Airbag Tem Prazo de Validade? Veja Como Ele Funciona e Quando Substituir o Equipamento

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.
air bag precisa revisao para saber se esta valido
Airbag precisa de revisão para saber se ainda está válido?

Sorte a sua se nunca precisou da ajuda providencial de um airbag.

Esse equipamento de segurança, que já foi considerado um luxo, hoje é item de série em todos os automóveis fabricados no Brasil.

Realmente, com os altos índices de acidentes de trânsito em todo o país, não ter essa tecnologia seria arriscado demais.

Mas não faz muito tempo que os carros circulavam pelas ruas sem airbags.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

Até certo ponto, isso é compreensível, já que o sistema só começou a ser comercializado na década de 80, quando foi instalado no modelo Classe S, produzido pela Mercedes-Benz.

Por aqui, a novidade só apareceu em 1996, com o lançamento do Fiat Tipo 1.6.

Passadas duas décadas, a tecnologia assumiu papel de destaque e, como veremos ao longo do artigo, há muito mais vindo por aí.

Se você deseja saber tudo sobre airbag, está convidado a seguir a leitura.

Queremos tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

A partir de agora, você vai saber o que é airbag, para que serve o airbag, quando ele é acionado, como funciona, se existe prazo de validade e muito mais.

Fique ligado também no recall de airbags, já que o seu carro pode estar na lista daqueles que precisam passar pelo conserto.

Vamos lá?

 

O Que é Airbag e Para Que Serve

air bag o que e para que serve
Continue a leitura e saiba tudo sobre airbags

O airbag é um item de segurança que tem como principal função diminuir os danos físicos dos ocupantes do veículo em caso de acidentes de trânsito.

Ou seja, é um equipamento destinado a salvar vidas.

Ele é como uma bolsa de ar que infla no momento da colisão, de forma a amenizar o impacto sobre os passageiros.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) menciona o uso do airbag no inciso VII do artigo 105:

“Art. 105. São equipamentos obrigatórios dos veículos, entre outros a serem estabelecidos pelo CONTRAN:

(…)

VII – equipamento suplementar de retenção – airbag frontal para o condutor e o passageiro do banco dianteiro.

(…)

§5° A exigência estabelecida no inciso VII do caput deste artigo será progressivamente incorporada aos novos projetos de automóveis e dos veículos deles derivados, fabricados, importados, montados ou encarroçados, a partir do 1° (primeiro) ano após a definição pelo Contran das especificações técnicas pertinentes e do respectivo cronograma de implantação e a partir do 5° (quinto) ano, após esta definição, para os demais automóveis zero quilômetro de modelos ou projetos já existentes e veículos deles derivados. 

§6° A exigência estabelecida no inciso VII do caput deste artigo não se aplica aos veículos destinados à exportação.”

Ou seja, como essa atualização no CTB entrou em vigor em 2009, desde 2010, os novos projetos de automóveis vêm com airbag.

Além disso, desde 2014, todos os veículos zero quilômetro precisam possuir a tecnologia nos bancos frontais.

Já o airbag nos bancos traseiros não é obrigatório, sendo um item de segurança extra oferecido em alguns modelos.

 

Como Funciona o Airbag de Carro

air bag como funciona airbag de carro
Os airbags contêm vários mecanismos que devem estar em ordem para seu funcionamento correto

O funcionamento do airbag é fruto do trabalho de engenheiros de diferentes países por várias décadas.

Durante muito tempo, no entanto, ele foi considerado como um artigo de luxo, sendo ofertado como um opcional de alto valor em automóveis.

Isso impossibilitou que carros populares contassem até bem pouco tempo com esse nível de proteção que pode salvar vidas.

De acordo com o site Cesvibrasil, o sistema de airbag é formado pelos seguintes componentes:

Bolsa inflável

A bolsa inflável é produzida com nylon, é extremamente resistente e possui furos muito pequenos.

Sistema de insuflação

O sistema de insuflação realiza a reação química entre o nitrato de potássio e o azida de sódio e, assim, é produzido nitrogênio para “encher” a bolsa inflável.

Mola-relógio

A mola-relógio tem como função manter permanente contato elétrico em todas direções que possa estar o volante.

Unidade de controle

A unidade de controle serve para verificar se realmente é preciso acionar a bolsa inflável em caso de acidente.

Sensores

A função dos sensores é medir a desaceleração do automóvel.

Ou seja, se você colidir o carro, os sensores vão registrar a desaceleração súbita.

Em resposta, vão avisar a unidade de controle, que nesse caso vai verificar a necessidade de acionamento da bolsa inflável.

A mola-relógio também registrará o ocorrido e, nessa hora, o sistema de insuflação vai promover a reação química para que a bolsa inflável encha e salve a sua vida.

Na teoria, é tudo projetado para funcionar perfeitamente.

Entretanto, o sistema também está sujeito a falhas, embora sejam raras.

No ano passado, por exemplo, uma montadora de veículos foi condenada em razão de o equipamento não ter sido acionado automaticamente em um caso de colisão frontal entre um carro e um caminhão.

 

Quando o Airbag é Acionado

air bag quando airbag e acionado
Os airbags são acionados quando a aceleração é interrompida abruptamente

Imagine que você está trafegando a 80km/h numa rodovia.

De repente, um carro invade a pista e acerta você em cheio.

Não houve tempo para frear ou desviar.

Se o carro é equipado com o sistema de airbag, ele deve ser acionado para evitar maiores danos aos ocupantes.

O mais impressionante é que tudo isso ocorre em somente 0,003 segundo.

Isso torna o sistema extremamente rápido e eficaz na maioria dos casos.

Conforme a incidência da desaceleração, pode ocorrer de o airbag acionar mesmo não havendo colisão, em acidentes mais leves e ainda que não haja necessidade, como neste caso que ocorreu em Sorocaba.

Como lembramos antes, não se trata de um sistema imune a falhas.

Ao mesmo tempo em que o airbag é acionado, o ocupante do carro perceberá que uma espécie de pó (talco ou amido de milho) será expelido.

A função do pó é simples de ser explicada: garante que o material que envolve a bolsa de ar não “grudará” e manterá a sua eficácia.

Depois do acionamento do airbag, a bolsa de ar começará a esvaziar conforme a absorção do impacto pelo ocupante do veículo.

Mas atenção: se você não usar o cinto de segurança e o airbag for acionado, corre o risco de se ferir com o impacto contra o equipamento.

Ou seja, um depende do outro para haver um melhor resultado.

Não arrisque a sua vida: use o cinto de segurança!

Lembre-se também de que o airbag não é acionado em todas as situações de perigo.

Ou seja, em alguns acidentes, o cinto de segurança é suficiente para garantir a integridade física dos ocupantes do carro.

 

Airbag de Carro Tem Prazo de Validade?

air bag de carro tem prazo de validade
Não há regulamentação quanto ao tempo de validade de airbags, mas existem estimações

Essa é uma pergunta para a qual não existe uma resposta exata.

Na Europa, é recomendado que o airbag seja substituído após o prazo de 10 anos.

Já nos Estados Unidos, o prazo sobe para 15 anos.

E o proprietário de um carro com airbag no Brasil deve se guiar por qual parâmetro?

Interessante citar que, como não há regulamentação federal, o prazo muda conforme a montadora.

A revista Quatro Rodas descobriu isso em reportagem na qual entrou em contato com a Peugeot, Toyota e a Chevrolet sobre a polêmica questão.

A Toyota e a Chevrolet afirmaram que não existe validade para os airbags instalados em seus veículos.

Já a Peugeot respondeu que os airbags possuem a vida útil de 10 anos e que, depois desse prazo, devem ser substituídos.

Mas como o motorista pode descobrir se existe algum tipo de defeito no sistema de airbag?

Preste atenção ao significado dos sinais no painel do carro. Se houver algum problema, o símbolo que representa o airbag acenderá.

Caso isso aconteça, é preciso buscar ajuda especializada com alguma urgência.

Se não sabe qual é o símbolo do airbag no painel do carro, a dica é consultar o manual do proprietário do veículo.

 

Airbag Precisa de Revisão?

air bag precisa de revisão
Você já reparou em algum sinal luminoso escrito “airbag” em seu painel?

Acabamos de destacar que, em caso de defeito no airbag, um sinal luminoso irá acender no painel.

Isso não significa, no entanto, que você não deva ter cuidados preventivos com o equipamento, sempre de forma a assegurar a segurança dos ocupantes do carro.

Então, ao enviar o seu carro para a revisão geral periódica, inclua também o sistema de airbag.

É como diz a antiga frase: “Melhor prevenir do que remediar”.

Mas é importante escolher não apenas um mecânico de confiança para realizar o serviço, como alguém que saiba fazer esse tipo de revisão.

Nem todos os profissionais estão habituados ao sistema de airbag.

 

Como São Realizados os Testes de Airbags

air bag como sao realizados testes airbags
Entenda a utilização dos manequins chamados “crash test dummies” nas simulações

Os testes de airbags são obrigatórios para assegurar a qualidade do produto que será disponibilizado para os consumidores.

Por exemplo, quando a bolsa do airbag infla, não pode ser lançado contra a pessoa nenhum objeto que faça parte do carro.

Se isso acontecer, o airbag não passará nos testes de segurança.

Como o airbag só pode ser utilizado uma única vez, ele não pode falhar na hora de proteger os ocupantes do carro.

Ao falarmos sobre testes de airbag é bem possível que você tenha se lembrado daqueles bonecos que sofrem o impacto da colisão.

Tais bonecos são chamados de crash test dummies. Em tradução livre para o português, significa manequins de teste de acidentes.

De acordo com Alejandro Furas, diretor técnico do Global NCAP, em entrevista à revista Auto Esporte, os dummies possuem 40 sensores espalhados na cabeça, tórax e pernas.

“São esses dispositivos que mostram os efeitos de uma colisão real no corpo humano, com dados de força de impacto, desaceleração, aceleração e outras informações”, explicou ele.

E o que acontece aos dummies depois dos testes de colisão? Eles podem ser reaproveitados? Furas diz que sim.

“Após o teste, os manequins são encaminhados para uma espécie de ‘hospital’ de dummies, onde o corpo e os sensores são reparados”, relata.

Interessante observar ainda que os “bonecos” possuem medidas, peso e altura que se assemelham aos seres humanos.

Desta forma, é possível verificar o impacto que uma colisão teria se fosse um acidente real, com vítimas humanas. Câmeras ultramodernas filmam segundo a segundo os testes de airbag.

Como podemos perceber, a indústria automobilística está em constante processo de melhoria da segurança de seus veículos, o que também inclui o sistema de airbag.

No próximo tópico, abordaremos um assunto muito importante, porque envolve defeitos de airbag que podem ferir e até mesmo causar a morte dos usuários.

 

Recalls de Airbag

air bag recalls de airbag
Verifique na internet se foi solicitado recall para o seu modelo de carro

É possível que o airbag seja responsável por ferir os ocupantes do carro e até mesmo causar mortes?

Infelizmente, a resposta é afirmativa.

Isso acontece quando o equipamento sai de fábrica com algum defeito e é disponibilizado ao mercado em um grande lote de unidades.

Quando isso acontece, a montadora que produziu o veículo é obrigada a convocar seus proprietários para um recall.

Recalls de airbag são relativamente comuns no Brasil.

Veículos de marcas como Jeep Wrangler, Cabrio e Pajero Full realizaram recalls de airbags no primeiro semestre de 2017.

Recentemente, o airbag também motivou chamados de recall da Fiat, da Toyota e da Honda.

O problema, muitas vezes, é que nem sempre o defeito é identificado antes de fazer vítimas.

Segundo apurou o Procon de São Paulo, entre janeiro de 2015 e junho de 2016, 3,7 milhões de veículos foram chamados para realizar recall no país.

Em 53% dos casos, a causa foi o airbag – líder no levantamento.

Você já ouviu falar da fabricante de airbags Takata e da multa de US$ 1 bilhão que ela deverá pagar nos Estados Unidos?

O defeito no airbag da Takata vitimou 16 pessoas e afetou mais de 31 milhões de carros no mundo todo.

Nesta reportagem do site G1, é relatado que, em um dos casos, a morte de uma mulher era investigada como homicídio porque os ferimentos causados pelos pedaços de metal lançados na explosão do airbag foram confundidos com facadas.

Portanto, airbags com possíveis defeitos de fabricação são uma realidade não somente em nosso país.

Verifique na internet se não está disponível o recall para o seu modelo de carro.

Apesar dessa tragédia e dos recorrentes recalls, o airbag é responsável por diminuir a gravidade de acidentes de trânsito no mundo todo.

Ou seja, o percentual de falhas é muito baixo em relação ao número de vidas salvas pelo sistema.

 

Outras Dúvidas Sobre Airbags de Carros

air bag outras duvidas sobre airbags carros
Tire todas as suas dúvidas a respeito do airbag do seu carro

Se você ainda tem alguma dúvida sobre o funcionamento do sistema de airbags no seu carro, confira as perguntas e respostas a seguir.

Caso o seu questionamento não esteja nessa relação, deixe um comentário ao final do artigo.

  1. Como utilizar da melhor forma possível o sistema de airbag veicular?

Podemos citar duas recomendações que são simples de serem seguidas, mas que ajudam muito a preservar vidas em caso de acidente:

  • Nunca guarde objetos sobre o painel do carro, como chaves e carteira. Em caso de uma batida, eles poderão ser arremessados quando o airbag inflar.

Dica: prefira colocá-los dentro do porta-luvas ou da bolsa.

  • Tanto o condutor do veículo quanto o passageiro não devem se aproximar demais do volante ou do painel, tampo colocar os pés sobre o painel.

Dica: mantenha a coluna rente ao banco do veículo.

  1. Se o airbag proporciona maior segurança, não é mais preciso utilizar o cinto?

Como citado anteriormente, os airbags são fabricados e testados como se o motorista e passageiros estivessem de cinto, sendo sua eficácia condicionada a isso.

Sempre utilize o cinto de segurança antes de colocar o automóvel em movimento. Sua vida pode depender disso.

E tem ainda o aspecto legal, já que o acessório é exigido no CTB.

Veja o que diz o artigo 65 do Código Brasileiro de Trânsito:

“Art. 65. É obrigatório o uso do cinto de segurança para condutor e passageiros em todas as vias do território nacional, salvo em situações regulamentadas pelo CONTRAN.”

O preço da multa por andar sem o cinto de segurança é de R$ 195,23. E são acrescentados cinco pontos na carteira de habilitação.

  1. Onde ficam guardados os airbags?

O airbag do motorista fica sob o volante e o airbag do carona está dentro do painel.

  1. É possível reutilizar um airbag como uma forma economizar dinheiro?

Não é possível reutilizar o airbag porque ele foi fabricado para ser usado somente uma vez.

5. Não importa a gravidade do acidente, o airbag será sempre acionado?

Errado!

De acordo com o engenheiro mecânico Dennis Marum neste artigo, o airbag é acionado em acidentes de grandes proporções ou quando a colisão atingir determinado conjunto de sensores.

  1. Qual é o procedimento para substituir o airbag usado?

O proprietário do veículo deve procurar uma concessionária autorizada do seu veículo e fazer o pedido.

Conforme escreveu Oliver Schulze, membro da Comissão Técnica de Segurança da SAE Brasil (Sociedade dos Engenheiros da Mobilidade), em artigo na revista Auto Esporte, o airbag que foi deflagrado precisa ter o módulo, a bolsa inflável e o volante substituídos.

  1. E qual o preço de um airbag novo?

Depende de cada montadora, do modelo em questão e também do valor da mão de obra, que muda conforme a concessionária.

No entanto, apenas para a troca da bolsa motorista, do módulo de abertura e do cabo de um carro de entrada, o conserto se aproxima de R$ 3 mil, conforme comenta Reinaldo Nadim, proprietário da FoxCar, nesta reportagem.

  1. Se o carro estiver com o motor desligado e sofrer um acidente, o sistema de airbag vai funcionar?

Não. O airbag só funciona quando o carro está ligado, porque é necessário energia para acioná-lo.

  1. Somente os carros possuem airbag?

Não. Existem sistemas de airbag instalados também em motos e até mesmo helicópteros.

Para saber mais sobre airbags em motocicletas, confira esta reportagem da revista Quatro Rodas.

 

Qual é o Futuro da Tecnologia do Airbag?

air bag qual o futuro tecnologia airbag
O futuro dos airbags envolvem desde desenvolvimento de radares até personalização dos equipamentos

Como é possível perceber, o futuro do airbag é muito promissor.

Por se tratar de um item de segurança, especialistas estão cada vez mais empenhados no aperfeiçoamento dessa tecnologia.

Para termos uma ideia melhor, vamos pegar carona neste artigo da Revista Galileu.

Algumas das novidades citadas são:

  • Airbags para pés e joelhos;

  • Dispositivos com tecnologia de radar que antecipa um acidente;

  • Sistemas personalizados, programados de acordo com idade, sexo, tamanho e peso de cada passageiro.

Nessa mesma reportagem, é informado que existe um airbag externo que tem como função diminuir os danos físicos nos pedestres em caso de uma batida.

Seria, certamente, uma evolução e tanto para prevenir mortes por atropelamento.

 

Conclusão

air bag salva vidas protecao
Se o seu airbag teve alguma falha, procure o fabricante hoje mesmo!

Abordamos neste artigo as principais questões envolvendo o uso do airbag em automóveis.

Apesar dos problemas constatados em modelos defeituosos, o uso do sistema salva milhares de vidas todos os anos em todo mundo.

Reiteramos que você pesquise na internet se o seu modelo de carro com airbag não faz parte de uma lista de recall.

Afinal, é importantíssimo que ele funcione de forma adequada se preciso for.

Se estiver, leve até à concessionária mais próxima para o conserto, que não tem custos. Essa medida simples pode salvar a sua vida e a de seus familiares.

Hoje, o air bag é uma realidade em todos os veículos que saem de fábrica no Brasil.

Ou seja, se for comprar um carro zero, com certeza ele terá esse nível de proteção para o motorista e os passageiros.

Embora isso possa ter encarecido o preço dos automóveis no mercado, é uma segurança extra que não possui preço.

Você tem um airbag para não precisar usá-lo. Então, faça a sua parte no trânsito, use também o cinto e adote condutas de direção defensiva.

Se mesmo tomando todos os cuidados você for multado e se sentir injustiçado, não esqueça do direito ao recurso.

Você deve apresentar a sua defesa para tentar anular a multa e cancelar os pontos na carteira.

Se não souber como, conte com a ajuda do time de especialistas do Doutor Multas.

Se gostou do artigo, divulgue para seus amigos e ajude a fazer um trânsito cada dia melhor e mais seguro para todos.

 

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.