Carros Usados ou Seminovos: Qual é Melhor Comprar?

Consulte qualquer veículo pela placa em poucos minutos. Descubra AGORA: Chassi, renavam, proprietário e multas de um veículo:  Clique aqui e consulte agora.

Está buscando carros usados ou semi novos? Então, baixe a minha lista de documentos para a transferência de veículo e o meu contrato de compra e venda. Clique aqui para garantir o acesso!
carros usados seminovos

Se na hora de trocar de automóvel um zero quilômetro está fora do orçamento, escolher entre carros usados ou seminovos vira solução.

Mas com qual deles ficar?

Carros usados ou seminovos são escolhas viáveis em um momento de crise econômica.

Mesmo que o sonho de muitos motoristas seja comprar um carro zero quilômetro, o bolso fala mais alto.

Não é segredo para ninguém que modelos novos têm atrativos interessantes, mas preços salgados.

Ter um veículo na garagem com cheiro de novo, quilometragem zerada e a tranquilidade que isso causa tem seu custo.

É acima do que pode pagar?

Não desanime, pois carros usados ou seminovos não necessariamente ficam atrás.

Como veremos neste artigo, a relação custo-benefício se revela como a principal vantagem, mas não única.

Há boas razões para você analisar essa possibilidade de compra com outros olhos.

A verdade é que esse tipo de modelo tem seu público.

Se você possui família e filhos, um carro não é apenas um luxo, mas sim um item de grande necessidade.

Se você é solteiro, ter um carro facilitará muito a vida amorosa mais agitada.

Mas será que é recomendável comprar carros usados ou seminovos?

Ou juntar dinheiro e comprar um carro zero é uma decisão mais acertada?

Vamos ajudá-lo a analisar prós e contras.

Além disso, será que existe uma quilometragem considerada ideal para comprar carros usados ou seminovos?

É momento de tirar suas dúvidas e conferir dicas para não entrar em ciladas ao comprar um carro.

Então, acompanhe nosso artigo sobre carros usados ou seminovos e fique por dentro do assunto.

Tenha uma ótima leitura!

 

Carros Usados Valem a Pena Comprar?

carros usados seminovos valem a pena
Não existe uma resposta única, já que a decisão depende de objetivos de cada um

Comprar um carro é uma decisão que envolve riscos.

O modelo escolhido pode desagradar ou não por uma série de razões.

E esse “detalhe” não é uma exclusividade de carros usados ou seminovos.

Mesmo carros zero podem não valer a pena.

Fazemos essa observação para chegar ao ponto central deste tópico: comprar um veículo usado pode valer a pena ou não.

Na realidade, depende do carro que você pensa em comprar.

Na maioria das vezes, a pessoa compra um carro usado porque não possui dinheiro suficiente para adquirir um modelo zero quilômetro.

É melhor que seja assim do que se endividar por causa da vaidade, pelo desejo de ostentar um bem.

Seja realista e racional na hora de adquirir um carro.

Leve em consideração o conforto, suas necessidades e, é claro, o preço dele.

O carro será usado para levar você ao trabalho ou viagens esporádicas?

Precisa ser um modelo de motor 2.0 ou está de bom tamanho um 1.0?

Um automóvel que funcione bem, seja novo, seminovo ou usado, é o bastante para a maioria das pessoas.

Carro usado não é sinônimo de sucata.

É possível encontrar veículos de qualidade por preços menores, justamente porque são usados.

Por isso, não descarte a possibilidade de ter um carro usado por esse tipo de preconceito.

Quem sabe o carro ideal para você no momento não é usado?

Mas para ter a resposta, o primeiro passo é se informar sobre o modelo que deseja.

Vamos começar falando sobre a quilometragem ideal de carros usados ou seminovos.

Será que ela existe?

 

Qual a Quilometragem Ideal do Seminovo?

Será que podemos afirmar que existe uma quilometragem ideal para comprar carros usados ou seminovos?

Com certeza, não.

Na verdade, esse não deve ser o principal fator na hora de trocar de veículo.

Ainda assim, é importante.

Não dá para ignorar a quilometragem já percorrida pelo automóvel desejado.

As pessoas relacionam a quilometragem com o desgaste das peças do carro.

É fato que as peças vão se desgastando com o passar do tempo, mesmo que o motorista faça a revisão de forma periódica.

Um exemplo clássico são os pneus.

Existe uma grande diferença entre um pneu que rodou 10 mil quilômetros e outro que rodou 50 mil.

Mas do que adianta um carro ter uma quilometragem baixa se o dono cuidou muito mal dele?

Esse é o raciocínio do engenheiro mecânico Denis Marum.

Segundo o especialista, “carro bom de comprar é o que tem as revisões preventivas em ordem”.

Ele destaca que a vida útil de um motor, por exemplo, está relacionada aos cuidados que o proprietário do veículo tem com ele.

“Se faz as trocas de óleo com rigor, um motor pode rodar até 300.000 km, 400.000 km”, complementa.

Portanto, não leve tão à sério a questão da quilometragem.

É importante ficar atento se as revisões periódicas foram feitas na hora certa ou mesmo se um dia foram feitas.

Com isso, queremos dizer que não existe uma quilometragem considerada ideal para a compra de carros usados ou seminovos.

 

Carros Usados ou Seminovos: Qual é Melhor Comprar?

carros usados seminovos qual melhor comprar
Aprenda abaixo como fazer a avaliação e definir o que é melhor para você

Comprar carros usados ou seminovos?

Eis a questão que causa dúvidas em muitas pessoas que planejam comprar um veículo.

Mas não é um processo tão complicado quando você realmente sabe o que avaliar nos carros usados ou seminovos.

Quer ver só?

Como Avaliar

A primeira coisa a ser avaliada na hora de pesquisar carros usados ou seminovos é o preço.

O carro seminovo é mais barato do que o novo, assim como o usado é o mais barato de todos.

Para conferir o preço de mercado do carro, verifique sempre a Tabela Fipe, tanto para carros quanto para motos.

Mais do que escolher entre carros usados ou seminovos, é essencial que eles se enquadrem na sua faixa econômica.

Mas não pare por aí.

Faça um test drive para saber se você se adapta bem ao carro e se ele está funcionando bem.

Carros usados ou seminovos possuem diferenças e você não vai querer comprar um no qual não se sinta confortável.

Dê uma olhada nas garantias das concessionárias, que costumam ser mais atrativas para modelos mais novos.

Também evite comprar carros usados ou seminovos em leilões sem o devido conhecimento das regras.

Por fim, compare os valores do Seguro DPVAT e do IPVA.

Na ponta do lápis, fica mais fácil decidir.

 

Carro Usado x Seminovo x Novo

Você sabe qual é a grande diferença entre carros usados e carros seminovos?

Os carros seminovos têm até dois anos de uso e podem ter tido somente de um dono.

Além disso, eles também precisam estar com uma excelente lataria, mecânica em boas condições e quilometragem baixa.

Mas quantos quilômetros um carro deve ter para ser considerado com quilometragem baixa?

Cerca de 20 mil quilômetros rodados.

Se passar disso, o carro já é considerado usado.

Veja que situação curiosa: um carro tem um ano de uso e já rodou mais de 30 mil quilômetros.

Trata-se de carro seminovo ou usado?

Nesse caso, o carro será considerado para revenda como usado por causa da quilometragem.

Carros novos: prós e contras

carros usados seminovos novos

E qual é a diferença de um carro novo para um seminovo ou usado?

O automóvel novo é aquele que se encontra na fábrica, ou seja, é zero quilômetro.

No momento que você rodar com ele na rua, o carro já se torna seminovo.

E perde valor de mercado por isso.

Sim, a depreciação do bem é imediata.

Estima-se que um carro zero perca cerca de 10% a 20% do valor no mesmo momento em que sai da loja.

Mas não significa que seja uma escolha ruim. Só é uma desvantagem.

O carro novo possui peças que sofreram pouquíssimo ou até mesmo nenhum desgaste.

Isso quer dizer que dificilmente ele irá ter uma pane e deixar você em uma situação complicada.

Mas por ser um carro novo, o preço será mais salgado.

Uma vantagem de comprá-lo é não ter que encarar uma grande burocracia na hora de acertar a documentação obrigatória.

Além disso, vender um carro que foi comprado novo, teve um só dono e foi bem cuidado é muito mais fácil.

Mas adquirir um carro seminovo também pode ser um negócio bem interessante.

Por que adquirir um seminovo

Existem duas grandes vantagens do seminovo: preço mais em conta do que o novo e o carro em boas condições de uso (se for bem cuidado pelo antigo dono, é claro).

De forma geral, você pode rodar com um carro seminovo sem maiores problemas por cerca de três anos.

Alguns ainda vêm com garantia de fábrica por todo esse tempo.

Imagine que você tem R$ 100 mil para comprar um carro.

E o seu sonho de consumo é o Jeep Renegade Night Eagle 2.0 4X4 TB Die. Aut.

O preço dele na tabela Fipe é de R$ 120.193,00.

Se você pesquisar com cuidado, pode encontrar o mesmo carro por um preço muito mais em conta, porque agora ele é um seminovo.

Economia sem deixar de ter na garagem o modelo que tanto deseja.

Por que comprar um carro usado

Ainda na dúvida entre carros usados ou seminovos?

Vamos falar agora dos modelos mais “velhinhos”.

A principal vantagem é o preço deles: muito mais em conta do que um seminovo e um novo.

Mas você não pode fugir da pergunta: será que vale a pena investir em um carro que teve mais de um dono?

Para responder, é necessário avaliar as condições do veículo.

A lataria está com muitos amassados?

O hodômetro marca uma quilometragem muito alta?

Olhe com cuidado o interior do veículo: se houver vestígios de lama, tome cuidado.

A probabilidade de ele ter passado por uma enchente é muito grande.

E a água afeta a parte elétrica do automóvel.

Também vale citar como vantagem do carro usado o preço menor do IPVA – geralmente bem mais barato do que um carro novo ou seminovo.

Mas a grande verdade é que, seja qual for o modelo que você comprar, entre carros usados ou seminovos e mesmo zero quilômetro, é preciso ter cautela.

Ciladas estão à sua espera.

Mas no próximo tópico, vamos mostrar como fugir delas.

 

5 Dicas Para Não Entrar em Ciladas ao Comprar um Carro

carros usados seminovos dicas comprar
É fundamental estudar bem a situação para evitar custos extras

Você lembra de quando falamos dos riscos que sempre existem ao comprar um carro?

Boa parte deles se deve ao fato de haver muita gente com más intenções.

Golpes não são raros, infelizmente.

Por causa disso, é necessária muita atenção para não ter prejuízo financeiro.

Então, fique de olho nas dicas que preparamos para você.

1. Pesquise muito bem a revenda que irá visitar

A internet é uma grande aliada na hora de saber se a revenda é confiável ou não.

Sites de avaliação, como o Reclame Aqui, e mesmo comentários no perfil da empresa nas redes sociais, revelam quem ela é de verdade.

Existem revendas que fazem um trabalho profissional e que não enganam o consumidor.

Prefira negociar com elas.

2. Não deixe de olhar com toda a atenção possível os documentos do carro

Confira o número dos vidros, chassi e também da placa.

E o IPVA, o licenciamento e o Seguro DPVAT estão em dia?

O carro possui multas?

Em algumas situações, os documentos do carro estavam falsificados e a pessoa comprou um carro roubado.

Não dá para bobear.

 

3. Evite comprar um carro usado apenas por causa do anúncio ou pela conversa do vendedor

A melhor recomendação é não apenas ver com os próprios olhos o carro que você deseja comprar.

Também faça um test drive para saber se o motor está funcionando bem.

O rádio reproduz MP3, CF ou a mídia designada?

Os amortecedores não fazem barulho?

O freio é eficaz?

Verifique tudo.

4. Lembre-se de levar um mecânico para ver o veículo

Se você não é um mecânico profissional, não pense duas vezes antes de chamar ajuda especializada.

Muitos carros passam literalmente por um processo de limpeza que visa disfarçar imperfeições.

Como alguns problemas podem depreciar o valor do carro, eles são “maquiados” para enganar o incauto comprador.

De acordo com este site, os avanços da tecnologia também são utilizados por pessoas mal intencionadas para passar a perna nos consumidores.

No passado, a malandragem era adulterar o hodômetro para que o carro tivesse uma quilometragem que não correspondia com a realidade.

Mesmo com o hodômetro eletrônico, muitos vigaristas ainda adulteram a quilometragem.

A diferença é que as provas do crime ficam gravadas na central eletrônica do veículo.

Mas hoje existe outra malandragem que é ainda mais grave, porque arrisca a vida de todos no carro.

Isso ocorre tanto em oficinas quanto em revendas de veículo seminovos e usados.

Estamos falando da luz de alerta do painel sobre o airbag e os freios ABS.

Quando o motorista liga o carro, as luzes do painel se acendem por poucos segundos.

Isso significa que os freios ABS e o airbag estão em perfeitas condições de uso.

Se houvesse qualquer tipo de problema no freio ABS, a luz permaneceria acesa.

Pode ser um simples mau contato, por exemplo.

O mesmo pode acontecer com a luz do airbag que não foi acionado.

Se o airbag for acionado, a única solução é substituí-lo.

Não existe a reutilização de air bag.

A questão é que arrumar os freios ABS e comprar um novo airbag não sai barato.

Não é incomum que o dono do carro não conserte o airbag com a justificativa que o mesmo será vendido em breve.

É aí que começa a malandragem.

Uma oficina fecha a tampa do airbag para que ninguém saiba que não existe a bolsa de ar lá e desliga a luz de alerta do painel.

E também é possível fazer o mesmo com a luz do painel que indica os freios ABS.

Observa-se que os freios do caro irão funcionar de forma normal porque o ABS somente atua em casos de emergência.

Em caso de um grave acidente, o sistema de airbag não será acionado simplesmente porque não existe a bolsa de ar inflável.

5. Pesquise o valor do seguro antes de comprar o carro

Imagine que você achou um carro usado em excelentes condições e com um bom preço.

Depois que a transferência do carro é concluída, você se lembra de que é preciso fazer um seguro do veículo.

O seguro do carro é a maneira de proteger seu patrimônio da ação de criminosos.

Afinal, a violência e furtos de veículos nas grandes cidades brasileiras aumentam a cada ano.

Mas você chegou a fazer uma pesquisa do preço do seguro do carro que foi comprado?

Dependendo do modelo e marca do carro e das características do motorista (idade, tempo de CNH, etc), o preço do seguro pode aumentar consideravelmente.

E a economia que você fez ao comprar o carro usado escorre pelo ralo.

Por isso, fique de olho no preço do seguro antes de comprar carros usados ou seminovos.

 

Planejando a Transferência do Veículo (Quando Necessário)

carros usados seminovos transferencia
Quem compra um carro de outra pessoa possui 30 dias para fazer a transferência

Após olhar vários carros usados ou seminovos e fazer a sua opção, chegou a hora de se envolver com a burocracia.

Se você comprou um carro novo, a burocracia é bem menor.

Mas no caso dos carros usados ou seminovos, é preciso transferir o veículo do nome do antigo para o novo dono.

Para fazer isso, você será obrigado a informar a venda ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no prazo de até 30 dias.

É muito importante lembrar que não é possível transferir um carro quando houver débitos como multas, IPVA, Seguro DPVAT e licenciamento.

A transferência de veículo muda o registro de propriedade.

Serão obrigatórios que sejam emitidos dois documentos: Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) e o Certificado de Registro de Veículo (CRV).

Fique muito atento aos documentos que você é obrigado a levar para que a transferência de veículo seja concretizada:

  • Comprovante que no Renavam do carro não existe nenhum tipo de débito;

  • Faça duas cópias formulário Renavam;

  • Leve uma cópia da CNH e a original;

  • Como é necessário comprovar residência, traga contas dos 3 últimos meses que estejam no nome de que quem irá comprar o carro;

  • É necessário levar uma cópia e o original do CRLV e comprovantes dos débitos pagos;

  • O CRV deve estar preenchido pela pessoa que está vendendo o carro, com firmas reconhecidas em cartório do vendedor e do comprado;

  • Por fim, traga duas cópias do número de chassi do veículo decalcado.

Para não ter problemas, baixe a minha lista de documentos para a transferência de veículo e o meu contrato de compra e venda. Clique aqui para garantir o acesso!

Agora, você deve realizar a comunicação de venda pelo antigo dono do carro.

É muito perigoso ignorar essa etapa.

Imagine que o novo dono do carro é um condutor que pouco se importa com as leis de trânsito e, em 15 dias, leva multas que somam 20 pontos na CNH.

Isso significa que ele teve o direito de dirigir suspenso.

Se não foi feita a comunicação de venda, o antigo dono irá receber as multas e os pontos.

Ou pode acontecer coisa pior: o carro ser utilizado para cometer um assalto ou mesmo atropelar e matar um pedestre.

Portanto, evite grandes problemas como esses.

Verifique se existem débitos, comunique a venda e agende a vistoria veicular como forma de assegurar a emissão do CRLV.

Após comunicar que a venda foi feita, o prazo para transferir o carro é de 30 dias.

Mas o que acontece se a pessoa perder o prazo?

Como se trata de uma infração de natureza grave, a multa é de R$ 195,23 e gera 5 pontos na CNH.

 

Conclusão

carros usados seminovos 2018
Está pronto para andar com seu novo carro, seja ele usado ou seminovo?

Vimos neste artigo que pode ser uma grande oportunidade para você comprar carros usados ou seminovos.

São vários os motivos para isso, mas o principal é porque o preço é menor do que um novo.

Por vezes, bem menor.

Mas é claro que é preciso ter muita atenção para não comprar um automóvel cheio de problemas.

É um verdadeiro pesadelo ter uma pane no carro e ficar preso na estrada.

Ainda mais se for um carro que você acabou de adquirir.

Então, um olho no preço e outro no estado do carro.

Também vimos que a quilometragem é um fator que deve ser levado em conta, mas não deve ser o único.

Ficou com alguma dúvida sobre carros usados ou seminovos?

Se desejar, entre em contato conosco.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com seus amigos este conteúdo sobre carros usados ou seminovos.

Consulte qualquer veículo pela placa em poucos segundos: Clique aqui e consulte agora.