Como Dirigir Bem: 21 Dicas Para Não Passar Sufoco

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.
como dirigir bem
Como dirigir bem: 21 dicas

Para você, o que diferencia uma pessoa que sabe como dirigir bem de um “barbeiro”?

É a perícia ao volante? A capacidade de recortar o trânsito e chegar ao destino muito antes do previsto?

Se a resposta é sim, não deixe de ler esse artigo. Veja se os seus conhecimentos estão de acordo com cada uma de nossas dicas. É bem provável que você aprenda algumas coisas novas sobre como dirigir bem.

 

Dirigir Bem é Ficar Longe de Problemas No Trânsito

A verdade é que as habilidades que muitos consideram ser típicas de um motorista “bom de braço” só têm utilidade em autódromos.

Nas vias públicas, salvo exceções, você só vai precisar demonstrar perícia ao fazer uma curva fechada, por exemplo, caso entre nela em uma velocidade desproporcional.

Respeitando as regras e limites da lei, o motorista provavelmente ficará longe de problemas. Eis um bom condutor.

Mas chega de lenga-lenga. Confira a seguir nossas 21 dicas matadoras e entenda por que falamos que a prudência é a característica mais importante do motorista.

 

21 Dicas Ensinam Como Dirigir Bem

Coloque o Cinto Sempre

como dirigir bem cinto de segurança
O uso do cinto é essencial para um bom motorista

Não há como dirigir bem sem prezar pela sua vida e do passageiros. Afinal, mesmo que você pratique a direção defensiva, andando dentro dos limites de velocidade e respeitando as regras do trânsito, a chance de acontecer um acidente sempre existirá.

O que acontece é que, não abusando da velocidade e usando o cinto de segurança, é muito menos provável que você se machuque gravemente.

Seu funcionamento é simples e todo mundo conhece: quando há uma batida ou freada, o cinto, que atravessa o torso na diagonal, é travado, impedindo que o motorista ou passageiro seja arremessado para frente.

Vale lembrar que o uso do cinto de segurança também deve ser usado pelos passageiros do banco de trás – embora boa parte deles não o utilizam no Brasil.

Segundo manda o artigo 65 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o uso do cinto pelo condutor e passageiros é obrigatório em todas as vias do território nacional.

Já o artigo 167 dispõe sobre a infração de não obedecer a essa regra:

Art. 167. Deixar o condutor ou passageiro de usar o cinto de segurança, conforme previsto no art. 65:

Infração – grave;

Penalidade – multa;

Medida administrativa – retenção do veículo até colocação do cinto pelo infrator.

Se você foi autuado por não usar o cinto de segurança, saiba como recorrer da multa. E, depois disso, conscientize-se sobre a importância desse dispositivo de segurança.

Verificar se o Carro Está no Ponto Morto

como dirigir bem ponto morto
Verifique sempre antes da partida se o carro está em ponto morto

Outra dica de segurança é sempre dar a partida no ponto morto, ou ponto neutro. Caso contrário, há o risco de o automóvel dar uma arrancada para frente ao ligar.

Para verificar se a marcha está no ponto morto, verifique se é possível empurrar o câmbio para cima e também para baixo a partir dessa mesma posição. Quando há uma marcha engatada, o câmbio só pode ser movido em uma direção.

Muitos condutores balançam o câmbio de um lado a outro para verificar se ele está no ponto neutro. Essa também é uma maneira de verificar, mas ficar balançando demais quando há uma marcha engatada pode danificar a base da alavanca.

Então, na hora de dar a partida, faça o seguinte:

  • Pise na embreagem, pois isso alivia a carga do motor
  • Coloque o câmbio em ponto morto
  • Gire a chave e dê a partida.

Ao deixar o carro estacionado, logo após desligá-lo convém deixar uma marcha engatada, além do freio de mão puxado, para que fique mais difícil que ele saia do lugar.

 

Entenda Como a Embreagem Deve Ser Usada Nos Carros Manuais

como dirigir bem pedal embreagem
Saber usar a embreagem de forma correta é uma das dicas de como dirigir bem

Dominar com perfeição o uso da embreagem é uma das principais características de quem sabe como dirigir bem.

A embreagem é um disco que recebe a força do motor e a transfere para os eixos. Quando o pedal da embreagem é acionado, esse disco deixa de ter contato com o motor.

A embreagem deve ser usada apenas:

  • Ao dar a partida no carro
  • Ao fazer a troca de marchas
  • Um pouco antes de parar o carro, ao reduzir a velocidade, para quem o veículo não “morra”

A sensibilidade do quanto você deve pisar, em que momento retirar o pé, a relação com o pedal da aceleração e outros macetes você só vai dominar com a prática.

Portanto, se estiver aprendendo a dirigir, evite distrações como o rádio e preste atenção nos possíveis trancos e ruídos que acontecem ao trocar de marcha.

Nos Automáticos, Saiba Como Usar o Câmbio

como dirigir bem automático
As posições são marcadas por letras no câmbio automático

Em carros automáticos, não há pedal de embreagem. Essa diferença é, aliás, mais significativa para alguém acostumado ao câmbio manual do que não precisar fazer a mudança.

Isso porque o pé esquerdo jamais é usado no carro de câmbio automático. Há somente os pedais de freio e aceleração – não tente usá-los com os dois pés.

No câmbio automático, as posições são marcadas por letras, que significam o seguinte:

P – Park (estacionar): ao parar o carro, deixe no P antes de desligar. Ao girar a chave para ligar o automóvel, o câmbio deve estar no P, que bloqueia as rodas.

R – Reverse (marcha à ré): só acione a ré quando o veículo estiver parado. Geralmente, o automóvel vai para trás vagarosamente sem que você acelere, então controle pelo freio.

N – Neutral (ponto morto): é a posição que não bloqueia as rodas de tração. No carro automático, não costuma ter muita serventia.

D – Drive (dirigir): movimenta o carro para a frente. Você só precisa acelerar ou frear.

Na posição D, o sistema do carro faz a mudança de marcha automaticamente.

O automóvel pode ter ainda posições como 1, 2 e 3, que permite que você use marchas baixas em situações específicas, como subir um aclive. Mas há como dirigir bem um carro automático sem nunca usar essas posições.

 

Ajuste a Posição do Banco Para Que Você Esteja Confortável e Seguro

Nos carros de hoje há um grande número de ajustes que podem ser feitos no banco, e isso não serve apenas para o conforto.

Mais importante do que estar confortável é garantir que os movimentos sejam executados sem dificuldade e sem causar dores musculares.

Deixe o banco em um ângulo de 100 a 120 graus, nem muito inclinado e nem muito reto, para que os músculos não fiquem tensos.

Quanto à distância do banco para o painel, você precisa considerar que os braços não podem nunca estar totalmente esticados para pegar o volante, e nem as pernas totalmente esticadas quando os pedais são pisados até o fundo.

Olhe Sempre os Retrovisores Laterais Para Evitar Acidentes

como dirigir bem retrovisores
Não esqueça de sempre checar os retrovisores

Além de ajustar o banco e colocar o cinto de segurança, você sempre deve checar os retrovisores antes de dar a partida.

Fique na postura correta e ajuste-os de forma que você veja em 10% do espelho a lateral do carro, e no restante a pista.

Ninguém sabe como dirigir bem se não usa os espelhos toda a vez que fizer uma conversão ou mudança de pista.

 

Tente Deixar o Nervosismo de Lado

como dirigir bem nervosismo
Tente não se irritar com facilidade

Essa dica vale tanto para quem fica nervoso com as trapalhadas de outros motoristas quanto para quem tem “medo” de dirigir.

No primeiro caso, é preciso entender que saber como dirigir bem não é apenas técnica, mas também controlar o emocional e não se irritar com facilidade.

No segundo, a dica é treinar bastante em ruas pouco movimentadas para dominar com perfeição o automóvel, e depois ir se acostumando aos poucos a dirigir em vias com tráfego maior.

Fique tranquilo, todo mundo pode aprender como dirigir bem, é sempre uma questão de tempo e prática.

Mas tem gente que tem real pavor de dirigir, e essa é uma questão séria, pois quanto mais nervoso o condutor estiver, mais chance de cometer um erro.

Nesses casos, vale qualquer coisa para diminuir a tensão, como meditação, yoga, técnicas de relaxamento, psicólogo e terapias diversas.

Só não vale consumir medicamentos tranquilizantes que causem sonolência ou diminuição nos reflexos, pois isso pode ser ainda mais perigoso no trânsito.

 

Engate a Primeira ou Segunda Marcha nas Ladeiras, Senão o Carro Morre

Ao subir uma ladeira inclinada, você deve tomar cuidado para o carro não morrer.

A marcha ideal vai depender da situação. Se for arrancar em uma ladeira (na primeira marcha, é claro), pise fundo no acelerador e veja se há a possibilidade de trocar para a segunda.

Se você já estiver em movimento, poderá estar embalado e, dependendo da potência do carro, poderá subir ladeiras de inclinação média na terceira marcha (desde que esteja respeitando os limites de velocidade da via).

Mas há situações em que você está na terceira marcha, por exemplo, começa a subir uma ladeira e o motor começa a perder força.

Eis a hora de fazer uma redução, para que o veículo consiga vencer o aclive. Mude primeiro para a segunda e, se for uma ladeira muito íngreme, para a primeira.

Não tenha medo de pisar fundo no acelerador, caso contrário o carro pode morrer. Ao mesmo tempo, cuide para respeitar a velocidade máxima permitida na rua ou rodovia.

 

 

Não Desça Ladeiras e Estradas em Ponto Morto

Lembra que, nas dicas sobre o uso correto da embreagem, falamos que você não deve descer uma ladeira em ponto morto?

Essa prática é popularmente conhecida como “banguela”, e alguns motoristas a utilizam para economizar combustível (o que acontece apenas nos carros com carburador).

Isso não deve ser feito principalmente porque pode danificar a caixa de marchas, já que a lubrificação é interrompida quando o automóvel está no ponto morto.

Além disso, transitar com o veículo “desligado ou desengrenado, em declive” trata-se de uma infração média, segundo o artigo 231, inciso IX do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

 

Entenda o Funcionamento do Freio de Mão

como dirigir bem freio de mão
O freio de mão só deve ser usado com o carro completamente parado

Há muitos motoristas imprudentes que pensam equivocadamente que dar cavalo de pau ou fechar um “zerinho” utilizando o freio de mão é saber como dirigir bem.

Pelo contrário, é uma manobra que, além de perigosa, é penalizada com a suspensão da carteira de motorista, segundo o artigo 175 do CTB.

O freio de mão é um cabo de aço que pressiona os freios traseiros contra as rodas. Ele só deve ser usado com o carro parado, para garantir que o veículo fique no lugar.

Você o aciona puxando a alavanca do lado do banco, e o solta apertando o botão e colocando a alavanca de novo no lugar.

Se você for arrancar em uma ladeira, pode soltar o freio de mão apenas no exato momento em que o carro começa a se mover – assim você evita desgaste excessivo da embreagem.

 

Não Fique Com o Pé na Embreagem Quando For Desnecessário

Alguns motoristas têm a mania de deixar o pé esquerdo sempre encostado no pedal da embreagem, que vez ou outra é inclusive pressionado sem necessidade.

Dessa maneira, o sistema de embreagem sofre um desgaste prematuro, e você poderá ter de trocá-lo muito antes do normal.

Por isso, relembramos: um condutor que sabe como dirigir bem só usa o pedal de embreagem para arrancar e trocar de marcha.

 

Carro morreu? Respire Fundo e Comece Tudo de Novo

Um motorista iniciante deixa o carro apagar com alguma frequência e isso é completamente normal.

Afinal, controlar a embreagem na hora de parar e arrancar com o veículo exige prática.

Então, se isso acontecer com você, fique tranquilo e faça o mesmo procedimento (pé na embreagem, ponto morto e gira a chave) sem pressa.

Se o carro apagado estiver no meio da via e algum motorista buzinar, não se abale, pois esse nervosismo é problema dele, não seu.

Fique Longe do Celular

como dirigir bem evite celular
Não use o celular enquanto estiver dirigindo

Não há como dirigir bem se a sua atenção está dividida com a tela do celular, e isso vale até para o mais experiente dos motoristas.

Além de ocupar uma mão que deveria estar no volante, o celular distrai a visão e o pensamento do condutor.

Essa prática, além de extremamente perigosa, consiste em uma infração gravíssima de trânsito.

Veja o que diz o artigo 252 do CTB:

Art. 252. Dirigir o veículo:

(…)

Advertisement

V – com apenas uma das mãos, exceto quando deva fazer sinais regulamentares de braço, mudar a marcha do veículo, ou acionar equipamentos e acessórios do veículo;

VI – utilizando-se de fones nos ouvidos conectados a aparelhagem sonora ou de telefone celular;

Infração – média;

Penalidade – multa.

(…)

Parágrafo único. A hipótese prevista no inciso V caracterizar-se-á como infração gravíssima no caso de o condutor estar segurando ou manuseando telefone celular.

Se tiver muita necessidade de falar com alguém enquanto está no trânsito, utilize a função viva voz.

 

Nunca Deixe o Combustível Chegar ao Fim

como dirigir bem combustível
Falta de combustível pode gerar multas

Essa é uma dica que pode parecer óbvia, mas você se surpreenderia se soubesse quantas pessoas ficam com o carro parado em algum lugar por falta de combustível.

Essa é, inclusive, uma infração de trânsito, segundo o CTB:

Art. 180. Ter seu veículo imobilizado na via por falta de combustível:

Infração – média;

Penalidade – multa;

Medida administrativa – remoção do veículo.

Então, ao sair com o seu veículo, sempre confira no painel se o nível combustível é suficiente.

Quando a luz de alerta com o desenho da bomba de combustível é ligada, isso significa que o tanque está na reserva.

Você não precisa se desesperar, porque ainda há alguns litros que farão o carro rodar. Mas se isso acontecer, vá direto abastecer em um posto.

Não crie o hábito de andar como o tanque na reserva, pois pode acontecer de a sujeira decantada no fundo do compartimento ser enviada para o motor, causando danos.

Caso você esteja prestes a fazer uma viagem longa de carro, planeje bem a rota no Google Maps ou serviço parecido, considerando os pontos de parada para abastecer.

Se o trajeto inclui longos trechos sem nenhum posto, cogite carregar galões de combustível.

 

Aprenda a Identificar os Sons do Motor

A carros mais silenciosos que outros, mas mesmo nos mais barulhentos, nem todo som é natural.

Sons estranhos saindo do motor do carro podem significar várias coisas, como tensão da correia dentada ou problemas na embreagem, no cabeçote ou nas bronzinas.

Notando o ruído, portanto, é muito importante que você leve o veículo o quanto antes para um mecânico.

Saber como dirigir bem não é necessariamente entender de mecânica, mas sim ter a sensibilidade de perceber quando uma checagem ou manutenção precisa ser feita por um especialista.

Quanto aos barulhos na embreagem, eles também podem ser fruto da falta de prática do condutor.

Quem está começando a dirigir ainda não tem a sensibilidade perfeita para soltar o pedal depois da mudança de marcha, o que provoca a típica “arranhada” na caixa.

O som do motor também pode ajudar o motorista a aprender como dirigir bem e acertar o momento de mudar a marcha – quando a rotação está alta, o barulho fica mais intenso e é hora de fazer o câmbio.

Então, se você está começando a dirigir, desligue o rádio e fique atento a esses ruídos, para fazer mudanças mais suaves e andar sempre na marcha correta.

 

Conheça a Preferência de Passagem Nos Cruzamentos

como dirigir bem placa pare
É fundamental conhecer as regras de preferências em cruzamentos

Esse é um tema que gera muita confusão entre os motoristas. Vários condutores que acham que sabem como dirigir bem não conhecem completamente as regras de preferência.

Em primeiro lugar, se você chegar em um cruzamento e notar que há uma placa de “PARE”, deverá, obviamente parar, e a preferência será dos veículos da outra via.

E se não houver sinalização? Há quem pense que quem transita na rua ou avenida mais larga tem a preferência, mas a única diferenciação prevista no código de trânsito é quanto às rodovias.

Veja o que diz o inciso III do artigo 29:

Art. 29. O trânsito de veículos nas vias terrestres abertas à circulação obedecerá às seguintes normas:

(…)

III – quando veículos, transitando por fluxos que se cruzem, se aproximarem de local não sinalizado, terá preferência de passagem:

  1. a) no caso de apenas um fluxo ser proveniente de rodovia, aquele que estiver circulando por ela;

  2. b) no caso de rotatória, aquele que estiver circulando por ela;

  3. c) nos demais casos, o que vier pela direita do condutor;

Portanto, vai depender da posição de um carro em relação ao outro. Se você o vê surgindo da esquerda, ele vê você surgindo da sua direita. A preferência nesse caso é sua.

Vale lembrar que deixar de dar preferência de passagem é, segundo o artigo 215, uma infração grave.

Uma dica importantíssima é reduzir sempre nos cruzamentos, mesmo quando a preferência for sua.

Isso porque pode acontecer de o condutor da rua perpendicular não respeitar a sinalização, batendo no seu carro.

 

Use e Abuse das Setas

como dirigir bem setas
Use sempre as setas para sinalizar as conversões e evitar multas

Todo mundo que passou por uma autoescola se lembra do rigor com que o instrutor exigia o uso das setas (ou pisca) para sinalizar as conversões, saídas e mudanças de pista.

O que chama a atenção é que essa sinalização é exigida mesmo quando não há outro veículo trafegando atrás.

Isso faz sentido por dois motivos: o primeiro é que é melhor pecar pelo exagero do que pela omissão na sinalização da manobra; o segundo é que o CTB não faz distinção entre haver ou não veículos ou pedestres a quem sinalizar.

Veja:

Art. 35. Antes de iniciar qualquer manobra que implique um deslocamento lateral, o condutor deverá indicar seu propósito de forma clara e com a devida antecedência, por meio da luz indicadora de direção de seu veículo, ou fazendo gesto convencional de braço.

Parágrafo único. Entende-se por deslocamento lateral a transposição de faixas, movimentos de conversão à direita, à esquerda e retornos.

O artigo que fala sobre a infração também não faz distinção:

Art. 196. Deixar de indicar com antecedência, mediante gesto regulamentar de braço ou luz indicadora de direção do veículo, o início da marcha, a realização da manobra de parar o veículo, a mudança de direção ou de faixa de circulação:

Infração – grave;

Penalidade – multa.

Respeite a Sinalização

como dirigir bem sinalização
Esteja atento à sinalização de trânsito nas vias

A sinalização é um assunto complexo, porém fundamental para o bom funcionamento do trânsito.

Ela abrange não apenas as placas, mas também as marcações na própria via, como a faixa de pedestre e linha de divisão de fluxo.

A Resolução Nº 160/2004 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) é um longo e completo documento que mostra como deve ser a sinalização nas vias públicas.

É fundamental que todos os condutores tenham um bom conhecimento sobre o assunto, pois muitas informações importantes eles só terão observando a sinalização.

Por exemplo, que é proibido estacionar em determinado local, ultrapassar ou fazer uma conversão, ou então que determinado trecho tem um limite de velocidade menor.

Então a dica aqui é acessar o texto da resolução e estudar o que cada placa ou sinal significa.

 

Conheça o Código Brasileiro de Trânsito

como dirigir bem ctb
Para entender como dirigir bem, é importante conhecer o CTB

Tão importante quanto saber o que os sinais de trânsito significam é ter um bom conhecimento sobre o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Quase todas as dúvidas que você pode ter sobre infrações ou procedimentos corretos no trânsito brasileiro estão lá.

Então clique aqui e acesse o texto completo. É bastante coisa, mas a dica é abrir a página no seu navegador em um desktop ou notebook, dar um CTRL + F e digitar uma palavra relacionada ao assunto que você quer entender melhor.

Por exemplo, se quiser saber quais os limites de velocidade nas ruas e estradas brasileiras, dê um CTRL + F, digite “velocidade” e vá passando pelos resultados até encontrar a informação que procura no artigo 61.

Para ajudar você a interpretar as centenas de artigos do código, temos um vasto material publicado em nosso site.

Veja se a resposta para a sua dúvida não está aqui. Você pode fazer isso clicando na lupa no canto superior direito da tela, utilizando o mecanismo de busca do site.

 

Saiba Quais São os Primeiros Socorros em Caso de Acidente

como dirigir bem primeiros socorros
Quais são os primeiros socorros em caso de acidente?

Acidente de trânsito com feridos é coisa séria. Se acontecer com você ou próximo a você, a primeira coisa que deve ser feita é sinalizar a via com o triângulo, evitando que o acidente fique ainda mais sério.

Depois, avalie como você pode ajudar as vítimas nos primeiros socorros. É claro que você deve também ligar para o 192 e chamar uma ambulância.

Em poucas linhas, não é possível explicar quais os cuidados básicos que podem ser prestados, por isso indicamos a leitura desse Manual de Primeiros Socorros no Trânsito, preparado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Goiás.

Lembre-se que, antes de saber o que fazer, você precisa entender o que não fazer. Imagine um motociclista que caiu no meio da pista. Se você tentar movê-lo, poderá contribuir para uma lesão na coluna vertebral e consequentes sequelas.

Nesse caso, é mais seguro deixá-lo no meio da via, sinalizando com o triângulo e galhos de árvore para que os demais condutores tomem cuidado.

 

Dirigir Bem é Sinônimo de Calma, Paciência e Compreensão

A última dica é algo que já falamos antes: dirija sempre com tranquilidade.

Se você é motorista iniciante, a melhor maneira de ganhar confiança no trânsito é com a prática.

Fique calmo e saiba que, se você respeitar as leis de trânsito, as chances de se envolver em um acidente são muito baixas.

Já se você faz o tipo “esquentadinho”, que se irrita com qualquer manobra equivocada dos demais motoristas, vale a mesma dica.

Não se estresse, pois o nervosismo o torna um motorista pior. Seja paciente e compreensivo, dê passagem quando outro condutor pede e não fique com raiva por perder dois segundos quando alguém fecha a sua frente.

Conclusão

como dirigir bem segurança

O bom motorista é aquele que dirige com segurança acima de tudoAgora que você chegou ao final desse artigo, basta seguir todas as dicas que com certeza você saberá como dirigir bem.

Todos os conselhos têm a ver com uma ou mais dessas três características que um bom condutor precisa:

  • Conhecimento teórico e prático sobre o funcionamento do veículo (dominar a técnica da direção);
  • Conhecimento das leis de trânsito;
  • Controle emocional (manter a calma e dirigir defensivamente).

Trabalhando nesses três fatores, qualquer um pode se tornar um ótimo condutor.

Afinal, o motorista competente não é aquele “bom de braço”, que sabe fazer manobras arriscadas e sabe tudo sobre carros.

O bom motorista é o que dirige sobretudo com segurança, sem colocar em risco a sua vida e a dos que estão à sua volta.

Lembre-se que as leis de trânsito mudam com frequência, e uma boa maneira de se manter atualizado é acompanhando os nossos conteúdos.

Ficou com alguma dúvida sobre o conteúdo? Então deixe um comentário abaixo.

 

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.