Você Já Ouviu Falar de Caminhão Elétrico? Saiba Tudo Sobre

caminhao eletrico voce ja ouviu falar sobre saiba tudo sobre

Quando será que o primeiro caminhão elétrico chegará ao Brasil?

Você tem essa curiosidade?

Ou sequer sabia que o caminhão elétrico existia?

De fato, esse é um assunto curioso e de certa forma novo.

Embora os veículos movidos a eletricidade já estejam em desenvolvimento há algum tempo, quando falamos sobre caminhões elétricos, o mercado ainda engatinha.

Mas não significa que não existam modelos com essas características.

Você certamente quer conhecer mais sobre eles, não quer?

Neste artigo, vamos apresentar tudo sobre o caminhão elétrico da Tesla e sobre o caminhão elétrico da Volkswagen.

São dois dos principais modelos que vêm agitando o mercado do caminhão no mundo já em 2018.

Além disso, iremos explicar o que caracteriza um caminhão como elétrico e como funciona esse tipo de veículo.

Ficou curioso para saber tudo sobre caminhão elétrico?

Então, leia o artigo até o fim e fique por dentro.

Tenha uma ótima leitura!

 

O Que Caracteriza Um Caminhão Ser Elétrico

caminhao eletrico o que caracteriza
Entenda as principais diferenças que caracterizam veículos elétricos

Basicamente o que caracteriza tanto um caminhão como outro veículo elétrico é o motor.

Um veículo 100% elétrico funciona sem o uso de combustíveis, consumindo apenas a energia elétrica produzida por um conjunto de baterias.

Já um veículo híbrido é aquele em que o motor mistura as tecnologias elétrica e a combustão.

Sendo que o motor a combustão, nesse caso, é usado para recarregar as baterias e dar uma maior autonomia ao veículo.

Já um veículo a combustão é aquele que nós conhecemos há tanto tempo, com um motor movido a combustíveis fósseis (gasolina, diesel) ou vegetais (etanol, biodiesel).

Ou seja, um caminhão elétrico é aquele que não necessita do uso de combustíveis, funcionando somente através do uso de baterias recarregáveis.

Podemos dizer que é semelhante a um celular, só que com uma autonomia muito maior e medida em quilômetros.

Mas como funciona um caminhão elétrico?

Veja no próximo tópico!

 

Como Funciona Um Caminhão Elétrico

caminhao eletrico como funciona
Será que o funcionamento de um caminhão elétrico é igual ao de um carro elétrico?

Basicamente, um caminhão elétrico possui um conjunto de baterias que são recarregáveis.

Assim como carros, quando você compra o veículo, vem junto uma estação de carregamento.

Daí, é só conectar na tomada e esperar dar a carga cheia.

Alguns veículos também vêm equipados com células de captação de energia solar, mas não são todos.

Essa energia faz o motor funcionar.

Alguns carros elétricos usam somente a energia gerada pelas baterias.

Em outros, a eletricidade é gerada através de baterias mais hidrogênio, o que não caracteriza um veículo híbrido.

Para você entender melhor: o motor dos veículos 100% elétricos que funcionam através de hidrogênio gasoso são chamados de motor de combustão de hidrogênio.

Nesses casos, o hidrogênio fica estocado em um tanque semelhante ao de GNV, o gás natural veicular, só que ele é feito de fibra de carbono.

Ali, existe uma célula combustível, peça responsável por transformar o hidrogênio em energia.

Basicamente, então, ocorre uma reação química entre o gás hidrogênio e o oxigênio do ar.

Ela gera energia e dispensa água ao invés de gases poluentes da atmosfera.

Um sistema eletrônico é responsável pelo controle da emissão de hidrogênio e geração da energia necessária para o funcionamento do motor.

Esse sistema define se a energia virá das baterias, dos capacitores ou da célula combustível.

Interessante, não é mesmo?

Isso varia conforme o tipo de terreno, aceleração, frenagem, subida e descida.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis
Como não há explosões, o motor não faz barulho.

Sim, ele é  totalmente silencioso.

A eletricidade produzida na célula pode ir direto para o motor ou recarregar duas reservas de energia do carro: baterias e ultracapacitores.

Quando não há a presença do hidrogênio, as baterias mandam a energia diretamente para o motor.

Ele, por sua vez, faz sua distribuição e é isso que leva o veículo a funcionar normalmente.

É o mesmo procedimento de qualquer aparelho que usa bateria, contudo, com uma aplicação utilizada para a área automobilística.

Agora, vamos conhecer um caminhão elétrico que promete revolucionar a indústria automobilística.

Estamos falando do caminhão elétrico da Tesla.

Conhece?

Não?

Então, leia o próximo tópico e veja o que o homem é capaz de criar.

 

Caminhão Elétrico da Tesla

caminhao eletrico tesla
Eis uma daquelas invenções para deixar qualquer um de queixo caído

Apresentado para o mundo no dia 16 de novembro de 2017, o caminhão elétrico da Tesla só começará a ser fabricado a partir de 2019.

O nome do modelo é Tesla Semi, em homenagem a Semi-Trailer Truck, que é como chamam os cavalos mecânicos nos Estados Unidos.

A grande novidade do caminhão elétrico da Tesla é a autonomia.

Conforme Elon Musk, presidente da Tesla, a autonomia do motor elétrico desse caminhão é de 800 quilômetros.

Para você ter ideia, o caminhão elétrico da Daimler, que possui uma autonomia alta, faz apenas 350 quilômetros com uma carga.

Ou seja, o caminhão elétrico da Tesla fará mais que o dobro.

Ao menos é essa a expectativa.

E não para por aí.

Musk ainda afirma que é possível rodar mais 650 quilômetros com uma carga rápida de 30 minutos.

Isso com certeza é uma revolução quando se fala de veículos elétricos.

Se você pensar, ainda é pouca autonomia, se comparado a motores a diesel, que fazem em torno de 1.600 quilômetros.

Mas já é muito mais do que os demais veículos existentes no mercado.

E pense: tudo isso usando um combustível limpo, que não agride ao meio ambiente.

Mas não para por aí.

Um caminhão potente e veloz

O veículo pode ter uma capacidade de tração máxima que chega a 36 toneladas, o equivalente ao de caminhão semipesados.

Também contará com quatro motores iguais ao do Tesla 3 (sedã da linha).

Ou seja, são 258 cavalos por motor, totalizando 1.302 cv de potência máxima.

Sendo que cada motor será para uma das rodas.

Com isso, o torque será distribuído automaticamente.

Ainda de acordo com Musk, isso deixará o veículo mais seguro do que outros caminhões.

Contudo, ainda não é o mais impressionante.

Esse caminhão (somente o cavalo), pasmem, chegará de 0 a 100 quilômetros por hora em apenas 5 segundos.

O que é mais rápido que um Golf GTI.

Mas e carregado?

Com carga total, ou seja 36 toneladas, ele chegará de 0 a 100 quilômetros por hora em apenas 20 segundos.

Ou seja, será um caminhão muito potente.

Outras características do caminhão elétrico Tesla

Ele ainda trará a última versão do Autopilot, um sistema semi-autônomo de direção que auxilia o motorista.

Além disso, a cabine irá imitar um carro de Fórmula 1, sendo que o banco do motorista irá ocupar a posição central da cabine.

Teoricamente, isso facilita na visibilidade do motorista, contudo, pode criar alguns pontos cegos.

A desvantagem é que não haverá bancos para passageiros, nem área para cama.

E não custa lembrar que isso é muito utilizado pelos caminhoneiros no Brasil, que precisam dormir em seus veículos.

O caminhão elétrico da Tesla não terá quadro de instrumentos nem espelhos retrovisores.

No lugar, haverá duas telas de 15 polegadas cada.

Já em substituição aos retrovisores haverá câmeras, que terão suas imagens mostradas em parte das telas de comando.

Outra questão que impressiona é o coeficiente de arrasto aerodinâmico do caminhão elétrico da Tesla, que é de 0,36.

Para você ter uma ideia o coeficiente aerodinâmico da famosa Ferrari 458 Italia é de 0,33.

Ou seja, o caminhão elétrico da Tesla possui um coeficiente aerodinâmico muito próximo ao de uma Ferrari.

Incrível, não?

O padrão é caminhões terem um coeficiente de 0,70 em média.

Vale ressaltar que, quanto menor esse número, menos atrito o ar exerce junto ao veículo, permitindo uma maior velocidade.

Tesla aposta em grande vida útil

Uma questão que preocupa quem viu fotos do caminhão é o para-brisa gigante.

Todos sabem o quanto é fácil trincar um para-brisa, ainda mais em caminhões que trafegam nas piores estradas possíveis.

Imagine, então, ter que trocar um para-brisa enorme desses.

Com certeza, isso sairia muito caro.

Contudo, Musk afirma que não existe esse risco no caminhão elétrico da Tesla, uma vez que ele é feito com um vidro ultra-resistente.

Além disso, a Tesla afirma que é possível trafegar 1,6 milhões de quilômetros sem quebrar o caminhão, o que é bastante coisa.

A economia prevista em combustível, quando comparado ao diesel, é de 20% conforme a empresa.

Apesar de ainda não haver data para a chegada do caminhão elétrico da Tesla nas ruas, já é possível fazer encomendas.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

Quanto custa?

Quer fazer a sua encomenda?

Para isso, é necessário depositar cinco mil dólares na conta da Tesla.

Além disso, é possível realizar apenas quatro reservas por proprietário.

Vale salientar que o Brasil possui uma política de zero impostos para veículos totalmente elétricos, como forma de ajudar o meio ambiente.

Por isso, esse caminhão deve chegar às ruas brasileiras com o mesmo preço de mercado do exterior.

Obviamente, acrescentado o valor da importação.

Ainda não foram divulgados valores finais do veículo.

Contudo, estima-se que o preço será bem superior ao de um caminhão normal.

Quanto a isso, Musk relata que o veículo se paga em pouco tempo devido à grande economia gerada em manutenção e combustível.

Outra empresa que anunciou o seu modelo de caminhão elétrico foi a Volkswagen.

Veja mais sobre ele no próximo tópico!

 

Caminhão Elétrico Volkswagen

A Volkswagen apresentou o seu modelo de caminhão elétrico na Alemanha, no dia 11 de outubro de 2017.

O modelo também esteve em exibição no Brasil, na na 21ª edição da Fenatran, que ocorreu em São Paulo, de 16 a 20 de outubro de 2017.

O caminhão elétrico da Volkswagen é o e-Delivery, que faz parte da linha Delivery da marca e é produzido totalmente no Brasil, sendo 100% elétrico.

O protótipo faz uso de um 80kW, o que equivale a cerca de 109 cv, com torque máximo de 50,3 mkgf.

A marca também informa questões interessantes sobre a autonomia.

Ela chega a 200 quilômetros, levando três horas para uma carga total, ou seja, 100% da bateria.

Contudo, a Volkswagen relata que há um modo de recarga rápida, no qual é possível recarregar 30% em apenas 15 minutos – o que dá uma autonomia de mais 60 quilômetros.

Assim como diversos veículos elétricos, o sistema de frenagem também produz energia.

Isso torna possível, por exemplo, que ao descer a Serra o veículo chegue com mais carga em baixo do que quando partiu do ponto de origem.

Os sistemas auxiliares, como compressor de ar, ar condicionado, bomba de direção e de água, terão motores elétricos independentes do de tração.

Ou seja, eles não vão consumir mais energia por estarem acionados.

E caso algum estrague, você não precisa consertar o sistema inteiro.

Até o momento, foi confirmado que a AmBev deve fazer uso de algumas unidades desse caminhão para testes, ainda em 2018.

A previsão é que o caminhão chegue às ruas para o público em geral somente em 2020.

 

Vantagens e Desvantagens de Veículos Elétricos

caminhao eletrico vantagens e desvantagens veiculos
Confira outros pontos positivos dos veículos elétricos além do custo com combustível

A grande vantagem de um caminhão elétrico, assim como qualquer veículo movido à eletricidade, é o menor custo para abastecimento.

E não é difícil de entender.

A eletricidade ainda é mais barata do que combustíveis usados para combustão.

Além disso, outra vantagem é não poluir o meio ambiente.

E também se pode citar o baixo custo de manutenção – praticamente zero.

Uma vez que o motor é elétrico, não é necessário o uso de óleos para lubrificá-lo e garantir que não sobreaqueça.

Ainda é preciso citar que o desgaste de um motor elétrico é infinitamente menor do que o de um veículo movido a combustível.

Sendo assim, a manutenção de um veículo elétrico é extremamente mais barata do que a de outros veículos.

E as desvantagens?

Pontos negativos

Uma desvantagem dos veículos elétricos é a autonomia de quilometragem em comparação ao tempo de recarga das baterias.

Diversos veículos elétricos precisam de uma carga de seis horas na tomada para um desempenho de somente 100 ou 150 quilômetros.

São interessantes para quem pode deixar o veículo parado por diversas horas e precisa rodar pouco.

Mas não aconselhados para viagens.

Contudo, isso está mudando.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis
Prova disso é o caminhão elétrico da Tesla, sobre o qual falamos anteriormente.

Lembrando que ele promete fazer 800 quilômetros com uma carga normal e mais 650 com uma carga rápida (de meia hora).

Com certeza, com uma autonomia dessas, já é possível viajar e utilizar o veículo para outras funções.

No nosso país, uma desvantagem é que existem poucos postos de abastecimento de energia elétrica.

Mas, com o tempo, a esperança é que isso mude.

E o avanço do caminhão elétrico pode ser mais um motivo para tanto.

 

O Mercado de Caminhão no Brasil e No Mundo

caminhao eletrico mercado brasil mundo
Saiba um pouco mais sobre o mercado de caminhões em 2018

Agora que falamos bastante sobre o caminhão elétrico, que tal conhecer um pouco sobre o mercado em geral?

Algumas marcas tradicionais, como a Volvo e a Scania, não possuem novidades para esse ano, investindo nos caminhões que já estão no mercado.

Já a Ford apresentou na Fenatran do ano passado o Cargo Connect.

Esse é um protótipo que tem como base o modelo Cargo 2429 8×2 Torqshift.

Além disso, traz tecnologias interessantes, como frenagem autônoma, piloto automático adaptativo, alerta de permanência em faixa, alerta de pontos cegos e até mesmo sensor de fadiga.

Contudo, esse modelo não possui data prevista de lançamento, sendo considerado pela empresa como um modelo de estudo.

Outro veículo que a Ford aposta para este ano é a picape F-450 Super Duty.

Ela possui comprimento de 6,2 metros, além de 1,98 metro de altura e de 2,03 metros de largura.

É uma verdadeira picape gigante.

O veículo pesa 3,9 toneladas e possui um motor 6.7 V8 turbodiesel.

São 32 válvulas, com a entrega de 446 cv a 2.800 rpm.

E ainda 128 mkgf de torque máximo a 1.800 rpm.

Infelizmente, esse é um veículo que não deve ter lançamento no Brasil.

Uma vez ela custa 77.325 dólares nos Estados Unidos.

Mais de 300 mil reais, por tanto.

Pela Mercedes-Benz, a grande novidade é a série do Actros, que foi especialmente inspirada no modelo clássico 1111.

A marca anunciou a produção de um total de 21 unidades, sendo que todas elas terão exatamente a mesma tonalidade do 1111.

Haverá detalhes em vermelho no chassi e nas rodas e também um exclusivo revestimento interno.

Os demais modelos da marca foram outros a receber melhorias.

O Axor vem com 13 inovações.

Dentre elas, estão importantes itens de segurança, incluindo aí a distribuição eletrônica de frenagem (EBD), assistente de partida em rampas (HSA) e controle de tração (ASR).

Com certeza, isso ajudará e muito os motoristas brasileiros.

O Accelo terá com um tanque adicional com capacidade de 150 litros, dobrando o total de diesel do veículo.

Também contará com um novo modelo de cabine estendida.

A linha Sprinter vem com novidades também.

Em sua edição especial de 20 anos, ela sai de fábrica com grade cromada, piloto automático, volante multifuncional e assistente de partida em rampas.

Já pela Iveco, a grande novidade para 2018 é o Daily City 30S13.

Ele é um caminhão leve, feito para concorrer no segmento de VUCs.

Outra opção da marca é o City, que tem como proposta atender àqueles que atuam com entregas em cidades diversas.

A linha Tector não fica atrás no quesito novidades.

Ela terá as versões 8 e 11 toneladas, sendo que é possível acrescentar mais um eixo no de 11 toneladas e aumentar a capacidade para 13 toneladas.

Ambas as versões virão com o motor FPT N45 de 4,5 litros, com 190 cv e 62,2 mkgf.

E para comemorar os 20 anos da marca no Brasil, mais novidades.

Os modelos Hi-Way e Daily terão edições limitadas.

Cada uma com só 20 unidades cada – uma por ano da marca no país.

Ou seja, não faltam boas razões para se animar com o que vem por aí.

Mas se a sua expectativa ainda é por dirigir um caminhão elétrico, quando será que ele deve chegar ao Brasil?

É sobre isso que falaremos agora.

 

Quando o Caminhão Elétrico Deve Chegar ao Brasil?

Não vai ser agora, mas também não vai demorar tanto assim.

Já dá para começar a planejar ter um deles para chamar de seu.

O caminhão elétrico da Volkswagen tem previsão de chegada para o público geral em 2020.

Contudo, já será possível ver caminhões de teste circulando pelas ruas brasileiras a partir deste ano.

Ainda não será a oportunidade de dirigir um deles, mas poderá ter um gostinho especial em breve.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis
Já o caminhão elétrico da Tesla ainda não tem previsão de chegada em terras brasileiras.

Esse é um modelo superior, como já destacado.

Então, é natural que resulte em maior expectativa.

Mas é necessário aguardar.

Resta esperar para conferir como vão se comportar na prática essas novas invenções.

O certo é que elas irão mudar o mercado de caminhões não só brasileiro, como mundial.

 

Conclusão

caminhao eletrico conclusao
Siga acompanhando nosso Blog para ficar por dentro das novidades sobre caminhões!

Você aprendeu neste artigo tudo sobre o caminhão elétrico.

Viu as novidades da Tesla e da Volkswagen.

Conferiu também o que caracteriza um caminhão elétrico e como ele funciona na prática.

Teve acesso ainda a informações sobre as vantagens e desvantagens dessa tecnologia.

Infelizmente, ainda são poucas as empresas que estão investindo no mercado de caminhões elétricos.

Como reflexo disso, existem poucos postos de abastecimento ao longo do país, sendo mais comuns em grandes centros urbanos.

Essa é uma questão que atrapalha não apenas o avanço do projeto do caminhão elétrico, mas de todos os veículos movidos a eletricidade.

Obviamente, um motorista que dirigir para o interior do país poderá encontrar muita dificuldade para achar um posto de abastecimento de energia elétrica.

Nesses casos, é necessário planejar as rotas previamente.

Dá tanto trabalho que pode ser melhor escolher um caminhão a diesel, mais tradicional.

Mas não desanime.

Se hoje ter um caminhão elétrico é um sonho que parece distante, nos próximos anos, tudo isso pode mudar.

A procura tende a modificar a oferta.

Quem sabe não seja isso que vá gerar maiores investimentos para vermos mais veículos elétricos nas ruas?

Ficou com alguma dúvida sobre caminhão elétrico?

Gostaria de deixar sua opinião sobre o artigo e sobre a ANTT?

Registre abaixo um comentário.

E se quiser conversar com nossa equipe de consultores especialistas na área administrativa de direito de trânsito, estamos à disposição.

Faça contato conosco.

É sempre um prazer atendê-lo e poder ajudá-lo em suas necessidades.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis