Artigo 165 do CTB: Dirigir Alcoolizado

O Artigo 165 do CTB fala trata sobre a conduta de dirigir sob a influência de álcool ou substância psicoativa é considerado infração gravíssima, de acordo com a Lei nº 11.705/2008. A penalidade inclui multa (dez vezes o valor) e suspensão do direito de dirigir por 12 meses. A medida administrativa consiste no recolhimento da habilitação e retenção do veículo.

Leia mais

O Artigo 165-A, incluído pela Lei nº 13.281/16, estabelece que recusar-se a testes de álcool ou substâncias psicoativas resulta em infração gravíssima, com multa (dez vezes o valor) e suspensão do direito de dirigir por 12 meses. A medida administrativa é semelhante à do Artigo 165.

Leia mais

O não cumprimento do exame toxicológico para veículos das categorias C, D ou E, após 30 dias do prazo de vencimento, conforme o Artigo 165-B (Lei nº 14.071/20), é infração gravíssima. A penalidade inclui multa (cinco vezes o valor) e suspensão do direito de dirigir por 3 meses, com a suspensão condicionada a resultado negativo em novo exame. Condutores que exercem atividade remunerada e não comprovam o exame periódico enfrentam a mesma penalidade.

Leia mais

Em todas as situações, a Resolução do CONTRAN n. 723/18 determina que não serão computados pontos nas infrações que implicam automaticamente em suspensão do direito de dirigir.

Leia mais

Veja o que diz o artigo 165 do CTB:

Leia mais

Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência: (Redação dada pela Lei nº 11.705, de 2008)

Leia mais
Infração - gravíssima; (Redação dada pela Lei nº 11.705, de 2008)Leia maisPenalidade - multa (dez vezes) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses.Leia mais(Redação dada pela Lei nº 12.760, de 2012)Leia maisMedida administrativa - recolhimento do documento de habilitação e retenção do veículo, observado o disposto no § 4º do art. 270 da Lei no 9.503, de 23 de setembro de 1997 - do Código de Trânsito Brasileiro.Leia mais(Redação dada pela Lei nº 12.760, de 2012)Leia maisParágrafo único. Aplica-se em dobro a multa prevista no caput em caso de reincidência no período de até 12 (doze) meses. (Redação dada pela Lei nº 12.760, de 2012)Leia maisArt. 165-A. Leia maisRecusar-se a ser submetido a teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita certificar influência de álcool ou outra substância psicoativa, na forma estabelecida pelo art. 277:Leia maisInfração – gravíssima.Leia maisPenalidade – multa (dez vezes) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses.Leia maisMedida administrativa - recolhimento do documento deLeia maishabilitação e retenção do veículo, observado o disposto no § 4º do art. 270.Leia maisParágrafo único. Aplica-se em dobro a multa prevista no caput em caso de reincidência no período de até 12 (doze) meses.Leia mais» Artigo 165-A incluído pela Lei n. 13.281/16.Leia mais» Competência nas vias urbanas: Estado.Leia mais» Valor da multa: R$ 2.934,70.Leia mais» Código de enquadramento: 757-90.Leia mais» Responsável pela infração: Condutor.Leia mais» Constatação da infração: Mediante abordagem.Leia mais» Norma geral: art. 277, § 3º.Leia mais» Crime de trânsito: art. 306.Leia mais» Resolução do CONTRAN n. 432/13 – Requisitos para constatar consumo de álcool.Leia mais» Segundo o § 3º do artigo 7º da Resolução do CONTRAN n. 723/18, “Não serão computados pontos nas infrações que preveem, por si só, a penalidade de suspensão do direito de dirigir”.Leia mais

Art. 165 do CTB: Informações Importantes

Vamos começar entendendo melhor o art. 165 do CTB, um dos mais polêmicos do Código.

Leia mais

Esse dispositivo do CTB dizia, originalmente, que dirigir sob influência de mais de 6 decigramas de álcool por litro de sangue era infração.

Leia mais

O artigo em questão, em sua redação original, já englobava os casos de influência de outras substâncias psicoativas.

Leia mais

A infração já era considerada gravíssima, mas a multa deveria ser multiplicada por 5, o que, conforme você já deve saber, não é o que acontece atualmente.

Leia mais

Essa redação constava no Código de Trânsito tal qual foi aprovado e publicado no ano de 1997.

Leia mais

No entanto, do mesmo modo que muitos outros trechos da lei de trânsito, o art. 165 do CTB já foi modificado por outras leis.

Leia mais

Foi a Lei Nº 11.705/2006 que eliminou o trecho relativo à quantidade mínima de álcool por litro de sangue.

Leia mais

Essa alteração, no entanto, não surtiu efeito desejado, pois não foi modificada a redação do art. 276, que seguia determinando a concentração de 6 decigramas de álcool por litro de sangue como fator de comprovação de embriaguez ao volante.

Leia mais

A intenção de punir o motorista que apresentasse qualquer vestígio de álcool no organismo foi levada a cabo 2 anos depois, com a Lei Nº 11.705/2008, que acabou sendo apelidada de Lei Seca.

Leia mais

Mudou, então, novamente a redação do art. 165 do CTB, esclarecendo que qualquer concentração de álcool ou outra substância psicoativa configura infração.

Leia mais

A multa seguiu sofrendo influência de fator multiplicador 5 em seu valor.

Leia mais

Nessa ocasião, também o art. 276 foi alterado, especificando que qualquer quantidade de álcool no sangue configuraria infração prevista no art. 165.

Leia mais

O parágrafo único do artigo, contudo, indicava que o CONTRAN deveria estabelecer margens de tolerância para casos específicos.

Leia mais

Em 2012, a publicação da Lei Nº 12.760/2012 alterou o art. 165 do CTB, dobrando o valor da multa e acrescentando a previsão de dobrá-la novamente em caso de reincidência.

Leia mais

Também, o art. 276 sofreu nova alteração, passando a falar da medição do álcool por meio do ar alveolar, além do sangue.

Leia mais

Sua redação atual, então, determina que qualquer concentração de álcool por litro de sangue ou por litro de ar alveolar pode gerar as penalidades do art. 165 ao condutor.

Leia mais

A nova redação permitiu que a medição seja feita por meio do etilômetro, determinando que qualquer quantidade presente no ar alveolar do condutor denuncie infração – e, em alguns casos, crime de trânsito.

Leia mais

Além disso, o parágrafo único ganhou uma redação mais extensa, especificando que as “margens de tolerância”, já mencionadas anteriormente, referem-se a uma margem de erro dos aparelhos utilizados.

Leia mais

Falarei sobre essa margem de erro mais à frente.

Leia mais

Antes, apresentarei de forma bastante detalhada o art. 165 e, também, o artigo que o segue no Código, o art. 165-A.

Leia mais

Você também pode se interessar:

Leia mais
  • Lei do Bafômetro
  • Sinais de embriaguez
  • Reincidência da multa da Lei Seca
  • Tomei uma lata de cerveja, quanto tempo depois posso dirigir?
  • Recorrer multa da Lei Seca
  • Como funciona o bafômetro
  • Limite da Lei Seca 
Leia mais

 O Que Dizem os Artigos 165 e 165-A do Código de Trânsito Brasileiro

As explicações acima foram para você entender que o Código de Trânsito Brasileiro não é uma lei engessada.

Leia mais

Ela é constantemente atualizada de acordo com a maneira pela qual os legisladores enxergam as demandas do trânsito brasileiro.

Leia mais

Nesse contexto, a apuração e a punição do motorista que é flagrado dirigindo sob influência de álcool foram ficando inegavelmente mais rigorosas.

Leia mais

As penalidades se acumulam e a reincidência é punida de maneira ainda mais severa.

Leia mais

Nesse cenário, você já deve ter ouvido falar que a recusa em se submeter ao bafômetro também é punida, não?

Leia mais

Então, onde está essa informação no art. 165 do CTB?

Leia mais

Com a já citada Lei Nº 11.705/2008, a Lei Seca, essa regra havia sido incluída no § 3º do art. 277, artigo que versa sobre os procedimentos a serem aplicados para se constatar a influência de álcool no motorista.

Leia mais

O § 3º dizia que as mesmas penalidades previstas no art. 165 do CTB seriam aplicadas a quem se recusar a ser submetido a qualquer um dos procedimentos previstos no art. 277 para a constatação da embriaguez.

Leia mais

Esse dispositivo foi muito discutido e gerou grande polêmica. A solução para isso veio apenas em 2016.

Leia mais

Desde a publicação da Lei Nº 13.281/2016, essa recusa passou a constar em um artigo próprio, o 165-A.

Leia mais

É como se fosse uma infração diferente, pois possui um dispositivo infracional à parte.

Leia mais

Na prática, porém, é uma extensão do art. 165 do CTB, até porque as penalidades são exatamente as mesmas.

Leia mais

Apesar de não ser um dos artigos mais longos do Código de Trânsito, o 165 é juridicamente complexo, pois envolve muita polêmica e é regulamentado por outros textos legais.

Leia mais

O principal é a Resolução Nº 432/2013, que faz determinações sobre os procedimentos adotados em fiscalizações do consumo de álcool ou de outras substâncias psicoativas.

Leia mais

A Resolução prevê 3 situações em que a infração descrita no art. 165 do CTB é caracterizada:

Leia mais
  1. exame de sangue que apresente qualquer concentração de álcool por litro de sangue;
  2. teste de etilômetro com medição realizada igual ou superior a 0,05 miligrama de álcool por litro de ar alveolar expirado (0,05 mg/L), descontado o erro máximo admissível;
  3. sinais de alteração da capacidade psicomotora.
Leia mais

A praxe das operações de fiscalização, porém, utiliza apenas a segunda opção, o teste do etilômetro, aparelho conhecido popularmente como bafômetro.

Leia mais

Você notou que se fala em erro máximo e é mencionada a quantidade de 0,05 mg de álcool por litro de ar alveolar?

Leia mais

Ar alveolar é aquele que vem de nossos pulmões. É ele quem aparece quando sopramos o bafômetro e a partir do qual se obtém o resultado do teste.

Leia mais

O que esses termos querem dizer é que o CONTRAN prevê a possibilidade de o aparelho ter um desvio em seu resultado.

Leia mais

Há um limite, porém, para esse desvio.

Leia mais

Para garantir que o etilômetro não exceda esse limite, ele precisa ser verificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) periodicamente.

Leia mais

De acordo com o art. 4º, II da Resolução Nº 432/13 do CONTRAN, essa verificação do INMETRO deve ser feita anualmente.

Leia mais

Essa obrigatoriedade serve para que o resultado apresentado pelo aparelho seja confiável e não acabe prejudicando condutores indevidamente.

Leia mais

Para que tudo fique realmente mais fácil de entender, abaixo, apresento alguns exemplos práticos.

Leia mais

Exemplos de situações na blitz da Lei Seca

Imagine que você está curtindo seu sábado e, em algum momento do dia, tomou uma ou mais cervejas.

Leia mais

Horas depois, à noite, resolve pegar o carro para curtir um cinema. No caminho, passa por uma blitz da lei seca e o agente de trânsito pede para você encostar o carro.

Leia mais

E agora? Será que ainda há vestígios de álcool em seu organismo por conta daquelas cervejas que você consumiu horas antes?

Leia mais

Mesmo que você se sinta bem e apto a dirigir com segurança, isso não é garantia de sair ileso do teste do bafômetro.

Leia mais

Nessa situação hipotética, os possíveis desfechos seriam os seguintes:

Leia mais

1. Recusar-se a soprar o bafômetro

Nesse caso, você será enquadrado no art. 165-A do CTB, receberá uma multa e terá a CNH suspensa por 12 meses.

Leia mais

Na abordagem, precisará chamar um condutor habilitado para sair com seu veículo.

Leia mais

Se não encontrar ninguém, ele será recolhido para depósito.

Leia mais

2. Soprar o bafômetro e o resultado ficar entre 0 e 0,04 mg de álcool por litro de ar alveolar

Nesse caso, você não está cometendo a infração de dirigir sob o efeito de álcool, pois está dentro da margem de tolerância que considera o erro máximo do bafômetro.

Leia mais

3. Soprar o bafômetro e o resultado ficar entre 0,05 e 0,33 mg de álcool por litro de ar alveolar

Esse resultado quer dizer que o álcool daquelas cervejas que você consumiu durante o dia ainda está presente em seu organismo.

Leia mais

Nessa situação, o enquadramento é pelo art. 165 do CTB e as penalidades são exatamente as mesmas descritas na primeira hipótese.

Leia mais

4. Soprar o bafômetro e o resultado ser igual ou maior que 0,34 mg de álcool por litro de ar alveolar

Nessa hipótese, o enquadramento não será mais pelo art. 165 do CTB, e sim pelo 306, e a conduta será considerada crime de trânsito.

Leia mais

O motorista flagrado nessas condições é preso em flagrante e responderá a processo judicial.

Leia mais

Nesse processo, poderá receber a pena de detenção de 6 meses a 3 anos.

Leia mais

Mais adiante, você vai entender melhor o que diz o art. 306.

Leia mais

A questão toda é um tanto traiçoeira, pelo simples fato de que você não tem como saber exatamente em que momento os vestígios daquelas cervejas são eliminados de seu organismo.

Leia mais

A menos, é claro, que possua um bafômetro de mesmo modelo dos utilizados pelos agentes de trânsito, o que é pouco provável.

Leia mais

Uma opção que pode ajudá-lo a ter uma estimativa de quanto tempo depois de beber você poderá dirigir é o aplicativo Motorista Consciente.

Leia mais

Minha equipe e eu pensamos nesse aplicativo e o elaboramos com o intuito de ajudar a manter a segurança no trânsito, ao mesmo tempo em que orientamos os condutores sobre a melhor maneira de agir.

Leia mais

Ao inserir uma série de informações no aplicativo, você terá um tempo mínimo estimado para aguardar antes de voltar ao volante.

Leia mais

Assim, continuamos cumprindo um de nossos maiores objetivos: ajudar os motoristas de todo o Brasil.

Leia mais

Seguindo no assunto Lei Seca, você deve ter notado que falei sobre as penalidades para quem dirigir sob o efeito de álcool ou recusar-se a realizar o teste do etilômetro.

Leia mais

Essas penalidades serão o foco das próximas seções, iniciando com a multa.

Leia mais

Artigo 165 do CTB: Valor da Multa

No Código de Trânsito, o valor das multas varia de acordo com a natureza da infração – leve, média, grave ou gravíssima.

Leia mais

Os valores estão descritos no art. 258 do CTB e os reproduzo na lista abaixo.

Leia mais
  • Infração leve: R$ 88,38
  • Infração média: R$ 130,16
  • Infração grave: R$ 195,23
  • Infração gravíssima: 293,47 (valor base)
Leia mais

Note que indiquei o valor da multa por infração gravíssima como “valor base”.

Leia mais

Isso acontece porque os valores das multas gravíssimas, em determinados casos, podem ser submetidos ao fator multiplicador, previsto no § 2º do art. 258.

Leia mais

Assim, em determinadas infrações de natureza gravíssima, o valor a ser pago pela multa pode ser multiplicado se isso estiver previsto no dispositivo infracional.

Leia mais

O art. 165 do CTB determina a aplicação de multa gravíssima multiplicada por 10.

Leia mais

Desse modo, a multa é de dez vezes R$ 293,47 (o valor da infração gravíssima), que corresponde a R$ 2.934,70.

Leia mais

O valor é bastante alto, concorda?

Leia mais

E essa não é a única penalidade que gera grandes prejuízos ao condutor.

Leia mais

Continue a leitura e veja qual é a consequência para a CNH em decorrência da infração descrita no art. 165 do Código de Trânsito.

Leia mais

Consequências na Carteira de Motorista

Uma infração de natureza gravíssima, de acordo com o art. 259, resulta em 7 pontos na carteira do motorista infrator.

Leia mais

Essa pontuação, ao ser acumulada, serve para punir os motoristas que excedem o limite de pontos em seu registro, em um período de 12 meses, com a suspensão da habilitação, nos termos do art. 261, I do CTB.

Leia mais

No caso das infrações autossuspensivas – que têm a suspensão do direito de dirigir prevista no próprio dispositivo –, os pontos não são computados.

Leia mais

A Resolução CONTRAN Nº 723/18 afirma, no §3º do art. 7º, que não serão adicionados pontos à CNH dos condutores nesses casos.

Leia mais

Assim, isso se aplica aos artigos 165 e 165-A, que descrevem infrações autossuspensivas.

Leia mais

https://www.youtube.com/watch?v=OMCptQlVnLU

Leia mais

No caso dessas duas infrações, o artigo ainda especifica por quanto tempo dura a penalidade – 12 meses.

Leia mais

Nesse período, se o motorista for flagrado dirigindo, terá a habilitação cassada.

Leia mais

Enquanto espera os 12 meses passarem, ele já pode começar o curso de reciclagem, que é pré-requisito para ter o documento de volta.

Leia mais

Não pense, porém, que essas normas estabelecidas pelo CTB para punir motoristas que dirigem após ingerir bebidas alcoólicas não geram polêmicas.

Leia mais

Quer saber que polêmicas são essas? Veja o próximo tópico.

Leia mais

Polêmicas a Respeito do Art. 165 do CTB

Grande parte dos motoristas autuados na Lei Seca é enquadrada no art. 165-A, ou seja, é multada por se recusar a soprar o bafômetro.

Leia mais

Essa é uma questão polêmica porque há um princípio do Direito que diz que não podemos ser obrigados a fornecer provas contra nós mesmos.

Leia mais

Por conta disso, negar a submissão ao bafômetro não pode ser a razão da multa, pois se trata do exercício de um direito.

Leia mais

Por isso, a legislação prevê outras maneiras de constatar a embriaguez ao volante, como diz o § 2º do art. 277 do CTB, conforme você pode ver abaixo.

Leia mais
  • Imagem
  • Vídeo
  • Constatação de sinais que indiquem alteração na capacidade motora do condutor
  • Produção de outras provas admitidas em lei
Leia mais

A tal constatação de sinais é melhor explicada na Resolução Nº 432/2013 do CONTRAN, que lista uma série de características que podem indicar que o motorista está embriagado.

Leia mais

Se existe a possibilidade de constatar a influência de álcool por outros meios que não o bafômetro, então multar o motorista apenas pela recusa em se submeter ao teste não tem muito sentido, não é mesmo?

Leia mais

Na prática, no entanto, isso acontece muitas vezes, pois o motorista é enquadrado no art.165-A do CTB sem que o auto de infração indique quais sinais de alteração na capacidade psicomotora foram observados.

Leia mais

As discussões sobre o assunto não cessaram desde que a legislação entrou em vigor.

Leia mais

É importante conhecer esses aspectos da legislação, não só para saber como agir no trânsito, mas também como recorrer caso você seja autuado.

Leia mais

A seguir, vou falar um pouco mais sobre o recurso contra a multa do art. 165 do CTB.

Leia mais

Como Recorrer De Multas Por Embriaguez ao Volante Usando o Art. 165 do CTB

Leia mais

O caminho para recorrer de uma multa de trânsito é praticamente o mesmo para qualquer que seja a infração cometida.

Leia mais

Primeiramente, após a notificação da autuação, é possível entrar com a defesa prévia.

Leia mais

No caso de multa com abordagem, se o motorista multado é também o proprietário do veículo, o próprio auto de infração assinado por ele poderá ser tomado como ponto de partida da defesa, embora ele também deva receber a notificação em seu endereço.

Leia mais

Nela, é possível apontar possíveis erros formais no auto de infração, como uma informação obrigatória faltando, por exemplo.

Leia mais

https://www.youtube.com/watch?v=FuVUGm84QF8

Leia mais

Se a defesa prévia não for aceita, é hora de entrar com recurso em 1ª instância, após recebida a notificação de penalidade.

Leia mais

O recurso será julgado por uma Junta Administrativa de Recursos de Infrações (JARI) do órgão autuador. 

Leia mais

Negado o recurso, ainda é possível entrar com recurso em 2ª instância.

Leia mais

Em todas as etapas de suas defesas, é fundamental observar o endereço para envio e a data limite para a interposição do recurso.

Leia mais

Recursos encaminhados depois do prazo não serão julgados e, caso você perca suas chances de recorrer em 1ª instância, não poderá recorrer na última etapa.

Leia mais

Perguntas Frequentes sobre o artigo 165

O que diz o artigo 165?

Leia mais

Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência: (Redação dada pela Lei nº 11.705, de 2008)

Leia mais
Redação dada pela Lei nº 11.705, de 2008Leia maisRedação dada pela Lei nº 12.760, de 2012Leia maisRedação dada pela Lei nº 12.760, de 2012Leia maisParágrafo único. Leia maisRedação dada pela Lei nº 12.760, de 2012Leia maisArt. 165-A. Leia maisArt. 165-B. Leia maisParágrafo único.Leia mais» Artigo 165-B incluído pela Lei n. 14.071/20, em vigor a partir de 12ABR21.Leia maisO valor da multa é de R$ 2.934,70Leia mais

Pode recusar soprar bafômetro?

incorre em infração gravíssima, geram multa de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por 12 meses
Leia mais

O que significa PSDD art. 165?

Conclusão sobre o artigo 165

Leia mais

Neste artigo, você conheceu mais a fundo como se constitui a Lei Seca, quais artigos fazem parte dela e como eles evoluíram ao longo dos anos, até chegar à redação que têm atualmente.

Leia mais

Você também viu exemplos e enquadramentos da legislação, assim como penalidades e polêmicas que envolvem a Lei Seca – que não são poucas.

Leia mais

Além disso, você aprendeu mais sobre o recurso de multa e que todo cidadão tem direito à defesa.

Leia mais

Procurei comentar alguns exemplos de situações pelas quais você pode passar ao ser abordado em uma blitz da Lei Seca.

Leia mais

Lembre-se das consequências de beber e dirigir, para evitar quase 3 mil reais em multa e a suspensão da CNH por 12 meses.

Leia mais

Por isso, o recurso das penalidades do art. 165 do CTB é uma boa opção para evitar dores de cabeça.

Leia mais

Se você ficou com alguma dúvida, escreva um comentário para que eu possa saná-la.

Leia mais

Curtiu o artigo?

Leia mais

Então, compartilhe-o com seus amigos, para que eles também entendam o art. 165 do CTB.

Leia mais

Referências

Leia mais

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9503.htmhttps://www.gov.br/infraestrutura/pt-br/assuntos/transito/conteudo-contran/resolucoes/resolucao7232018.pdfhttps://www.gov.br/infraestrutura/pt-br/assuntos/transito/conteudo-contran/resolucoes/resolu-o-uo-432-2013c.pdfhttps://doutormultas.com.br/infracao-7579/https://doutormultas.com.br/multa-de-embriaguez/https://doutormultas.com.br/embriaguez-ao-volante-medida-administrativa/https://doutormultas.com.br/penalidade-por-dirigir-embriagado/https://doutormultas.com.br/penalidade-dirigir-embriagado/https://doutormultas.com.br/reincidencia-de-multa-da-lei-seca/https://doutormultas.com.br/embriaguez-volante/https://doutormultas.com.br/dirigir-alcoolizado/

Leia mais

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Esta página foi gerada pelo plugin

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Doutor Multas