que é o certificado que atesta o licenciamento.

Mas como ele pode ajudar?

É que o documento traz os dados solicitados para verificar multas, como placa do veículo e seu Renavam.

Com tudo em mãos, você irá acessar a aba “consulta de infrações” ou “veículos” ou só “infrações”,

Isso varia de estado para estado.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Depois, irá digitar a placa e o Renavam do veículo.

Sua consulta retornará resultados completos com tudo aquilo que diz respeito ao veículo e seu registro no órgão.

Verificando multas na PRF

Você sabia que também é possível consultar as multas de trânsito pelo site da Polícia Rodoviária Federal?

O serviço chamado de “Nada Consta” pesquisa infrações pendentes de pagamento para um determinado carro.

Mas cuidado: os autos de infração são incluídos no sistema até 30 dias após ela ser cometida.

Isso significa que você pode consultar o site da PRF e não encontrar nenhuma multa, mas ela pode ser incluída logo depois.

O site é bem completo.

Ao localizar uma multa no sistema, é possível encontrar informações específicas (hora, data, local) e também imprimir o boleto para pagamento.

Atenção: se você foi autuado por outro órgão do Sistema Nacional de Trânsito, busque maiores esclarecimentos no departamento de trânsito de registro do veículo.

Para acessar as informações pelo site da PRF, assim como pelo Detran, tenha em mãos os número da placa do carro e do Renavam.

 

Limite de Pontuação da Carteira

verificar multas limite de pontos
Chegar perto do limite de pontos deixa o condutor cada vez mais em risco de suspensão da CNH

Um dos maiores medos dos motoristas é ter a CNH suspensa ou mesmo cassada.

Por isso, é muito importante dar atenção ao limite de pontuação na CNH.

Você não pode acumular 20 pontos em sua CNH no período de 12 meses.

Veja bem: o máximo de pontos que você pode ter sem ter suspenso o direito de dirigir é 19.

Além disso, o prazo para os pontos expirarem é de 12 meses após o cometimento de cada infração, e não na virada de ano.

Em outras palavras: os pontos só não valem mais para efeitos de contagem quando a multa “faz aniversário”.

Não importa se a infração foi leve, média, grave ou gravíssima: o prazo para os pontos expirarem é sempre 12 meses.

Mas o que acontece se o motorista atingir 20 pontos?

A CNH é suspensa, ou seja, você fica proibido de dirigir pelo tempo que durar a suspensão.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

E quanto tempo dura a suspensão da CNH?

Entre dois meses e um ano.

Mas se você for reincidente, a suspensão da CNH pode durar até 2 anos.

A título de comparação, o prazo da CNH cassada é fixo: sempre 2 anos.

Para recuperar a CNH suspensa, o motorista deve frequentar o curso de reciclagem e ser aprovado na prova do Detran.

Não existe outra saída.

O curso de reciclagem é obrigatório para os motoristas que desejam ter novamente a CNH.

E nunca dirija com a CNH suspensa.

Se você for pego nessa condição, a penalidade é a cassação da CNH.

Isso significa que você ficará obrigatoriamente dois anos sem dirigir.

Além disso, para ter a CNH de volta, será necessário realizar o processo de habilitação novamente, do zero, como se nunca tivesse dirigido.

 

O Que Fazer Se Você Está Perto do Limite

Agora, vamos a uma dúvida cruel.

Ao verificar multas, você descobre que está próximo do limite que suspende seu direito de dirigir.

O que fazer?

A melhor dica que podemos dar é redobrar a atenção à lei de trânsito para evitar novas infrações.

Depois que os 20 pontos são atingidos, não há outro caminho a seguir: ou recorre ou aceita a suspensão da CNH.

Se você precisa da CNH para trabalhar ou mesmo para se locomover, reveja o seu modo de dirigir.

Caso você receba uma multa que irá fazer ultrapassar a quantidade máxima de pontos, é imprescindível recorrer.

Mesmo que julgue como pequenas as chances de vitória, você ganha tempo.

Nesse caso, ele é precioso.

Pode representar o prazo necessário para que outras infrações completem 12 meses e deixem de somar pontos na sua CNH.

E sem eles, não há suspensão da carteira.

 

O Que Fazer Com Carros Com Débitos

verificar multas o que fazer carros com debitos
O ideal é quitar o débito o quanto antes para evitar juros

Se você possui pendência com lei, o melhor conselho que podemos dar é quitar a dívida para resolver de vez o problema.

As multas que não são pagas na data de vencimento são acrescidas de juros.

Ou seja, cada vez o valor fica maior.

Se você deixa para pagar as multas junto com o IPVA (Imposto de Propriedade Veículo Automotor), poderá ter uma bela surpresa por causa dos juros.

Se a multa não for paga, o nome do motorista pode ser colocado no Cadin (Cadastro Informativo de Créditos Não Quitados do Setor Público Federal).

E isso irá criar vários problemas, como não poder licenciar seu veículo.

Se deseja saber mais sobre o Cadin, acesse este link.

Para quitar todos os débitos, você deve pagar o IPVA atrasado e o licenciamento anual, além das multas.

Só assim o veículo não terá mais nenhuma pendência.

Para emitir a segunda via de uma multa, basta acessar o site do Detran do seu estado e imprimir o boleto.

Já para o IPVA e o licenciamento, normalmente, você terá que acessar o site da Secretaria da Fazenda do seu estado.

Você também pode ir com o documento do seu veículo até o Detran mais próximo de sua residência e dizer que quer deixar em dia a situação do seu veículo.

Lá, receberá todas as orientações para o seu caso específico.

 

15 Dúvidas Comuns Sobre Multas

verificar multas 15 duvidas comuns
Abaixo, esclarecemos 15 dúvidas que condutores costumam ter

Você já sabe agora como verificar multas e evitar transtornos gerados pelo seu não pagamento.

Mas se ainda ficou com alguma dúvida, certamente deve encontrar a resposta que busca em alguma das questões abaixo.

1. Como saber os valores atualizados das infrações de trânsito?

Muito cuidado com os sites que estão desatualizados, porque houve reajuste nos valores das multas em novembro de 2016.

Não corra esse risco: acesse este artigo do Doutor Multas e descubra os valores atualizados.

2. É verdade que briga entre motoristas é passível de multa de trânsito?

Não existe no Código de Trânsito Brasileiro nenhuma lei específica sobre isso.

Mas os motoristas podem ser multados por causa das consequências da briga.

Se eles deixam os carros parados no meio da via, por exemplo, essa é uma infração de trânsito.

3. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), quais são os valores atuais dos quatro tipos de infrações?

Confira a relação:

  • Infração leve: multa de R$ 88,38;

  • Infração média: multa de R$ 130,16;

  • Infração grave: multa de R$ 195,23;

  • Infração gravíssima: multa de R$ 293,47.

Lembrando que, no caso de multas gravíssimas, seu valor ainda pode ficar maior devido à aplicação do fator multiplicador.

4. É possível dirigir com a CNH vencida sem levar multa?

Sim, mas por apenas 30 dias.

Depois disso, você poderá receber uma multa gravíssima e ter a habilitação recolhida.

Mas isso não é tudo.

O veículo será retido até que um condutor devidamente habilitado possa levá-lo dali.

5. Quais são as multas mais comuns no Brasil em 2017?

Segundo as estatísticas divulgadas pelo governo federal, são quatro, nesta ordem:

  1. Excesso de velocidade;

  2. Dirigir sem cinto de segurança;

  3. Avançar sinal vermelho;

  4. Estacionar em local não permitido.

6. Qual é a quantidade de pontos que o motorista terá acrescentado em sua CNH de acordo com a gravidade da infração?

Confira a relação:

  • Infração leve: 3 pontos na CNH;

  • Infração média: 4 pontos na CNH;

  • Infração grave: 5 pontos na CNH;

  • Infração gravíssima: 7 pontos na CNH.

Lembrando que não existe fator multiplicador para a pontuação na carteira, apenas para o valor da multa.

7. É verdade que o motorista que estiver fumando dentro do seu veículo em movimento pode ser multado?

Sim, pois é necessário que as duas mãos fique sobre o volante.

Ele ainda pode ser autuado por conduzir o veículo com o braço para fora, no caso de estar jogando as cinzas para fora.

8. Você sabe se pode levar uma multa por usar o celular parado num semáforo?

Se você fizer isso, existe o risco de levar uma multa.

A lei não especifica que o carro deve ou não estar em movimento na pista de rolamento, ou seja, na via onde trafega.

Isso significa que, se você usar o celular parado no semáforo, levará multa.

E não é uma multa qualquer: trata-se de uma infração gravíssima.

Você pagará multa de R$ 293,47 e receberá 7 pontos na CNH.

Mas se você estiver estacionado e com o veículo desligado, por exemplo, pode falar ao telefone tranquilamente porque não leva multa.

Atenção: o veículo precisa estar desligado.

Se estiver ligado, é multa também.

9. É verdade que o motorista pode ser multado por dirigir sem camiseta e sem calçado?

Não, não é verdade.

O motorista não será multado se conduzir veículo sem camiseta, desde que utilize o cinto de segurança.

Você pode dirigir um carro ou moto sem calçado que não levará multa.

O que você não pode fazer é dirigir com um calçado que não fixe bem ao pé, como um chinelo, ou que atrapalhe nos movimentos necessários, como salto alto.

10. É possível recorrer de uma multa de trânsito mesmo que o motorista saiba que é culpado?

Sim, o motorista pode recorrer nessa situação porque a Constituição Federal lhe dá o direito à defesa em qualquer situação.

Além disso, o erro do condutor não justifica o equívoco do agente de trânsito, por exemplo.

Isso pode ocorrer se o auto de infração não foi preenchido corretamente.

11. É possível procurar ajuda na hora de entrar com recurso contra uma infração de trânsito?

Não só é possível, como é recomendado que faça isso.

Sua defesa precisa estar bem escrita e embasada.

Não dá para usar argumentos subjetivos.

Por isso, o melhor a fazer é procurar a ajuda de especialistas.

Doutor Multas é a melhor solução para ajudar você a ganhar recursos de multas, com a maior taxa de vitória para os clientes.

Acesse a nossa página de depoimentos e confira.

12. É verdade que existem infrações de trânsito que podem ser multiplicadas por 10?

Sim, mas não apenas por 10.

Além disso, é possível que a multa seja multiplicada por 2, 3, 5, 20 e 60.

13. Pontos na CNH possuem prazo de validade?

Sim, é verdade.

A pontuação expira após 12 meses.

E isso vale para cada multa.

Por exemplo, os pontos de uma infração cometida em 1º de janeiro de 2018 só irão expirar em 1º de janeiro de 2019.

14. O que o motorista deve fazer se comprar um carro seminovo e receber uma multa que não está no seu nome?

De acordo com o site do Detran gaúcho, a multa foi parar no seu nome porque o veículo ainda não foi transferido.

Se isso acontecer, faça uma comunicação de venda em um CRVA (Centro de Registro de Veículos Automotores).

Leve junto uma cópia autenticada do CRV (Certificado de Registro de Veículo), que deve conter a assinatura do vendedor e do comprador.

Dessa forma, os pontos da CNH não irão para o novo dono.

É um procedimento bem simples.

15. Existe a possibilidade de fazer um requerimento para que uma multa se torne apenas advertência?

Sim, é possível.

Mas não é qualquer tipo de multa.

A possibilidade da advertência está restrita a infrações de natureza leve e média, mas o motorista não pode ter reincidente na mesma infração nos últimos doze meses.

Então, uma multa grave ou gravíssima não pode ser transformada em advertência.

Caso você seja autuado por dirigir embriagado, como é uma infração gravíssima, a única possibilidade será entrar com recurso, já que não é possível tornar esse tipo de infração em advertência.

A advertência é uma forma de educar o motorista para que ele não cometa mais esse tipo de erro.

Interessado em saber mais detalhes sobre com transformar multa em advertência?

Então, leia este outro artigo em nosso site.

 

 Conclusão

verificar multas conclusao
Sempre verifique sua situação junto ao Detran e evite prejuízos!

Neste artigo, você viu que não tem nenhum mistério ao verificar multas pela internet.

Basta acessar o site do Detran do seu estado e seguir o nosso passo a passo.

Agora, você sabe o que fazer para identificar e quitar os débitos do seu veículo.

Também respondemos a questões que geram muitas dúvidas nos motoristas com relação às multas de trânsito.

Fique sempre atento à pontuação de sua CNH para não colocar em risco o seu direito a dirigir.

Restou alguma dúvida?

Gostaria de ajuda para recorrer?

Então, entre em contato conosco.

A equipe do Doutor Multas está a postos para ajudá-lo da melhor maneira possível.

Gostou deste artigo? Compartilhe e deixe seu comentário.

Referências:

  1. http://www.brasil.gov.br/cidadania-e-justica/2017/09/excesso-de-velocidade-lidera-ranking-das-infracoes-mais-cometidas-em-2017
  2. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm
Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH e economizar:  Clique AQUI para receber uma consulta gratuita do seu caso com o Doutor Multas.