Tipos de Capacete para Moto: Como Escolher o Melhor Para Você

tipos capacete moto
Tipos de Capacete para Moto: Como Escolher o Melhor Para Você

Um motociclista cuidadoso é aquele que se preocupa entender melhor sobre questões de segurança, como os tipos de capacete para moto mais adequados para cada situação.

Se quem dirige um automóvel – que possui uma grande carroceria, cinto de segurança e airbags – já deve ter muita atenção, os motoristas que conduzem motocicletas precisam ser centenas de vezes mais cuidadosos.

O motivo é óbvio: além de o motociclista não possuir os itens de segurança que acabamos de citar, ele está sobre duas rodas, o que quer dizer que qualquer manobra mais brusca pode ser o suficiente para que ele perca o equilíbrio e caia.

Conhecer os tipos de capacetes para moto mais seguros é importante até para aqueles que se julgam muito competentes e prudentes.

Digamos que você respeite o que diz a legislação de trânsito e trafegue nos limites de velocidade sem “cortar” o tráfego ou andar nos “corredores” entre duas filas de veículos.

Você está de parabéns pela conduta correta, mas precisa se lembrar de que nem todos os demais motoristas são assim, e o motociclista é muito vulnerável aos erros dos outros.

Se um automóvel corta a sua frente, por exemplo, eis uma situação em que um desvio ou frenagem brusca pode o levar a cair.

Torcemos para que isso nunca lhe ocorra, mas a prevenção é necessária e, nessa situação hipotética, um capacete de boa qualidade poderia ser o fator decisivo para que a consequência fosse somente escoriações leves, e não algo muito mais sério.

Afinal, a cabeça é a parte do corpo que mais precisa ser protegida em acidentes, para evitar traumatismo craniano e outros tipos de danos que podem deixar sequelas ou até mesmo levar ao óbito.

Quer evitar esse tipo de risco? Então siga a leitura, descubra quais são os tipos de capacete para moto permitidos no Brasil e confira quais as exigências da lei sobre esse assunto.

Tipos de Capacete Para Moto

tipos capacetes motos quais sao
Confira abaixo quais são os tipos de capacetes para motos mais comuns

Os principais documentos que detalham as exigências legais para os capacetes são a Resolução Nº 453/2013 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a Portaria Nº 086/2002 do Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro) e a NBR 7471 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Segundo o Inmetro, os tipos de capacete para moto regulamentados no Brasil são: integral (fechado), misto (com queixeira removível), modular (com a frente móvel) e aberto (sem queixeira).

Abaixo, você entende um pouco melhor sobre a diferença entre esses modelos.

Integrais

Entre os tipos de capacete para moto, o integral é o mais seguro e, por isso, usado por grande parte dos motociclistas.

Sua viseira cobre somente a faixa do rosto sobre os olhos, e o restante do capacete integral protege todas as partes da cabeça, incluindo a lateral e o queixo.

Um bom capacete desse tipo possui forro removível e um bom sistema de ventilação para aliviar o calor, uma vez que ele é bastante fechado por ser feito para bloquear completamente pedras, insetos e poeira.

Modulares

O capacete do tipo modular é aquele que possui uma viseira acoplada à queixeira, oferecendo ao motociclista a possibilidade de levantá-la para ter mais conforto em dias de muito calor.

Mas veja  bem: essa parte só deve ser levantada quando a moto está parada, pois a viseira é fundamental e obrigatória para a proteção do condutor.

Mesmo assim, é uma funcionalidade útil, pois permite alívio em rápidas paradas sem a necessidade de remover o capacete.

Devido ao fato de a queixeira ser flexível, não protege de maneira tão eficiente quanto o capacete integral.

Mistos

O capacete misto é semelhante ao modular, mas a diferença é que a queixeira não é móvel, e sim removível, ou seja, o motociclista pode optar por andar com ou sem essa parte.

Também se trata de um modelo que é mais confortável para usar no verão, e sua proteção, assim como no caso do capacete modular, não é tão eficiente quanto à do integral.

Abertos

O capacete aberto é aquele que não possui queixeira – nem flexível e nem removível. Por isso, entre os tipos de capacete para moto permitidos no Brasil, esse é o menos seguro, apesar de ser também o mais confortável e ventilado.

Você precisa levar em conta que a queixeira é um item que não existe apenas para proteger o queixo, mas sim o rosto do contato com o solo.

A viseira, vale lembrar, será de pouca ajuda nesse caso, pois sua função é proteger contra o vento e sujeira da estrada.

Se o capacete do tipo aberto não vem com viseira acoplada, deve ser usado um óculos de proteção aprovado pelo Contran.

 

Capacete On Road

Esses tipos de capacete para moto que apresentamos até agora são ideais para trafegar on road, ou seja, em vias públicas, seja rodovias ou na cidade.

Nesses casos, eles são projetados para proteger o motociclista que anda em locais em que deve respeitar as leis de trânsito.

Isso quer dizer que, seja no asfalto ou em uma estrada de chão, eles não preveem a prática da pilotagem desportiva, ao contrário do modelo que veremos a seguir.

Capacete Off Road

O capacete off road é aquele usado para os praticantes de motocross, rally, enduro, freestyle e outras modalidades esportivas.

Eles são projetados, portanto, para quem encara a moto como um esporte radical, seja em trilhas ou em pistas desenvolvidas especificamente para competições.

Do mesmo modo que há um tipo de moto especial para essa prática, o tipo de capacete também deve levar em conta as particularidades do esporte.

Os capacetes off road costumam ser integrais, ou seja, envolvem toda a cabeça do motociclista.

O modelo possui uma grande área aberta no rosto, para melhorar a ventilação, conforto e visão do piloto.

Muitos modelos off road não têm viseira, por isso é necessário usar óculos protetores especiais para proteger contra lama, pedras, insetos e poeira.

Outras características desse tipo de capacete são a queixeira alongada, que oferece uma proteção extra contra quedas (afinal, estamos falando de um esporte radical) e uma aba para bloquear a luz do sol.

Embora seja desenvolvido para as competições e trilhas, o capacete off road pode ser utilizado na cidade, desde que o modelo seja aprovado pelo Inmetro.

 

Quais São Os Melhores Tipos de Capacete Para Moto

tipos de capacete para moto melhores
Como escolher o melhor tipo de capacete?

Para escolher o modelo ideal entre todos esses tipos de capacete para moto, você precisa levar em conta qual o uso que faz da motocicleta para saber quais são as prioridades.

É claro que, quando falamos em prioridades, a segurança é hors concours. Ter um capacete com capacidade de aguentar um possível impacto em um acidente deve ser sempre a preocupação principal.

Depois disso, há outros fatores. Por exemplo, se o uso da sua motocicleta é basicamente urbano, em vias de bastante movimento, com muitas conversões e trocas de pista, ter uma ótima visão periférica é muito mais importante do que para quem anda de moto apenas em viagens, trafegando por longas retas em rodovias.

Também é importante que o capacete seja bem ajustado à sua cabeça. Se for largo demais, não será dos mais seguros, se for justo demais, será extremamente desconfortável.

O conforto é fundamental porque sem ele até mesmo um trajeto curto se torna agoniante e estressante, aumentando as chances de você cometer um erro, seja pela pressa de chegar logo ao destino e se livrar do capacete ou simplesmente por estar distraído com o desconforto.

O sistema de ventilação do capacete também conta muito para o conforto. Além da sensação térmica, ele evita que a viseira fique embaçada.

Para saber se um capacete é confortável, não tem jeito, você precisa testá-lo. Coloque-o, faça os ajustes e balance a cabeça de um lado para o outro para checar se está bom.

Dentro do que você pode pagar, procure escolher o que melhor atende a esses critérios. Já o quesito aparência deve ficar por último.

O design só importa quando é funcional, e a única função importante das cores e estampas é quando elas são em tons chamativas, para tornar mais fácil a sua visualização pelos demais motoristas.

Sobre o melhor entre os tipos de capacete para moto, o integral é o que oferece melhor proteção, mas nada impede de você ter dois modelos.

Um fechado ou integral pode ser usado em ocasiões que exigem maior segurança e um modulado, misto ou aberto para passeios mais seguros no verão.

Como Escolher o Seu Capacete

tipos capacete moto como escolher
Para escolher o capacete ideal, você deve considerar alguns fatores

Além dos critérios de que acabamos de falar, outros fatores devem ser considerados na hora de escolher não apenas qual o melhor tipo de capacete para moto, mas também a marca e modelo.

Abaixo, vamos falar um pouco mais sobre eles.

Tamanho

Além de vários tipos de capacete para moto, há também vários tamanhos. Como já falamos antes, você precisa escolher um que se ajuste bem ao tamanho e formato de sua cabeça.

Para ter uma noção dos tamanhos sem provar o capacete, pegue uma fita métrica e meça a circunferência de sua cabeça, enrolando-a logo acima das orelhas e sobrancelhas.

O site Motoponto fez uma tabela relacionando o resultado em centímetros dessa circunferência com os tamanhos das principais marcas fabricantes de capacetes para motociclistas. Acesse a página e confira.

Forro

O forro é a parte do capacete que impedem o contato direto da cabeça com o material externo duro e resistente.

É fundamental para dar mais conforto ao motociclista, mas principalmente para amortecer um possível impacto de uma batida.

Dê preferência aos modelos de capacete com forro removível, pois lavá-los é importante para a higiene – além do fato que você transpira no forro, é um ambiente propício à proliferação de ácaros e micro-organismos.

Materiais

Cada um dos tipos de capacete para moto pode ser fabricado em diversos tipos de materiais. As boas marcas utilizam tecnologias avançadas para garantir ao mesmo tempo leveza e resistência.

Um dos principais tipos de material é a fibra de carbono, que é bastante leve absorve bem o primeiro impacto.

Já os capacetes feitos com fibra de vidro são ainda mais seguros, porque mantém o nível de absorção em novos impactos.

Outra material é o chamado ABS, que usa uma tecnologia de plástico injetado. É o mais econômico do mercado. Tem ótima relação custo-benefício, porém absorção de impacto menor do que os materiais citados acima.

Há ainda capacetes feitos com kevla, uma fibra sintética muito resistente e leve. Os tipos de capacete para moto que levam esse material em sua fabricação normalmente o misturam com fibra de vidro ou carbono.

Selo de Segurança

A qualidade do capacete está longe de ser um detalhe banal. Comprar um produto de marca duvidosa pode ser fatal, porque ele não possuirá garantias de que oferece a melhor proteção disponível para a cabeça do motociclista.

É por isso que a Resolução Nº 453/2013 do Contran exige o certificado do Inmetro. Veja o que diz o parágrafo único do artigo 1º:

Parágrafo único. O capacete motociclístico deve estar certificado por organismo acreditado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – INMETRO, de acordo com regulamento de avaliação da conformidade por ele aprovado.

Para comprovar essa certificação, todos os tipos de capacete para moto precisam ter o selo ou etiqueta com a marca do Inmetro, conforme está disposto no artigo 2º:

Art. 2º Para fiscalização do cumprimento desta Resolução, as autoridades de trânsito ou seus agentes devem observar:

I – Se o capacete motociclístico utilizado é certificado pelo INMETRO;

(…)

IV – A existência do selo de identificação da conformidade do INMETRO, ou etiqueta interna com a logomarca do INMETRO, especificada na norma NBR7471, podendo esta ser afixada no sistema de retenção

Peso

Outro fator importante de observar no capacete é o seu peso. Dê preferência àqueles que têm em torno de 1.400 gramas, desde que sejam de boa qualidade.

Há também modelos cujo peso fica próximo de 1.800 gramas. Evite capacetes tão pesados, pois eles poderão ocasionar desconforto e até dor na cervical.

Na hora de experimentar os tipos de capacete para moto, escolha um cujo peso seja distribuído de maneira uniforme em toda a cabeça.

 

Tipos de Capacetes Permitidos pela Lei

tipos de capacete para moto lei
Confira quais são os capacetes permitidos e proibidos pela Lei

Todos os tipos de capacete para moto de que falamos nesse artigo até agora são permitidos pela lei brasileira – desde que tenham o selo do Inmetro.

Se você quiser conferir mais detalhes sobre as exigências, vá para o anexo da Resolução Nº 453/2013 ou dê uma olhada na Portaria Nº 086/2002 do Inmetro.

Você vai ver que alguns tipos de capacete para moto podem ser permitidos mesmo sem conter uma viseira. Nesses casos, o motorista só estará trafegando dentro da lei se usar um óculos de proteção.

Segundo o parágrafo 1º do artigo 3º da Resolução Nº 453, o óculos de proteção é “aquele que permite ao usuário a utilização simultânea de óculos corretivos ou de sol”.

E Quais São os Capacetes Proibidos

O tipo de capacete proibido mais utilizado é o chamado capacetes curto, ou coquinho. Ele pode até ser elegante e bonitinho, mas não é nada recomendável.

Diferentemente do modelo aberto de que falamos ao especificar os tipos de capacete para moto permitidos por lei, eles não possuem a área de proteção lateral que cobre as orelhas do motorista.

Outro capacete que não é permitido é o modelo usado por ciclistas, mesmo que o condutor esteja dirigindo uma motoneta ou ciclomotor.

Além de estar sujeito a multas, você estará colocando a própria vida em risco se usar um desses tipos de capacete para moto.

 

Uso do Capacete no Brasil – CTB

tipos de capacete para moto ctb

Dirigir moto sem o capacete é uma infração gravíssimaO artigo 4º da Resolução Nº 453/2013 do Contran especifica em quais artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) as condutas que desrespeitam as disposições do órgão devem ser enquadradas.

Conduzir uma motocicleta sem o capacete (ou com um tipo não permitido) é infração gravíssima, descrita nos incisos I e II do artigo 244 do CTB.

Usar um capacete sem o selo do Inmetro, sem dispositivo retrorreflexivo nas laterais e traseiras ou com danos que representem inadequação para uso é infração grave, segundo o inciso X do artigo 230 do CTB.

Viseiras e Óculos

A conduta de dirigir com viseira ou óculos de proteção em descumprimento às normas ou com o capacete não afixado corretamente à cabeça deve ser enquadrada no artigo 169 do CTB segundo o Contran:

Art. 169. Dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança:

Infração – leve;

Penalidade – multa.

Multa por Andar Sem Capacete

Veja o que diz o artigo 244 do CTB, que versa sobre infrações específicas do motociclista:

Art. 244. Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor:

I – sem usar capacete de segurança com viseira ou óculos de proteção e vestuário de acordo com as normas e especificações aprovadas pelo CONTRAN;

II – transportando passageiro sem o capacete de segurança, na forma estabelecida no inciso anterior, ou fora do assento suplementar colocado atrás do condutor ou em carro lateral;

(…)

Infração – gravíssima;

Penalidade – multa e suspensão do direito de dirigir;

Medida administrativa – Recolhimento do documento de habilitação.

Como infração gravíssima, a multa para essa conduta é de R$ 293,47. A penalidade mais severa, no entanto, é a suspensão do direito de dirigir.

 

Multa Por Capacete Vencido?

Há um mito que circula bastante por aí que diz que andar com capacete fora da data de validade gera uma pesada multa.

Na realidade, não há nenhum artigo do Código de Trânsito nem da resolução do Contran que diga isso.

O que é verdade é que o capacete tem, sim, um prazo de validade, que é informado na etiqueta do equipamento, pois com o passar dos anos o material vai se desgastando (mesmo sem sofrer impacto) e perde a eficiência.

Se você for multado por isso, então, a autuação pode ser facilmente cancelada com um recurso.

Mesmo assim, recomendamos que você faça a troca por um capacete novo, que garantirá maior segurança.

 

Os Melhores Capacetes do Mundo

tipos de capacete para moto melhores do mundo
Confira alguns dos melhores capacetes do mundo

 O site Billy’s Crash Helmets, especializado em reviews de capacetes para motos, fez uma lista com as dez marcas mais seguras de capacetes para motocicletas.

A lista se baseou em dados do Sharp (Safety Helmet Assessment and Rating Programme, ou Programa de Avaliação e Classificação de Capacetes de Segurança, criado em 2007 pelo governo inglês) de 2010 a 2016.

Algumas marcas ficaram de fora, seja por não terem sido testadas o suficiente ou por não terem uma distribuição significativa. Mas os principais fabricantes mundiais estão na lista. Confira os primeiros colocados:

Bell

Eleitos pela segunda vez consecutiva os melhores. De nove modelos da marca americana Bell testados pelo Sharp, oito tiveram a nota máxima de cinco estrelas.

Caberg

Na lista do site, a marca italiana Caberg aparece empatada na primeira colocação junto com a Bell. O site destaca o bom custo-benefício dos capacetes da marca.

AGV

Na segunda posição está outra marca italiana. Dos 28 capacetes da AGV testados no Sharp, sete obtiveram cinco estrelas e 13 quadro.

Shark

A marca francesa Shark aparece empatada na segunda colocação junto com a AVG, já que as duas tiveram médias idênticas – os mais recentes capacetes dos dois fabricantes foram avaliados com uma média de 4,5 estrelas.

X-Lite

Na terceira colocação da lista do site Billy Scrash Helmets está a marca X-Lite, do grupo Nolan, outra empresa italiana. Entre os nove capacetes avaliados no Sharp, dois conquistaram cinco estrelas e os demais quatro.

Para conferir a lista completa, confira a página original aqui. Mas lembre-se que, seja qual for a marca escolhida, é necessária a certificação do Inmetro.

Conclusão

tipos de capacete para moto use sempre
Lembre-se: o uso do capacete é obrigatório

Nesse artigo, você conheceu todos os tipos de capacete para moto que a legislação brasileira permite utilizar.

Não esqueça que o principal motivo que você tem para seguir essas regras é a sua própria segurança.

Além disso, ninguém gosta de levar uma multa de R$ 293,47 e ainda ter o direito de dirigir suspenso, não é mesmo?

Lembre-se que, escolhendo um modelo sem viseiras, o óculos de proteção é item obrigatório.

Ainda tem dúvidas sobre os tipos de capacete para moto? Deixe um comentário abaixo.

Se quiser saber mais sobre recursos para multas de motos, entre em contato com a nossa equipe.