Carros com débitos e multas? Não pague sem antes ler isto!

Carros com débitos e multas? Saiba como recorrer para não ter que pagar a multa. Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

carros com debitos e multas sonhos
Carro dos sonhos

Está regularizando um veículo e ele está com uma multa? Se você estiver recorrendo você pode regularizar sem pagar a multa. Mas atenção: é preciso respeitar o prazo para entrar com o recurso.

Carros com débitos e multas? Se você está querendo regularizar veja como fazer no artigo abaixo. Saiba também que a Blitz de IPVA é ilegal!

Quer saber como recorrer sua multa de trânsito? Clique abaixo.

Não fique sem dirigir. Baixe Grátis o Passo a Passo para Recorrer sua Multa (CLIQUE AQUI)

Multas são vinculadas ao veículo

Recebemos vários e-mails e questionamentos nas redes sociais sobre a regularização de veículos. Normalmente a história se repete, você busca o pagamento do IPVA, licenciamento e seguro DPVAT de seu veículo e é surpreendido pela existência de outros débitos.

Esses débitos podem ter várias origens, impostos atrasados e etc. Mas geralmente aqueles débitos que pegam o proprietário de surpresa são relativos a multas de trânsito. Isto acontece porque a dívida resultante de multas fica vinculada ao veículo, mesmo que essas multas tenham sido causadas por outro condutor ou ainda pelo antigo proprietário.

Por isso fica o alerta! Sempre que você for adquirir um veículo faça uma consulta completa para verificar se existem débitos pendentes no veículo.

Isso pode ser feito junto ao site do DETRAN de seu Estado, nele você vai encontrar um campo para consulta de veículos. Basta informar a placa do veículo e o código RENAVAM, que a consulta será feita.

Mas se eu encontrar multas pendentes ao consultar meu veículo sou obrigado a pagá-las?

Nem sempre, tudo dependerá da possibilidade de se apresentar recurso.

 

Existem débitos de multas. O que fazer?

De fato a existência de um débito pendente pode gerar alguns transtornos.

Primeiro você terá grande dificuldade para vender o seu veículo, pois como explicado acima, a regra é que os compradores façam uma pesquisa do veículo e, encontrando débitos, acabem desistindo do negócio.

Também podem haver dificuldades para realizar o novo licenciamento e regularização do veículo. Para ficar com a “papelada” em dia é preciso estar com as dívidas quitadas.

Atenção! Isso não quer dizer que estar com IPVA atrasado pode levar seu carro a ser guinchado, isto é ilegal – veja mais detalhes em nosso artigo “Veículo não pode ser guinchado por não pagamento de IPVA”.

Porém os débitos resultantes de multa de trânsito tem uma particularidade muito importante. Se você recorrer da multa o débito é suspenso e você pode regularizar seu veículo sem precisar pagá-lo.

Em muitos casos o medo de ter dificuldades com veículo faz as pessoas pagarem as multas sem antes buscar seu legítimo direito ao recurso. Lembre-se a Lei 9.784 de 1999 garante o seu direito de apresentar sua versão dos fatos e ser ouvido antes de receber qualquer penalidade.

Por isso, exercite seu direito de cidadão e recorra.

 

Como recorrer?

O processo administrativo para recorrer de multa de trânsito vai iniciar com a notificação enviada pelo correio. Cuidado! Seu endereço deve estar atualizado, pois caso você não seja localizado poderá ser notificado por edital, publicado em diário oficial.

Nesta notificação você será comunicado do processo, podendo optar por realizar o pagamento e aceitar a penalidade ou apresentar recurso dentro do prazo previsto na própria notificação. Esse recurso é chamado de defesa prévia.

É sempre bom lembrar que se você recorrer não terá de pagar a multa naquele momento e, talvez, nunca! A cobrança só ocorrerá passados todos os recursos cabíveis e em caso de julgamento negativo.

Se a decisão da defesa prévia for negativa, abre-se para o condutor a possibilidade de recurso para a Junta Administrativa de Recursos de Infração JARI que vai analisar a questão e apresentar seu julgamento.

Da decisão emitida pela JARI cabe ainda um derradeiro recurso administrativo para o Conselho Estadual de Trânsito CETRAN que dará a palavra final do processo administrativo para a suspensão do direito de dirigir.

Em resumo, existem três etapas no recurso de multa de trânsito:

> Defesa prévia;

> JARI;

> CETRAN.

 

carros com debitos e multas comprar e vender
Comprar e vender veiculos

Transferência: guia para comprar e vender veículos

O nosso Código de Trânsito Brasileiro exige a expedição de novo Certificado de Registro sempre que o veículo for transferido. Então, se você comprar um carro terá que fazer essa renovação para passá-lo para o seu nome.

Existem, no entanto, alguns requisitos para que o Certificado de Registro seja renovado, veja:

Art. 124. Para a expedição do novo Certificado de Registro de Veículo serão exigidos os seguintes documentos:

VIII – comprovante de quitação de débitos relativos a tributos, encargos e multas de trânsito vinculados ao veículo, independentemente da responsabilidade pelas infrações cometidas;

Essa regra tem a intenção de restringir a emissão de novo Certificado de Registro de Veículo caso haja alguma dívida pendente sobre o automóvel.

Por exemplo, se o veículo que você adquiriu está com o IPVA atrasado, você não vai conseguir um novo registro até quitar o débito.

Já no caso das multas, essa não é a regra!

Lembre! Sempre que existir a possibilidade de recurso administrativo, a cobrança da multa pode ser suspensa, é o chamado efeito suspensivo do recurso.

Isto quer dizer que o débito da multa só será efetivo quando todos os recursos forem julgados e a multa não for cancelada, ou seja, enquanto o recurso estiver sendo julgado é como se não houvesse multa ou débito algum.

Portanto, se você tem um débito de multa e apresenta recurso, seu débito fica cancelado até o julgamento final e você pode retirar seu novo Certificado de Registro de Veículo e transferir livremente seu carro.

Não esqueça que você tem três graus de recurso para questionar a sua multa: defesa prévia, JARI e CETRAN e o efeito suspensivo só acaba após o julgamento nos três graus.

Já se seu interesse é na compra de um veículo e o atual proprietário estiver recorrendo de uma multa, você correrá um risco: se o recurso decidir pela anulação da multa ela sairá do sistema. Porém, caso ele não ganhe seu pedido de recurso, a multa ficará vinculada ao veículo e, assim, se você o comprar, terá que arcar com esse custo a mais.

 

Débito de IPVA pode gerar inscrição no SERASA

Fique atento para os débitos de seu veículo.

Caso você esteja com o IPVA atrasado o poder público pode proceder com a sua inscrição em Dívida Ativa.

Esta inscrição pode levar seu nome para o CADIN e com isso você fica impedido de realizar negócios com o governo e ainda pode ter problemas para conseguir financiamentos de bancos públicos como Banco do Brasil e Caixa Federal.

Além disso, o judiciário entende que se você for inscrito em divida ativa, seu nome pode ser levado a protesto e ser incluído em cadastros de proteção ao crédito como o SERASA.

Não fique sem dirigir. Baixe Grátis o Passo a Passo para Recorrer sua Multa (CLIQUE AQUI)

Conclusão

Muitas vezes as pessoas não questionam os atos do poder público, seja por medo, falta de tempo ou desconhecimento.

Nós do Doutor Multas acreditamos que questionar é fundamental. Não só por ser seu direito, mas porque assim você se torna um fiscal das autoridades e contribui para melhorar o trânsito.

Com essa leitura você está pronto para defender seu direito e fazer com que a lei seja cumprida.

Você foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

Curta nossa página e tire suas dúvidas sobre trânsito! Compartilhe e ajude seus amigos que estão trocando de carro.

Ficou com alguma dúvida? Quer compartilhar a sua experiência?

Gostou do artigo? Coloque sua avaliação abaixo! Sua opinião é importante para mim 🙂

Carros com débitos e multas? Não pague sem antes ler isto!
4.4 (88.97%) 29 votes
  • Lucas Suassuna

    Boa tarde! Gostaria de tirar uma dúvida quanto a uma multa que recebi recentemente. A primeira parcela do meu IPVA se vence esse mês e ao fazer a consulta no site do DETRAN notei que lá estava registrada uma multa no meu carro que tinha sido aplicada pelo DNIT. No momento fiquei surpreso, pois não estava esperando por isso. Entrei no site do DNIT e lá informava que essa multa havia sido aplicada no dia 14/03/2014 (excesso de velocidade em rodovia federal). O detalhe é que eu só comprei esse carro em maio de 2014, ou seja, essa infração foi cometida pelo antigo dono. Em 2014 eu emplaquei o carro e transferi para o meu nome e durante esse processo nada constava sobre a multa. Em 2015 também emplaquei o carro e não havia nenhuma multa. Só agora que essa multa veio aparecer e só notei ela por conta que entrei no site do DETRAN, pois não fui notificado dela até porque a multa está no nome do antigo dono. Gostaria de saber se tenho chances de abolir essa multa através do recurso. Desde já agradeço pela ajuda!

  • Olá Lucas!
    Neste caso seria importante analisarmos a segunda via da infração, que pode ser obtida em qualquer agência do DETRAN, para sabermos se há prazo para recurso.
    Caso não tenha mais prazo, somente pela via judicial.
    Nos envie por e-mail que analisamos gratuitamente para você.
    Abraços

  • Matusalem Silva

    Boa tarde! Gostaria de tirar uma dúvida ao entrar no site do
    Detran para verificar o valor do IPVA para esse ano, notei que lá estava
    registrada duas multa no meu carro que tinha sido aplicada pelo DPRF.

    Essas multas são de setembro de 2014, ou seja, essa infração
    foi cometida pelo antigo dono, mas eu comprei o carro numa revendedora em
    agosto de 2015, foi feito a transferência para o meu nome e durante esse
    processo nada constava sobre a multa. Em dezembro de 2015 emplaquei o carro e
    não havia nenhuma multa

    Só agora que essa multa veio aparecer e só notei ela por
    conta que entrei no site do DETRAN. Gostaria de saber como posso proceder nesse
    caso. Desde já agradeço pela ajuda!

  • Boa noite Matusalém, O que deve ter ocorrido é que a multa ainda não havia sido processada pelo órgão de trânsito.
    Infelizmente você terá que cobrar está infração do antigo proprietário, ou pagar e depois se ressarcir junto a ele.
    Qualquer dúvida estamos à disposição.

  • Matusalem Silva

    Bom dia!
    No caso como eu comprei o carro numa revenda. Então a revenda será responsável? Se a revenda não quiser assumir, posso acionar judicialmente?

    obrigado.

  • Paulo Cesar

    Boa Noite, comprei um carro e transferi para o meu nome e logo em seguida apareceu no sistema várias multas que estão vencidas e algumas a vencer, posso recorrer a prefeitura de sao paulo(Local das Multas) ou tenho que cobrar do antigo dono?
    Valores da multas estão em 4.100,00

  • Leandro

    Boa tarde,

    Por favor me ajude em um ponto:
    Vendi meu veículo com licenciamento vencido. Dei um desconto para vendedor e foi acordado na hora da venda.
    Agora ele está me ameaçando judicialmente e quer que eu efetue o pagamento.
    Não fizemos um contrato prévio e este acordo foi de boca.
    O que posso fazer para me proteger?

    Abraços

  • joao evandro santos

    vendi um carro e fui ao cartorio fszer o comum mais nao notifiquei o detran tem os dados da pessoa no recibo mais ela nao tranferiu o carro agora estou com multas e ipva no meu nome terei que pagar?

  • Thiago

    Boa tarde. Comprei um carro numa loja e antes de adquirir o mesmo, consultei e haviam multas. O vendedor alegou que paga antes de vender e aceitei o negócio. Quando entrei no site do Detran, ainda constam 3 multas. E ainda pra ajudar, o carro está com a placa de outra cidade mas está transferido para meu nome e com minha cidade atual. Eu cobro o dono da loja o tempo todo, mas ele diz que passou pro despachante e que o mesmo está vendo com a secretaria da fazenda. Isso realmente procede? Consigo emplacar meu carro mesmo com essas multas?

  • Olá, Paulo! Você deve recorrer, vá até a prefeitura e peça a segunda via das multas para ver quais ainda possuem vencimento. Após de for de seu interesse, nos envie uma foto das multas que analisaremos para você e lhe passamos um retorno e um orçamento, caso queira nos contratar! A análise é sem custo algum! Nosso email é [email protected], obrigado por interagir conosco!

  • Bom dia, Leandro! Me parece que ele agiu de má-fé. Infelizmente esse processo correrá na esfera judicial e nós tratamos apenas da administrativa. Eu te indico procurar um advogado para que ele possa lhe amparar! Obrigado por interagir conosco!

  • Bom dia! Essa situação deveria ter sido regularizada anteriormente à transferência, agora infelizmente você é o responsável por estes pagamentos. Obrigado por interagir conosco!

  • Bom dia, Thiago! Teoricamente sim, pois as multas são anteriores a transferência do veículo para o seu nome. Estou à disposição para mais questionamentos! 🙂

  • Thiago

    Entendi. E quanto custa para emplacar o carro em São Paulo capital?

  • Olá! Thiago, pela pesquisa que eu realizei, o valor para emplacamento no DETRAN de São Paulo é de R$ 106,40. Obrigado pela interação!

  • Adriano

    Boa tarde Gustavo Fonseca
    Queria tirar algum dúvidas

  • Adriano

    Comprei um carro e ela não apresentava multas mais qundo o IPVA venceu fui fazer o pagamento aí apareceu algumas multas!
    Fui ao ex dono mais ele mi disse q ele tinha recorrido só q as multas voltaram e agora o q eu faço?

  • Thiago

    Como é feito o procedimento para emplacamento. Será Será que consigo antes de terminar o ano pra poder viajar?

  • Boa tarde, Adriano! Tens um problema ai, infelizmente terás que pagar as multas se não houver mais prazo para recorrer. Se tiveres interesse, me envia uma foto da sua multa que analiso e lhe passo um retorno e um orçamento, caso queira me contratar! A análise é sem custo algum! O email é [email protected], espero que ainda esteja em tempo de recorrer!

  • Thiago, isso varia de local para local. Porém, acredito que não seja um processo demorado e que se feito o quanto antes você consiga sim!!

  • felipe

    Olá, meu ipva vence agora em 05/2017, porém tenho 2 multas já vencidas que estão em recurso no JARI e ainda não tive resposta. Tenho de pagar o ipva mais essas duas multas para ter o exercicio 2017 ou posso pagar apenas o ipva?

  • VICTOR

    Olá, gostaria de tirar uma duvida. Vendi um carro em 10/2015 e segurei até 02/01/2016 para reconhecer firma do recibo a pedido do comprador. O IPVA infelizmente foi emitido em meu nome. O proprietário até hoje não fez a transferência, porem já foi feita a comunicação de venda no dia que reconheci firma. O problema é que o dono alega não ter dinheiro para fazer a transferência. Posso cancelar a comunicação de venda, pegar o carro de volta (já que está em meu nome), pagar os valores (estão em protesto já), tentar vender o veiculo para quitar a divida e o restante do dinheiro devolver para o comprador fdm??

  • Bom dia, Adriano! Você pode me contatar através do e-mail: [email protected] e nos telefones: (53)3307-4581 e (53)99146-7373. Ficarei feliz em ajudar!

  • Olá, Felipe! Durante o andamento do recurso as multas ficam suspensas, sendo assim não é necessário que você às pague antes do julgamento. Nesse caso, pague apenas o IPVA, caso você não consiga é necessário fazer um requerimento. Se precisar fazer o requerimento e tiver interesse entre em contato pelo email: [email protected]. Ficarei feliz em ajudar!

  • Bom dia, Victor! Infelizmente trata-se de um processo judicial e não administrativo. Indico que você procure por um advogado de sua confiança para lhe amparar. Desejo que tudo se resolva e obrigado pela pergunta!

  • Rogério Santos

    Olá Gustavo… Hoje fui buscar meu documento do carro de 2016 e lá consta um débito do IPVA de 2015, mas o carro é de 2015 e no DF tem uma lei de isenção do IPVA para veículos novos. Por quê estão me cobrando esse IPVA se o carro era novo? Tem como eu recorrer para não pagar tal cobrança? Parabéns pelo site.

  • Bom dia, Rogério! Muito obrigado, fico feliz pela parabenização! No seu caso, eu iria ao DETRAN com os documentos do carro pedir um esclarecimento pela cobrança antes de recorrer, pois pode ter ocorrido algum engano. Porém, verifique o prazo para ingressar com o recurso antes, pois não podes correr o risco de perdê-lo se for necessário realizar o mesmo! Estou à disposição para qualquer dúvida. 🙂

  • Isabella Santos

    Boa noite.. primeiro parabéns pelo alto nível dos conteúdos. . Muito claro e directo.. ótimo. .

    Minha dúvida é a seguinte. . Meu marido tem ipva e licenciamento vencido.. e temos conta corrente juntos.. Me podem cobrar esse valor da minha conta??

    Obrigada por me atender. .

  • Bom dia, Isabella! Muito obrigada, fico feliz que você tenha gostado. Não haverá execução dessa cobrança diretamente na conta de vocês. A maneira que a punição/cobrança é feita para que essas dívidas sejam pagas é a proibição do uso do carro, com liberação permitida apenas se as dívidas forem quitadas corretamente! Obrigado pela pergunta!

  • Paulo Perdigao

    bom dia, parabens pela pagina ! muito esclarecedora…
    minha duvida é a seguinte: comprei um carro no municipio de saquarema RJ, e paguei tudo (ipva, multas) para poder passar pro meu nome e pegar o CRLV de 2016, isso foi em julho do ano passado, e fiz tudo certinho , fiz a vistoria, e regularizei o veiculo em meu nome, e peguei o IPVA do corrente ano (2016). Acontece que agora ao consultar o site do bradesco para pagar o IPVA de 2017, vi que consta um IPVA DE 2012 pendente… como pode isso?

  • Ane Caroline

    Boa noite. Tenho um carro do ano 2015 e o o mesmo estava isento de vistoria no ano de 2016. Hoje fui parada e o policial me multou pois eu não estava com o licenciamento em dia. Se em meu documento consta isenção do ano 2016 como fui multada? Gostaria da sua ajuda, obrigada.

  • Bom dia, Ane! No documento do veículo deve constar a informação de que você é isenta, esta informação estava presente no seu documento quando você foi abordada pelo agente? Outra coisa, por acaso a isenção é referente a uma transferência do automóvel? Aguardo a sua resposta!

  • Bom dia, Paulo! O que ocorre é o seguinte, sem dúvida houve uma falha no sistema do DETRAN, pois se você conseguiu pagar o IPVA de 2016, sugere-se que todos os anteriores já foram pagos, ou do contrário, você não conseguiria quitar o de 2016. Eles estão lhe cobrando o IPVA de 2012 ou só consta o registro no site? De qualquer modo o cobrança prescreve em 5 anos. Estou à sua disposição!

  • Ane Caroline

    Sim, no documento constava que 2016 estava isento. Mas ele alegou que eu tinha que ter entrado em contato com o detran pedindo um outro tipo de documento, não entendi muito bem. Enfim reteve este documento e aplicou uma multa por licenciamento atrasado. Alegando que mesmo o veículo isento eu teria que possuir esse “documento”. Esse é o meu primeiro carro novo, e estava certa de que só faria vistoria em março desse ano. Nunca ouvi falar que tinha que procurar o detran pedindo esse tal documento para validar a insenção.

  • Nathan Barros

    Boa noite, adquiri um carro ano passado e hj ao consultar o valor do meu ipva 2017 vi que o 2014 nao foi pago e o antigo dono nao me informou sobre isso…eu terei que arcar com essa dívida?não ha como recorrer?

  • Bom dia! Anne, você terá que recorrer para tentar reverter essa situação. Se for do seu interesse, me envie uma foto da sua multa que analiso para você e lhe passo um retorno! A análise é sem custo algum! O email é [email protected].

  • Bom dia, Nathan! Acredito que seja uma falha no sistema do DETRAN, pois se o IPVA de 2015 e 2016 estavam pagos, sugere-se que todos os anteriores também, ou do contrário, não seria possível quitar os posteriores. Eles estão lhe cobrando o IPVA de 2014 ou apenas consta no sistema que não foi pago? Se estiverem lhe cobrando, você deve entrar com um recurso para tentar reverter a situação! Estou à disposição.

  • ricardo abreu

    Bom dia! Parabéns pela iniciativa de auxiliar pessoas que não encontram respostas junto aos órgãos competentes.

    Vendi um carro e não aparecia multa. Ontem a nova dona, fez a consulta e aparece uma multa de set/206 pela falta de uso do cinto de segurança. Porém não fui notificada e não procde, já que não deixo de utilizar o cinto. ESSA MULTA FOI APLICADA PELA PM. ACONTECE QUE A MULTA TB NÃO FOI GERADA, NÃO HÁ COMO PAGAR PARA ADIANTAR A TARNSFERÊNCIA. a NOVA PROPRIETÁRIA CONSEGUE FAZER A TRANSFERÊNCIA? POSSO RECORRER MESMO NÃO TENDO SIDO TRANSFORMADA EM PENALIDADE?
    OBRIGADA PELA ATENÇÃO

  • Eddie

    Bom dia, paguei o IPVA e o seguro DPVAT mas o carro tinha uma multa que estava sendo recorrida pelo antigo dono por não ter feito a transferência no prazo. No site do Detran consta como IPVA pago mas o seguro não e a multa está como ativa. Me disseram que é por ter a multa ativa que o seguro aparece como não pago. É realmente isso?

  • Bom dia, Ricardo! Você deve solicitar a segunda-via da multa no DETRAN e verificar se ainda há prazo para ingressar com o recurso. Se for do seu interesse, assim que obter a notificação, me envie uma foto da sua multa que analiso para você e lhe passo um retorno! A análise é sem custo algum! O e-mail é [email protected]. Estou à disposição!

  • Bom dia, Eddie! Uma coisa não possui vínculo com a outra. Indico que você entre em contato com o DETRAN para esclarecer a questão. Obrigado e desculpe não poder lhe ajudar.

  • Marcio Carius

    Boa tarde. Comprei um veículo zero km no ano passado aqui no Rio de Janeiro. Já veio com todos os documentos, inclusive o CRLV. Hoje, quando fui imprimir a guia no site do Bradesco para pagar o ipva 2017, vi que consta debito do ipva 2016 que foi o ano em que comprei. Mas o CRLV 2016 Está comigo. Será que houve algum erro no sistema do Bradesco?

  • @marciocarius:disqus, Bom dia! É bem possível, não seria a primeira vez que isso ocorre. Você conseguiu pagar o IPVA de 2017 mesmo assim? Algumas vezes aparece a pendencia no sistema, mas ela já foi quitada. Aconselho que você entre em contato com eles para esclarecer! Obrigado pela pergunta!

  • John Santos

    Bom dia, Comprei uma moto e ela está com o ipva a vencer no mês 2, tenho que pagar o IPVA no ato da transferência?

  • Bom dia, John! Sim, para realizar a transferência o IPVA deve estar pago. Obrigado pela pergunta!

  • Franzé

    Comprei um carro em Dezembro de 2015, realizei a transferência, paguei o licenciamento e IPVA e tudo ok.
    Quando fui pagar o licenciamento hoje, apareceu uma multa cometida em 28/07/2014, e esta multa foi emitida em 08/07/2016. A multa foi para a antiga dona, porém a mesma não pagou.
    Só consigo pagar o licenciamento se a ex dona pagar a multa que ela realizou, transitar pelo acostamento, no valor de 574,00 reais.
    Por sorte encontrei a mesma no Facebook e estou aguardando a resposta dela.
    Agora gostaria de saber se caso ela venha a se recusar a pagar a multa, se tem como eu processar a mesma.

  • José

    bom dia! vendi um clio em setembro de 2016, o comprador logo passou para o seu nomeDIA 22/09/2016, hoje estava no site do detran rj e vi duas multas de 11/08 e 28/08 ” orgao RENAIF” deste carro em data anterior a venda e a transferência de propriedade, nunca fui comunicado sobre estas multas, na época a gente viu no site e não havia multas, deste modo não havia recorrido a nada, pode o detran realizar a transferência com multas mesmo sem recursos? ate quando eles podem ficar lançando multas? quero entrar com recurso, em qual instancia esta?

  • Rômulo Souza

    possuo um carro com alienação vinda de um consorcio. o consorcio termina mês que vem .. porem tenho uma multa já com recurso em que o statuts é SUSPENSA TEMPORARIAMENTE. O consorcio pode não querer dar baixa no gravame com essa multa mesmo suspensa? posso esperar o recurso da multa terminar para solicitar a baixa do gravame?

  • Boa tarde, José! É necessário que você vá ao Detran verificar se ainda há prazo para recurso, se houver, solicite uma segunda via da multa para eles com o prazo atualizado para analisarmos o que pode ser feito! Então, me envie uma foto da mesma para o e-mail [email protected], essa análise não tem custo algum. Estou à disposição!

  • Boa tarde! Sim, é possível através da via judicial. Para isso, indico que você procure um(a) advogado(a) de sua confiança para lhe amparar. Espero que de tudo certo, se precisares de ajuda estou à disposição!

  • Boa tarde, Rômulo! Como a multa está com efeito suspensivo, você não terá problema algum!
    Não se preocupe. Qualquer coisa é só perguntar! 🙂

  • Pablo Oliveira

    Olá, Gustavo.
    Recentemente fiz o levantamento dos IPVAs atrasados e neste foi constatado que há 4 em débitos.
    Portanto, tenho interesse em saber se:
    Consigo recorrer dos juros;
    Dos juros de algum;
    De algum forma, consigo diminuir o total;
    Haverá apoio do governo quanto a isto (como em 2016 ” http://extra.globo.com/noticias/economia/contribuintes-que-quitarem-ipva-atrasado-terao-desconto-de-100-nos-juros-multa-19229754.html ” ), pois talvez seja um processo corriqueiro.
    Obrigado, e parabéns pelo site.

  • Luiz F. Belmont

    Boa tarde,
    Ontem fui parado na lei seca, e rebocaram meu carro por ipva atrasado…
    Hoje fui imprimir o nada consta para poder retirar o carro do deposito e ja constava a multa de conduzir o veiculo sem devido licenciamento, eu ja preciso pagar essa multa para retirar o carro do deposito?

  • Harlen Jones

    Boa tarde!
    Fui renovar meu licenciamento para 2017, porém tenho uma multa que está aguardando o julgamento do recurso e detran só deixa eu renovar se pagar a multa, como devo fazer para renovar sem pagar a multa já que está aguardando o julgamento.

  • Murilo Castelo Branco

    Perdi o prazo para recorrer uma multa da PRF, ja passou mais de ano!! Nao tenho mais pra onde.correr?? Multa de 575 reais!! Nao recorri por descaso meu!

  • Bom dia, Pablo!
    Isso muda conforme o estado. Indico que você se informe diretamente com o Detran da sua cidade!
    Abraço!!

  • Boa tarde, Luiz! Não precisa pagar para retirar o carro.
    Podes retirar o carro normalmente e depois recorrer dessa multa!
    Qualquer coisa estou à disposição. Abraço!

  • Boa tarde, Murilo! Acho que não deve ter mais prazo, mas solicite a segunda via da notificação a PRF, para verificar se ainda há prazo para recorrer a JARI. Vamos torcer!!

  • Boa tarde, Harlen! Isso ocorre com frequência, pois o sistema demora para atualizar e a multa fica sem o efeito suspensivo. Você deve enviar um requerimento solicitando este efeito a eles, assim você não precisará pagar a multa para renovar o licenciamento. Se quiseres, eu e minha equipe fazemos este serviço. Qualquer coisa, entre em contato conosco pelo e-mail [email protected]. Abraço!

  • BRUNO ALMEIDA ROCHA

    Boa tarde Gustavo ,comprei um carro e estava sem multas ,transferir para meu nome depois apareceram duas multas anteriores a data de transferência
    O que posso fazer ? Só fui perceber quando fui pagar o ipva e o prazo de recorrer jah passou .tenho q pagar ?

  • Boa tarde, Bruno! Se não há mais prazo para recurso e indicação de condutor, você deve procurar um advogado de sua confiança para lhe amparar em um processo judicial. Lamento não poder mais ajudar, mas dará tudo certo!

  • Augusto Dias

    Boa tade Sr. Gustavo…Meu nome é Fábio Augusto e queria q vc me desse um conselho, Comprei um Corsa Wind recentemente só o q dono atual antes de mim pagou as multas e o lincenciamento no ano passado só q antes de agente fazer negócio ele consultou os documentos e apareceu uma multa no valor de R$255 na BR só q apareceu depois de ser pago o seguro e o lincenciamento, como faço p Proceder com isso…??
    E agora quero já pagar o lincenciamento e o seguro só q sou Obrigado a pagar essa multa p lincenciamento e o seguro do carro….???
    Muito obrigado…✌✌

  • Boa tarde, Augusto! Administrativamente você é o responsável, pois é o atual proprietário do veiculo. Se ainda houver prazo você pode indicar o condutor, se não terá que resolver essa questão pela via judicial. Sim, para realizar o licenciamento não haver nenhum debito restante. Eu que agradeço! Se precisares de mais alguma coisa estou à disposição, abraço!

  • Augusto Dias

    Muito obrigado Sr. Gustavo…✌✌

  • Rafael Lourenço

    boa noite Gustavo , comprei um carro e o antigo dono tinha uma multa de recibo , ele pagou hoje , porem no site do detran ainda consta a multa , sera q consigo transferir ? sera que a multa demora sair do sistema ? o recibo ja esta preenchido em meu nome tenho medo de se passar os 30 dias e a multa nao sair do sistema , desde ja agradeço

  • Merece, Augusto!! 🙂

  • Boa tarde, Rafael! Isso você terá que ver diretamente com o DETRAN, pois dependerá do sistema deles. Desculpe não poder lhe ajudar mais. Abraço!!

  • Pingback: ()

  • Hxjdb Bxjdhdhdb

    Bom dia, consultei a situação do meu veículo no site do Detran, e nele consta​ estranhamente uma multa por excesso de velocidade em outro estado, porém já faz um mês do ocorrido e não chegou nenhuma notificação em minha casa, o que devo fazer e se posso viajar assim mesmo ?? Grato pela colaboração.

  • Boa tarde! Você possui seu endereço atualizado junto ao Detran? Este fator é importante para que você não deixe de receber a notificação. Porém, é normal a demora, pois eles possuem 30 dias para emitir a multa, mas não para expedir. Você pode circular tranquilamente com o seu carro, não se preocupe. Indico que você entre em contato com o Detran para esclarecer a questão do envio. Qualquer coisa estou à disposição. Abraço!

  • Henrique Porto

    Boa noite! Não consigo pagar o licenciamento de 2017(SP) pois tem uma multa de outro estado(RJ) que está sendo contestada, está suspensa. Mas no sistema não consigo pagar. O que fazer?

  • Henrique Porto

    Estou com problema parecido,só que a multa é de outro estado.E não consigo licenciar na cidade que moro.Alguma orientação?Obrigada.

  • Você deve fazer um requerimento de efeito suspensivo para eles atualizarem o sistema! Entre em contato comigo pelo e-mail [email protected], que elaboro o requerimento para você, se quiseres. Abraço!

  • Celso Abel

    meu nome esta na divida ativa por dois ipva atrasado tem como eu recorrer ou conseguir um desconto

  • Boa tarde, Celso! Vá ao DETRAN e confira se ainda há prazo para recorrer. Se houver e for do seu interesse, me envie uma foto das notificações para o e-mail [email protected], que analiso para você e lhe passo um retorno sobre o que é póssível fazer! Esta análise não tem custo. Estou à disposição!

  • Cristina

    Boa tarde. Tinha uma Honda Biz e ela foi aprendida , pois estava com multas e ipv atrasado. Tem dois meses que recebi uma carta informando que ela seria leiloada. Hoje , recebi uma carta informando que, meu nome está sendo protestado . Gostaria de saber o que posso fazer para retirar meu nome dessa divida?

  • Alessandro Macedo

    Bom dia! estou com o meu nome no Cadin por nao ter pago o Ipva de 2015 e 2016. Nao existe a possibilidade de parcelamento desta divida. O que eu poderia fazer nesse caso?

  • Jailton Martins

    Boa noite. Comprei um carro que esta com multas em juízo. Já paguei os “dudas” Transferência de Propriedade com mudança de Município, Baixa de Gravame e Placas/Tarjetas. Pergunto? Se ainda não houver Trânsito em Julgado das multas, vou poder transferir para o meu nome sem problemas? Tinha uma multa de outro Estado”RENAINF”, que já foi paga e não consta mais no sistema do Bradesco e Detran/RJ.

  • Bom dia, Cristina! Trata-se de uma ação judicial. Indico que você procure um advogado de sua confiança para lhe ampar nesse processo. Desejo que de tudo certo, abraço!

  • Bom dia, Alessandro! Isso varia entre os estados, indico que você vá ao Detran da sua cidade esclarecer essa questão! Qualquer coisa estou à disposição, abraço.

  • Bom dia, Jailton! Quando o recurso está em julgamento, a multa e suas penalidades ficam com efeito suspensivo, ou seja, você pode fazer todos os procedimentos normalmente como se ela não existisse. Qualquer coisa estou à disposição! Abraço.

  • Celio P Santana

    Boa tarde, meu irmão não tem cnh e foi andar na minha moto e a polícia o parou multou,no auto de infração tem um número sobre o outro no último número da placa e não pode ter rasuras como procedo pra recorrer ou não tem nada a fazer

  • Josué

    Boa tarde , gostaria de saber se consigo emitir documentos do carro sem pagar o IPVA

  • carina

    Boa tarde, comprei um carro e não chequei antes.
    Estava com uma multa de R$1900,00, entrei em contato com a moça de quem comprei o veículo, mas ela não me deu retorno. já efetuei o pagamento do IPVA, mas agora não consigo retirar a documentação, o que posso fazer?

  • Erica Pavan

    Olá, boa noite! Recebi uma multa em outro estado, fiz o pagamento por meio da internet banking pelo renavam do meu automóvel antes do vencimento (isso foi em dez/16), mas não consigo realizar o licenciamento pois a multa ainda consta pendente. Poderia me orientar? Agradeço desde já.

  • Gracielle Lacerda

    Boa noite Gustavo, comprei um veículo no ano passado, realizamo a consulta e não havia débitos de multas, realizei a transferência normalmente, paguei IPVA inicio do ano, porém fui pagar o licenciamento esse mês de Abril e havia duas multas de 2014, tive que pagar para poder emitir o novo CRLV. Existe a possibilidade de algum recurso para ressarcimento do valor? Obrigada pela atenção!!

  • Boa tarde, Célio! Você poderia me enviar uma foto do auto de infração para eu analisar, por favor? Envie para o e-mail [email protected], essa análise é gratuita. Aguardo o seu contato!

  • Boa tarde, Josué! Não, o IPVA tem que estar em dia. Abraço!

  • Boa tarde, Carina! Como ela não lhe deu retorno, você terá que entrar com um processo na via judicial. Indico que você contate um advogado de sua confiança para lhe amapar nesse processo. Abraço!

  • Boa tarde, Erica! Você terá que entrar em contato com o órgão e apresentar o comprovante de pagamento para eles atualizarem a sua situação no sistema! Abraço!

  • Olá! Apenas na via judicial, aconselho que você entre em contato com um advogado da sua confiança para ele lhe amparar nessa ação! Qualquer coisa estou à disposição!

  • Dionison Gil Izidorio dos Sant

    Pode haver inscrição no serasa por conta do licenciamento também?

  • Olá, Dionison! Sim, se houver o débito referente ao licenciamento.

  • Dionison Gil Izidorio dos Sant

    Blz Gustavo. Muito Obrigado!!!

  • Ricardo Swirski

    Oi Gustavo, estou desesperada,minha mae estava com divida ativa, multas e IPVAS para pagar, quitamos tudo e o nome dela ainda esta sujo, a quem devo recorrer: CONSULTEI O CPF esta regular, em qual orgao o nome permanece sujo serasa? ou outro mais

  • Eu que agradeço! 🙂

  • Olá, Ricardo! Aconselho que você procure um advogado da sua confiança para lhe auxiliar nesse processo! Desejo que fique tudo bem, abraço!

  • ines andrade ines

    paguei os documentos do carro no banco e multas totalizando 4 mil reais.. só que os documentos estao demorando pra chegar…entao liguei pro detran e eles me falaram que ainda tem um valor de multas a pagar …retornei ao banco Banrisul só que no sistema deles aparece tudo quitado.. o valor q apreceno detran no banco ñ aparece ..o q devo fazer

  • Olá, Ines! Pegue um comprovante com o banco de que está tudo pago e vá ao Detran mais próximo para tentar regularizar essa questão! Qualquer coisa estou à disposição, abraço!

  • Boa tarde, estou querendo comprar um carro e consta 1 multa como suspensa. Posso ter problema mais pra frente? Tipo da multa vir pra mim perdendo os ponto e ter que pagar ela?

  • Olá! Não, pois se ela está suspensa é porque está com recurso em julgamento. Portanto, essa multa já foi direcionada ao proprietário ou condutor infrator e não irá para novo proprietário do veículo. Qualquer coisa estou à disposição. Abraço!

  • Gabriel Torquato

    Posso contestar uma multa depois de 1 ano ? Meu irmão conseguiu tomar 1500 reais em multa em um só dia e na mesma hora
    .

  • Bom dia, Gabriel! Lamento o ocorrido. É provável que não tenha mais prazo para recorrer, porém solicite ao Detran a segunda via da multa para verificarmos! Qualquer coisa estou à disposição!! Boa sorte. 🙂

  • Marina Ribeiro

    Olá Gustavo.
    Tenho a seguinte situação:
    Uma moto foi “vendida” para outra pessoa, não foi feita a transferência do nome;
    Essa moto foi apreendida por um acidente causado por uma outra pessoa, a moto está na delegacia;
    Possui mais de 4.000 em débitos, tendo multas e IPva;
    O dono da moto está se negando a pagar os débitos, mas o nome da pessoa que é dona, no documento, está ficando sujo;
    A polícia não libera a moto sem a quitação dos débitos;
    Não consigo transferir essa moto agora?
    O que devo fazer?

    Muito obrigada.

  • Olá, Marina! Aconselho que você procure um advogado da sua confiança para lhe amparar nessa questão, pois irá gerar ações judiciais e não só administrativas! Desejo boa sorte!! Abraço

  • Marina Esteves

    Marina, eu tive um problema parecido. Vendi meu carro e o novo proprietário não fez a transferência e eu vinha recebendo as multas. Contudo, o vendedor da concessionaria apresentou um formulário de COMUNICAÇÃO DE VENDA ao detran e nunca mais recebi nada. Entre no site do detran e veja se isto poderia te ajudar.

  • Marina Esteves

    Ricardo, nome sujo é pendencia de credito junto as instituição financeiras. Regularidade fiscal da RF é diferente. Tire um extrato do CPF de sua mãe no serasa consumidor ( baixe o app no cel) e veja qual foi a empresa que pendurou o CPF dela. Abs

  • Klebisson Albino

    bom dia. todos os anos recebi o ipva em minha residencia. mas, nesse ano de 2017, chegou mas meu pai esqueceu e levo o ipva com ele. bem fui tira pela internt o boleto quando eu vejo tem uma notificação em aberto de um ano atras trafegar na contra mão. fiquei supreso pois nunca andei na contramão em fevereiro de 2016. sendo que minha placa é final 00, paguei o ipva nomal e o documento veio normal. gostaria de sabe. ja que o documento da vindo normal. eu tenho que recorrer ou pagar essa atuação ou deixa como esta. um dia ser arquivada?

  • Olá, Klebisson! Provavelmente seja um erro no sistema do DETRAN, mas não deixe de tentar regularizar isto, se não pode lhe trazer problemas futuros. Aconselho que você vá ao DETRAN questioná-los sobre a multa em questão. Qualquer coisa estou à disposição!!

  • Eduardo Costa

    Boa noite, estou com uma multa esperando julgamento da JARI desde fevereiro. Esta multa, inclusive já consta na página do Detran para consulta e emissão de boleto para pagamento, mas hoje chegou o boleto para pagar o licenciamento e esta multa em espera não constava entre os valores, o que faz sentido, visto que ainda pode ser anulada. Pelo que entendi da sua explicação, o veículo poderá ser regularizado e, inclusive, transferido de proprietário com o pagamento do IPVA e do Licenciamento, confere? Estou pensando em repassar o veículo e minha dúvida é se o futuro proprietário, uma vez já tendo sido concretizada a transferência, terá algum problema caso eu venha a ter meu recurso indeferido, pois isto poderia dificultar para arranjar um comprador.

  • Olá, Eduardo! O único porém para realizar uma transferência quando se está recorrer é que a multa deve estar paga. Mas, isso não é um problema para o recurso, pois efetuar o pagamento da mesma não caracteriza culpa e se o recurso for deferido lhe fazem o reembolso. Obrigado pela pergunta, abraço!

  • Eduardo Costa

    Já perguntei um bocado por aqui, mas mais uma vez obrigado pela atenção!

  • Pamala Girao

    Bom dia. Estou com o seguinte problema, tenho multas de 2016 para serem pagas, que geralmente eu pagav junto com o licenciamento seguinte das datas das multas, porém acabei levando mais duas multas no ano de 2017. Minha duvida é a seguinte, para eu poder pagar o licenciamento de 2017, é necessário pagar todas as multas, inclusive as multas de 2017? Não posso pagar separo para facilitar, pois o valor fica muito alto.
    Aguardo resposta.

  • Eduardo, é um prazer responder suas perguntas! Fique a vontade sempre!!! Grande abraço!

  • Bom dia, Pamala! Para fazer o licenciamento não pode haver nenhuma multa sem pagamento, independente do ano. Abraço!

  • Luiz Nicolau

    Boa Tarde ! Gustavo,

    Estou negociando um veiculo e ele possui uma multa em Divida Ativa, a multa esta vinculada ao veiculo e ao CPF do dono anterior ao dono atual, ou seja eu seria o terceiro Dono, enquanto a multa esta no CPF do primeiro dono. É possível fazer a transferência do veiculo pro meu nome sem quitar essa multa ? Terei problemas mais para frente ? E essa multa sempre ficara vinculada ao veiculo ?

    Obrigado !

  • Victor Rocha

    Boa noite.
    Comprei uma moto essa semana e o antigo dono não me falou que tinha IPVA e DPVAT vencido deste ano 2017.
    Agora ao fazer a transferência que apareceu esses débitos.
    Porem o antigo dono falou que nao vai pagar esses débitos.
    O que fazer agora?

  • Bom dia, Luiz! Não é possível fazer transferência sem quintar as dividas, a não ser que se esteja recorrendo. Se multa for vinculada ao veiculo a responsabilidade acompanha o proprietário atual do mesmo, se for vinculada ao condutor não afetará o proprietário. Abraço!

  • Bom dia, Victor! Você terá que ingressar com um ação judicial para ver esta questão. Aconselho que você procure um(a) advogado(a) de sua confiança para lhe amparar nessa questão! Boa sorte!!

  • Roberto Costa

    Boa noite Dr.
    Em maio de 2015 comprei um veículo “Sandero” 2011/2012. Consegui, depois do prazo de 30 dias, fazer a transferência para o meu nome através dos serviços de um despachante. Logo, a transferência foi concluída e consegui, no ano seguinte (2016), a emissão do CRV (2016). No entanto, ao tentar, agora em 2017, agendar a vistoria no site do DETRAN, consta que o veículo está em dívida ativa, referente ao ano de 2014.
    E o pior, está no meu nome! Contudo eu comprei o carro em maio de 2015 e vi no “Nada consta” que o veículo não possuía qualquer dívida. Estou desesperado, pois o prazo de vistoria referente à placa do meu carro termina em junho e essa dívida é de 2.940,00.
    Dr, isso procede? Que medida devo tomar? Como foi possível eu fazer vistoria durante dois anos consecutivos e não ter qualquer problema e agora acontecer isso?
    Desde já, agradeço seu interesse e retorno.
    Att.,
    Roberto Costa

  • Boa tarde, Roberto! Você terá que ir ao Detran portando documentos que provem que o veículo não estava em sua posse nesse período para eles transferirem para o responsável. Caso nao seja possível fazer essa transferência pelo órgão, terá que ser através de ação judicial. Qualquer coisa estou à disposição!

  • Wellington Gomes

    Boa tarde, seguradora pode se recusar a fazer seguro por causa de multa? mesmo tendo recorrido e está em processo de julgamento sem decisão?

  • Matheus Pedroso

    Olá Boa dia, então estava vendendo meu carro e quando fui no despachante constou duas multas de 2015, e queria saber se sou obrigado a pagar essas multas pois ja se passaram dois anos e eu não recebi se quer uma notificação em casa, mesmo estando tudo regularizado as questões de endereço, não sei oq fazer

  • Alexandro Pereira

    Boa noite dr.
    Olha só a minha situação: comprei uma moto no mês de maio paguei os documentos 2017 e consegui fazer a transferência para meu nome e no sistema do dentran não constava nada de multa e para minha surpresa vendi a moto e o comprador não conseguiu fazer a transferência pois só agora apareceu 5 multas cometida pelo antigo proprietário no mês janeiro de 2017 em meu nome o que devo fazer nessa situação.

  • Olá. Matheus! Para fazer a transferência é necessário quitar todas as dívidas. Como os prazos para recurso administrativo já encerraram, você poderá entrar com uma ação judicial amparado por um advogado(a) de sua confiança para tentar reverter a situação! Infelizmente, não posso mais lhe ajudar. Mas, estou à disposição para o que estiver ao meu alcance! Boa sorte, abraço.

  • Olá! Você deve ir ao Detran com as devidas provas de que o carro não estava em sua posse no tempo das multas, para transferirem as mesmas para o antigo proprietário. Se não for possível, terá que ser pela via judicial amparado por advogado(a) de sua confiança. Boa sorte! Abraço

  • Gizele C.

    Boa tarde, tenho uma multa q recorri na jari, no sistema ela subiu p listagem de débitos porém em efeito suspensivo, mas no boleto do meu IPVA 2017 veio descriminado essa multa msm no sistema estando suspensa, tenho outras multas até mais antiga q essa q n constam no meu IPVA nem na listagem de débitos, a questão é… vou ter q pagar essa multa msm com efeito suspensivo só pq ela consta no meu Ipva?

  • Gizele C.

    Boa tarde, tenho uma multa q recorri na jari, no sistema ela subiu p listagem de débitos dar até a opção de visualziar o boleto p pagamento porém ela encontra-se em efeito suspensivo, e no boleto do meu IPVA 2017 veio descriminado essa multa msm no sistema estando suspensa, tenho outras multas q recorri e estão suspensas até mais antiga q essa q n constam no meu IPVA nem na listagem de débitos, a questão é… vou ter q pagar essa multa msm com efeito suspensivo só pq ela consta no meu Ipva? Vou poder receber minha CRLV se n pagar? Pq ela ta suspensa mas conta como débito, diferentemente das demais.

  • Olá, Gizele! Acredito que seja um erro do sistema deles. Aconselho que você entre em contato com o Detran para solucionarem essa questão. Qualquer coisa estou à disposição! Abraço

  • Burds Gonçalves

    Boa noite! Veja o meu caso e se possivel esclarecer o que devo fazer! Troquei de carro e fiz a transferência para o meu nome pagando Licenciamento com troca de placa e tudo mais. Documento chegou com uma semana! Dessa forma conclui-se que o veiculo não possuía débitos correto? Eis que hoje veio a surpresa, uma carta com 3 multas com data de infração do ano de 2016 do antigo e com data de quitação até 19/07/2017 e informe que se não realizar o pagamento o nome entre em restrição no Cadin! Como isso é possivel? teoricamente essas multas deveria ter aparecido para licenciar o veiculo. abrigado desde já!

  • Olá, Burds! Isso ocorreu, porque a multa ainda não estava no sistema. Mas, não se preocupe. Vá ao Detran com a multa e os documentos (contrato de venda, transferência, etc.) que comprovem que você não estava com a posse do veículo na época da infração e eles irão transferir a responsabilidade para o antigo proprietário! Qualquer coisa estou à disposição, abraço!

  • Burds Gonçalves

    Boa noite Gustavo! Obrigado pela atenção, irei até o detran verificar, em breve volto trazendo o feedback da situação.

  • Perfeito!! Valeu, abraço!

  • Adolpho Silva

    Boa noite, eu tenho uma dúvida. Recebi uma notificação de autuação que ainda está no prazo para recorrer, mas a multa está no mínimo mal explicada. Foi uma autuação por ultrapassagem em local proibido. No campo de obs veio o seguinte texto: “O condutor realizou a ultrapassagem pela viatura e não foi possível realizar abordagem devido o fluxo de veiculo que se encontrava na rodovia” (exatamente assim, até mesmo os erros) porém não havia nenhuma viatura no local em questão, e pela alegação eu só faria essa ultrapassagem se estivesse querendo morrer e levar minha namorada junto, e se minha moto fosse potente havia como, mas não, uma Bros 150 (tem q chorar pra dar 80km/h na BR) e com passageiro ainda por cima e não me pararam, e em sã consciência, como eu de fato estava, nunca ultrapassaria um viatura de polícia, ainda mais em local indevido. Dois amigos meus também receberam multas em circunstâncias parecidas. Posso usar algum desses pontos no mínimo estranhos em minha defesa?

  • Olá, Adolpho! Com certeza, a potencia da sua moto mesmo é um ponto muito forte, pois para realizar uma ultrapassagem é necessário alcançar certa velocidade e se a sua moto não o faz, seria impossível tal infração. Se for do seu interesse, me envie uma foto da sua multa e um relato sobre o ocorrido para o e-mail [email protected], que analiso para você e lhe passo um retorno! Esta análise não tem custo. Estou à disposição!

  • Viviane Mascaro Marmo

    Boa Tarde! Recebi uma multa injustamente por transitar na faixa de ônibus em um sábado as 19h que até então era permitido 2ª a 6ª das 6h as 20h, porém 1 uma semana após o ocorrido, mudaram a placa dizendo que era proibido de 2ª a 6ª das 6h as 20h e Sábado das 14h as 20h , tenho como provas imagens das placas de antes e depois da via. Recorri ao DSV e Jari, porém indeferiram os pedidos e persiste o débito (R$ 191,53). E agora ameaçam mandar meu nome ao CADIN, por algo que não cometi. Como devo proceder? Obrigada

  • Aline Nogueira Dos Santos

    Boa noite! Tudo bem? Meu pai adquiriu um carro em abril de 2016 e esse fomos fazer o licenciamento e constou um débito de ipva de 2014! Sendo que o carro nem era dele nessa época. Essa dívida não deveria constar durante a transferência? E como consegue fazer o pagamento de ipva, dpvat e licenciamento dos outros anos com essa dívida? Pode me ajudar? O débito é muito alto e quando meu pai foi comprar o carro, ele foi ao despachante ver se tinha débito no carro e não constou nada. Aguardo. Muito obrigada

  • Boa tarde, Viviane! Você pode recorrer ao Cetran ainda! E se não obter o deferimento, podes entrar com uma ação judicial amparada por um advogado(a) de sua confiança! Qualquer coisa estou à disposição! Abraço

  • Boa tarde, Aline! Acredito que seja um erro do sistema, pois como você disse não seria possível regularizar nos outros anos. Indico que você vá ao detran esclarecer essa questão, se não for possível, você terá que entrar com uma ação judicial para reverter essa situação. Qualquer coisa estou à disposição! Abraço

  • Rosemeri Machado Vicente

    Ola bom dia, sabe to em status de desespero, meu ex marido levou uma multa de 960,00 reais o qual veio ultrapassar em faixa continua.
    somos do estado do paraná e a multa foi em são paulo pela der
    recorri as 3 vezes pedi foto mais a mesma foi negada por 3 vezes e agora esta em divida ativa ate hoje não me mandaram fotos do veiculo e acho muito errado pois se tivesse foto eu teria mesmo feito essa conversão mais como não tem eles teriam que analisar melhor esse fato e simplesmente recusaram e como que eu vou conseguir 960 e pagar essa multa..
    meu ipva e licenciamento eu pago certinho mais agora não vou nem receber meus documentos por causa dessa multa que esta como obrigatoria.
    como proceder nesse caso tem algo que eu possa fazer ou não?

  • Bom dia, Rosemeri! Nesse caso você deve ingressar com uma ação na via judicial. Aconselho que procure por um advogado(a) de sua confiança para lhe amparar nessa questão!! Isso é mais comum do que deveria, mas seguidamente a situação é revertida na via judicial. Espero que de tudo certo, abraço!!

  • jose carlos sabino Sabino

    Boa tarde, possuo um veiculo que se encontra com parcelamento de divida ativa em aberto (sendo pago) consigo licenciar ele nestas condições ou só ao termino do pagamento da divida?

  • Boa tarde, Jose! Não. O licenciamento só poderá ser feito com o pagamento total da dívida. Lamento. 🙁

  • Junior Rosário

    Boa tarde !

    Gustavo.

    Possuo a mesma dúvida do nosso amigo Jose Carlos sabino, referente o licenciamento com IPVA parcelado.

    Achei esse tópico no perguntas e respostas do PPD.
    Onde

    1.37. Posso transferir um veículo com débito de IPVA parcelado no PPD do IPVA? E licenciar?
    Os veículos, cujos débitos de IPVA forem parcelados no PPD do IPVA, somente estarão liberados para efetuarem o serviço de transferência interna ou interestadual, junto aos órgãos de trânsito, com a integral quitação desses débitos, mesmo que vincendas as parcelas.

    Essa obrigatoriedade não se aplica ao serviço de licenciamento.

    https://www.ppd.sp.gov.br/faq/frmPerguntasPPD.aspx

    Será que realmente não é possível licenciar um veículo com debito parcelado ?

    Desde já agradeço a ajuda.

    Junior.

  • Junior Rosário

    Boa tarde !

    Gustavo.

    Possuo a mesma dúvida do nosso amigo Jose Carlos sabino, referente o licenciamento com IPVA parcelado.

    Achei esse tópico no perguntas e respostas do PPD.
    Onde

    1.37. Posso transferir um veículo com débito de IPVA parcelado no PPD do IPVA? E licenciar?
    Os veículos, cujos débitos de IPVA forem parcelados no PPD do IPVA, somente estarão liberados para efetuarem o serviço de transferência interna ou interestadual, junto aos órgãos de trânsito, com a integral quitação desses débitos, mesmo que vincendas as parcelas.

    Essa obrigatoriedade não se aplica ao serviço de licenciamento.

    https://www.ppd.sp.gov.br/faq/frmPerguntasPPD.aspx

    Será que realmente não é possível ?

    Desde já agradeço a ajuda.

    Junior.

  • Boa tarde, Junior! Tenho o conhecimento que não, o licenciamento só pode ser feito com a quitação total da dívida. Entretanto, você pode entrar em contato com o Detran para ter certeza, pois se houve algum alteração nessa questão não localizei. Abraço!

  • Fabrizio Almeida

    Gustavo , boa noite ,,, Comprei um carro que está com o documento 2017 pago, porém tenho de transferi-lo para o meu nome. Fui consultar o detran aqui do Paraná e ví que foi emitida uma multa por não transferir o veículo em menos de 30 dias, só que do antigo dono. Para transferi-lo preciso quita-la?

  • Bom dia, Fabrizio! Sim, é necessário que o veículo não tenha dividas para realizar a transferência. Você pode tentar apresentar comprovantes de compra e venda ao Detran, para provar que o carro não estava em sua posse na época e eles passarem a multa para o devido responsável. Se não for possível, você terá que entrar com uma ação judicial para passar a responsabilidade ao antigo proprietário. Abraço!

  • Fabrizio Almeida

    Gustavo, entrei em contato com o antigo dono, o mesmo disse que a multa ainda é notificação, ou seja não obrigatória, assim segundo ele, posso transferi-lo e o multa posso pagar só no vencimento do licenciamento no ano que vem… Será que procede isso?

  • SHAMANTHA MARCELINO

    Boa noite comprei um carro as 1 mês já fiz a transferência para meu nome e licenciamento que irá vencer no final do mês …
    Hoje meu esposo fez uma consulta e consta multa …Na hora em que fiz a transferência não deveria ter constando..

  • Olá, Fabrizio! Sempre que existir a possibilidade de recurso administrativo, a cobrança da multa pode ser suspensa, é o chamado efeito suspensivo do recurso. Isto quer dizer que o débito da multa só será efetivo quando todos os recursos forem julgados e a multa não for cancelada, ou seja, enquanto o recurso estiver sendo julgado é como se não houvesse multa ou débito algum. Portanto, se você tem um débito de multa e apresenta recurso, seu débito fica cancelado até o julgamento final e você pode retirar seu novo Certificado de Registro de Veículo e transferir livremente seu carro. Boa sorte!

  • Boa tarde, Shamantha! É possível que a multa só tenha caído agora. Solicite a segunda via da mesma ao detran para verificarmos se ainda há prazo para recurso, assim que estiveres com a notificação em mãos me envie uma foto e um relato sobre o ocorrido para o e-mail [email protected], que analiso para você e lhe passo um retorno! Esta análise não tem custo. Estou à disposição!

  • Junior Rosário

    bom dia !

    Obrigado.

  • Merece!

  • Claudivanio Diniz

    Boa noite. Estou com meu nome incluso na dívida ativa por conta do ipva da minha moto. Queria saber se eu vender ela e comunicar venda no Detran meu nome sai da dívida ativa? Grato.

  • Bom dia! Não é possível fazer a venda com dívidas no veículo. Para fazer a transferência é necessário quitar todas as dívidas! Lamento. 🙁

  • HUMBERTO SPRADA

    Boa noite ! Vendi um carro e não foi transferido pelo atual proprietário foi feito no cartório reconhecido a firma, a dois anos atrás, porem o carro foi retido na policia federal com documentação atrasada, pneus carecas, sem carteira. Total 31 pts. Gostaria de saber como poderia fazer um recurso neste caso? A pontuação. O carro tive que retirar do Patio PRF, pagar os documentos atrasados, vai ser vendido o carro mas não cobre as multas e a despesa do pátio, pneus que foram colocados!

  • Olá, Humberto! Você teria que ir no Detran com a documentação necessária que comprove essa venda e que o veículo não estava mais em sua posse no tempo das infrações e assim passar a responsabilidade ao real infrator. Se isso não for possível, você terá que entrar com ação judicial para tentar reverter essa situação e paralelamente com os recursos administrativos para cada multa e para inclusive tentar evitar uma suspensão por acumulo de pontos. Por favor, me envie uma foto das multas e um relato sobre o ocorrido para o e-mail [email protected], que analiso para você e lhe passo um retorno! Esta análise não tem custo. Estou à disposição!

  • Felipe Padilha

    Bom dia, primeiro quero agradecer o serviço prestado e que muito me ajudou! Meu carro está a venda e tenho uma multa que estou recorrendo, quanto a venda estaria ok. Porém para o futuro comprador ele gostaria de alguma garantia caso essa multa entrasse. Existe algum acordo ou contrato que possamos fazer entre comprador e vendedor, que assegure a ele que irei arcar com a multa caso ela proceda?

  • Boa tarde, Felipe! Para fazer a transferência do veículo é necessário pagar a multa, o que não caracteriza culpa e não lhe impede de seguir recorrendo, é apenas uma obrigação para poder efetuar a venda e justamente garantir essa segurança ao novo proprietário. Como a multa paga e sendo recorrida, ela já está vinculada a você (o recorrente) e mesmo que seja indeferida não será vinculada ao novo proprietário. Se ele quiser uma certeza disso, indico que ele entre em contato com o detran que eles mesmos poderão esclarecer a ele! Abraço!

  • Felipe Padilha

    Ótimo! Mas caso eu efetue o pagamento para proceder com a venda. Se for julgado inocente dessa multa o Detran iria me ressarcir? Ou pagar a multa seria o fim desse processo?

  • Hilton

    Olá comprei um veiculo e não possuo cnh passam os 30 dias e agora estou fazendo a cnh fiquei sabendo que além da multa também posso levar 5 pontos na carteira como fazer para que isso não aconteça e eu perca a minha provisória?

  • Jaime

    Olá boa tarde!
    Adiquiri um veículo no final de 2016,o antigo dono(David) que fez a vistoria 2015 e 2016 ,e eu somente fiz a transferência para meu nome agora em agosto/17 e no veículo constavam multas do dono anterior a este que me vendeu o veículo em 2016(um tal de Rodrigo), quer dizer multas de 2009,2011,2012…., quando fiz a vistoria e transferência paguei todas as multas pendentes.
    No meu caso existe como cobrar essas multas, judicialmente do tal de Rodrigo?

    Grato!

  • Eles lhe reembolsam o valor, pois a multa seria anulada e portanto não teria penalidade a cumprir! Não se preocupe, abraço.

  • Olá, Nilton! Se você está fazendo a cnh e não ainda não possui PPD não haverá pontos a serem registrados. Abraço!

  • Olá, Jaime! Acredito que sim, indico que você procure um advogado(a) de sua confiança para lhe amparar nessa ação. Boa sorte! Abraço

  • CLAUDINEI NOGUEIRA DOS SANTOS

    BOA NOITE COMPREI UM CAMINHÃO COM MULTA SUB JUDICE É POSSIVEL TRANSFERIR PARA MEU NOME SEM PAGAR A MULTA. E SE EU PAGAR. COMO POSSO RECEBER DE VOLTA ESTE VALOR?

  • Gustavo Silva

    Prezado, Dr Gustavo Fonseca, boa tarde. Moro em Aracaju e adquiri um veículo em março-2017, sabendo que o veículo possuía multas não emitidas pelo Detran de outra cidade (Natal), desde Junho-2016, conforme registros no nada consta. A pessoa foi bem transparente e chegamos a procurar o Detran-RN para saber se seria possível efetuar o pagamento das multas antes da venda, mas a resposta foi que não, pois ainda não tinham “caído”. Detalhe: todas as infrações (4, ao todo) eram de 2016. Enfim, isso não prejudicou a venda, na época, pois as multas realmente não caíram. Porém, ao passar o carro para o meu nome, notei que ao entrar no sistema do Detran-SE as multas foram “atualizadas” e, agora, 2 constam como pendentes de pagamento e 1 ainda em período de contestação, ou seja, daqui a pouco também constará como pendente de pagamento. Porém, não recebi notificação nem nada do Detran informando que tenho multas à pagar. Será que as multas foram emitidas para o antigo dono? Estranhamente, entro no sistema do Detran-RN e ainda constam as 4 multas lá, como se ainda não tivessem sido emitidas, conforme constava no nada consta na época da compra. Provavelmente, no ato da transferência isso fica “congelado”, não é? Mas, no site do Detran-SE, ao pedir para ver detalhes das infrações, não é gerado um documento detalhado, com foto, nada disso, somente um boleto no valor total das multas somadas. Devo entrar logo com recurso e já contestar as multas ainda não emitidas para que sejam canceladas? Todas as multas são de 2016 e anteriores à compra do carro por mim. Ficarei muito grato se puder me auxiliar. Gustavo Silva

  • HUMBERTO SPRADA

    Já mandei a copia das multas !

  • Boa tarde, Gustavo! Solicite a segunda via das multas e se houver prazo para indicar condutor, você deve fazê-lo indicando o antigo proprietário (pelo o que falaste ele não iá contestar). Se não houver mais prazo, você deve ir ao detran com a documentação da venda que comprove que você não estava na posse do veículo no tempo das multas e assim, eles passarão a responsabilidade para o antigo proprietário. Acredito que você não terá problemas e fazer isto! Mas, caso haja alguma complicação, você ainda pode tentar reverter a situação na via judicial amparado por um advogado(A) de sua confiança. Espero que de tudo certo, abraço!

  • Odah Farias

    olá tenho uma duvida…recebi duas multas no mes passado as quais não foram pagas ainda e hj meu veiculo acabou sendo recolhido para o patio por outro motivo…quero saber se tenho que pagar as multas pendentes para poder retirar o veículo do pátio?

  • Olá, Odah! Você só terá que quitar essas multas se os prazos para recorrer das mesmas tiver encerrado. Abraço!

  • artidonio oliveira

    Olá.. chegou uma multa de 08.12.15 estamos 2017. No emplacamento 2016 não vei cobrando, meu emplacammeno venceu no mês de 06.2016 a multa já estava com 6 meses e só vei cobrando no emplacamento 2017. Com um ano e seis meses depois dá multa. Devo pagar? é certo esse tempo todo. Multa sttu.

  • Olá, Você deve recorrer! Por favor, me envie uma foto da sua multa e um relato sobre o ocorrido para o e-mail [email protected], que analiso para você e lhe passo um retorno! Esta análise não tem custo.
    Estou à disposição, Artidonio!

  • Mario

    Olá. Gostaria de tirar umas dúvidas. Meu pai comprou um carro usado de uma revendedora no mês de julho e quando foi transferir consta debitos de licenciamento e 1 parcela de ipva com vencimentos em agosto. O vendedor falou que esses débitos são nossos porque a compra foi antes do vencimento isso procede? Outra dúvida: foi combinado que a transferência seria meio a meio, ele passou que ficaria 550, Quando fomos no DETRAN a transferência total fica em 290,00. Ele pode alegar que essa diferença é por conta de custos com despachante? Obrigado

  • Jéssica Romualdo

    Ola. Tenho uma duvida. Meu marido comprou um carro que tinha uma autuacao. Essa autuacao depois virou multa. O dono da agencia disse a ele q se virasse multa era p voltar la q ele pagaria. So q meu marido nao voltou la, porque mesmo tendo a multa no site do detran a multa nao chegou na residencia dele. Essa multa foi em 2010.essa multa é de 957 reais por dirigir alcoolizado. E os documentos do carro sempre chegam direitinho. E como os documentos do carro sempre chegam direitinho, nunca tivemos problema e tambem por falta de conhecimento do meu marido ele nao fez nada. So q agora estamos precisando vender o carro por questoes financeira. Quem comprar o carro conseguira passar para o nome dele mesmo tendo esta multa ou esta multa tera de ser paga para conseguir transferir? E se sim porque meu marido entao conseguiu passar para o nome dele e os documentos sempre chegam?
    Lembrando que estamos querendo vender o carro por questoes financeira, entao nao temos condicoes de pagar e quem comprar provavelmente tambem nao ira querer arcar com uma divida tao alta e que nao é dele. Me ajude por favor

  • Olá, Mario! A questão dos débitos fica a cargo das partes, ou seja, depende da negociação de vocês! A transferência nao pode ser feita sem os débitos estarem quitados, por tanto fique atento. O prazo para transferir o veículo é de até 30 dias a contar da data do reconhecimento de firma. Após este prazo será emitida uma notificação de multa no valor de R$195,23 e enviada pelo Correio para que o novo proprietário efetue o pagamento. Para se eximir da responsabilidade civil, criminal e de eventuais multas do novo proprietário, o vendedor deverá fazer uma COMUNICAÇÃO DE VENDA. Mario, se eles estão lhe cobrando o serviço de terceiros dentro deste valor, devem lhe esclarecer os gastos para que você tenha ciência. Se for o caso, peça para alguém lhe acompanhar nas negociações e lhe ajudar nessa questão. Abraço!!

  • Olá, Jéssica! A multa por conduzir alcoolizado fica “presa” ao condutor que cometeu a infração e não ao veículo, portanto a multa foi enviada ao endereço deste condutor. Por isso, você pôde transferir o carro normalmente e poderá fazê-lo ao vendê-lo agora também.
    Abraço!

  • Jéssica Romualdo

    Ola. Mas porque entao quando entro no site do detran para ver a situacao do veiculo consta esta multa?
    Agradecida

  • Jéssica Romualdo

    Ola. Mas porque entao quando entro no site do detran para ver a situacao do veiculo consta essa multa?
    Agradecida
    Em 29 de ago de 2017 12:35, “Disqus” escreveu:

  • Acredito que seja uma falha no sistema deles, Jéssica. Indico que você vá a eles com o comprovante de que o veículo não estava em sua posse a tempo da infração e que portanto não há motivos para a multa acompanhar o mesmo, até porque essa multa em questão é vinculada ao condutor que cometeu a suposta infração e não ao proprietário do automóvel. Espero que eles arrumem, qualquer coisa estou à disposição!!

  • Daniella Caxiado

    boa tarde , nos compramos um carro ja tem um ano mais ou menos mais nao transferimos ainda para o nosso nome, porque estavamos dando uma arrumada nele , pagando alguns debitos e tals , porem conseguimos arrumar todos os debitos , conversamos com o proprietario do carro e resolvemos passar para o nosso nome, so que antes de passar para o nosso nome meu marido foi pego numa blitz ao qual ele toma um remedio q contem alcool (arnica) para cicatrização de uma cirurgia , no qual nao foi o medico q passou e sim aquele pessoal antigo, ok recorremos a multa , mais nao saiu nada ainda , porem queriamos transferir para o nosso nome o carro , tem como? oque fazer ?

  • Clayton

    Comprei um carro, dei o meu como entrada, e fiz contrato com a loja devido eu parcelar o carro em 12x, agora ao passar o carro para meu nome descobri que o carro está com dívida ativa ajuizada. A empresa que me vendeu não quer regularizar, agora estou com carro no nome do ex dono o ipva esta 2015 pois não consigo transferir para meu nome,mesmo eu ter pago 2016 e 2017. O interessante que esse carro era do Espírito Santo foi pago os IPVAs lá de 2009 a 2014, foi transferido para o RJ estou com o CRLV 2015 no RJ e o detran do RJ está cobrando os IPVAs 2012,2013 e 2014 que foram pagos no Espirito Santo.

  • Lilly Santos

    Ola tenho uma duvida chegou duas multas no meu nome pois a shineray do meu irmão estava no meu nome uma foi do condutor sem habilitação e a outra por transferência a moto foi apreendido e esta no patio se não pagar essas multas tem algum problema pois não vou retirar a moto e tem como recorrer os pontos? São 14pontos na minha carteira b não tenho a A.

  • Olá, Daniella! Como ainda não foi feita a penalidade vocês podem transferir sem efetuar o pagamento da multa, entretanto vocês serão multados por demorar mais de 30 dias para fazer a transferência, conforme artigo 233, CTB:

    “Deixar de efetuar o registro de veículo no prazo de trinta dias, junto ao órgão executivo de trânsito, ocorridas as hipóteses previstas no art. 123:
    Infração – grave;
    Penalidade – multa;
    Medida administrativa – retenção do veículo para regularização.”

    Se precisarem de algo estou à disposição, você pode me contatar através do messenger do facebook, no e-mail: [email protected] e nos telefones: (53)3307-4581; (11)943772677 – whatsapp e 08006021543. Abraço!

  • Olá, Clayton! Você terá que ingressar com uma ação judicial. Indico que você entre em contato com um advogado de sua confiança para lhe amparar nessa questão! Lamento não poder fazer mais por você, espero que de tudo certo! Abraço

  • Olá! Se as multas não forem pagas irão se tornar divida ativa, ou seja, elas não somem com o tempo. Você pode recorrer as multas, se o recurso durar mais de 12 meses os pontos expiram independente de deferimento ou não, portanto vale a pena! Se for do seu interesse, me envie uma foto das multas e um relato sobre o ocorrido para o e-mail [email protected], que analiso para você e lhe passo um retorno! Esta análise não tem custo. Estou à disposição!

  • Gabriel Justi

    Ola, adquiri um veiculo no ano passado, transferi para meu nome fiz a vistoria tudo direitinho e esse ano quando fui pagar o IPVA apareceu um debito de 2012 que esta me impossibilitando de fazer a vistoria de 2017, não gostaria de pagar esse debito como devo prosseguir?

  • Olá, Gabriel! Você deve ir ao detran e apresentar os comprovantes de que você não estava na posse do veículo em 2012, portanto essa dívida não lhe cabe. Acredito que isso será o suficiente, mas se não conseguires resolver dessa maneira, será necessário ingressar com uma ação judicial. Abraço!

  • rudden

    Gustavo, me esclareça uma dúvida, por favor.

    Meu veículo é registrado no DETRAN MG, e em 2017, quitei meu IPVA com certo atraso.

    Quando verifico a situação do meu veículo no site do detran, consta que meu veículo não tem autuação e não tem multa e que o IPVA, licenciamento e seguro DPVAT de 2017 estão quitados. Porém, em outra sessão do site, na parte de impedimentos e restrições consta que tenho uma autuação por atraso no pagamento do IPVA. E meu licenciamento ainda não foi emitido.

    Como devo proceder, sendo que não fui notificado formalmente dessa autuação e que não tenho débitos com a receita?

  • Olá! Você deve entrar em contato com o Detran para esclarecer essa situação! Abraço

  • Paulo Rades

    Ola. Estou com débitos IPVA e multas em divida ativa e me equivoquei com prazo para o PPD 2017. Existe algum recurso que pode ser aplicado para recorrer do prazo? Obrigado.

  • Caroline Teixeira

    Ola,
    Tudo beim?
    Comprei uma moto por um valor bem baixo, pois esta com documentos atrasados e uma multa,conversei com o dono ele nao quis se que pagar a multa, multa é de 2012 e os documentos atrasados desde 2012 e eu nao tenho dinheiro pra mim pagar estes documentos com a multa e eu preciso da moto pra trabalha, como que eu faco pra pagar este documentos com desconto ou se nao, nao pagar esta pelo ou menos, pois nao fomos eu quem tomei ela. Fico no aguardo o mais rapido com sua opniao.
    Caroline Teixeira

  • Olá, Paulo! Aconselho que você procure um advogado de sua confiança para ver o que é possível fazer no caso, pois será na esfera judicial. Espero que fique tudo bem, abraço!!

  • Olá, Caroline! Para efetuar a transferência do veículo é necessário que todos os débitos estejam quitados, portanto a moto segue na responsabilidade do antigo dono. Aconselho que você procure um advogado de sua confiança para regularizar a questão! Abraço

  • Willian Matheus

    Bom dia, tudo certo!?
    Então, eu fiz a compra de um veículo há cerca de um mês, e o mesmo está com 4 multas e 3 ipvas atrasados (desde 2015) e de acordo com a legislação, para eu passar o documento do mesmo para o meu nome, eu preciso quitar esses débitos primeiro. Certo, o problema é que a placa de veículo é de outro estado, no caso o carro é de Itabaiana – SE e eu me encontro em Campinas – SP. A minha dúvida é, eu consigo pagar essas dividas aqui da minha cidade normalmente e passar o veículo para o meu nome? Ou terei de ir até a cidade aonde o veículo está registrado para quitar essas dívidas? Muito obrigado!!!