Como Aprender a Dirigir de Uma Vez Por Todas

como aprender a dirigir de uma vez por todas

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH e economizar:  Clique AQUI para receber uma consulta gratuita do seu caso com o Doutor Multas.

Não há como aprender a dirigir sem a prática.

Isso não significa que a teoria não tenha a sua importância.

Afinal, se uma pessoa que nunca dirigiu na vida e não faz ideia de como funciona um automóvel tentar conduzi-lo na tentativa e erro, são grandes as chances de se acidentar antes de aprender.

Em vez disso, antes de girar a chave, o condutor precisa ser ensinado sobre o que faz um carro andar e como controlá-lo.

E é exatamente sobre isso que se trata este artigo.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

Fique tranquilo, pois não vamos explicar como o veículo funciona na sua parte mecânica, isso é, de que maneira a gasolina faz o motor funcionar e as rodas girarem.

Embora esse esteja longe de ser um conhecimento inútil para os condutores, é possível dirigir muito bem sem saber nada disso.

ALERTA! Os prazos de multas voltaram. Você quer saber como se organizar e evitar perder a sua CNH?  Faça AGORA o download gratuito do PDF completo clicando aqui!

Mas se o seu objetivo é justamente entender como funciona o motor de um carro, recomendamos a leitura deste outro artigo.

Agora, se só o que você quer saber é como aprender a dirigir de uma vez por todas, siga a leitura.

Vamos ensinar o bê-a-bá da direção para que, na hora de praticar, você já tenha uma boa noção do universo em que está sendo iniciado.

 

Como Aprender a Dirigir Passo a Passo

como aprender a dirigir passos
A direção de um veículo exige aprendizado, cuidado e prática

De início, quem nunca dirigiu e lê esse passo a passo pode se desanimar por achar que é muita coisa para aprender.

Mas tenha em mente que fez as pessoas que você conhece dirigirem bem foi o aquilo que destacamos no início do texto: a prática.

Enquanto você não tem habilitação, não pode conduzir qualquer tipo de veículo automotor em ruas, avenidas e rodovias, nem que seja somente para aprender.

A não ser que esteja matriculado em uma autoescola e já tenha iniciado o curso prático de direção.

Via de regra, não há como aprender a dirigir legalmente no Brasil de outra maneira – pelo menos não em vias públicas e dentro da lei.

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determina, em sua Resolução Nº 168/2004, que o candidato à habilitação deve cumprir pelo menos 25 horas de aulas práticas.

Elas acontecem em um veículo do Centro de Formação de Condutores (CFC, a autoescola), destinado exclusivamente a essa prática.  Sempre na companhia de um instrutor, é claro. Ele fica no banco do carona.

Assim, do início ao fim das aulas, o aluno é quem dirige o veículo. Mesmo que nunca o tenha feito na vida.

Você pode estar se perguntando qual é o sentido, então, de ler um artigo que diz como aprender a dirigir se a autoescola serve justamente para isso.

O que acontece é que, quanto mais preparado você for para a primeira prática, melhor você aproveitará as aulas.

Por isso, preparamos um passo a passo para dirigir carro manual e outro para carro automático.

Mesmo que você pretenda dirigir apenas veículos do segundo tipo, que é muito mais simples de conduzir, é importante saber também como funcionam os manuais.

Até porque as aulas e a prova prática de direção do processo de habilitação são feitas nesse tipo de veículo.

E, é claro, você poderá se deparar em uma situação em que será necessário conduzir um carro manual.

 

Como Dirigir Carros Manuais

como aprender a dirigir carros manuais
O câmbio manual exige maior atenção e domínio no momento da troca de marchas

Quando falamos em manual ou automático, estamos nos referindo ao câmbio do veículo, que faz parte do sistema de transmissão.

Ele é acionado quando o motorista troca de marcha.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Como já falamos antes, você não precisa conhecer os detalhes técnicos da mecânica desses componentes.

Aqui, basta saber que, em um veículo de câmbio manual, é necessário pisar no pedal da embreagem com o pé esquerdo e acionar a alavanca com a mão direita para trocar de marcha.

Já o veículo com câmbio automático, possui um sistema que faz a mudança sozinho, sem pedal de embreagem e sem precisar mexer o tempo todo na alavanca.

É, portanto, bem mais simples de dirigir.

Repetindo: há como aprender a dirigir apenas o automático, mas recomendamos conhecer o funcionamento do manual também.

Basta conferir os passos a seguir.

1. Prepare-se

Não há como aprender a dirigir sem conhecer os ajustes que devem ser feitos antes da partida.

Acostume-se a fazer sempre esse pequeno ritual ao entrar no veículo:

Ajustar o banco:

O motorista precisa ficar com uma postura ereta.

A proximidade do banco deve permitir que o volante e os pedais sejam alcançados sem que os braços e pernas precisem ficar totalmente esticados. Mas também sem que os comandos fiquem próximos demais.

Ajustar os retrovisores:

Faça isso apenas depois de colocar o banco na posição ideal.

O retrovisor interno deve permitir que você veja por toda a janela traseira do veículo.

Os laterais devem exibir uma boa parte da pista.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Se você estiver vendo a lateral do carro, ajuste um pouco mais para o lado, de modo que ela desapareça. Assim, você diminui o ponto cego.

Coloque o cinto de segurança:

Nem precisamos dizer que o cinto é um item, além de obrigatório por lei, indispensável para a segurança.

Se você estiver com um passageiro, seja no banco de carona ou traseiro, exija que ele também coloque o cinto.

2. Conheça os pedais

Um veículo com câmbio manual possui três pedais.

Cada um possui uma função distinta:

Embreagem:

É o pedal da esquerda. Ele serve para dar a partida, não deixar o carro morrer em baixa velocidade ou parado e para trocar de marcha.

Freio:

É o pedal do meio. Ele breca as rodas.

Quando pressionado suavemente, faz o veículo reduzir a velocidade gradualmente.

Com maior pressão no pedal, o carro para em poucos segundos.

Acelerador:

Faz as rodas girarem para o carro iniciar a marcha, seja para frente ou para trás, dependendo de onde estiver a alavanca do câmbio.

Muita atenção para essa regra fundamental: a embreagem sempre é pisada com o pé esquerdo e o freio e o acelerador com o direito – esses dois últimos jamais ao mesmo tempo.

3. Ligue o veículo

Antes de ligar o veículo, certifique-se de que ele está em ponto morto.

Se você pisar na embreagem, o ponto morto é aquele em que é possível empurrar a alavanca para cima e para baixo.

Ela deve ficar, portanto, no meio, sem qualquer marcha engatada.

Agora pise na embreagem até o fundo.

Enfie a chave na ignição e gire até o fim. O veículo deve ligar.

Se o freio de mão está puxado, desengate-o.

Basta apertar o botão em sua ponta e baixá-lo.

Para o carro não andar, se você estiver em um local com alguma inclinação, pise no freio.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

4. Engate a marcha

Se o automóvel continuar em ponto morto, não irá a lugar algum.

Ainda com o pé até o fundo da embreagem, você precisará engatar uma marcha.

Caso queira ir para a frente, é a primeira marcha que deve ser acionada.

Empurre com delicadeza a alavanca do câmbio para a esquerda e para cima.

Na hipótese de você ter de manobrar para trás para sair com o carro, deve ser engatada a marcha à ré.

A sua posição na caixa de câmbio varia de acordo com o veículo.

Geralmente, está em um dos extremos e é necessário ainda empurrar a alavanca para baixo – o que não se faz em nenhuma outra marcha.

Mas você não precisa ficar eternamente tentando.

Na parte de cima da alavanca, há um desenho com a posição de cada marcha.  A está na posição da letra “R”.

5. Faça o carro andar

como aprender a dirigir carro andar
Agora, chegou o momento de se colocar em movimento e entender realmente como aprender a dirigir!
Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Tire totalmente o pé direito do freio.

Comece a subir o pé esquerdo da embreagem, mas muito devagar.

Agora, preste muita atenção!

Não há como aprender a dirigir sem uma boa explicação sobre esse momento em que o carro começa a andar.

Nos automóveis de hoje, não é preciso pisar no acelerador para fazer o veículo andar.

Se você continuar tirando lentamente o pé da embreagem, vai chegar no chamado ponto da embreagem.

Também chamado de ponto da embreagem, ele é reconhecido pela tremidinha que o veículo dá.

Se isso acontecer, não se preocupe, não há nada de errado, isso é normal.

Depois da tremidinha, suba o pé esquerdo um pouquinho mais e o veículo começará a andar.

Ele seguirá em marcha mesmo se você não pisar no acelerador, mas em velocidade baixíssima.

Se soltar a embreagem um pouco mais rápido, o carro vai apagar.

Esse mecanismo que põe o carro em movimento sem o pedal do acelerador serve apenas para manobrar e sair de um estacionamento de forma mais prática.

Para parar e não bater em algum lugar, é simples: pise no freio.

Caso esteja em um estacionamento com pilares, use os retrovisores para vê-los.

Se estiver na rua, é necessário sinalizar a saída com a luz indicadora de direção, mais conhecida como seta ou pisca.

6. Acelere

A primeira vez que você faz um veículo andar é sempre emocionante.

Mas não se você continuar nessa velocidade.

Para andar de verdade, é preciso acelerar. Pise no acelerador suavemente.

Ao pisar, vá removendo totalmente o seu pé da embreagem.

Pronto, você está dirigindo!

Recorra sua multa de trânsito
Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Baixe o PDF grátis

A primeira marcha é usada para a partida.

Em situações normais, o motorista não fica nela muito tempo, porque quando a velocidade aumenta um pouquinho, já é necessário trocar de marcha.

Esse é, depois do ponto de saída, uma das lições mais importante, não há como aprender a dirigir sem dominar bem a troca de marcha.

Vamos explicar melhor a seguir.

Quando é o momento de trocar de marcha?

No sistema de transmissão, cada marcha corresponde a uma categoria de giro do motor.

Quanto mais alta é a marcha, maior é a velocidade em que o veículo deve trafegar.

Olhe para o painel do veículo. Do lado esquerdo do velocímetro, deve estar um marcador de RPM (rotações por minuto).

A troca para uma marcha superior deve ser feita quando o ponteiro está entre 2.500 e 3.000 RPM.

Alguns veículos têm uma faixa vermelha nesse local.

Quando o ponteiro a alcança, significa que é hora de fazer a mudança.

Embora essa explicação seja importante, recomendamos que você não aprenda a trocar a marcha dessa maneira.

Motoristas experientes não consultam o RPM, porque sabem sentir quando o motor está pedindo uma marcha mais alta.

Para um iniciante, a melhor maneira de reconhecer esse momento é pelo barulho.

Ao girar em uma rotação muito alta, exige-se mais do motor, e é emitido um som mais alto e agudo, facilmente reconhecível.

Por conta disso, se você está na fase de descobrir como aprender a dirigir, deixe o rádio desligado nas primeiras práticas.

Como fazer a troca de marcha?

Quando está no momento de fazer a mudança, você vai precisar fazer um movimento coordenado que inclui três coisas:

  1. Tirar o pé direito do acelerador;

  2. Pisar na embreagem até o fim com o pé esquerdo;

  3. Fazer a mudança na alavanca de câmbio com a mão direita;

  4. Tirar o pé esquerdo até o ponto da embreagem (aquele mesmo usado para fazer o veículo se mover depois de dar a partida);

  5. Voltar a pisar no acelerador.

O fundamental é entender o tempo certo de cada movimento e sua relação com o outro.

A mudança na alavanca deve ser feita quando o pé está no fundo da embreagem.

Para voltar a acelerar, o carro deve estar no ponto da embreagem.

Se você retirar o seu pé esquerdo totalmente depois de fazer a mudança, o veículo vai dar um “tranco”.

A única maneira de aprender a fazer bem a mudança é praticando.

Até ficar bom nisso, você vai errar bastante e o automóvel provavelmente vai dar muitos trancos.

O importante é que isso não o deixe desmotivado.

Entenda que cometer esse tipo de erro é extremamente normal quando se está aprendendo – todo mundo comete.

E como reduzir a marcha?

Assim como é necessário mudar para uma marcha mais alta quando o RPM está alto, quando ele está baixo, é preciso reduzir.

Novamente, não é necessário ficar olhando o painel.

Você vai perceber que, se você reduzir a velocidade em uma marcha alta, chegará o momento em que o motor quase não faz barulho e que, se você pisar no acelerador, ele não vai responder.

Isso significa que é necessário mudar para a marcha anterior.

Com a prática, você antecipará esse instante e já saberá que é hora de reduzir antes de observar esses sinais.

Lembre-se de que, para saber para onde mover o câmbio, basta olhar para o desenho das posições, que fica gravado em cima da alavanca.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

O carro morreu. E agora?

O carro morre quando está em uma rotação muito baixa e o pé esquerdo não está na embreagem.

O mais comum é isso acontecer quando o veículo está parando ou parado e vai iniciar marcha, e o motorista ainda não tem experiência suficiente para saber quando pisar na embreagem.

Se você deixar o veículo morrer, fique tranquilo.

Pise na embreagem, volte a chave e gire-a para ligar o automóvel novamente.

Como arrancar em subidas?

É um pouquinho diferente de arrancar no plano.

O pé esquerdo deve soltar um pouquinho – bem pouco – além do ponto de mudança, de modo que o carro trema ainda mais.

Quando isso acontecer, solte o pé direito do freio e pise rapidamente no acelerador.

Vai ser preciso pisar com um pouco mais de força do que no plano, porque é exigida maior potência para vencer a subida.

Se a subida for muito íngreme, você pode usar o freio de mão como auxiliar para não andar para trás, mantendo-o engatado até que comece a subir a ladeira.

Cuidado nas conversões

Ao fazer uma conversão, geralmente é necessário reduzir para a segunda marcha, para virar na velocidade adequada e segura.

Se a esquina em questão tem uma placa de “PARE”, então você terá de parar totalmente, pisar na embreagem e deixar na primeira marcha para arrancar.

Em rodovias, dependendo de quão fechada é uma curva, a redução também é válida para dar maior tração e estabilidade ao carro.

Nesse caso, sempre freie antes da curva, nunca no meio dela.

 

Aprendendo a Dirigir Carros Automáticos

como aprender a dirigir carros automaticos
Sem embreagem, os carros automáticos só necessitam de um comando no câmbio

Os carros automáticos, como já explicamos, não têm embreagem.

São somente dois pedais, portanto: o freio na esquerda e acelerador na direita.

É muito importante ressaltar que eles devem ser usados sempre com o pé direito. Pois nunca são apertados ao mesmo tempo.

Quem está acostumado com veículos manuais terá um impulso inicial de deixar o pé esquerdo junto aos pedais.

Mas ele deve ficar descansado, longe deles.

Tentar usar um pé para o freio e outro para o acelerador não é uma boa ideia e só causará confusão.

Se você quer saber como aprender a dirigir um carro automático, precisa entender como funciona o seu câmbio.

Diferentemente da alavanca do veículo manual, a do automático não vai para os lados, apenas para cima e para baixo.

Há alguns modelos diferentes, é claro, mas a grande maioria tem as seguintes posições:

  • P – Park (estacionar): é a posição em que o câmbio fica com o automóvel parado. Ele bloqueia as rodas.

  • R – Reverse (marcha à ré): com o veículo parado, basta colocar na posição R e largar o freio para o carro ir para trás. Se quiser ir mais rápido, pise no acelerador.

  • N – Neutral (ponto morto): é a posição que não bloqueia as rodas, como se fosse o ponto morto. Não costuma ter muita serventia no carro automático.

  • D – Drive (dirigir): movimenta o carro para a frente.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

Para dirigir um veículo automático, é muito simples.

Veja se a alavanca está no P então gire a chave na ignição.

Pise no freio e mude o câmbio para a posição D (geralmente, é preciso apertar um botão na alavanca para ser possível alterá-la de lugar.

Então basta tirar o pé direito do freio e acelerar. Simples assim.

Quando a rotação estiver alta, o sistema de transmissão mudará a marcha automaticamente, sem que você precise fazer nada.

Para arrancar em uma subida, você pode até tirar o pé do freio que o veículo não vai para trás.

 

Como Perder o Medo

como aprender a dirigir perder medo
É importante superar o medo de dirigir, pois isso dificulta o pleno aprendizado

Você vai colocar em ação todas essas dicas nas aulas práticas da autoescola.

Afinal, como já repetimos várias vezes, não há como aprender a dirigir de outra maneira que não dirigindo.

Aproveite o instrutor para tirar todas as suas dúvidas sobre o funcionamento do veículo e as regras de trânsito.

Se as 25 horas de aula acabarem e você ainda não se sentir seguro o suficiente, é possível agendar aulas extras no CFC.

Mas você pode encarar o exame final de direção mesmo assim.

Não são raros casos de pessoas que passam, obtêm a primeira habilitação e mesmo assim têm medo de encarar o trânsito.

Não há, no entanto, melhor maneira de perder esse medo do que adquirindo prática.

Quanto mais o condutor entende como dominar o veículo e automatiza os movimentos, mais confiança ele adquire para sair.

Nossa recomendação final é que você pratique bastante em ruas mais calmas e, quando se sentir confortável na direção, encare avenidas movimentadas.

 

Conclusão

como aprender a dirigir conclusao
E aí, já sabe como aprender a dirigir ou tem alguma dúvida?

Se você é motorista de primeira viagem, talvez se assuste com o número de orientações que apresentamos aqui.

Ao ler tudo de uma vez, pode parecer muita coisa.

Mas você precisa respirar fundo e pensar em cada passo de uma vez.

Ao dirigir, concentre-se totalmente no que está fazendo, apure os ouvidos e aprenda a entender a reação do motor a cada comando que você aciona.

No final, você vai ver que dirigir é muito mais fácil do que parecia.

Mas lembre-se de que, aqui, explicamos apenas como dominar o veículo.

A segunda parte é conhecer as regras de trânsito – o que você aprende nas aulas teóricas da autoescola – e respeitá-las.

Você pode desenvolver uma grande perícia no volante, pedais e câmbio, mas se não andar conforme as regras, não será um bom motorista.

Ande sempre dentro o limite de velocidade da via e observe a sinalização.

Tenha em mente que a via não é sua, então respeite os demais motoristas, ciclistas e pedestres.

Para saber mais sobre infrações e multas de trânsito, navegue pelo nosso site.

Explicamos de maneira didática todos os principais dispositivos do Código de Trânsito.

Ainda tem dúvidas sobre como aprender a dirigir?

Então entre em contato conosco ou deixe um comentário abaixo.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

Referência:

  1. https://infraestrutura.gov.br/images/Resolucoes/RESOLUCAO_CONTRAN_168_04_COMPILADA.pdf
Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH e economizar:  Clique AQUI para receber uma consulta gratuita do seu caso com o Doutor Multas.