Consórcio de Veículo: Como Funciona, Quando Entrar e Principais Cuidados | Tire Suas Dúvidas e Escolha o Melhor Para Você

consorcio de veiculo

Consórcio de veículo é uma boa ideia? Como ele funciona?

O que é mais adequado para mim: um consórcio ou um financiamento?

Essas perguntas podem fazer parte do seu dia-a-dia e estar lhe causando diversas dúvidas sobre o que é o melhor para você no momento de adquirir um veículo.

Muitas pessoas acabam entrando em um consórcio por terem sido convencidas e, ao se depararem com a realidade da situação, se desagradam por não ser o que elas imaginavam – ou mesmo o que lhes foi prometido.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

Neste artigo, a minha intenção é esclarecer as suas dúvidas sobre consórcio de carros.

Para isso, lhe darei as seguintes informações:

  • O que é consórcio de veículo

  • Características do consórcio

  • O que é possível adquirir por meio de um consórcio

  • Como funciona o consórcio de veículo

  • Etapas do consórcio

  • Quem pode participar de um consórcio

  • Formas de ser contemplado no consórcio de veículo

  • Benefícios do consórcio de carro

  • Riscos do consórcio

  • Consórcio x Financiamento: qual escolher

  • Onde fazer um consórcio de veículo

  • 7 curiosidades sobre consórcio de carro

  • Cuidados ao fazer um consórcio de veículo

Se você quer ficar muito bem informado e escolher o melhor negócio para o seu bolso, este artigo foi feito para você!

 

O que é Consórcio?

consorcio de veiculo o que e
O consórcio é como uma poupança conjunta em que, todo mês, alguém é contemplado.

O consórcio é um tipo de compra realizada coletivamente, a partir da aquisição de cotas que serão pagas em parcelas mensais por certo tempo.

Ele é pensado como uma forma de facilitar a aquisição de bens para as pessoas, uma vez que o que se costuma colocar como objeto de consórcios são bens mais caros, como imóveis e automóveis.

Os consórcios são regulados pela Lei Federal nº 11.795, de 2008.

O órgão do governo responsável por fiscalizar, normatizar e coordenar o sistema de consórcios, além de credenciar as instituições que poderão atuar na área, é o Banco Central do Brasil, de acordo com o art. 6º da Lei nº 11.795/08.

Essa reunião e a aquisição de cotas acontece mediada e organizada por uma instituição financeira, que deve ser credenciada junto ao Banco Central do Brasil.

Ao longo do período de duração dos consórcios, os participantes vão sendo contemplados de forma aleatória – por sorteio – ou a partir de lances dados. Explicarei isso em detalhes mais à frente.

As cotas são adquiridas mediante a assinatura de um contrato de adesão, que atesta a responsabilidade do indivíduo por fazer os pagamentos até o fim do prazo, mesmo após ter sido contemplado.

Também, a responsabilidade da administradora de emitir a carta de crédito para o indivíduo, quando contemplado, constará no contrato de adesão.

 

Características do Consórcio

Segundo o site da ABAC, os consórcios possuem algumas características básicas, que são aplicadas também a consórcios de veículos.

São elas:

  • parcelamento integral do valor do bem a ser adquirido;

  • prazos variáveis para pagamento;

  • viabiliza o poder de compra à vista;

  • chances mensais de obter a carta de crédito por sorteio;

  • chances de adiantar a contemplação oferecendo lances;

  • oportuniza a formação e a ampliação do patrimônio;

  • possui flexibilidade no uso do crédito obtido.

A aquisição de bens a um prazo um pouco mais longo pode ser uma boa oportunidade para quem deseja expandir seu patrimônio e não dispõe de grandes quantias para transações à vista ou entradas de valores altos.

 

O Que é Possível Adquirir Por Meio de um Consórcio?

consorcio de veiculo o que e possivel adquirir
São diversas opções de bens e serviços, os mais comuns são automóveis e imóveis.

Segundo a ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios), os objetos a serem adquiridos por meio de um consórcio são bastante variáveis – vão de automóveis a serviços.

A Lei nº 11.795/08 prevê, no art. 12, o que pode ser adquirido por meio de consórcio.

“Art. 12.  O contrato de participação em grupo de consórcio, por adesão, poderá ter como referência bem móvel, imóvel ou serviço de qualquer natureza.”

Alguns exemplos de produtos e serviços que podem ser adquiridos são: carros, caminhões, motocicletas, tratores, eletroeletrônicos, máquinas, equipamentos, imóveis, serviços, enfim.

 

Como Funciona um Consórcio de Veículo?

O consórcio de carro funciona por meio da aquisição de cotas e do pagamento mensal de parcelas referentes à cota adquirida.

O valor do consórcio é obtido a partir do valor de mercado do veículo que é objeto do grupo. Contudo, o valor final da cota não será o mesmo do crédito que você receberá para comprar o carro.

Ao longo do período de duração do consórcio, haverá reajustes sobre os quais você será advertido, o que pode modificar o valor da parcela inicial.

As parcelas são compostas pelo fundo comum, pelo fundo de reserva, pela taxa de administração e pelo seguro de vida.

Além desses itens, algumas administradoras podem adicionar outros valores referentes a encargos diferentes. Fique atento, porém, pois todos eles devem estar descritos no contrato que você assinar.

Para entrar em um consórcio de veículo, é imprescindível conhecer a sua necessidade e a sua condição financeira – pensando, inclusive, a longo prazo, uma vez que você passará um bom tempo pagando as parcelas do consórcio.

Dois aspectos que são importantes ressaltar, de acordo com a educadora financeira Mirna Borges, do canal Economirna no Youtube, são os seguintes:

1- Ao entrar em um consórcio, você não deve ter urgência em ser contemplado.

Isso porque você somente será contemplado se for sorteado – o que pode levar meses ou mesmo anos, dependendo da duração do consórcio – ou se puder dar um lance de valor considerável em algum momento dos primeiros meses do consórcio.

2- Consórcio não é um investimento.

Embora você não pague juros no consórcio, você também não receberá rendimentos e juros ao final.

O consórcio funciona para a aquisição de um bem, provavelmente, a longo prazo. Caso você realize os pagamentos no intuito de reaver seu dinheiro ao final, em vez de optar pelo veículo, o valor recebido será um tanto inferior àquilo que você pagou ao longo do tempo.

Isso se dá devido às taxas de administração e outros possíveis encargos desse consórcio de veículo que não lhe serão devolvidos.

Essas dicas são valiosas no momento de considerar se esse consórcio de veículo é realmente a melhor escolha para você.

Recorrer multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

Etapas do consórcio

Se, depois de considerar todas as variáveis, sua escolha for entrar em um consórcio de veículo, haverá algumas etapas.

Em primeiro lugar, você escolherá a cota que deseja adquirir e assinará um contrato de adesão dessa cota, no qual constarão todos os seus direitos e obrigações quanto ao consórcio de veículo.

Como eu disse anteriormente, você não saberá quando será contemplado exatamente. A única certeza é que, ao longo do período desse consórcio, em algum momento, você receberá o crédito para comprar o bem.

Quando for contemplado pelo consórcio, seja por sorteio ou por lance, você receberá uma carta de crédito no valor contratado.

Com ela, você irá adquirir o bem à vista, de acordo com o que foi estabelecido em contrato de adesão e aceito por você.

 

Quem Pode Participar de um Consórcio?

De acordo com o art. 4º da Lei que regulamenta os consórcios, o consorciado pode ser uma pessoa física ou jurídica.

Sendo assim, tanto uma pessoa natural como uma empresa podem ser integrantes de um grupo de consórcio, seja ele de um consórcio de veículo ou de outro bem ou serviço.

 

Formas de Ser Contemplado no Consórcio de Veículo

consorcio de veiculo formas de ser contemplado
Você pode ser contemplado por sorteio ou dando o lance mais alto em uma assembleia.

Para realizar a contemplação dos consorciados, a administradora agenda uma Assembleia Geral Extraordinária (AGO) na qual os participantes devem comparecer, de acordo com o local, o dia e a hora definidos.

Além disso, nela acontece uma prestação de contas da administradora, e você pode buscar informações e atendimento.

De acordo com o art. 22, da lei de consórcios – Lei nº 11.795/08, somente podem ser contemplados os consorciados ativos (que não estejam inadimplentes) e os excluídos (para restituição).

Ao ser contemplado, não significa que você pode parar de pagar as parcelas do consórcio de veículo. Você deve continuar realizando os pagamentos previstos até o fim do consórcio.

Há duas formas de ser contemplado no consórcio de veículo ao longo de sua duração.

A primeira forma é esperar até ser sorteado.

Os sorteios acontecem mensalmente nas AGOs e, dependendo da disponibilidade da administradora, mais de uma pessoa pode ser contemplada em um mesmo mês.

A outra maneira possível é oferecendo um lance.

O lance é um pagamento antecipado de um certo número de parcelas do consórcio, a fim de obter a carta de crédito antes de ser sorteado.

No entanto, ele continua sendo, também, uma tentativa, considerando que outros consorciados também poderão oferecer lances e o mais alto será contemplado.

Não há um limite fixo de parcelas a serem pagas com o lance. Contudo, é possível buscar um valor de referência nas atas das assembleias anteriores.

Nelas, você encontrará os lances que venceram em outros meses e poderá usá-los como um parâmetro, a partir do qual terá noção de quanto oferecer.

O resultado dos lances também é dado na Assembleia Geral Ordinária (AGO), quando ocorre a apuração dos lances recebidos pela instituição.

O valor do lance dado e aceito será abatido do valor ainda em haver. Ele funciona como um pagamento antecipado. A forma como isso acontecerá, porém, poderá variar.

De modo geral, o abatimento de parcelas pode ser: as próximas a partir da data do lance; da última para a mais atual; ou a diluição do valor entre todas as parcelas, ocasionando desconto no valor de todas elas.

Em caso de você ter sido excluído do consórcio, o fato de ser sorteado implica na restituição daquilo que você pagou, podendo ter abatimento de taxas referentes à administração, seguro, juros etc., conforme contrato de adesão.

 

Benefícios do Consórcio

No consórcio, você tem a garantia de que receberá o veículo pelo qual pagou ou a quantia paga naquele período, descontadas as devidas taxas de que já lhe falei.

Além disso, ao compará-lo com um financiamento, as taxas dos consórcios são, muitas vezes, inferiores à soma dos juros pagos nos financiamentos.

Se você tem a possibilidade de aguardar até ser sorteado ou consegue dar um lance de valor consistente para ser contemplado mais cedo, ele pode ser ótimo para você.

Recorrer multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

Outro benefício que pode lhe ser útil é que, segundo o art. 22, § 3º da Lei nº 11.795/08, o crédito obtido por contemplação em consórcio pode ser usado para quitação de financiamento em seu nome.

Para isso, contudo, o uso deve ter sido aprovado pela administradora e não pode caracterizar uma quebra do contrato de adesão ao consórcio.

Ainda, de acordo com o canal Economirna, uma ocasião em que o consórcio pode ser uma boa ideia é se você tiver dificuldades para economizar sozinho.

O consórcio cria uma responsabilidade de pagar as parcelas e, ao final, caso você não deseje o bem em si, poderá retirar o dinheiro pago no período de duração do grupo.

 

Riscos do Consórcio

consorcio de veiculo riscos do consorcio
Por se tratar de uma operação financeira, é bom estar certo de escolher a melhor administradora.

Se você entra em um consórcio pensando em uma contemplação a curto prazo, isso pode ser um grande risco. A demora para ser contemplado é algo comum, já que é feita por sorteio.

Mesmo que você dê lances, a contemplação continua sendo incerta. Você estará competindo com outros consorciados e não há como saber com antecedência os valores oferecidos por eles.

Além disso, há outras questões a se pensar. Por exemplo, ter problemas financeiros em algum momento e precisar parar de pagar o consórcio.

Nessa situação, você apenas poderá reaver parcialmente o valor já pago, mas, além dos descontos de taxas de administração e seguros, pode ser que receba multas pelo abandono.

Caso você enfrente problemas e acabe inadimplente no consórcio, deverá procurar a administradora para resolver a questão.

O consorciado que não paga as parcelas acaba sendo considerado inativo e, enquanto a situação não for resolvida, não poderá ser contemplado com a carta de crédito, mesmo que seja sorteado.

Se isso acontecer, a administradora se encarregará da contemplação de outro participante em seu lugar.

 

Consórcio x Financiamento: Qual Escolher?

Uma coisa que ambas as situações têm em comum é o fato de que o automóvel adquirido ficará em nome da instituição que administra o consórcio ou que facilitou o financiamento até que você termine de fazer o pagamento por completo.

A característica principal do consórcio é a incerteza quanto ao momento em que você poderá, de fato, desfrutar do bem que está pagando ao longo dos meses.

Sendo assim, ele não é o tipo de negócio no qual você deseja entrar se a sua necessidade demanda rapidez na resolução.

Já o financiamento é uma situação mais imediata.

Recorrer multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

Se você deseja comprar um carro e precisa dele para necessidades diárias e urgentes, o financiamento garante que, assim que a operação for aprovada pela instituição financeira, você possa ir até a concessionária retirar o veículo.

Um fator a ser comparado é o valor final das operações. Pode ser que as taxas de juros do financiamento acabem somando um valor mais alto do que as taxas e encargos do consórcio.

Se você tem a possibilidade de optar, é interessante fazer a comparação e ver qual o melhor negócio.

 

Onde Fazer Consórcio de Veículo?

No momento de escolher uma instituição para entrar em um consórcio de veículo, é indispensável uma pesquisa cuidadosa sobre as administradoras que oferecem esse tipo de serviço.

Para ajudá-lo nessa tarefa, montei uma tabela com as 12 melhores empresas para se fazer consórcio de veículo, partindo das opiniões de pessoas que já participaram ou estão participando de consórcio com essas administradoras.

Veja a relação abaixo:

consorcio de veiculos onde fazer consorcio

Para fazer essa relação, selecionei apenas as empresas que obtiveram conceito “Bom” ou “Ótimo”, de acordo com os critérios do Reclame Aqui.

Pensando em lhe proporcionar mais informações, adicionei à tabela o número de reclamações que a empresa recebeu nos últimos 12 meses e a porcentagem de solução dessas reclamações.

É claro, você deve considerar aspectos como o número de reclamações para avaliar a porcentagem de resoluções.

O site de onde foram retiradas as informações também classifica os tipos de reclamações recebidas. Sendo assim, para maiores esclarecimentos, você pode acessá-lo.

Já se desejar fazer uma simulação em uma dessas empresas, ou quiser saber os diferentes consórcios de veículo disponíveis em cada uma elas, você pode acessar o portal da própria administradora.

É bastante importante, também, verificar a regularidade da instituição que mais lhe agradar junto ao Banco Central.

Quanto mais garantias e informações positivas, maiores as chances de contratar um serviço de qualidade e evitar dores de cabeça.

 

7 Curiosidades Sobre Consórcio de Carro

Além de todo o conhecimento que já lhe passei até aqui, trouxe algumas curiosidades sobre consórcio de veículo.

A minha intenção é sanar o maior número possível de suas dúvidas, a fim de que você esteja consciente e bem informado no momento de entrar em um consórcio.

Vamos às curiosidades:

1- Você pode utilizar o crédito do consórcio na compra de bens usados ou seminovos

O que a administradora pode, em relação a isso, é estabelecer no contrato de adesão uma idade máxima dos veículos a serem adquiridos com a carta de crédito.

2- Você pode utilizar uma parte do crédito para outros fins que não a compra do bem

Segundo o portal eletrônico do Banco Central, caso o bem adquirido seja de valor inferior ao da carta de crédito, você pode utilizar o restante do crédito para outras finalidades.

Por exemplo, no caso do consórcio de veículo, é possível utilizar até 10% da carta de crédito para gastos com transferência, tributos, seguros e registros relativos ao automóvel.

3- Você tem o direito de retirar o crédito em dinheiro

Ao final do grupo, a administradora tem a obrigação de devolver, em espécie, os valores pagos pelos consorciados que não utilizaram o seu crédito. Até 60 dias após o fim do grupo, a empresa deve contatar os consorciados que tiverem valores a retirar e avisar sobre sua disponibilização.

Caso você assim permita, a administradora pode lhe repassar o valor via depósito em conta bancária indicada no contrato de adesão.

4- Consórcio não tem taxa de adesão

De acordo com o Banco Central, taxas extras podem ser cobradas no início do consórcio. Contudo, elas não serão referentes à taxa de adesão, mas à taxa de administração e despesas imediatas da administradora, como remuneração dos corretores.

Recorrer multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

5- Consórcio tem taxa de administração

Mesmo que o consórcio de veículo não tenha juros, sempre haverá uma taxa de administração que poderá variar bastante entre uma administradora e outra. Por isso, é importante pesquisar antes de adquirir uma cota.

6- O vendedor não pode lhe garantir a contemplação imediata

Levando-se em consideração que a contemplação é feita por meio de sorteio e pelo lance mais alto, desconfie se o vendedor que garantir que você será contemplado imediatamente ou em determinado mês. Provavelmente, há alguma irregularidade no negócio.

Ainda que você quite o valor do consórcio, a contemplação seguirá a regra do sorteio e do lance.

7- Você pode simular o consórcio de veículo

Para ter uma ideia mais concreta de como ficariam as parcelas e a duração do consórcio, você pode fazer uma simulação no site das administradoras.

Muitas vezes, há planos de diferentes valores de cota e prazos disponíveis para escolha. Assim, você também pode compará-los antes de tomar uma decisão.

 

Cuidados ao Fazer um Consórcio de Veículo

consorcio de veiculo cuidados ao fazer um consorcio de veiculo
Pesquise os encargos e as taxas, e procure informações sobre a reputação da administradora.

Antes de adquirir uma cota em um consórcio de veículo, pesquise sobre a empresa que pensa em contratar.

No portal eletrônico do Banco Central do Brasil, você encontra uma relação das instituições cadastradas e pode pesquisar a instituição para saber se, de fato, ela está cadastrada e regular no mercado.

É possível encontrar comentários e avaliações nas páginas das administradoras nas redes sociais e ficar inteirado sobre a idoneidade da empresa e os serviços prestados por ela.

Pesquise, também, os valores e o percentual correspondente à taxa de administração cobrada. Eles podem variar bastante, e ter opções para comparar é uma boa ideia para você escolher o que melhor se encaixa na sua situação.

 

Conclusão

consorcio de veiculo conclusao
Se o consórcio é a melhor opção para você, basta procurar as melhores condições e aguardar a contemplação.

A partir dessas informações, você já pode dar o primeiro passo e decidir se o consórcio de veículo é uma boa ideia para você ou não.

É importante tomar cuidado ao assumir uma obrigação financeira como essa e garantir que escolheu a administradora certa.

Há diferentes valores de cartas de crédito, diferentes prazos, taxas de administração e tipos de veículos que você pode adquirir com um consórcio de carro.

Como você viu neste artigo, a aquisição de bens por meio dessa “poupança conjunta” tem diversos benefícios e pode ajudá-lo a atingir seu objetivo de ter um carro sem pagar os juros do financiamento.

Contudo, você deve observar se, de fato, vale a pena para você.

Além disso, é preciso tomar cuidado e ficar atento aos riscos de assumir um parcelamento de longo prazo, uma vez que a inatividade por falta de pagamento pode impedi-lo de obter a carta de crédito, mesmo que você seja contemplado.

O ideal é sempre procurar opiniões de outros consorciados, comparar condições de diferentes empresas, ler com cuidado o contrato e pesar o que satisfaz a sua necessidade.

Gostou deste artigo? Conseguiu sanar suas dúvidas? Deixe abaixo o seu comentário!

Recorrer multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

 

Consórcio de Veículo: Como Funciona, Quando Entrar e Principais Cuidados | Tire Suas Dúvidas e Escolha o Melhor Para Você
5 (100%) 1 vote