Como Funciona o Motor de um Carro? 7 Dicas Para Aumentar Sua Vida Útil

motor de carro dicas durabilidade economia
Motor de carro: 7 dicas para aumentar a durabilidade

Você sabe como funciona um motor de carro?

Se a resposta for negativa, está na hora de mudar isso.

Entenda que esse é um conhecimento importante ao pensar em comprar um novo automóvel e, também, ao cuidar bem dele.

A vida útil do motor automotivo depende muito das suas ações. É isso que veremos neste artigo.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

A partir de agora, iremos destrinchar o tema e apresentar tudo sobre motores de carros.

Este é um guia completo, para que você compreenda como funciona um motor à combustão.

Vamos falar também das peças do motor e suas funções, explicar quais são as principais partes do motor e como tudo isso influencia no seu desempenho.

Não deixe de conferir as sete principais dicas com aquilo que cabe a você na hora de aumentar a durabilidade do motor de carro.

Afinal, além das questões relacionadas à potência do veículo, não custa lembrar que este artigo é sobre um item essencial para o funcionamento de um carro.

Motores automotivos são como o coração do veículo. Eles precisam “bater” para que você possa seguir rodando. E em segurança, que é o mais importante.

Interessado no assunto? Então, siga a leitura e fique bem informado sobre o motor do carro!

 

Motor de Carro: Como Funciona

motor de carro como funciona
Você sabe como funciona um motor de carro? Pode ser bem mais simples do que você imagina

Para quem tem aversão à mecânica, pode até parecer que o funcionamento de um motor de carro é algo de outro mundo.

Você olha para aquele emaranhado de peças, engrenagens, componentes e fios e fica até zonzo.

Mas é tudo mais simples do que parece.

Vamos explicar para você como funciona o motor de um carro à combustão.

Ou seja, ele depende da queima de combustível e oxigênio para funcionar.

Isso vale desde o motor do carro mais básico até o motor de uma Ferrari. O que muda são as quantidades de cilindros, pistões e o desempenho, é claro.

Como você deve saber, a principal função do motor é transformar o seu combustível (seja ele gasolina, etanol, diesel ou gás natural) em energia capaz de movimentar as rodas e, por consequência, todo o veículo.

Mas como isso acontece?

O combustível é liberado para dentro de uma câmara, chamada de cilindro.

Nela, a vela dá início a uma pequena fagulha, que faz o combustível entrar em combustão, queimando o ar.

Normalmente, os carros de passeio têm quatro ou seis cilindros. Existem também modelos esportivos, como os V8, que possuem oito cilindros em forma de V.

Mas o formato muda o desempenho?

Nesse caso não. É mais uma questão de agrupamento dos cilindros para caberem na carroceria.

Então, quando essa queima ocorre, a pressão gerada faz com que os pistões se movimentem, girando um eixo chamado virabrequim.

Calma, não se assuste com os nomes, pois mais à frente explicaremos peça por peça do motor de carro.

O virabrequim é quem leva a energia até o sistema de transmissão, que, por sua vez, distribui para as rodas.

O resultado, obviamente, você já deve imaginar, correto?

É o carro que se movimenta.

Mas por que os automóveis precisam de mais cilindradas do que motos? Justamente pelo peso do veículo.

Ele depende de uma potência muito maior para rodar, pois pesa mais de uma tonelada.

Cada peça é importante para o motor de carro

Mas e para o quê servem as demais peças que existem na carroceria do carro?

Elas trabalham para que o motor não pare.

Por exemplo, a bateria gera a corrente elétrica que faz o combustível explodir através da faísca gerada pela vela.

A corrente liberada pela bateria é ampliada pela bobina e distribuída entre as velas pelo distribuidor.

Também temos o óleo, que é usado para resfriar o motor.

Tem o filtro de óleo, que serve para impedir que impurezas cheguem até o motor, com risco de danificá-lo.

E o filtro de ar, que faz o mesmo que o de óleo, só que com o ar que o carro joga nos pistões.

Sem esquecer do radiador, cuja função é manter o motor resfriado.

Mas como ele faz isso?

Usando a água do reservatório.

Nos modelos mais novos, não é utilizada água, mas sim um líquido específico.

Esse líquido é mais adequado para esse tipo de motor, pois não vai carregar as impurezas da água e normalmente tem um ponto de evaporamento mais alto.

Como ocorre a explosão do combustível no motor

motor de carro como ocorre explosao combustivel
Você sabe como se dá a explosão do combustível?

A questão foi tema de reportagem do site Mundo Estranho, que relacionou as etapas do processo:

  1. Ocorre a entrada da mistura de ar e combustível, momento no qual a válvula de admissão está aberta.

  2. O pistão se movimenta para cima e comprime essa mistura de ar e combustível.

  3. A vela recebe eletricidade gerada pela bateria e dá origem a uma faísca, que causa a explosão da mistura de ar e combustível.

Até que é simples, não? Essa explosão gera um gás quente que se expande, fazendo o pistão se mexer.

Se você olhar seu painel, poderá ver que existe o marcador de rotações por minuto.

Elas costumam chegar em até seis mil em carros de passeio.

Ou seja, esse processo pode ocorrer seis mil vezes em um minuto no seu carro, o equivalente a 100 vezes por segundo.

Por isso, a manutenção do motor é tão importante.

 

Tipos de Motores de Carros

motor de carro tipos
Conheça os mais variados tipos de motores de carro presentes no mercado

Os motores podem ser definidos pelo número de cilindradas ou pelo seu funcionamento.

Por exemplo, você pode ter um carro com um motor 1.0, 1.4 ou 2.0, um motor a combustão, um motor elétrico, um motor híbrido, etc.

Em carros, o motor mais comum é o que funciona à combustão, utilizando principalmente combustíveis fósseis ou derivados de plantas, como o etanol e o biodiesel.

Também temos o motor elétrico, que tem seu funcionamento alterado para usar apenas a energia – não sendo necessária a combustão.

Para esse meio mais limpo, no entanto, são necessárias várias horas para carregar uma bateria.

E ela vai durar cerca de 150 quilômetros, o que ainda é um problema caso você queira viajar maiores distâncias.

Uma opção nesse caso são os carros com motor híbrido, ou seja, que usam tanto a tecnologia de combustão quanto a elétrica.

Desse modo, eles se tornam mais econômicos, menos poluentes e permitem uma autonomia maior por parte do motorista.

Potência dos motores

motor de carro potencia
A potência do carro está diretamente relacionada às cilindradas do motor

Quanto à potência, os tipos mais comuns são os motores 1.0, de mil cilindradas.

Veja que, para saber as cilindradas de um motor, basta multiplicar por mil. Por exemplo: um motor de carro 1.4 tem 1.400 cilindradas.

Os 1.0 são mais comuns devido ao valor de compra e à economia de combustível.

Só que a potência é menor. Ou seja, não é o tipo de carro ideal para quem quer andar um pouco mais rápido, precisa de potência em ultrapassagens ou mora em cidades da Serra.

Em todas essas situações, o carro precisará de um desempenho melhor.

Lembrando que, quando você liga o ar condicionado, perde cerca de 30% da potência do motor.

Um 1.0 subindo a serra com o ar condicionado ligado é quase uma missão impossível.

Já o motor de carro 1.4 ainda é econômico, mas já é um pouco mais potente. O motor de carro 1.6 já permite arranques e retomadas melhores.

Apesar de ter um consumo de combustível maior que os anteriores, para quem precisa de um carro um pouco mais forte, pode compensar.

Já o motor de carro 1.8 é mais usado em veículos de maior porte, para suportar o peso.

É recomendado para quem faz grandes viagens com muito peso no bagageiro.

Só não é o modelo ideal para quem precisa de um carro só para se deslocar no perímetro urbano.

O motor de carro 2.0 e os demais acima dele são os mais potentes do mercado.

São modelos equipados com um motor que garante um alto desempenho mesmo com o ar condicionado ligado, cheio de bagagens, subindo a serra.

Por outro lado, como são motores feitos para velocidade e potência, consomem mais combustível.

E o motor turbo?

Também existe o motor turbo.

A ideia é que o turbocompressor eleve a potência do carro sem aumentar o tamanho do motor.

Antigamente, os motores turbo consumiam muito combustível.

Atualmente, com o avanço da tecnologia, muitas vezes, ele é mais econômico do que um motor comum.

Para você ter uma ideia, um motor 1.0 turbo tem uma potência semelhante à de um motor de carro 1.6 comum.

 

Principais Partes do Motor de um Carro

motor de carro principais partes
Conheça quais as principais partes do motor de um carro

Algumas peças do motor de carro você já ficou conhecendo quando falamos do seu funcionamento.

Então, vamos abordar agora as partes principais dele, que são:

  • Vela de ignição;

  • Válvulas;

  • Pistão;

  • Anéis do pistão;

  • Biela;

A vela, como falamos antes, é responsável pela centelha que gera a queima da mistura de ar e combustível.

Uma vela umedecida não passa a energia no momento certo e faz o carro falhar.

Por isso, é importante cuidar com combustível batizado, completado com água.

As válvulas de admissão e escape são responsáveis por deixarem o ar e o combustível entrarem e saírem do cilindro.

O pistão, como já falamos, é uma peça de metal que se move para cima e para baixo, conforme vão ocorrendo as combustões. Ele fica no interior do cilindro.

Os anéis do pistão são responsáveis pela vedação.

Ou seja, eles impedem que o ar/combustível escape para o cárter durante a queima.

Eles também mantêm o óleo no cárter, impedindo que seja queimado junto com a combustão.

Muitos carros antigos, por terem esses anéis gastos, acabam não tendo uma vedação tão eficiente, o que faz com que haja uma queima maior de óleo.

Voltando às peças, a biela é a haste que liga o pistão ao eixo e se mexe junto com ele.

O virabrequim, como falamos antes, é responsável por transformar a o movimento do pistão em movimento do carro.

O cárter envolve o virabrequim e contém uma certa quantidade de óleo que fica acumulada no seu fundo.

Pronto: agora você já domina os principais conceitos sobre o motor. O próximo passo é conhecer dicas para contribuir com a sua vida útil.

7 Dicas Para Aumentar a Durabilidade do Motor do Seu Carro

Veja agora quais são os cuidados fundamentais de prevenção com o motor do seu carro.

1. Troque o óleo

motor de carro troque o oleo
A troca regular do óleo utilizado em seu carro auxiliar na maior durabilidade do motor

O óleo é responsável pela lubrificação correta do motor e para ele não superaquecer.

Se o nível do óleo fica muito baixo, as peças do motor de carro acabam gerando atrito e ele aquece em demasia.

Por isso, troque o óleo conforme as especificações presentes no seu manual do proprietário e conforme o tipo do óleo (mineral, semi-sintético, sintético).

2. Use o óleo correto

Existem diversos tipos de óleo no mercado. Se você usar o produto errado, vai diminuir a vida útil do seu motor.

Por isso, verifique no manual do proprietário qual o tipo certo para o seu veículo.

3. Tenha cuidado para não colocar óleo demais

Muitas vezes, fazemos a verificação do nível de óleo com o carro quente.

Só que aí, como o óleo está circulando, passa a impressão de estar abaixo do nível e acabamos colocando mais que o necessário. Se fizer isso, vai prejudicar o funcionamento do motor.

Cuidado: se ao abastecer, o frentista sugerir para completar o óleo, é melhor procurar um mecânico de confiança.

4. Lembre de verificar o óleo e a água

motor de carro verifique a agua
A verificação do nível da água do seu veículo deve ser feita sempre com o carro frio

É indispensável verificar os níveis de óleo e de água para garantir o funcionamento correto do motor de carro.

Importante: faça isso sempre com o veículo frio.

Se você estiver com ele em movimento, espere pelo menos cinco minutos com o motor desligado para que o óleo volte para o cárter. O ideal é fazer a verificação pela manhã, antes de ligar o carro.

Caso você tenha esquecido de botar água e o motor superaqueça, desligue o carro e espere o motor esfriar para colocar a água.

Água fria em motor quente pode provocar quebra ou deformação.

E como você vai saber que o carro está em sobreaquecimento? Vai acender uma luz no painel que sinaliza isso. Então, fique atento.

5. Troque o filtro

A recomendação básica é trocar o filtro a cada duas trocas de óleo.

Entretanto, de que adianta um óleo limpo se o filtro está sujo? Isso aumenta o consumo de combustível, inclusive.

6. Tome cuidado com combustível batizado

motor de carro combustivel batizado
Infelizmente, é comum postos de gasolina adulterarem seus combustíveis

Um combustível adulterado prejudica o funcionamento do seu motor e pode fazer as velas de ignição queimarem.

Muitas vezes, no intuito de aumentar o lucro, postos de combustível misturam uma quantidade maior de etanol na gasolina, o que diminui o rendimento dela e prejudica o motor.

Pior ainda é quando misturam água. Motores à combustão não foram feitos para que entre água.

Nesses casos, ela enche as velas de água e faz o carro falhar.

Se você sentir seu carro dar uma “engasgada”, esse é um indicativo de combustível adulterado.

Por isso, abasteça sempre em postos da sua confiança.

7. Faça a revisão periódica

Normalmente, as revisões são feitas a cada dez mil quilômetros rodados ou a cada seis meses, o que vier primeiro.

Para ter certeza do tempo e da quilometragem para fazer a revisão do seu veículo, consulte o manual do proprietário.

É imprescindível respeitar esses prazos para garantir que o motor funcione adequadamente.

E nunca esqueça que o motor é como o coração de um carro. Ele não pode parar.

 

Entendendo a Potência dos Motores de Carro

motor de carro entendendo potencia
Você sabia que o cálculo da potência de motores automotivos envolve fórmulas matemáticas?

Quando o assunto é a potência do motor de carro, pode ser bem difícil de entender.

Ao ver a fórmula que a calcula, você é capaz de cair para trás. Dá só uma olhada neste link para entender melhor o que estamos dizendo.

Então, nosso conselho é procurar na internet a potência do seu veículo pelo modelo.

Mas é interessante conhecer um pouco dos elementos que fazem parte dessa equação. Uma muito sigla bastante comum é CC, que significa cilindrada.

Outra é RPM, que significa rotação por minuto.

E por último, mas não menos importante, CV, que significa cavalo-vapor, ou seja, a unidade de medida da potência.

Então, ao escutar que um carro tem X cavalos de potência, é sobre a quantidade de CVs que se está falando.

Basicamente, você vai precisar o número de CCs e de RPM para ter uma base do CV.

A cilindrada corresponde ao volume de ar e combustível que os cilindros suportam.

Nesta reportagem, o site da revista Mundo Estranho dá o seguinte exemplo:

Em um carro com quatro cilindros com capacidade para 0,25 litro de ar e combustível cada um, a cilindrada será de 1 litro (0,25 X 4 = 1). Ou seja, o motor é 1.0 ou tem 1.000 CC.

É interessante entender a potência de um motor de carro, mas não se preocupe com os cálculos.

Nas montadoras, existem máquinas que verificam automaticamente esse valor, não sendo necessário você pegar papel e caneta, nem mesmo uma calculadora.

Como você deve ter percebido, são muitas variáveis envolvidas, o que dificulta o cálculo para a maioria das pessoas.

É por isso que você deve se fixar em informações de ordem prática.

Por exemplo, todos sabemos que carros de modelos esportivos possuem mais CVs e, justamente por isso, são mais caros.

Além disso, eles possuem uma aerodinâmica que facilita o desempenho do motor.

É por isso que a potência é um fator que influencia diretamente no preço de um automóvel.

Quanto mais alta ela for, maior tende a ser o valor do carro.

 

Como Saber se o Motor Está Funcionando Bem

motor de carro funcionando bem como saber
Dúvidas sobre o funcionamento correto do seu veículo devem ser tiradas com especialistas

Então, será que o motor dá sinais de mau funcionamento?

Será que tem como o motorista identificar quando há algum problema?

Sim, qualquer condutor pode descobrir que precisa levar o carro a um mecânico, mesmo sem ser especialista no assunto.

Em primeiro lugar, o motor não pode “engasgar”. Se isso acontecer é sinal de que o combustível foi adulterado.

Em segundo, o consumo excessivo de óleo indica problemas. O mais comum deles é o desgaste excessivo dos anéis do pistão.

Já problemas em dar a partida costumam indicar um defeito nas velas. Talvez haja uma vela queimada.

O procedimento da troca da vela é simples, mas leve seu veículo em um profissional especializado para fazer isso.

Ele poderá fazer um diagnóstico mais preciso, inclusive para confirmar a causa do problema e se não está subindo óleo para a vela – ocasionando a queima.

Ter que reformar o motor é um procedimento caro.

O ideal é evitar que seu carro passe por isso.

Conforme os anos passam, você irá notar que o consumo de óleo e de combustível vai aumentar de forma gradativa.

A vida útil de um motor de carro tem limites, é claro.

 

Conclusão

motor de carro cuidar manutencao
Cuidar da manutenção do seu veículo evita transtornos!

Neste artigo, você aprendeu dicas valiosas para garantir uma maior durabilidade do motor do seu carro.

Foi possível observar que, para isso, a principal atitude é cuidar da sua manutenção.

O simples cuidado com a troca de óleo se revela fundamental para a longevidade do motor.

Óleo demais, assim como o óleo errado, são problemas de consequências graves para o seu funcionamento.

Você conferiu também informações interessantes sobre os diferentes tipos de motor de carro e por que eles possuem potências diferentes.

Como pôde ver, cada configuração é indicada para um modo de uso diferente.

Isso tudo pode ajudá-lo na hora de trocar de carro.

Talvez aquele modelo mais barato não supra sua necessidade. Ou, quem sabe, aquele de maior potência gere um gasto desnecessário.

É curioso como o motor define tudo isso, o que só reforça a sua importância.

Caso tenha ficado com alguma dúvida sobre o assunto, deixe um comentário abaixo ou entre em contato conosco.

A equipe do Doutor Multas está sempre à disposição e irá lhe atender da forma mais breve possível.

E se você gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos para que eles também entendam mais sobre motores de carro.

Você ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão de tema relacionado a tunning? Comente abaixo! Sua opinião é muito importante para mim.