Rodízio de Pneus é Realmente Necessário? Veja Como Fazer e Economizar

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra gratuitamente como não perder a CNH em apenas 3 passos: Clique aqui para baixar GRATUITAMENTE o meu passo a passo.
rodizio de pneus realmente necessario como economizar
Rodízio de pneus é realmente necessário? Veja como fazer e economizar

Você sabia que o rodízio de pneus é uma ação em prol da segurança no trânsito?

Não se trata de uma questão estética ou mesmo relacionada ao desempenho do veículo.

É verdade, no entanto, que o pneu vazio e desgastado prejudica o consumo de combustível, mas não é essa a principal razão pela qual você precisa aprender como fazer rodízio de pneus.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

É importante lembrar que, quando falamos de pneus, estamos nos referindo a um componente fundamental para garantir a estabilidade do veículo.

Tê-los em bom estado é a chave para não perder o controle em curvas mais acentuadas, em aclives e sob chuva, o que sempre representa um risco adicional.

Tanto é assim que a legislação de trânsito exige trocar pneu de carro quando ele já se apresenta muito desgastado.

Então, temos aí ótimas razões para você acompanhar a leitura deste artigo.

Ao longo do texto, vamos falar sobre quando fazer o rodízio dos pneus e como trocar o pneu do carro nessas situações.

Será que existe uma fórmula a ser seguida quanto à posição das rodas? E há um prazo exigido para realizar o rodízio dos pneus?

Essas e outras dúvidas serão abordadas a partir de agora.

Se o assunto é do seu interesse, siga a leitura e fique bem informado.

 

Rodízio de Pneus é Realmente Necessário?

rodizio de pneus realmente necesario
Tire todas as suas dúvidas sobre o rodízio de pneus logo abaixo

Em primeiro lugar, é preciso explicar o que é o rodízio de pneus.

É bem simples de entender.

A troca periódica da posição dos pneus nos eixos do automóvel é o que chamamos de rodízio de pneus.

Seja no meio rural ou nos grandes centros urbanos, os pneus desgastam em vista do atrito da borracha com o chão.

A não ser que você nunca use seu carro, o desgaste é natural.

Mas o rodízio pode aumentar a vida útil do pneu de forma considerável. Em outras palavras, se você quiser realmente aumentar a durabilidade, faça o rodízio de pneus.

É verdade que ele não é obrigatório, mas ajuda na “saúde” dos pneus.

Importante: se optar pelo rodízio, não esqueça de incluir também o estepe.

Vantagens

Realizar o rodízio de pneus tem prós e contras.

Para a fabricante Bridgestone, ignorar essa etapa pode gerar problemas.

“O desgaste dos pneus se processará de maneira desigual já que normalmente os pneus dianteiros se desgastam mais rapidamente que os traseiros”, indica.

Ou seja, o desempenho do carro vai ser afetado, pois os pneus vão estar diferentes nos dois eixos.

Nesse caso, o rodízio aumenta a segurança do carro e a durabilidade dos pneus porque torna o desgaste natural mais uniforme.

Em outras palavras, ele é o mesmo tanto nos pneus traseiros como dianteiros.

Contras

A questão do rodízio de pneus não é exatamente polêmica, mas existe quem não recomenda a prática.

Por exemplo, as marcas Renault e BMW não concordam com o rodízio de pneus.

Nesta reportagem da revista Quatro Rodas, a BMW argumenta que “os pneus do eixo traseiro e do dianteiro de seus carros são quase sempre diferentes e isso realmente impede o procedimento.”

Já a Renault, no mesmo texto, se justifica pelo aspecto da segurança.

Conforme a montadora francesa, é mais seguro substituir os pneus dianteiros quando comprometidos.

Nesse caso, a sugestão é que os novos pneus sejam instalados no eixo traseiro e os que ali estavam passem à área dianteira do carro.

Valor

Sempre que falamos em manutenção do carro, é preciso de muita atenção para não pagar preços abusivos.

Também é necessário pensar na qualidade do serviço.

Pesquise com atenção: o rodízio de pneus não é um trabalho demorado e muito complexo.

Portanto, os valores são muito menores em comparação ao custo da compra de pneus novos.

Obviamente se o desgaste estiver muito grande estará na hora de trocar os pneus.

 

O Que Cada Marca diz Sobre Rodízio de Pneus

Nós já adiantamos alguns pontos de vista de fabricantes sobre o rodízio de pneus.

Mas vale ampliar um pouco o assunto, pois essa é a opinião de quem mais entende sobre ele.

De acordo com José Carlos Quadrelli, gerente geral de Engenharia de Vendas da Bridgestone, só o rodízio não basta.

Sempre que ele for realizado, é preciso alinhar e balancear as rodas, verificar a pressão indicada pelo fabricante, checar as condições das rodas e das e das válvulas de ar.

No caso das rodas, por exemplo, é importante buscar por amassados ou trincas.

Já a recomendação da Michelin é para que o proprietário de um automóvel examine de forma periódica os pneus, tanto por dentro quanto por fora.

Caso perceba durante essa verificação que há desgaste maior nos pneus do eixo dianteiro, em comparação com os pneus traseiros, a fabricante orienta que seja realizado o rodízio dos pneus entre os eixos.

E se os pneus se desgastam mais em um lado do carro?

Nesse caso, a Michelin recomenda inverter os lados dos pneus para conservá-los por mais tempo.

Essa é também uma forma de uniformizar o desgaste em todas as posições dos pneus.

Como podemos perceber, as fabricantes indicam o rodízio para aumentar a durabilidade dos pneus.

 

Quando Fazer o Rodízio de Pneus

rodizio de pneus quando fazer
A indicação é fazer quando o desgaste entre os pneus não estiver harmônico

Se seguirmos a dica dada pela Michelin, por exemplo, não há um momento exato para realizar o rodízio de pneus.

A fabricante indica que isso seja feito sempre que o desgaste não estiver harmônico entre os quatro pneus.

Contudo, de forma geral, o recomendado por especialistas é que o rodízio de pneus seja realizado a cada 10.000 quilômetros rodados.

Para não restar dúvidas, é importante consultar a informação no manual do proprietário do seu veículo.

 

Como Fazer Rodízio de Pneus Corretamente

rodizio de pneus como fazer corretamente
A atenção ao posicionamento correto dos pneus é estritamente importante

Para realizar o rodízio de pneus, é preciso adotar alguns cuidados essenciais para não prejudicar o funcionamento do veículo.

O principal deles diz respeito à posição esquerda ou direita.

Por exemplo, o seu carro possui tração dianteira ou tração traseira?

Se você tiver um carro com tração dianteira, a indicação é de um rodízio misto.

Mas o que isso quer dizer?

Os pneus que atualmente estão na parte da frente do carro, devem manter suas posições ao serem direcionados para a parte traseira.

Ou seja, o que está no lado esquerdo do carro lá deve permanecer.

Já com relação aos pneus traseiros, o rodízio é cruzado.

Aquele que está no lado direito do carro, quando for colocado no eixo dianteiro, deve ocupar a posição à esquerda.

Esse efeito do rodízio cruzado de pneus é também indicado para os carros com tração traseira, mas em ordem contrária.

Ou seja, os pneus traseiros vão para a frente, mas mantêm sua posição lateral.

Já os pneus dianteiros vão para traz de forma cruzada, com o esquerdo assumindo a posição à direita e vice-versa.

A princípio, isso pode parecer um pouco confuso, mas o segredo é identificar se a tração do seu carro é traseira ou dianteira.

 

Rodízio Pneus 4×4

rodizio de pneus 4x4
Confira as instruções para os carros com tração 4×4

Se você seguir a dica que acabamos de dar, talvez esteja em dúvida sobre o que fazer se for proprietário de um veículo com tração nas quatro rodas.

Mas nesse caso é ainda mais fácil.

A regra é realizar o rodízio em X, cruzando os pneus.

Assim, aquele que está à esquerda vai para a direita e ainda troca de posição entre dianteira e traseira.

Mas como toda regra tem sua exceção, se os pneus forem unidimensionais, ela não se aplica.

Para não errar, você deve adotar duas ações basicamente:

  1. Sempre siga as indicações do manual do proprietário.

  2. Também contrate ajuda especializada de confiança.

Se você fizer essas duas coisas, estará cuidando bem da manutenção do seu carro.

 

Como Economizar com os Pneus           

rodizio de pneus como economizar
Tomar atitudes preventivas para evitar o desgaste excessivo dos pneus adia o gasto com novos pneus

Ninguém quer enfrentar um desgaste prematura dos pneus, não é mesmo?

Afinal, isso antecipa a necessidade de troca dos itens, o que é sempre um gasto considerável.

Mas dá para controlar esse desgaste e economizar com os pneus?

Dá, sim. Esse é o problema que você não soluciona dirigindo bem, mas contribui com a vida útil dos pneus.

As principais dicas incluem:

  • Evitar derrapadas ou arrancadas súbitas

  • Fugir de buracos e outras oscilações na pista

  • Passar longe do meio-fio e de outros pontos de choque

  • Manter seus pneus sempre bem calibrados, de acordo com o manual do proprietário.

Já se a troca for necessária, a economia também deve ser buscada, mas com cautela

Comprar um pneu ruim é também um atalho para o seu desgaste precoce.

De acordo com o engenheiro mecânico Denis Marun, em artigo publicado no site G1, é necessário pesquisar cuidado o preço dos pneus e tomar cuidado com descontos exagerados.

“Pneu bom custa caro porque envolve tecnologia e matéria-prima de qualidade. Além disso, é um item de segurança. Não se iluda com ofertas desproporcionais. A sua família agradece”, diz.

 

Dúvidas Comuns Sobre Pneus

Neste tópico, abordaremos uma série de perguntas e respostas sobre pneus de carro.

Se não encontrar a solução que procura, deixe um comentário ao final do artigo.

E não se esqueça de ter sempre em mãos o manual do veículo.

Uma opção pode ser guardá-lo no porta luvas do carro para que esteja disponível quando precisar dele.

  1. Qual a calibragem ideal do pneu? 
rodizio de pneus calibragem ideal
Cada pneu exige uma calibragem adequada

O manual do proprietário vai informar com precisão o volume de ar necessário para melhor calibrar os pneus.

Veja o que afirma Renato Romio, do Laboratório de Motores do Instituto Mauá de Tecnologia de São Paulo, em reportagem no site G1:

“O correto é sempre colocar a pressão exata indicada pelos fabricantes, nem mais nem menos. Pneus com pressão acima do recomendado podem até gastar ainda menos, mas o carro ficará com menos instabilidade. Isso não é aconselhado”, orienta.

  1. É possível falar em prazo de validade para os pneus do carro?

Não existe um prazo de validade pré-determinado para os pneus.

Mas é muito comum as principais marcas mundiais de pneus oferecerem uma garantia de cerca de cinco anos.

Não esqueça: quanto maior for a quilometragem do carro, maior será o desgaste dos pneus.

  1. Qual é o período de tempo correto entre uma calibragem e outra?

Recomenda-se que os pneus sejam calibrados de 15 em 15 dias.

  1. Quais as vantagens de ter os pneus em perfeita ordem?

Se os pneus do seu carro estiverem bem calibrados, o consumo de combustível será menor.

Uma boa dica, não é?

  1. É possível receber uma multa por causa dos pneus do automóvel?

Sim!

É possível o motorista ser multado porque os pneus do carro estavam carecas.

Preste atenção: o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) não especifica a infração por causa do estado do pneu.

Mas veja o que diz o artigo 230 do CTB:

“Art. 230. Conduzir o veículo:

XVIII – em mau estado de conservação, comprometendo a segurança, ou reprovado na avaliação de inspeção de segurança e de emissão de poluentes e ruído, prevista no art. 104;

Medida administrativa – retenção do veículo para regularização.”

Se você olhar com atenção o CTB, perceberá a utilização do termo “mau estado de conservação.”

Pneus mal conservados representam um grande risco no trânsito porque podem causar sérios acidentes.

Por causa disso, você pode tomar uma multa se não prestar atenção aos pneus do veículo.

Essa é uma infração grave e que gera cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Além disso, é preciso pagar uma multa no valor de R$ 195,23.

Lembrete importante: se no período de 12 meses, o motorista acumular 20 pontos na CNH, o CTB prevê a suspensão do direito de dirigir.

  1. O que são os pneus run flat?

São pneus que possuem a capacidade de rodar mesmo quando furados.

Essa capacidade é limitada a 80 quilômetros, desde que trafegando a uma velocidade não superior a 80 km/h.

Sua proposta é que o motorista consiga se dirigir a um local especializado para realizar a troca, dispensando a necessidade de estepe. Em outras palavras, run flat é uma tecnologia que dá maior segurança aos ocupantes do veículo.

  1. Eu posso colocar pneus run flat em qualquer modelo de carro?

A resposta é não.

De acordo com Roberto Falkenstein, diretor de desenvolvimento da Pirelli, em entrevista à Quatro Rodas, é essencial que o veículo esteja equipado com sensor de pressão, pois “o motorista pode não perceber que os pneus estão sem ar”.

  1. O que é um pneu considerado careca?
rodizio de pneus pneu considerado careca
Pneus carecas possuem sua rodagem lisa

É importante ressaltar que é muito perigoso trafegar com os pneus carecas.

Não arrisque a segurança de sua família.

O pneu careca é aquele cuja banda de rodagem está lisa. Ou seja, os pneus carecas são aqueles que estão com menos de 1,6 mm de profundidade.

  1. O que é banda de rodagem?

A banda de rodagem é a parte do pneu que está em contato direto com a pista e é composta de ranhuras, barras e sulcos.

  1. Qual é a função das ranhuras, barras e sulcos?

A função das ranhuras é passar o ar para refrigerar o pneu.

A função das barras é gerar tração.

Já a função dos sulcos é drenar a água e, assim, evitar que o veículo deslize na pista e isso acabe provocando um acidente.

Em outras palavras, os sulcos contribuem com a estabilidade do carro e dificultam a aquaplanagem.

  1. O que é aquaplanagem?
rodizio de pneus aquaplanagem o que e
Nessa situação, o pneu perde contato com o chão

A aquaplanagem acontece no momento em que o automóvel “desliza” ao entrar em contato com a água retida na via.

Dessa forma, o carro perde contato com o asfalto por causa da chuva.

Mas é possível evitar a aquaplanagem.

Segundo a física Mariane Mendes, para isso, você deve seguir quatro dicas principais:

  • “Manter os pneus em bom estado

  • Reduzir a velocidade ao visualizar água acumulada no asfalto

  • Nunca frear bruscamente

  • Não virar o volante se perceber perda de contato com o solo”.

A aquaplanagem é perigosa e pode causar acidentes graves nas estradas.

Por isso, tome muito cuidado ao dirigir em dias de chuva.

  1. Qual o perigo de trafegar com um pneu careca?

O pneu careca prejudica de forma considerável o tempo de resposta na hora em que o motorista utiliza os freios do veículo.

Imagine que o carro está trafegando a 60 km/h e um pedestre atravessa a rua.

O motorista freia de maneira brusca para evitar o atropelamento.

Por causa da pouca aderência do pneu careca ao solo, o carro freará totalmente com um espaço de tempo maior e após percorrer uma distância maior.

Nesse cenário, fica muito difícil evitar o acidente.

  1. Quais são as partes de um pneu?
  • Estante;

  • Talão;

  • Barra de rodagem;

  • Barras;

  • Sulcos;

  • Ranhuras;

  • Lateral;

  • Lonas de reforço;

  • Cintas estabilizadoras;

Cabelinhos dos pneus apenas indicam que os pneus são novos e não influenciam de forma alguma o funcionamento dos pneus.

Alguns fabricantes até mesmo cortam os cabelinhos antes de vender os pneus.

  1. Quais são os pontos de atenção relacionados ao estepe?

O estepe também pode ser chamado de pneu sobressalente e precisa ter cuidados de manutenção.

Verifique com relativa periodicidade se ele não está vazio, furado ou mesmo careca.

Afinal, já vimos que trafegar com os pneus carecas representa um grande perigo e pode causar sérios acidentes.

É comum o motorista encher os quatros pneus e esquecer o estepe porque ele é pouco usado.

Mas imprevistos acontecem e um dia você pode precisar trocar um pneu furado.

Por isso, o estepe precisa estar em plenas condições de uso.

Veja o que diz o inciso IX do artigo 230 do CTB:

“Art. 230. Conduzir o veículo:

(…)

IX – sem equipamento obrigatório ou estando este ineficiente ou inoperante”

O Contran, Conselho Nacional de Trânsito, também determina que, para circular em vias públicas, os veículos deverão estar dotados de roda sobressalente, compreendendo o aro e o pneu, com ou sem câmara de ar.

  1. Se o motorista for pego trafegando com o pneu sobressalente sem condições de uso, o que pode acontecer?

O motorista receberá do agente de trânsito uma multa no valor de R$ 195,23.

Mas as punições não terminam aí.

Serão acrescentados cinco pontos na carteira de habilitação e o automóvel é retido pelas autoridades até que o pneu sobressalente esteja em perfeitas condições de uso.

Conclusão: a manutenção dos pneus também deve incluir o estepe, sob o risco de receber multa, pontos na CNH e ter o veículo retido.

Vale destacar ainda que o Contran proíbe a circulação de automóveis equipados com pneu cujo desgaste da banda de rodagem seja inferior a 1,6 mm.

O indicador de desgaste dos pneus é chamado de TWI (Tread Wear Indicator), que fica localizado justamente na banda de rodagem.

Apesar do nome complicado, é fácil de entender.

Trata-se de pequenas elevações nos sulcos do pneu. Assim que o desgaste chegar a essa área, esse é um sinal de que está na hora de trocar os pneus.

 

Conclusão

rodizio de pneus cuidado preventivo
Cuidados simples asseguram a segurança e evitam imprevistos

Agora que você leu com atenção nosso artigo sobre o rodízio de pneus, está bem informado e pode usufruir do seu veículo com maior tranquilidade.

Vimos ao longo do texto como é importante realizar o rodízio de pneus.

Esse é um cuidado preventivo que aumenta a sua durabilidade e, de quebra, ainda preserva a segurança dos ocupantes do veículo.

Também respondemos a questionamentos muito comuns sobre os pneus automotivos.

Você inclusive aprendeu que pneus em bom estado podem garantir a estabilidade do veículo, sobretudo em pista molhada pela chuva.

Essa é, sem dúvidas, uma parte bastante sensível do carro e que exige a sua atenção.

Se restou alguma dúvida sobre o tema ou se precisa de ajuda para apresentar um recurso de multa, não perca tempo e entre em contato.

A equipe de especialistas do Doutor Multas está sempre pronta para responder rapidamente e retornar com uma análise gratuita do seu caso.

Se este artigo foi útil para você, não deixe de compartilhar com seus amigos.

 

Foi multado? Descubra quais são suas reais chances de cancelar a multa: Clique aqui para baixar GRATUITAMENTE o passo a passo.