Terceirização de Frotas: Entenda os Prós e Contras e Saiba Quando Começar

A Lei n° 14.071/2020 - conhecida como Nova Lei de Trânsito - fez grandes alterações no CTB, a partir de 12 de abril de 2021. O cenário com a nova legislação é ideal para cancelar multas e evitar a perda da CNH. O momento para recorrer é agora. Você foi multado e quer evitar mais problemas com multas de trânsito? Clique aqui e faça uma Consulta GRATUITA da sua multa de trânsito!

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH e economizar:  Clique AQUI para receber uma consulta gratuita do seu caso com o Doutor Multas.

Você já pensou em terceirizar sua frota de veículos? Está em dúvida sobre o assunto e precisa saber mais sobre os prós e contras antes de tomar essa decisão?

Então você está no artigo certo!

O que posso adiantar é que a terceirização de frotas é um ramo que está em constante crescimento no Brasil, por se tratar de uma opção bastante lucrativa para as empresas.

Além disso, esse tipo de administração proporciona maior concentração de recursos e economia de tempo na atividade que a empresa se propõe a desempenhar.

Portanto, a opção pela adesão no ramo pode ser bem vantajosa.

Outra questão que pode pesar na balança do empresário que gerencia veículos corporativos é o custo de se manter uma frota.

Nesse sentido, a terceirização pode ser, inclusive, uma opção mais barata.

Foi pensando em tornar esse assunto mais claro, expondo os principais aspectos que você precisa considerar, que elaborei este artigo.

Aqui, você encontrará respostas para as suas dúvidas quanto ao mercado de terceirização de frotas para, finalmente, decidir se essa é uma boa opção para a sua empresa.

Dentre os temas abordados, tratarei sobre:

– como funciona o processo de terceirização e o que a legislação prevê sobre isso;

– vantagens e desvantagens de investir no ramo;

– cuidados a serem tomados ao optar pela terceirização;

– quem é o responsável pelo pagamento das multas de frotas terceirizadas: a empresa, o locador ou o condutor?

Como você pode ver, o artigo abrange informações cruciais para a sua decisão.

E a minha intenção é que, em uma única leitura, suas dúvidas serão sanadas e você saberá tudo o que precisa para fazer a melhor escolha com convicção.

Então, continue a leitura e tire o máximo de proveito possível deste texto.

E lembre-se: caso, após a leitura, você tenha alguma dúvida sobre terceirização de frota, deixe um comentário abaixo para que eu o ajude a solucioná-la.

 

Você quer receber conteúdos EXCLUSIVOS e gratuitos sobre Trânsito?  Clique AQUI e entre no meu grupo de Telegram!

Como Funciona o Processo de Terceirização de Frotas

Entenda os principais aspectos legislativos da terceirização de frotas

Para explicar como funciona a terceirização de frotas, começarei pelo conceito básico da própria palavra.

A terceirização, no campo de pessoa jurídica – que é o campo de nosso interesse neste artigo –, consiste, basicamente, na contratação de serviços por meio de uma empresa.

Esta empresa será interposta entre o contratante (quem precisa do trabalho ofertado) e a mão de obra (quem o executa), por meio de um contrato de prestação de serviços.

Ou seja, a terceirização se dá quando uma empresa que precisa de um determinado serviço contrata não o profissional, mas uma outra empresa que fornecerá a mão de obra necessária para realizar tal atividade.

Esse contrato deve conter a qualificação das partes envolvidas, a especialização do trabalho prestado, o prazo para a realização do serviço (quando for o caso) e o valor estipulado.

Conforme exposto no parágrafo 2º do art. 4º da Lei nº Lei 6.019/1974, alterada pela Lei 13.429/2017, não se configura vínculo empregatício entre os trabalhadores (ou sócios das empresas prestadoras de serviços, qualquer que seja o seu ramo) e a empresa contratante.

Ou seja, não existe, na terceirização, o vínculo de empregador e empregado nas relações estabelecidas de trabalho.

Além disso, para que uma empresa esteja apta a prestar serviços a terceiros, ela precisa cumprir os seguintes requisitos, dispostos no art. 4º-B da Lei 6.019/1974:

  • Comprovar inscrição do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica)
  • Possuir registro na Junta Comercial
  • Ter capital social compatível com seu número de empregados, segundo os parâmetros abaixo:
    1. Até 10 empregados – capital mínimo de R$ 10 mil.
    2. De 11 a 20 empregados – capital mínimo de R$ 25 mil.
    3. De 21 a 50 empregados – capital mínimo de R$ 45 mil.
    4. De 51 a 100 empregados – capital mínimo de R$ 100 mil.
    5. Mais de 100 empregados – capital mínimo de R$ 250 mil.

A terceirização de frotas, consiste, portanto, em uma empresa que fornece os veículos (caminhões, carros ou outros) e toda a mão de obra à empresa solicitante.

Nesse quesito, vale levantar uma dúvida bastante frequente entre os motoristas e empresas.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Afinal, quem é responsável pelo pagamento das multas de frotas terceirizadas? A empresa, o locador ou o condutor?

Saiba que, de praxe, a notificação de uma multa é enviada ao proprietário do veículo.  E, no caso das frotas, não é diferente.

A multa é encaminhada à empresa responsável pelo veículo autuado, que deve indicar o condutor dentro do prazo.

Se não o fizer, a empresa poderá ser multada novamente, conforme o art. 257, § 8º do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Mas lembre-se: é direito de todo condutor recorrer de uma infração – inclusive nesses casos.

Agora que você conhece as principais determinações da lei sobre esse tema, imagine a situação que descrevo a seguir.

Joaquim é um empresário que trabalha com frota de caminhões e está no mercado há mais de 20 anos. Sua empresa sempre foi bem conceituada e o trabalho que desempenha é bastante requisitado.

O problema é que, atualmente, sua renda não está gerando o mesmo lucro de antes. A redução de lucro é resultado de custos muito altos e problemas com os caminhões, que, embora sejam momentaneamente resolvidos, acabam voltando.

Para você ter uma ideia, Joaquim precisa arcar, dentre outras, com as seguintes despesas:

  • manutenção dos veículos – e eventuais compras de novos;
  • contratação de motoristas;
  • combustível;
  • gastos com oficina e peças.

Por essas razões, o empresário vem pensando em terceirizar sua frota.

Para isso, porém, ele precisa pesquisar e entender melhor quais as vantagens e desvantagens que pode encontrar no caminho.

Afinal, será que essa é uma boa ideia?

Para responder, convido você a analisar, no tópico seguinte, as vantagens da terceirização de frotas.

 

Quais as Vantagens de Terceirizar a Frota?

Há mais aspectos positivos que negativos para a terceirização de frota

Na seção anterior, você entendeu o conceito e os principais aspectos legislativos de terceirização.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Você viu, também, que nosso personagem Joaquim precisa decidir se adere ou não a essa modalidade de contrato de serviço, e pode ter se identificado com algum de seus dilemas.

Por isso, a partir de agora, mencionarei algumas vantagens que podem ajudá-lo nessa escolha.

Acompanhe abaixo.

1.   Soluciona uma série de problemas e diminui burocracias

Regulamentar transportes e contratar funcionários exige uma grande responsabilidade por parte do empresário.

Caso as coisas não saiam exatamente como previstas em lei, o resultado pode gerar multas e penalidades – que são extremamente prejudiciais para o andamento do negócio.

Por essa razão, a terceirização logística de frotas (e, consequentemente, de funcionários) pode evitar uma série de problemas do tipo.

E, ainda, diminuir o tempo demandado para questões burocráticas.

Se você é responsável por toda a operação da sua frota, deve saber exatamente o quanto isso exige tempo e o desgaste que causa, não é mesmo?

Isso porque é de sua responsabilidade tomar providencias como:

É um trabalho e tanto!

Observando esses pontos, a terceirização pode ser considerada uma boa opção, uma vez que todas essas responsabilidades passam a ser da empresa contratada.

É menos tempo desperdiçado, que pode ser útil à dedicação em outras áreas.

2.   Mais tempo para dedicar a outros setores

Uma das vantagens de estar mais livre das questões burocráticas de uma empresa é a sobra de tempo para a realização de outras tarefas e demandas.

Um exemplo prático está no fato de o gestor poder dedicar-se exclusivamente à gestão do seu negócio, buscando estratégias que objetivem melhores resultados de produtividade, assim como aprimorar a qualidade do produto ofertado.

Para você ter uma ideia, pode ser imensamente vantajoso o investimento em novas tecnologias que possibilitem aumento de produção.

Assim como a dedicação de mais tempo a estratégias de marketing, a fim de melhorar a visibilidade e as vendas da empresa.

Imagine, então, se uma pessoa tem tempo para essas questões estando, simultaneamente, responsável pela gestão de toda a mão de obra.

É mais complicado, não é?

3.   Reduz despesas operacionais

É possível economizar muito dinheiro terceirizando sua frota

Todo empresário, em determinado estágio do negócio, almeja lucro e redução de despesas, concorda?

Com a terceirização de frotas, a possibilidade de diminuição de gastos é muito grande.

Isso acontece por que, como você viu anteriormente, há uma série de problemas que passam a não ser mais de responsabilidade da empresa – e grande parte deles envolve dinheiro.

Para exemplificar, veja, abaixo, alguns aspectos que passam a possibilitar economia após a terceirização.

São eles:

  • licenciamento e emplacamento dos veículos;
  • seguro (perdas por roubo/furto/colisão/incêndio);
  • peças para reposição;
  • impostos;
  • mão de obra para manutenção;
  • distribuição logística dos veículos;
  • renovação da frota;
  • assessoria jurídica.

Observe que todos os itens mencionados passam a ser responsabilidade da empresa cuja frota está sendo alugada, a partir de sua contratação.

4.   Transparece profissionalismo, melhorando a credibilidade da empresa

Um aspecto muito importante que deve ser levado em consideração é a visão do cliente sobre a empresa cujo serviço ele contrata.

A terceirização pode transparecer preocupação com a qualidade do serviço prestado, uma vez que tende a aumentar a eficiência da execução, assim como a responsabilidade da entrega.

Essa qualidade maior vinda de uma empresa terceirizada acontece, em grande parte, pelo fato de ela ser especializada nesse serviço.

Como se já “viesse de fábrica” com essa incumbência.

Não é necessário, nesse caso, treinar uma equipe para essa função, tendo em vista que ela já sabe exatamente o caminho que deve seguir.

5.   Evita perda com manutenção, assim como a depreciação da frota

Manter a frota sempre nova é um desafio para muitos empresários do ramo.

Para piorar, as estradas brasileiras não costumam colaborar com o pleno e perfeito funcionamento dos veículos, o que torna necessário um grande investimento em manutenção.

E o custo que isso gera é enorme.

Por essa razão, a terceirização pode ser um ótimo investimento, uma vez que é de responsabilidade da empresa contratada garantir a qualidade dos veículos, assim como a segurança da entrega dos produtos.

Um caminhão estragou ou foi para manutenção?

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

A empresa contratada precisa, tão logo, solucionar esse problema para que a produção não seja prejudicada.

Com isso, você já pode dimensionar quantas dores de cabeça podem ser evitadas – tornando esse método de trabalho bastante eficaz.

Até o momento, eu apresentei a você as principais vantagens de investir na terceirização de frotas. Você pôde ver que essa opção apresenta aspectos bem positivos para a sua empresa.

No entanto, como sabemos, nem tudo é pautado apenas em lados positivos.

A terceirização também pode apresentar problemas que não devem ser ignorados.

Portanto, no próximo tópico, abordarei algumas das desvantagens que uma frota terceirizada pode apresentar.

Siga a leitura!

 

Algumas Desvantagens de Terceirizar a Frota

Também existem algumas desvantagens em meio a esse ramo

Que há uma série de benefícios no investimento em frotas terceirizadas, você já viu.

Mas não posso deixar de mencionar alguns problemas dessa modalidade.

Especialmente, tendo em vista que, para você colocar em uma balança o que melhor lhe convém, é preciso ter uma visão ampla sobre os prós e contras que permeiam esse campo.

Um dos primeiros pontos negativos é voltando ao setor de marketing.

Na ausência de uma frota própria, não há a possibilidade de expor a marca da empresa nos veículos – a chamada “publicidade gratuita”.

Nesse caso, geralmente, os caminhões apenas virão com o logotipo da transportadora responsável.

Ao encontro disso, terceirizando uma frota, o proprietário da empresa acaba depositando a reputação da sua marca nas mãos de outra empresa.

Dessa maneira, esse importante aspecto pode acabar não sendo desempenhado com a mesma cautela e empenho, e prejudicar a imagem que se pretende passar aos clientes em potencial.

Outro ponto que também pode se tornar um problema diz respeito à flexibilidade de horários e cumprimento de demandas.

Com uma frota terceirizada, a tendência é que seja mais difícil adequar seus horários em conformidade com a demanda de trabalho.

Nesse caso, se houver algum atraso ou imprevisto, o dono da empresa dificilmente conseguirá resolvê-lo diretamente, uma vez que essa responsabilidade não será dele, mas da organização terceirizada.

Além disso, o contato com o cliente também deve ser um ponto a se atentar.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Por não ser feito de forma direta, considerando as premissas e valores da sua empresa, ele pode ser prejudicado.

Antes de investir na terceirização de uma frota, então, é preciso ter consciência de que o serviço contratado terá grande responsabilidade sobre o seu produto e sua imagem.

Dessa forma, é importante pesquisar e escolher com muito cuidado a empresa que carregará tamanha responsabilidade.

Agora que você conhece os prós e contras de investir nesse tipo de serviço, perceba que as desvantagens da terceirização irão depender, basicamente, do desempenho da empresa que você contratará.

Nesse sentido, se a organização for séria, com boas indicações e totalmente legalizada, os benefícios, provavelmente, acabarão se sobressaindo.

A partir dessas informações, você pode estar se perguntando qual é o momento certo para investir na terceirização, não é mesmo?

Pois saiba que existem sinais que podem indicar que essa hora chegou. É o que eu explico no próximo tópico.

 

Quando é o Momento Certo Para Investir na Terceirização?

Existem gatilhos que indicam o momento certo para investir em terceirização de frota

Um dos principais motivos que desencadeiam a possibilidade de terceirizar frotas é a busca pelo equilíbrio financeiro da empresa.

Muitas vezes, o custo que se tem com os veículos próprios é consideravelmente elevado e acaba prejudicando a lucratividade da firma.

Esse custo vai desde o combustível (que seguidamente oscila e aumenta) até as péssimas condições das nossas estradas, exigindo frequente manutenção e troca de peças dos caminhões.

Portanto, ao investir em uma frota terceirizada, ela terá um custo fixo para demandas desse tipo, o que facilitará o planejamento da empresa para outros investimentos.

Outro ponto que costuma sinalizar a necessidade de se investir em mão de obra externa, é quando a empresa necessita aumentar o seu caixa.

Assim, para evitar a demissão de funcionários e outras reduções drásticas, a terceirização é uma ótima saída por questões econômicas.

Por fim, vale ressaltar algo que já foi mencionado neste artigo.

Um dos sinais de que é o momento para se pensar em terceirizar a frota é quando o empresário sente a necessidade de dedicar mais tempo ao próprio negócio.

Muitas vezes, o andamento de uma empresa exige maior empenho e foco do proprietário para que o produto final não perca qualidade e produtividade.

Por isso, nessas ocasiões, ao terceirizar a frota, é possível ter mais liberdade para investir seu tempo em situações e problemas que demandam mais foco e comprometimento.

Agora, você já sabe, além dos prós e contras de se investir na terceirização de frotas, quais são os sinais de que essa pode ser uma boa iniciativa.

Em seguida, explicarei alguns cuidados que devem ser tomados antes de fechar negócio com outra empresa.

Portanto, siga a leitura!

 

Cuidados Que Precisam Ser Levados em Conta na Terceirização de Frotas

Por parte da empresa contratante, é preciso tomar alguns cuidados antes de investir em uma frota externa.

Em primeiro lugar, é essencial fazer um dimensionamento de frotas e observar quantos veículos estão sendo utilizados.

Assim, você saberá se a terceirização é, de fato, necessária.

O balanceamento e o controle dos gastos, então, precisam ser bem calculados, a fim de evitar demandas dispensáveis.

Além disso, algo de extrema relevância é verificar se a parte contratada cumpre com o prometido.

Por essa razão, a terceirização de frotas deve ser realizada com empresas reconhecidas no mercado, com boas avaliações e indicações.

Paralelo a isso, vale ressaltar que um contrato com todas as cláusulas definidas e claras é indispensável.

Essa é uma das formas de garantir que a negociação não trará surpresas desagradáveis ao empresário.

O contrato também oferecerá confiabilidade para as atividades desempenhadas pela empresa contratada, garantindo efetividade das entregas – aspecto muito importante para manter a satisfação dos clientes.

Estando atento aos aspectos acima mencionados, será possível ficar mais tranquilo e confiante em relação ao serviço contratado.

De posse das principais informações técnicas sobre a terceirização de frotas, no próximo tópico, deixarei uma dica.

Essa dica é muito importante para ajudá-lo na escolha da empresa que prestará esse serviço para você. Portanto, siga a leitura.

 

Dica do Doutor Multas

Fique atento à dica do Doutor Multas

 

Escolher a empresa que será responsável pela distribuição da sua mercadoria pode ser uma tarefa não muito fácil.

O mercado é abrangente e bater o martelo pode deixar o empresário com várias dúvidas.

Ciente disso, para facilitar a sua pesquisa, uma dica importante que deixo para você é acessar o site do oHub.

Trata-se de uma ferramenta que conecta empresas que necessitam de um prestador de serviços àquelas que buscam novos clientes.

Comprometida a atender qualquer tipo de empresa, a ferramenta conta com fornecedores cadastrados que são, em sua grande maioria, empreendedores individuais, profissionais liberais, bem como pequenas, médias e grandes empresas.

O site, assim, possibilita tanto que você busque por fornecedor, quanto divulgue o próprio negócio.

Portanto, se você tem dúvidas e quer saber mais sobre as empresas antes de contratar alguma – até mesmo para fins comparativos, vale a pena dar uma pesquisada no oHub.

 

Conclusão

Com os cuidados necessários, a terceirização pode ser uma ótima alternativa para a sua empresa

No artigo que você acabou de ler, abordei tudo o que há de mais importante sobre terceirização de frota.

Você pôde ver quais os aspectos positivos e negativos de se investir nesse tipo de trabalho.

E foi possível concluir que, embora sejam necessários alguns cuidados, a terceirização pode ser um investimento vantajoso para a sua empresa.

Por falar em cuidados, você também teve acesso aos principais quesitos que devem ser analisados antes de fechar negócio com empresas do ramo, assim como qual o momento certo para esse investimento.

Finalmente, deixei uma dica de pesquisa de mercado para que suas buscas possam ser facilitadas.

Lembra-se da história do Joaquim, lá do início do texto?

Acredito que, depois dessas informações, assim como você, ele também terá tomado uma decisão acertada para seu negócio.

Espero ter ajudado!

Caso tenha restado alguma dúvida, deixe um comentário abaixo para que, assim que possível, eu a responda.

Gostou do artigo? Compartilhe com os seus amigos!

 

Referências:

  1. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l6019.htm
  2. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13429.htm
  3. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9503.htm
  4. https://www.ohub.com.br/
Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH e economizar:  Clique AQUI para receber uma consulta gratuita do seu caso com o Doutor Multas.