Como Pintar um Carro Em Casa – Será Que Isso é Recomendado?

como pintar um carro em casa sera que isso recomendado

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.

Quem quer saber como pintar um carro está, provavelmente, querendo dar uma repaginada em seu veículo.

Os apaixonados por automóveis costumam considerá-los mais do que um meio de transporte. São, praticamente, uma extensão de suas personalidades.

A vaidade, portanto, estende-se ao veículo. Películafaróis LEDcarroceria rebaixada, adesivos, rodas diferentes e outras modificações no carro são como tatuagens, piercings, roupas ou acessórios em uma pessoa.

Enquanto isso, uma pintura desgastada pode ser comparada a um não-cuidado com a própria roupa, o que prejudica a aparência.

Você até pode abrir mão dos acessórios e das modificações, mas a importância da pintura em dia, assim como os mínimos cuidados com a roupa, é essencial para a manutenção da boa aparência.

Há quem esteja sempre comprando um carro novo e nunca tenha se preocupado com isso. Afinal, acaba trocando de veículo antes de ter problemas com a pintura.

Todavia, nem todos têm esse privilégio, ou desejo.

Algumas pessoas deixam de trocar de automóvel não por falta de dinheiro, mas porque não veem motivos para isso.

Pode ser que o carro ainda funcione perfeitamente bem, mesmo com o passar dos anos.

Ou, então, o proprietário tenha um carinho especial por ele. Quem sabe se trata de um veículo antigo, de colecionador.

Se o único problema for a sua aparência, realmente não vale a pena substituí-lo.

Basta somente saber como pintar um carro e executar o serviço.

Você não faz ideia do quanto uma simples pintura pode mudar a cara de um veículo.

Na realidade, de simples, essa pintura não tem nada, pois não é como pintar uma parede. Por isso, você deve considerar dar prioridade à realização desse serviço por quem entende do assunto.

Seja qual for a sua ideia, o primeiro passo é informar-se melhor sobre o tema.

Por isso, você está no lugar certo.

Nesse artigo, vamos falar sobre os tipos de pintura, como pintar um carro e quais são os cuidados que devem ser tomados.

Boa leitura!

 

Tipos de Pintura de Carro

como pintar um carro tipos
Conheça os tipos de pintura para a lataria do seu veículo

Antes de saber como pintar um carro, você precisa conhecer quais são as possibilidades, pois há mais de um tipo de pintura que pode ser utilizado.

Confira, abaixo, quais são as três principais e suas características.

Pintura Sólida

Trata-se do tipo de pintura mais básico. Exatamente por esse motivo, é utilizada na maior parte dos veículos.

Na pintura sólida, são utilizados pigmentos de cor em uma tinta de poliéster ou poliuretano.

Geralmente, está disponível nas cores preto, branco ou vermelho.

Como sua tecnologia é mais simples, normalmente as montadoras oferecem esse tipo de pintura sem custos nos carros que vêm de fábrica.

Pintura Metálica

É uma pintura com tecnologia diferente.

Ela possui uma base de alumínio e, por conta disso, reflete mais a luz.

Um veículo com pintura metálica é mais brilhante.

Suas cores são mais vivas, chamam muito mais a atenção.

Por conta de sua composição e estética diferenciadas, a pintura metálica implica em um custo adicional sobre o preço do veículo.

Pintura Perolizada

Por fim, a pintura perolizada. Trata-se do tipo de pintura mais cara entre os três.

Isso porque a tinta utilizada tem, em sua composição, pó de pérola e partículas de pigmento mineral.

Suas cores são ainda mais vibrantes e seu grande diferencial é o efeito de mudança de tonalidade conforme a posição do observador.

Também se trata de um item adicional na hora da compra e, por isso, torna o veículo ainda mais caro.

Qual é Melhor?

Em primeiro lugar, trata-se de uma questão de gosto. Há pessoas que dão maior importância à estética de seu veículo do que outras.

É mais ou menos o que falamos na abertura do texto.

Assim como há pessoas que gostam de vestir roupas chamativas ou de grife, outras estão felizes com a moda básica. Da mesma forma, considera-se a pintura para os veículos.

Se você não se importa que seu veículo tenha uma cor mais chapada e fosca e não quer gastar muito dinheiro com a pintura, escolha a sólida.

Mas, se você se encanta com o brilho dos automóveis que vê em fotos e vídeos de exposições em salões internacionais, por que não abrir um pouco a mão e investir na pintura metálica ou perolizada?

Segundo publicação recente no site da revista Quatro Rodas, o custo extra de um automóvel pode variar entre R$ 1,2 mil e R$ 2 mil no caso da pintura metálica e ultrapassar R$ 2,5 mil se ela for perolizada.

Enfim, se a aparência do veículo é importante para você e esse dinheiro extra não lhe fizer falta, opte por um tipo de pintura que dá mais brilho e destaca a beleza do carro.

E quanto à qualidade da tinta? Será que todos os tipos de pintura vão durar o mesmo tempo?

Segundo a mesma publicação da Quatro Rodas, no passado, a durabilidade da pintura sólida era menor do que a dos demais tipos. O que diminuiria a força do argumento da economia.

No entanto, atualmente, o acabamento original do veículo é feito com duas camadas e não apenas uma.

A primeira camada é da tinta, seja qual for o tipo. E a segunda é de verniz, substância que garante a conservação da pintura do veículo.

É por isso que, no final, a única coisa que conta é a disposição do proprietário em investir mais para ter um veículo com mais brilho.

Agora, conhecendo os tipos de pintura existentes, será que você tem alguma ideia sobre quais são os prós e os contras de pintar um veículo em casa?

Siga a leitura e confira os pontos positivos e negativos de você mesmo executar a tarefa.

Será Que Você Deve Pintar um Carro em Casa?

como pintar um carro sera que voce deve
Confira quais são os pontos positivos e negativos da pintura de carro em casa

Quem está procurando saber como pintar um carro, provavelmente não está tão interessado nas opções que a montadora dá ao vender um veículo zero.

Ao pintar um veículo em casa, seu objetivo é, certamente, dar você mesmo  uma cara nova ao automóvel usado, cuja pintura já está feia e desgastada, o que confere a ele uma aparência de velho e mal cuidado.

Não é difícil encontrar uma oficina mecânica que tem, entre seus serviços, a pintura de carros.

É claro que, nesse caso, além da tinta, o dono do veículo terá de gastar com a mão de obra cobrada pela oficina.

Por essa razão, saber como pintar um carro em casa pode resultar em uma bela economia.

Mas há outros motivos que podem levar uma pessoa a querer fazer o serviço por conta própria.

Os apaixonados por carro costumam ter uma relação diferente com seus veículos. Isso inclui lavar, consertar e trocar alguns itens em vez de pagar para outra pessoa fazê-lo.

Não se trata de economizar e nem de não confiar ou achar que não terão o mesmo cuidado.

Às vezes, é apenas questão de hobby ser o responsável por manter o carro sempre em ótimas condições.

Mesmo pessoas que não são assim tão apaixonadas pelo veículo podem querer saber como pintar um carro por gostarem de trabalhos manuais e de aprender novas coisas.

É como, por exemplo, cortar a grama. Muita gente pode pagar alguém para fazer o serviço, mas há quem goste de dedicar o final de semana ao cuidado com o jardim.

Por isso, há, sim, possibilidades e vantagens de aprender a fazer, de forma autônoma, a pintura do veículo. Confira os pontos positivos no próximo tópico.

Pontos Positivos

É claro que o grande benefício de saber como pintar um carro e fazê-lo por conta própria é a economia.

Mas, atenção, esse só é um ponto realmente positivo se você já possui os equipamentos necessários para o serviço.

Como já ressaltei antes, não é como pintar uma parede. Você não vai pintar um automóvel com um pincel e um rolo.

Além da tinta, verniz e solvente, são necessários uma pistola de pintura e um compressor para fazê-la funcionar. Além desses instrumentos, também é necessária uma politriz ou lixadeira.

Um lugar adequado também é essencial, assim como muita fita e jornais para evitar pintar locais indevidos.

Após o domínio das técnicas e do uso dos instrumentos, o serviço de pintura do veículo torna-se bastante facilitado.

Contudo, antes de aprender a realizar a pintura, podem surgir algumas dificuldades. Conheça-as no próximo tópico.

Pontos Negativos

O lado negativo de aprender a pintar um carro é que o serviço envolve alguns riscos, já que a pessoa que o faz ainda não é profissional.

A chance de que o resultado seja um trabalho mal feito, ou, pelo menos, de uma qualidade final bem inferior do que se imaginava, é grande.

Há quem pense que é uma tarefa simples, que qualquer pessoa que possui um compressor e uma pistola pode fazer. Contudo, não é bem assim.

Uma série de técnicas devem ser feitas paralelamente para que haja uma pintura perfeita.

Ao site Garagem 360, o coordenador técnico do Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi Brasil) Gerson Burin explicou melhor estes pontos.

Para ele, a pintura automotiva exige, do pintor, técnicas de aplicação da tinta e de realização dos processos preparatórios para se aplicar a tinta na carroceria.

Dentre essas técnicas e procedimentos, estão o uso da lixa, a aplicação da massa, do primer, da tinta e do verniz, por exemplo.

Se a pintura não der certo, você terá desperdiçado tempo e dinheiro com o material e, no final, terá de pagar, igualmente, uma oficina para realizar o trabalho.

Resumindo: se você não tiver muita certeza do que está fazendo, esse é o típico caso em que o barato pode sair caro.

Por essa razão, continue a leitura deste texto e veja como acontece o processo de pintura de um veículo.

Como Pintar um Carro Em Casa

como pintar um carro em casa
Se o seu plano é realizar a pintura do seu veículo em casa, existem dicas para fazer isso

A pintura de um veículo é bem mais complexa do que você pode imaginar, como já comentei. Saber como pintar um carro envolve várias etapas.

Podemos dividi-las da seguinte maneira. Veja a seguir.

Preparação

O primeiro passo para realizar a pintura de um veículo é remover a tinta atual, a fim de deixar a superfície completamente lisa e limpa, pronta para receber a pintura.

Esse trabalho demanda o uso de uma lixadeira e lixas comuns em locais de difícil acesso.

No final, um solvente deve ser utilizado para remover pó e resíduos.

Base

Para uma pintura de boa qualidade, antes de aplicar a tinta, é necessário aplicar o primer na lataria do veículo.

Trata-se de um produto que melhorará a aderência da tinta na chapa.

A aplicação do primer é feita com uma pistola, com muita atenção para que todas as partes da superfície do veículo sejam cobertas.

Cor da Tinta

Se a pintura for aplicada sobre a tinta, não é necessário removê-la, como o indicado no primeiro passo.

No entanto, é imposta uma outra dificuldade: encontrar a tonalidade exata.

Essa é uma tarefa muito mais difícil do que você pensa, pois não se trata de um nome ou código para a cor da tinta, e sim um ajuste.

Em uma oficina, ele é feito por um colorista, que faz uma mistura com pigmentos de várias cores para chegar a um resultado igual à pintura atual do veículo.

Se não houver esse cuidado, você terá um carro com uma cor não uniforme, com algumas partes mais claras do que outras.

Aplicar a tinta

Operar a pistola também é muito mais complicado do que parece.

Há regulagens de pressão e o operador precisa ter a habilidade para aplicar a tinta de maneira uniforme por todo o automóvel.

Verniz

Antes de iniciar essa etapa, confira se a aplicação ocorreu exatamente do jeito que você queria.

Em caso positivo, você pode dar início ao passo final do processo de pintura, aplicando o verniz.

Contudo, tenha o cuidado de seguir à risca as instruções quanto à diluição e secagem do produto utilizado.

O verniz é a camada que protege a pintura e dá a ela um brilho extra.

Após a descrição de todos os passos, você pode ver quantos detalhes estão envolvidos na técnica de pintura automotiva?

Se você ficou impressionado com o procedimento e pensa que será melhor contratar um profissional especializado na área, continue a leitura e saiba mais sobre os serviços.

 

Pintar Carros Com Especialistas

como pintar um carro especialistas
Para ter a garantia de que a pintura será bem executada, a dica é confiar em especialistas

Alguém que está iniciando dificilmente dominará todas as técnicas de que falamos no tópico anterior.

Mas deixar a pintura do veículo a cargo de especialistas é recomendável, e não apenas porque eles têm experiência no assunto.

Uma oficina que tem como especialidade o serviço de pintura possui um local adequado para a realização de um trabalho de qualidade.

Esse local precisa ser totalmente livre de contaminação por agentes externos, que podem estragar todo o trabalho.

Arranjar um lugar assim para fazer a pintura por conta própria é muito difícil.

Se for em uma garagem, o local precisa estar completamente livre de poeira e isolado para o trabalho.

Em um vídeo para sua coluna no blog Oficina do G1, Denis Marum, dono de oficina e formado em engenharia mecânica, cita quatro dos principais fatores que influenciam em uma pintura de qualidade.

Seu relato nos ajuda a entender como o local e o conhecimento dos profissionais especializados são importantes para o resultado final.

Os fatores que ele destaca são:

  • Poeira: qualquer grão que cai na pintura estraga o trabalho e resulta em perda de material. Profissionais especializados utilizam cabines com ventilação controlada por filtros e ajuste de temperatura.

 

  • Tonalidade da pintura: é o trabalho de que falamos antes, do colorista. Ele manipula a tinta original e, a partir de pigmentos, acerta a tonalidade para que não haja diferença da área pintada para a original.

 

  • Materiais diferentes: há inúmeros produtos no mercado para secagens e diluições diferentes. Só um especialista sabe qual tipo de material é mais adequado para o melhor resultado em determinada situação.

 

  • Secagem: é necessário garantir uma secagem uniforme. Caso contrário, a superfície do veículo pode ficar opaca, sem brilho.

Além disso tudo, como você está pagando pelo serviço, pode cobrar seus direitos enquanto consumidor.

Logo, se houver algum problema, pode solicitar que ele seja corrigido.

Caso você esteja preocupado com os valores cobrados por esse serviço, confira o tópico seguinte, em que apresento pontos sobre o assunto.

 

Preço Médio de Pinturas de Carros

como pintar um carro preco medio
Saiba o custo médio de um procedimento de pintura de veículos

É difícil estabelecer o preço médio para o serviço de pintura de carros.

Afinal, cada caso tem suas particularidades e cada oficina tem o seu preço.

Se o estabelecimento utiliza uma cabine de alta tecnologia, os melhores materiais e os profissionais mais capacitados para realizar o trabalho, o preço será, certamente, mais alto.

Para indicar um valor mediano, posso dizer que você pode contratar um trabalho de pintura por valores de R$ 3 a R$ 4 mil.

Dependendo das exigências, é claro que o custo pode ser maior. Mas também pode ser bem menor, se você não deseja uma pintura completa.

Se o que você deseja é reparar locais específicos do veículo, onde há arranhões e amassados, o trabalho é outro.

Nesse caso, é feito o que se chama de micropintura.

Quando se trata apenas de um risco pequeno, o serviço é muito simples e rápido.

Quando há riscos maiores e falhas grandes na pintura devido a batidas, é necessária uma técnica de micropintura diferente.

É, então, envelopada a lataria em torno do local que receberá a pintura, para que a tinta não espirre em outras partes.

São feitos testes para chegar ao tom correto e, em seguida, aplicada, com muito cuidado, a tinta apenas no local necessário.

Nesse caso, o serviço será muito mais barato do que uma pintura completa.

Se você acha que não será difícil, pode até aprender como pintar um carro e fazer o trabalho por conta própria.

Você correrá menos riscos porque, se o resultado não ficar bom, pouco dinheiro em material foi gasto, e será fácil para um profissional consertar.

Portanto, veja como deseja executar a pintura de seu veículo, e não se esqueça de tomar alguns cuidados após o procedimento.

Digo isso para que a pintura não danifique rapidamente, mas de forma contrária, dure mais tempo.

Siga o texto e confira quais são esses cuidados.

Cuidados Importantes

como pintar um carro cuidados importantes
Tome alguns cuidados importantes para evitar problemas

Com a pintura nova, agora você precisa se preocupar em tomar os cuidados necessários para que ela dure o maior tempo possível.

O primeiro é na hora de lavar o veículo.

Você pode usar jato d’água, mas, com moderação, sem aplicar pressão exagerada.

Uma lavagem bem feita ajuda a preservar a qualidade da pintura.

Você também não deve lavar o veículo sob o sol e enquanto ele estiver com a lataria quente. Isso pode originar grandes manchas.

A lavagem deve ser com a chapa fria e na sombra.

A película protetora da pintura se dissolve com o passar do tempo. Para isso serve a cera.

Assim, aplicar produtos de boa qualidade pode ajudar a retomar o brilho original do veículo.

Outra coisa que pode ser feita para reforçar o brilho da pintura é o polimento do veículo.

O processo deve ser feito por profissionais especializados e apenas em circunstâncias especiais.

Afinal, a cada polimento, a espessura da tinta diminui.

Agora que você está ciente dos cuidados que precisa ter com a pintura do veículo, veja os procedimentos legais que deve realizar para poder mudar a cor de seu carro.

 

Alteração de Cor

como pintar um carro alteracao de cor
Saiba o que diz a lei sobre a mudança da cor

Uma das informações que constam nos documentos de um veículo é a sua cor.

É um dado importante para facilitar a sua identificação pela autoridade de trânsito.

Por conta disso, você só está previamente autorizado a pintar o veículo da mesma cor que consta em seu registro.

Para pintar de uma cor diferente, é necessário ter uma autorização do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Os procedimentos variam de estado para estado e podem envolver uma vistoria antes da mudança nos documentos do carro. O órgão cobra uma taxa por esse serviço.

Diferentemente de outras modificações no veículo, a alteração exige apenas a autorização do Detran, e não o Certificado de Segurança Veicular (CSV).

O motorista que alterar a cor do automóvel sem autorização está cometendo uma infração de natureza grave, segundo o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), inciso VII.

O infrator, portanto, terá de pagar R$ 195,23 de multa e, ainda, receberá cinco pontos em sua CNH.

Além disso, como medida administrativa, o Código de Trânsito estabelece que o veículo será retido para a regularização.

Conclusão

como pintar um carro complexidade
Avalie o cenário antes de decidir como será a pintura do seu veículo

Agora você já sabe o que é necessário para pintar um carro. Dessa forma, o que acha da tentativa de fazer esse serviço sozinho?

Você deve ter percebido que esse trabalho envolve uma certa complexidade. Não é qualquer um que pode realizá-lo com perfeição.

O problema é que qualquer deslize pode colocar tudo a perder. Assim, também, todo o dinheiro gasto com tinta, verniz e solvente pode ser desperdiçado.

Então, em vez de abraçar o serviço inteiro, estude deixar seu veículo sob os cuidados de uma oficina mecânica.

Pesquise bem as referências e descubra se o local presta serviços de pintura e funilaria de qualidade.

Há oficinas que fazem esse trabalho como um “extra”, sem grande especialização.

Vale a pena pagar um pouco mais caro para quem sabe o que está fazendo.

Com um maior investimento, você terá um carro com um acabamento muito melhor.

E, se tomar os devidos cuidados com a sua conservação, a pintura ficará brilhante por mais tempo.

E, não se esqueça: só pinte o automóvel de outra cor se tiver autorização do Detran. Caso contrário, estará cometendo uma infração de natureza grave.

Ficou com alguma dúvida sobre como pintar um carro ou sobre tunning? Deixe um comentário abaixo.

 

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.