Leilão de Motos e Carros Vale a Pena? Veja Como Funciona

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.

leilao de carros como funcionam apreendidos pelo detran

Você já deve ter ouvido falar que leilão de carros pode ser uma boa opção para quem está pensando em comprar um automóvel, não é?

Mas quando será que realmente vale a pena participar de um leilão de motos e carros? E como funciona?

Temos que lhe contar que participar de um leilão pode ser uma oportunidade de pagar um bom preço por um veículo.

Mas antes de se aventurar no leilão de carros, é necessário compreender as regras próprias nesse “universo” para não ser enganado e desperdiçar o seu dinheiro.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

No mundo de hoje, informação é tudo. E é isso que você terá neste artigo.

Você sabia, por exemplo, que existe leilão de carros online?

Muito prático, não é mesmo? Não é nem necessário sair de casa. Mas será que qualquer pessoa pode participar de leilão de carros?

Responderemos essas e outras dúvidas neste artigo.

Você vai saber tudo sobre carros de leilão, como funciona um leilão de carros apreendidos, se há leilões de carros apreendidos pelo banco, vantagens e desvantagens dos leilões de carros e motos.

Interessado? Siga a leitura!

 

O Que é Leilão de Carros?

leilao de carros o que e
Entenda na prática o que é um leilão de veículos

Basicamente, o leilão de carros é uma venda pública de veículos.

Nele, há três tipos de veículos negociados. São eles:

  • Apreendidos pelos órgãos de trânsito;

  • Veículos que não tiveram as prestações do financiamento pagas;

  • Veículos com algum tipo de defeito (como aqueles que passaram por catástrofes naturais, como uma enchente).

E você sabe o que diz o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) sobre as condições dos carros que são vendidos em leilão?

Veja o seu artigo 328:

“ Art. 328. O veículo apreendido ou removido a qualquer título e não reclamado por seu proprietário dentro do prazo de sessenta dias, contado da data de recolhimento, será avaliado e levado a leilão, a ser realizado preferencialmente por meio eletrônico.

§1o Publicado o edital do leilão, a preparação poderá ser iniciada após trinta dias, contados da data de recolhimento do veículo, o qual será classificado em duas categorias:

I – conservado, quando apresenta condições de segurança para trafegar; e

II – sucata, quando não está apto a trafegar.”

Perceba, portanto, que você pode adquirir em um leilão tanto um carro em boas condições quanto outro já como sucata.

Se você trabalha com a revenda de peças de carro, por exemplo, comprar sucatas pode ser uma lucrativa forma de adquirir peças.

E qual é a média dos valores pagos em leilões de carros em comparação com a tabela Fipe?

De acordo com esta reportagem da Folha de São Paulo, é possível encontrar veículos, em média, 30% abaixo do valor da Fipe.

Parece atrativo para você?

No preço, com certeza. Mas não se apresse na análise, pois há muito mais a saber sobre leilão de carros.

O que não se discute é o crescente interesse por esse tipo de veículos.

Ou seja, fica visível que o que realmente atrai as pessoas aos leilões de carros são os valores menores em comparação aos carros novos e seminovos das concessionárias.

Mas o leilão atrai também profissionais especializados em revendas de carros.

Um exemplo é o de Archimedes Machado, dono de uma revenda, que disse em entrevista ao jornal Extra ter comprado carro com seis meses de uso pela metade do preço.

“Somente porque o proprietário não teve mais fôlego para pagar as prestações do veículo”, justificou.

Como é possível perceber, o leilão de carros pode ser muito lucrativo.

Pontos de atenção sobre o leilão

Mas são as pessoas que pouco conhecem o leilão de carros que devem redobrar a atenção na hora de desembolsar o dinheiro.

Quando não há informação, as chances de prejuízo são bem maiores.

Veja o que diz Nasser Salloum Filho, diretor comercial da Caltabiano, em reportagem do site Uol:

“O proprietário que está com o financiamento muito atrasado sabe que terá o veículo apreendido e já não cuida mais dele. Alguns até depenam, tirando rodas originais e equipamentos. São carros muito maltratados.”

Você percebe, portanto, que é preciso prestar atenção redobrada aos carros apreendidos por falta de pagamento para não entrar numa roubada.

Dica: nunca compre por impulso.

Pese os prós e os contras antes da compra em leilão de carros.

Entre as recomendações importantes, veja as sugestões do site da revista Quatro Rodas:

  • É importante verificar as condições do automóvel pessoalmente. Aconselhamos você a levar um mecânico de sua confiança junto.

  • Você deve checar rigorosamente a situação do veículo (multas, dívidas, pendências e procedência). Isso fará que você saiba exatamente quanto vai gastar para regularizar ele. Além disso, cheque as informações técnicas.

Nós do Doutor Multas também damos uma terceira recomendação:

  • É necessário ficar atento para o valor que você terá que gastar com reparos. Alguns carros estão tão avariados ou possuem peças tão caras que o lucro pode desaparecer.

Por isso, observe o ano de fabricação – carros muito velhos costumam dar menos lucro.

 

O Que É Feito Com O Dinheiro Que É Arrecadado Nos Leilões De Carros?

leilao de carros dinheiro arrecadado
Você já parou para pensar o que é feito com o dinheiro das vendas?

Essa é uma questão interessante.

Veja o que diz o complemento do já referido artigo 328 do Código Brasileiro de Trânsito:

“§ 5o A cobrança das despesas com estada no depósito será limitada ao prazo de seis meses.

§6o Os valores arrecadados em leilão deverão ser utilizados para custeio da realização do leilão, dividindo-se os custos entre os veículos arrematados, proporcionalmente ao valor da arrematação, e destinando-se os valores remanescentes, na seguinte ordem, para

I – as despesas com remoção e estada;

II – os tributos vinculados ao veículo, na forma do § 10;

III – os credores trabalhistas, tributários e titulares de crédito com garantia real, segundo a ordem de preferência estabelecida no art. 186 da Lei no 5.172, de 25 de outubro de 1966 (Código Tributário Nacional);

IV – as multas devidas ao órgão ou à entidade responsável pelo leilão;

V – as demais multas devidas aos órgãos integrantes do Sistema Nacional de Trânsito, segundo a ordem cronológica; e

VI – os demais créditos, segundo a ordem de preferência legal.”

Veja que há taxas diversas para pagamento do próprio leilão em si, do depósito onde o carro estava, de possíveis multas e pendências.

Ou seja, dependendo do veículo em questão, a mordida após a compra pode ser alta e o lucro também virar pó.

 

Como Funcionam os Leilões de Carros Apreendidos pelo Detran

O processo de leilão de carros pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) começa pelas alienações.

Elas são organizadas pelos postos regionais do Detran e são publicadas em diversas mídias, como jornais, rádio e internet.

Isso ocorre para que mais pessoas saibam os dias e horários e possam participar.

Fique sempre bem informado sobre os editais de leilão de carros, caso tenha interesse na modalidade.

Se você não lê jornais ou assiste televisão com frequência, visite toda semana o site do Detran de seu Estado.

Mas por quais motivos os veículos podem ser apreendidos?

São inúmeros motivos.

Recorra sua multa de trânsito

Um exemplo: um carro que está em péssimas condições de uso e é parado numa blitz.

Outro exemplo é a falta de pagamento de multas de trânsito ou IPVA.

Se o carro tem um baixo preço e o valor das multas é muito elevado, é bem possível que o proprietário deixe o carro nos depósitos do Detran, afinal, para ele não compensaria esse custo.

Só que para o Detran esse é um péssimo negócio, pois esse veículo vai gerar custos ao órgão.

Além disso, o depósito do Detran tem um limite físico para guardar os carros.

E sabemos que todos os dias carros são apreendidos por diferentes motivos.

O leilão de carros é uma forma de “limpar” o espaço e gerar receita para pagar essa despesa.

Se você for pessoalmente à sede do Detran de seu Estado em dia de leilão de veículos, encontrará diferentes modelos estacionados no pátio.

Vale salientar também que não é possível pedir a realização de qualquer tipo de reparo nos veículos.

Ou seja, o carro que é leiloado não precisa estar em excelentes condições de uso e quem vai arcar com os custos de reparos é o comprador do veículo.

Por exemplo, um carro que foi apreendido após uma forte colisão contra um poste de luz pode ir a leilão.

Se você está procurando por peças de carro, esse pode ser um negócio interessante.

Mas se você procura um veículo para passeio, está não será a melhor escolha.

Nesse caso, é importante você verificar qual o valor do automóvel e quanto deve gastar para fazer os reparos.

 

Regras Do Leilão De Carros

Antes de participar de leilão de carros no Brasil, é preciso conhecer algumas regras básicas.

  • Primeira: o carro será comprado à vista. Sem parcelamentos. Isso significa que você precisa ter todo o dinheiro para comprar o carro. A dica é guardar dinheiro antes da compra.

  • A segunda: você sabe quais são as despesas do leilão de carros para o comprador? Entre elas:

  1. O custo do veículo;

  2. Cerca de 5% do valor do carro é direcionado em comissão para o leiloeiro;

  3. Há uma taxa para a transferência do carro para o nome do novo proprietário;

  4. Como a maioria dos carros vendidos em leilões possuem pelo menos alguma avaria, reserve dinheiro para fazer reparos e uma manutenção preventiva para evitar acidentes de trânsito.

Recorra sua multa de trânsito

Observação: é indicado que o comprador não efetue o pagamento de diárias do automóvel que estava no pátio do Detran ou qualquer outra dívida do antigo proprietário do veículo.

Outra dica: o edital contém todas as informações sobre como funcionará o leilão.

Leia com atenção o edital antes de sair casa.

 

Como Dar Lances Em Um Leilão De Carros

leilao de carros como dar lances
Existe uma oferta inicial antes do início dos lances

Lance é o valor que você está disposto a pagar pelo carro que está sendo leiloado. A pessoa que faz o maior lance é quem fica com o veículo.

Existe também uma oferta inicial, que é estipulada pelo leiloeiro. Não é possível dar um lance que seja inferior a essa oferta.

Uma dica muito valiosa: pesquise o valor de mercado do modelo e do ano do veículo que você deseja adquirir.

Nunca dê um lance maior do que o preço de venda de um carro novo do mesmo modelo, por exemplo.

E se você for o comprador de uma revenda, lembre de deixar uma margem para o seu lucro.

O interesse das pessoas no leilão de carros do Detran é pagar mais barato, não é mesmo?

Então, pense bem antes de dar o lance para não gastar dinheiro demais em um carro que não vale tanto a pena assim.

 

O Que é a Alienação

leilao de carros o que e alienacao
A alienação é um conceito muito importante dentro do universo de leilão de carros

Afinal, o que significa alienar um veículo?

É de conhecimento público que o preço de compra de carros novos ou seminovos no Brasil é muito alto.

Por isso, grande parte das pessoas decide comprar o carro em parcelas que podem ser de 24, 36, 48 ou até 60 meses.

Além das parcelas, o proprietário de um carro também gastará com manutenção, IPVA, seguro e combustível (que aumenta com grande frequência), entre outras despesas. Em vista dos gastos, muitos proprietários ficam sem conseguir pagar as prestações do veículo.

Um carro alienado é um bem que não é do proprietário, ou seja, pode ser tirado dele de forma legal para garantir o pagamento do mesmo.

Ele pertence ao banco ou instituição financeira até que todas as parcelas sejam quitadas, momento no qual é feita a transferência para o nome do proprietário.

Mas como saber se um veículo é alienado? É preciso observar os documentos do carro.

Se estiver escrito “alienação fiduciária” o carro está alienado.

Já se estiver escrito “sem reservas”, não há qualquer impedimento para a transferência.

Bem simples, não é mesmo?

Quem participa de leilão de carros sabe que é possível se deparar com um carro que foi tirado do dono por falta de pagamento.

 

Leilão de Carros Vale a Pena?

leilao de carros vale a pena
Não existe uma resposta padrão para essa pergunta!

A resposta é: depende do carro que você compra no leilão.

Você precisa lembrar sempre dos cuidados que já citamos.

Dificilmente, você comprará um veículo que não precise de nenhum tipo de reparo.

Existe, mas é mais raro.

Normalmente, você terá que fazer algum conserto, como substituir os pneus, trocar a bateria, trocar o óleo do motor, consertar a pintura, chapear alguma parte do veículo, etc..

Em alguns casos, o carro pode até mesmo ser adquirido com buracos de bala – possivelmente foi utilizado por ladrões durante a fuga de assaltos.

Tudo depende de quanto você quer gastar para comprar e consertar o carro para o uso doméstico.

Carros de Leilão São Confiáveis?

Lembre que você não sabe quais os problemas que o veículo pode apresentar e que é de sua responsabilidade fazer os reparos.

Por isso, é sempre importante levar um mecânico da sua confiança junto.

Assim, você reduz as chances de “comprar gato por lebre”.

Recorra sua multa de trânsito

A questão se os carros de leilão são confiáveis ou não é bem complexa.

Não é do interesse do Detran enganar o cidadão, mas o órgão não tem como informar previamente quanto será preciso gastar com reparos.

De qualquer forma, como todos os leilões do Detran ocorrem dentro da lei, você não precisa ficar com medo de não receber o veículo.

Ele será entregue para você exatamente do jeito que você viu.

 

Quem Pode Comprar Carros em Leilão

leilao de carros quem pode comprar
Qualquer pessoa exceto menores de idade e negativados

Como os leilões são públicos, podem participar tanto pessoas físicas quanto jurídicas.

Isso exclui os menores de idade.

Se você possui débitos e está com o nome sujo no SPC ou Serasa, também não poderá participar de leilão de carros.

Mesmo assim, perceba que é amplo o público que pode participar de leilão de carros.

E quais documentos a pessoa que deseja participar de um leilão no Detran deve levar?

Leve o CPF ou documento de identidade (RG) e comprovante de residência.

 

Existe Leilão de Carros Online?

leilao de carros online
Saiba como participar de leilões promovidos na Internet

Sim, existem sites especializados em realizar leilão de carros pela internet.

Cada vez mais pessoas físicas adquirem carros através de leilões online.

Mas o que diz o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) sobre os leilões de carros pela internet?

Vamos voltar a analisar o artigo 328, pois ele traz uma definição importante:

“Art. 328. O veículo apreendido ou removido a qualquer título e não reclamado por seu proprietário dentro do prazo de sessenta dias, contado da data de recolhimento, será avaliado e levado a leilão, a ser realizado preferencialmente por meio eletrônico.”     

Pela lei, o leilão por meio eletrônico tem preferência em comparação ao presencial.

Mas por que isso?

Normalmente, o custo para a realização de um leilão presencial é bem maior que online.

 

Como Participar de um Leilão de Carros

leilao de carros como participar
Veja mais instruções para que você não caia em ciladas!

Anteriormente, você viu que para participar de leilão de carros é necessário ser maior de idade, apresentar o CPF ou RG e o comprovante de residência.

Sem contar a ficha limpa no SPC e Serasa.

Reunindo esses pré-requisitos, você pode participar de leilão de carros.

Não esqueça que é necessário fazer um cadastramento para estar apto a participar.

Lembre-se também de que dias antes do leilão ocorrer, você deve participar de uma visitação na qual é possível verificar as reais condições dos carros.

Compareça na data e no horário estipulados no edital.

Sempre que você tiver dúvidas, procure pessoas que já participaram de leilão de carros e estude com atenção o edital.

 

Leilões De Carros Em Outros Países

Vimos um pouco sobre o leilão de carros no Brasil.

Mas os leilões também ocorrem em outros países, só que de modo diferente.

Algumas vezes, os carros vendidos em leilões custam caro. Na verdade, alguns custam uma verdadeira fortuna.

Quanto mais raro o veículo, maiores são os lances por eles.

Recorra sua multa de trânsito

O site da revista Quatro Rodas trouxe uma relação com os 12 carros mais caros já vendidos em leilões. Veja quais são:

  1. Ferrari 250 GTO 1962 – US$ 38.115.000 (R$ 121 milhões);

  2. Ferrari 335 Sport Scaglietti 1957 – US$ 35.700.000 (R$ 113 milhões);

  3. Mercedes-Benz W196 1954 – US$ 29.600.000 (R$ 94 milhões);

  4. Ferrari 290 MM 1956 – US$ 28.050.000 (R$ 89 milhões);

  5. Ferrari 275 GTB/4 S NART Spider 1967 – US$ 27.500.000 (R$ 87 milhões);

  6. Ferrari 275 GTB/C Speciale 1964 – US$ 26.400.000 (R$ 84 milhões);

  7. Jaguar D-Type 1955/56 – US$ 21.780.000 (R$ 69 milhões);

  8. Alfa Romeo 8C 2900B Lungo Spider 1939 – US$ 19.800.000 (R$ 63 milhões);

  9. Ferrari 250 GT SWB California Spider 1961 – US$ 18.500.000 (R$ 59 milhões);

  10. Ferrari 375-Plus Spider Competizione 1954 – US$ 18.400.000 (R$ 58 milhões);

  11. Ferrari 250 GT LWB California Spider Competizione 1959 – US$ 18.150.000 (R$ 58 milhões);

  12. Ferrari 250 LM 1964 – US$ 17.600.000 (R$ 56 milhões).

 

Leilão de Motos

Você tem mais interesse por leilão de motos do que de carros?

Pois saiba que os pré-requisitos são os mesmos já citados para os automóveis.

Também fique de olho no site do Detran para saber as datas do leilão de motos.

Como regra, as motos possuem um valor menor do que os carros.

E como o leilão oferece veículos já com bons descontos, vale a pena frequentar os leilões se você gosta de andar de moto e procura uma com um preço mais em conta.

Mas lembre sempre de verificar quanto gastará para deixá-la operante novamente.

Também é possível comprar sucata de motos, o que é um bom jeito de conseguir peças para reformar outra moto.

 

Conclusão

leilao de carros compra
Procure as melhores vantagens para fazer uma ótima aquisição

Umas das maiores vantagens do leilão de carros é o preço reduzido.

Entretanto, como vimos, não é possível parcelar um automóvel ou moto comprados em leilão.

Se por um lado é possível fazer uma ótima compra, por outro, você também pode sair com um belo prejuízo.

Imagine que o preço para consertar o carro seja tão elevado quanto o valor pago por ele em um leilão?

Não é raro de acontecer.

É por isso que recomendamos que você siga as dicas que acompanhou neste artigo.

Um carro proveniente de leilão pode ter um preço mais baixo, mas esconder prejuízos.

Na hora de revendê-lo, por exemplo, não adianta tentar obter o valor da Tabela FIPE.

Pessoas físicas não são obrigadas a informar que se trata de um carro de leilão, ao contrário das jurídicas, mas é muito fácil verificar essa condição em sites na internet.

Vale lembrar ainda que nem todas as seguradoras garantem uma apólice com 100% do valor da FIPE.

Afinal, elas também não querem pagar o valor cheio por um carro de leilão em caso de perda total, por exemplo.

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo de leilões de motocicletas e carros?

Não perca tempo. Entre em contato com a nossa equipe. Estamos sempre disponíveis para ajudá-lo no que for possível.

Caso tenha gostado deste artigo, compartilhe com amigos e familiares. Assim, mais pessoas saberão como comprar carros e motos em leilões.

Recorra sua multa de trânsito

 

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.