Tudo sobre Mecânica de Carros Para Aprender a Lidar Com Imprevistos

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.
tudo sobre mecanica carros lidar imprevistos
Tudo sobre mecânica de carros para aprender a lidar com imprevistos

Você sabe tudo sobre mecânica de carros?

A maioria dos brasileiros não domina todas as técnicas de mecânica.

Por isso, a obrigatoriedade para o condutor não está em ser um técnico no assunto.

O benefício, para o motorista, está em saber o básico para resolver problemas mais simples

Afinal, a manutenção do carro garante seu bom funcionamento, e, também, ajuda a economizar dinheiro pois evita gastos maiores no futuro.

Por esse motivo, sugiro que você responda a seguinte questão: qual foi a última vez que você fez a revisão do seu carro?

Pense com calma, pois essa é uma pergunta que envolve a segurança de sua família.

Quando o questiono sobre a revisão, não me refiro à última vez que levou seu carro a um mecânico.

A questão é sobre você e seu carro.

Você sabia que é possível fazer, por conta própria, a manutenção do se veículo? E vale repetir: não é preciso aprender mecânica automotiva e dominar o assunto.

Com pequenos cuidados rotineiros, você garante a maior vida útil de peças e componentes. Além disso, faz a sua parte para o automóvel funcionar perfeitamente.

É claro que a visita a uma mecânica especializada é essencial, mas você pode e deve cuidar bem do seu veículo.

Neste artigo, irei demonstrar que não é uma missão impossível saber tudo sobre mecânica de carros.

Aliás, pode ser bem mais fácil do que parece.

Dessa forma, você estará preparado para prevenir problemas e, em alguns casos, até mesmo fazer a correção.

Se você estava à procura de técnicas de mecânica para resolver problemas simples em seu veículo, siga a leitura e aproveite esse conhecimento como um minicurso básico de mecânica de automóveis.

 

Problemas e Imprevistos Mecânicos nos Carros   

tudo sobre mecanica carros problemas imprevistos por nos
Conheça problemas que podem pegar você de surpresa

O carro é uma necessidade para a maior parte dos brasileiros, pois facilita bastante o atendimento a compromissos de rotina, principalmente quando trajetos maiores devem ser percorridos.

Contudo, um veículo não está imune a problemas e imprevistos, que podem dar uma grande dor de cabeça para o motorista.

Como exemplos, podemos citar as seguintes situações:

  • o carro pode não ligar porque a bateria passou do prazo de validade;
  • pode ocorrer um superaquecimento;
  • o sistema de freios pode estar com defeito;
  • combustíveladulterado pode ter prejudicado o funcionamento do motor;
  • os ocupantes do carro podem estar respirando um ar sujo porque o filtro de arnão foi trocado segundo as especificações contidas no manual do proprietário.

Como você pode ver, são inúmeras as situações que podem gerar estresse e atrapalhar os planos do motorista.

A dica é saber mais sobre os principais sistemas mecânicos do carro, assunto que tratarei no próximo tópico.

Acompanhe!

 

Principais Sistemas Mecânicos do Carro           

tudo sobre mecanica carros principais sistemas mecanicos carro
O sistema de direção é um dos principais sistemas mecânicos de todo carro

O primeiro sistema mecânico que abordarei é o de direção.

Você sabe como funciona o sistema mecânico de direção?

Para explicar, vamos pegar carona no artigo de Gionei da Rocha, professor do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) em Blumenau (SC).

Segundo Gionei, o sistema de direção possui componentes que trabalham em conjunto. Isso faz com que o movimento de giro do volante seja transferido à caixa de direção e também às rodas.

É o que permite a manobra do veículo em condições normais de direção.

Então, quais são os componentes do sistema mecânico de direção? Vamos a eles:

  • volante de direção;
  • coluna de direção;
  • caixa de direção;
  • barra de direção;
  • terminal de direção.

Não é preciso entender tudo sobre mecânica de carros para saber que um problema na direção pode ter consequências trágicas.

Contudo, há outras partes do carro que também merecem muito a sua atenção.

Neste outro artigo do site G1, o engenheiro mecânico Denis Marun relaciona 7 peças do carro que, em caso de falhas, podem causar um acidente grave. Veja quais são elas:

  • freio;
  • pneu;
  • amortecedores;
  • correia serpentina;
  • parafusos de roda;
  • terminais de direção e pivôs.

Marun destaca, ainda, problemas na caixa de direção hidráulica ou vazamentos das mangueiras que fornecem o óleo hidráulico.

Em caso de problemas como os citados, explica ele, o volante do carro poderá endurecer repentinamente.

“Ainda assim, ele funcionará. Mas, se você estiver fazendo uma curva em alta velocidade, existe a possibilidade de acabar ‘visitando’ a pista contrária”, adverte.

Portanto, revise de forma periódica o sistema mecânico de direção.

O próximo sistema mecânico veicular que apresentarei é o de freios.

Quais são os componentes do sistema de freio?

O sistema de freio dos automóveis é composto pelos seguintes mecanismos:

  • servofreio;
  • pedal;
  • cilindro mestre;
  • tambor de freio;
  • fluido de freio.

Há uma observação bem importante sobre o fluído de freio: a sua troca deve ser feita todos os anos ou depois de mil quilômetros rodados.

E para que serve o fluido de freio?

Ele tem a função de tornar o sistema de frenagem mais eficiente. Afinal, todos os motoristas sabem de cor que é impossível dirigir um carro sem a possibilidade de frear.

Para entender tudo sobre mecânica de carros, vale saber, ainda, que o sistema de freios pode ser dividido em freio motor, freio de estacionamento e freio de serviço. Você sabe o que é cada um deles? Veja abaixo:

  • freio de serviço: é o pedal do automóvel;
  • freio de estacionamento: é o que os motoristas chamam de freio de mão;
  • freio motor: é o freio que realiza a diminuição das marchas do carro.

Relacionado ao bom funcionamento do sistema de freios, há um processo que você deve conhecer, denominado fading. Você sabe o que é?

Conforme escreveu neste artigo do site Carros Infoco, Anderson Dias, técnico em mecânica automotiva, o fading corresponde ao enfraquecimento do material de atrito, ou seja, pastilhas e lonas de freio.

“Estes, quando superaquecidos, perdem momentaneamente seu poder de fricção. Consequentemente, a força de frenagem do veículo fica comprometida”, explica.

Atenção: o fading pode causar acidentes de trânsito.

É necessária, portanto, a manutenção preventiva, a fim de evitar esse tipo de problema.

Imagine você estar dirigindo, precisar frear e não ter como. É a receita perfeita para um acidente de trânsito, concorda?

Tendo apresentado, a você, um pouco sobre o sistema de freios do veículo, falarei sobre o sistema mecânico de suspensão.

A função do sistema de suspensão é absorver e acompanhar as saliências da pista, tendo o amortecedor como seu principal componente.

E qual o papel do amortecedor?

Ele serve para controlar o movimento da suspensão, além de aumentar a durabilidade dos pneus.

O jornalista automobilístico Vinicius Tarouco comenta neste artigo que sua principal função é fornecer, ao motorista, mais segurança por meio da estabilidade do automóvel e adicionar conforto na hora da condução.

Além disso, ele controla os movimentos de abertura e fechamento das molas, mantendo, assim, o contato dos pneus com o solo.

E de quanto em quanto tempo é necessário substituir o amortecedor?

Ele tem uma duração muito longa em comparação a outras peças e componentes do veículo. Por exemplo, recomenda-se que seja trocado o filtro de ar ou o óleo do motor aproximadamente a cada 10 mil quilômetros rodados.

Se o seu carro foi revisado e não roda por ruas repletas de buracos, o amortecedor pode ser trocado a partir de 100 mil quilômetros. Ou seja, com uma quilometragem dez vezes maior em relação à indicada para troca do filtro de ar e do óleo do motor.

Um dos sinais de necessidade de troca de amortecedor é quando o motorista sente certa instabilidade na direção do carro.

Se, ao conduzir o seu veículo, sentir a direção endurecida ou emitindo barulhos estranhos, possivelmente os amortecedores precisam ser substituídos.

No próximo tópico, você irá descobrir tudo sobre mecânica de carros para lidar com imprevistos, além dos cuidados diários para evitar problemas no veículo.

 

Tudo sobre Mecânica de Carros Para Lidar Com Imprevistos

tudo sobre mecanica carros para lidar com imprevistos
Você sabe quais são os principais conhecimentos de mecânica para resolver problemas inesperados?

O carro é uma máquina com milhares de peças que precisam estar em “sintonia” para garantir a tranquilidade e a segurança do motorista.

A propósito, você tem uma ideia de quantas peças possui um veículo?

Um fusca, veículo antigo, tem entre 3.000 a 5.000 peças dependendo do ano de fabricação.

Dessa forma, um automóvel de fabricação mais recente possui um número bem maior.

A quantidade de peças varia de veículo para veículo, mas, estima-se que o número seja maior do que 15.000. Comparando com o corpo humano, as peças de um carro são como os nossos órgãos.

Para cuidar da saúde do corpo, é necessário ficar de olho na alimentação, fazer exercícios e cuidar da saúde mental.

Para ter o carro em pleno funcionamento, é preciso abastecer, calibrar os pneus, trocar óleo e estar atento a qualquer sinal de alerta.

        tudo sobre mecanica carros trocar oleo

A troca de óleo é parte fundamental da manutenção para um bom funcionamento. Se existe algum problema grave no funcionamento dos órgãos, o corpo humano ficará muito doente.

No caso do carro, ele poderá apresentar mau funcionamento ou até mesmo uma pane que deixará o motorista na mão.

Mas, como evitar as “doenças” no carro? O conhecimento sobre a mecânica de carros, aprofundado ou não, auxilia o condutor na manutenção básica do seu veículo.

É sobre isso que falarei a partir de agora.

 

Cuidados Diários Para Evitar Problemas                 

tudo sobre mecanica carros cuidados diarios para evitar problemas
Cuidados diários tornam a preservação do carro mais fácil

É possível evitar problemas no carro se o proprietário tomar uma série de cuidados no dia a dia. Vamos começar pelos pneus.

Pneus

tudo sobre mecanica carros pneus pressao
A calibragem nada mais é do que corrigir a pressão interna nos pneus

Cada veículo possui um modelo de pneu, que exige, para cada um, cuidados específicos.

Se você se pergunta qual é a frequência com que o motorista deve checar a pressão dos pneus, uma boa prática é fazer isso a cada duas semanas.

E qual é a pressão indicada para a calibragem?

Tudo depende do seu carro. Verifique o que diz o manual do proprietário e siga as instruções previstas para o seu modelo.

Fazer o alinhamento das rodas e ter os pneus devidamente calibrados é muito importante para o desempenho do automóvel.

O veículo fica mais econômico, a suspensão sofre menos impacto e a duração dos pneus é prolongada.

Combustível

tudo sobre mecanica carros combustivel
A qualidade e procedência devem ser quesitos decisivos para a escolha do combustível

Outro cuidado de extrema importância é com o combustível.

Com o vai e vem dos preços e o aumento dos impostos que elevam os valores nas bombas, você deve considerar não somente valores ao selecionar o combustível para abastecer seu veículo.

Valores muito abaixo dos demais postos podem indicar um combustível de procedência duvidosa.

Imagine o motor do carro pifando por causa de uma gasolina adulterada. Um pesadelo, não é mesmo?

E o que pode acontecer com o carro abastecido com gasolina adulterada?

Conforme o mecânico Ari Nunes de Almeida Júnior explicou, em entrevista ao G1, há prejuízos aos bicos e velas, podendo chegar à sonda da lâmina e, depois, ao catalisador do veículo.

Ar condicionado

tudo sobre mecanica carros ar condicionado
O ar condicionado tem um prazo para limpeza ou troca, assim como o óleo

Um ar condicionado mal regulado não traz problemas apenas de conforto ao motorista e passageiros do carro.

A falta da troca do filtro do ar condicionado pode acumular sujeira no motor e, dessa forma, prejudicar o seu desempenho.

A troca do filtro de ar condicionado deve ser providenciada pelo proprietário do veículo a cada 10 mil quilômetros, em média.

Além da questão mecânica, o filtro fornece um ar de melhor qualidade.

Ao haver negligência com esse cuidado, a saúde dos ocupantes do carro pode ser prejudicada em razão das bactérias e fungos que ficam alojados no filtro de ar.

Tendo mostrado alguns dos pontos cuja revisão, no veículo, se faz necessária, explicarei a você, no próximo tópico, quando é recomendável realizar a revisão do carro.

 

Quando Fazer a Revisão do Carro?

tudo sobre mecanica carros quando fazer revisao carro
Revisões periódicas e antes de viagens podem salvar vidas

Para que você possa saber tudo sobre mecânica de carros, não posso deixar de falar sobre a necessidade de revisar o automóvel.

Se você usa o carro diariamente para ir ao trabalho, buscar os filhos na escola ou para ir à academia, imagine a quantidade de problemas que uma pane mecânica pode causar.

E como é possível diminuir as chances de isso acontecer?

É muito simples: faça uma revisão periódica do seu veículo.

revisão do carro ajuda a evitar defeitos mecânicos que podem causar sérios acidentes nas ruas e estradas.

Em outras palavras, é um cuidado que pode até mesmo salvar a sua vida.

O problema é que, na prática, muitos motoristas só mandam o carro para a revisão antes da viagem de férias.

Nessa circunstância, a revisão é, certamente, importante, mas é no dia a dia, especialmente em meio a congestionamentos, que crescem os riscos, já que o motor e demais componentes são mais exigidos.

Ainda, existe o hábito de não enviar o carro para a revisão pelo fato de ser novo ou “velho” demais.

As revisões periódicas são essenciais e independem do ano de fabricação do veículo.

Quer uma boa dica? Tenha sempre em mãos o manual do proprietário. É uma ótima fonte de informações específicas sobre o seu modelo de carro.

Mas, afinal, quando deve ser realizada a revisão do carro?

cada 10 mil quilômetros ou a cada seis meses.

A revisão será mais detalhada quanto maior for a quilometragem do automóvel. E no que ela consiste, exatamente?

A revisão inclui a verificação de possíveis problemas que poderão prejudicar ou já estão prejudicando a “saúde” do seu veículo.

Veja exemplos de itens que os mecânicos revisam:

  • rolamentos de roda;
  • pastilhas de freio;
  • velas;
  • alinhamento e balanceamento dos pneus;
  • sistema de arrefecimento
  • funcionamento do motor;
  • molas;
  • filtro de combustível
  • amortecedores;
  • nível do óleo;
  • palhetas do pára-brisa;
  • filtros de ar;
  • luzes de freio e de ré;
  • faróis;

É claro que a revisão do veículo pode “pesar” no orçamento familiar.

Contudo, a revisão evita maiores prejuízos, nos quais se incluem os riscos de sofrer um acidente.

E, nos casos em que a situação não apresenta tal gravidade, deve-se considerar o quão desagradável é ficar parado, no meio da estrada, por exemplo, apenas por conta de problemas no veículo.

Conforme o diretor geral do DETRAN-PR, o Departamento Estadual de Trânsito do Paraná, Marcos Traad, uma pane na estrada, além de atrasar a viagem de muita gente, também aumenta o risco de colisões.

Ele ainda aponta que, na chuva, um pneu careca tem mais chance de derrapar e, se o limpador de para-brisa estiver quebrado, o motorista não consegue nem ver o que está à frente.

Então, se você é alguém que tem domínio sobre mecânica de carros, com certeza sabe que a manutenção preventiva realmente evita acidentes e imprevistos.

Deseja entender melhor como ela funciona? Leia o próximo tópico!

 

Manutenção Preventiva Realmente Evita Imprevistos?

tudo sobre mecanica carros manutencao preventina realmente evita imprevistos
Manutenção preventiva previne você e seus passageiros de situações inesperadas

Realizar a manutenção preventiva é uma maneira eficaz de manter o bom desempenho do automóvel e evitar acidentes.

A probabilidade de um carro que acabou de sair da revisão apresentar problemas é muito baixa.

Segundo o DETRAN do Paraná, um automóvel que não passa por nenhum tipo de manutenção ou revisão tem três vezes mais chances de se envolver em um acidente de trânsito.

E, não se esqueça de priorizar profissionais de confiança e que ofereçam um serviço de qualidade. De nada adianta economizar na revisão se o trabalho for incompleto e os riscos permanecerem.

Portanto, tome cuidado ao escolher em qual mecânica fará a revisão do seu automóvel.

No entanto, digamos que você não tomou as devidas precauções e colocou seu carro na estrada sem uma revisão prévia.

Depois de alguns quilômetros rodados, o veículo sofre uma pane. Você sabe como proceder? Veja o próximo tópico.

 

O Que Fazer em Caso de Problemas Mecânicos?

tudo sobre mecanica carros o que fazer problemas mecanicos
Não perder a calma em imprevistos auxilia na solução de problemas

Para quem se descuida da manutenção preventiva, o risco de pane aumenta.

E o que fazer se o seu carro sofrer com problemas mecânicos na estrada?

Pode parecer óbvio, mas a primeira atitude é manter a calma, principalmente se você está em uma rodovia. Ficar irritado não irá resolver nada, muito pelo contrário.

Além disso, é importante atentar para a sinalização do veículo na via: mantenha o pisca-alerta ligado para avisar aos outros motoristas que você está com problemas.

Também, sempre que possível, leve o carro até o acostamento para evitar congestionamento ou acidentes. Neste caso, jamais pare o veículo em uma curva, pois é um local de pouca visibilidade.

Depois de encontrar um local mais seguro e adequado, coloque o triângulo de sinalização a pelo menos 30 metros do veículo quebrado. Essa atitude alertará os demais motoristas para um possível problema na estrada.

Agora que você sabe como proceder, em um primeiro momento, quando seu veículo atesta algum problema, precisa entender quais as possíveis razões para o surgimento de tal situação.

Não significa, no entanto, que você mesmo irá solucionar o problema. Aliás, é imprescindível que você contate um profissional tão logo passe por alguma falha mecânica. Somente assim você estará garantido sua segurança e dos demais condutores.

Mas, como já mencionei neste artigo, é muito importante que você conheça o seu carro e possa saber exatamente o que o mecânico irá ajustar. O conhecimento também evita que consertos desnecessários sejam feitos sem que você saiba.

Assim, vamos entender quais podem ser problemas comuns, capazes de causar pane no seu veículo.

Para começar, se o motor do carro não está ligando, o engenheiro mecânico Denis Marum dá uma dica importante neste outro artigo do portal G1 .

Segundo ele, a combustão acontece quando existe combustível, ar e centelha. Caso o motor não ligue, há a ausência de um desses elementos.

Então, fique de olho nos seguintes procedimentos:

  • verifique se o filtro de ar está entupido;
  • veja se existe combustível no veículo;
  • confira se a bateria e o alternador estão funcionando;
  • cheque travas, alarmes e também bloqueadores.

Marum também cita outro problema que pode ocorrer: a chave do carro.

Atualmente, as chaves possuem um chip, que é uma espécie de DNA, analisado toda vez que você insere no contato. Quando a chave cai no chão, esse chip pode se romper e o carro não pega.

Outra possível razão para o mau funcionamento do veículo pode ser o seu superaquecimento.

Se há fumaça, esse é um sinal claro de problema na temperatura do motor.

A dica é aguardar que ele esfrie para depois completar o nível de água. Observe, ainda, se ocorre algum vazamento.

Jamais mexa no motor com ele ainda quente.

Além de se ferir, pode provocar um choque térmico e gerar danos ao veículo.

Não esqueça, novamente, que os problemas podem ter diferentes causas e que apenas um mecânico competente consegue identificar com precisão.

Você pode, agora, estar se perguntando como aprender sobre mecânica de veículos. No próximo tópico, apresento, a você, dicas para aprender a sobre o funcionamento da mecânica de carros.

 

Como Aprender Tudo Sobre Mecânica de Carros

O carro é uma máquina que necessita de cuidados, pois seu funcionamento é extremamente complexo.

Saber um pouco sobre mecânica automobilística pode ser de grande ajuda, e não somente no dia que o carro não “pegar”.

Como você viu, a manutenção preventiva e a revisão periódica são essenciais para preservar o veículo.

Mas, por que não pensar um pouco além? Afinal, é grande a necessidade intervenção especializada no veículo.

Por isso, é válido aprender técnicas básicas e acessíveis para conserto veicular. Contudo, se você é apaixonado pelo assunto, pode até mesmo fazer uma formação superior na área e obter maior domínio do assunto.

Hélio Peluffo, orientador profissional, no site Guia do Estudante, afirma que, ao pesquisar as profissões indicadas, é importante procurar informações sobre a grade curricular dos cursos.

Assim, é possível identificar, nas faculdades de seu interesse, se o curso de engenharia mecânica tem maior ou menor ênfase nos elementos do campo automotivo.

Se você se interessa por carros e pelo seu funcionamento, uma formação mais específica e aprofundada pode proporcionar, para você, uma nova carreira, ou simplesmente um ótimo hobby.

 

Conclusão               

tudo sobre mecanica carros como aprender tudo sobre
Manutenções preventivas proporcionam maior qualidade de vida

Agora que você leu o artigo e já sabe tudo sobre mecânica de carros, pode usufruir do seu veículo com maior tranquilidade

Você viu, ao longo do texto, a importância da revisão para o bom funcionamento do carro.

Você também descobriu que automóveis possuem cerca de 15 mil peças e que um amortecedor pode durar, em média, 100 mil quilômetros.

Além disso, aprendeu que nunca deve abastecer em postos suspeitos, pois o combustível pode estar adulterado, o que prejudica o motor.

Esse artigo, que se propôs a abordar tudo sobre mecânica de carros, também explicou como lidar com os principais problemas que podem afetar o funcionamento do seu veículo.

Você pôde observar os diversos componentes e como fazer verificações rotineiras no automóvel para não ficar na mão.

E, para aqueles que são ainda mais apaixonados pelo assunto, a indicação é fazer um curso técnico, tecnólogo ou superior na área e poder entrar de cabeça no assunto.

Agora, você está pronto para economizar um bom dinheiro e proteger a sua vida lidando preventivamente com as questões do seu automóvel.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Deixe um comentário abaixo que, assim que possível, responderei.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos e ajude-os a solucionar as dúvidas que você também tinha antes de concluir esta leitura.

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.