Multa Por Não Pagar Estacionamento Rotativo: Como Recorrer em 2022

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e faça uma Consulta GRATUITA (em menos de 02 minutos) da sua multa ou processo administrativo de trânsito!

Você já levou uma infração por estacionamento rotativo? Essa infração também é conhecida por multa da zona azul.

Como todas as infrações, ela gera pontos na CNH do condutor e valores em dinheiro a serem pagos pelo motoristas.

Dessa maneira, é fundamental o condutor ter conhecimento de como funciona essa infração.

Além disso, é importante o motorista saber que o recurso é uma possibilidade quando recebe uma multa dessa natureza.

Tem alguma dúvida sobre a multa por não pagar o estacionamento rotativo? Sabe como funciona o recurso de multa?

Você tem alguma dúvida sobre essa multa? Siga a leitura até o final para saber tudo sobre o assunto!

Boa Leitura!

Como Funciona a Multa Por Não Pagar Estacionamento Rotativo?

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e faça uma Consulta GRATUITA (em menos de 02 minutos) da sua multa ou processo administrativo de trânsito!

Primeiramente, é preciso que você entenda que a multa por não pagar o estacionamento rotativo é aplicada na maioria das cidades brasileiras.

Antes, entenda o que é o estacionamento rotativo.

Essa medida serve para delimitar um certo período de tempo em que os veículos devem permanecer estacionados em determinados espaços nas ruas e avenidas.

Assim, é possível fazer um rodízio nos carros parados durante o dia e fazer com o que o fluxo de veículos seja mais fluido e justo para todos.

Banner Consulta Gratuita

Essas delimitações de espaço também são conhecidas como zonas azuis.

Sendo assim, desrespeitar essa medida vai contra a jurisdição de trânsito da via.

Dessa forma, o condutor deve ser penalizado de acordo com o que diz o Código de Trânsito Brasileiro.

Vamos pegar o artigo em que o CTB trata especificamente dessa penalidade para explicar como essa infração é determinada.

Aqui estamos falando do art.181, XVII. A penalidade prevê a multa para quem estacionar o veículo em desacordo com as determinações da via.

Como a multa por não pagar estacionamento rotativo é aplicada ao motorista que não cumpre com a regulamentação prevista, ele será penalizado com essa infração.

A multa, neste caso, é de natureza grave. Nessa situação, o motorista terá 5 pontos adicionados em sua CNH e também terá o seu veículo removido da via.

Sendo assim, os riscos por não cumprir com essa medida é uma atitude equivocada e passível de uma punição bem pesada.

Além de tudo isso, o condutor terá que arcar com valores em dinheiro caso cometa essa penalidade, como vamos ver na próxima seção.

Foi multado ou recebeu um processo administrativo? Não fique sem dirigir! Resolvemos seu problema em 24h, online e com garantia de satisfação de 100%. Clique aqui para uma consulta GRATUITA com o maior especialista no assunto.

Qual o Valor da Multa Por Não Pagar Estacionamento Rotativo?

Como toda a infração de trânsito, a multa por não pagar estacionamento rotativo gera um valor em dinheiro a ser pago pelo motorista.

Por se tratar de uma multa grave, essa infração custará R$ 195,23.

Sendo assim, caso o motorista seja penalizado pela multa por não pagar estacionamento rotativo, terá que arcar com o valor de quase R$ 200,00.

Mas antes que você pense que pagar a infração resolve o problema dos pontos, esse pensamento está equivocado. Para não arcar com essa penalidade, o motorista deve recorrer da infração.

Existe Recurso Para Multa Por Não Pagar Estacionamento Rotativo?

Assim como outras multas, o condutor sempre terá o direito de recorrer de uma multa de trânsito.

O recurso é assegurado pela Constituição Federal a todos os motoristas.

Sendo assim, caso receba uma multa por não pagar o estacionamento rotativo, o motorista poderá sim recorrer.

Principalmente quando sentem que foram penalizados com uma infração aplicada de maneira injusta, os condutores têm sim o direito de recorrer para evitar a penalidade.

Em cima disso, muitos se perguntam se há segredos para reverter a situação da multa no recurso. Na próxima seção, você verá como esse processo funciona na prática. Acompanhe!

Segredos Para Recorrer da Multa Por Não Pagar Estacionamento Rotativo?

Em primeiro lugar, é preciso que você entenda que não há segredo algum para vencer o recurso de multa.

Isso não vale apenas para o recurso de multa por não pagar o estacionamento rotativo, mas, também, para qualquer multa que você decida recorrer.

O recurso será dividido em 3 etapas: Defesa Prévia, Recurso em 1ª instância e Recurso em 2ª instância.

Defesa Prévia

A Defesa Prévia será a primeira oportunidade de defesa do motorista. O condutor terá o tempo de no mínimo 30 dias para enviar a sua defesa ao órgão autuador.

É fundamental que se respeite o prazo disposto na notificação para que a multa seja aceita pelo órgão julgador.

Recurso em primeira instância

Já a primeira instância do processo é a oportunidade do motorista apresentar uma argumentação mais embasada em sua defesa.

Dessa forma, muitos condutores conseguem o deferimento apenas nesta etapa.

Recurso em segunda instância

Também na segunda instância, o condutor poderá contestar melhor a multa recebida. Sendo assim, poderá conseguir o deferimento nela, que é a última etapa do processo.

Foi multado ou recebeu um processo administrativo? Não fique sem dirigir! Resolvemos seu problema em 24h, online e com garantia de satisfação de 100%. Clique aqui para uma consulta GRATUITA com o maior especialista no assunto.

Em todas essas etapas o motorista precisa apresentar argumentos bem fundamentados de acordo com a lei de trânsito.

Se você quer recorrer e não sabe como dar andamento no processo, pode procurar a ajuda de uma equipe especializada no assunto recursos de multa de trânsito.

A equipe do Doutor Multas já ajudou muitos condutores a manter em dia o seu direito de dirigir através do recurso de multa.

Receba uma consulta 100% gratuita do seu caso agora mesmo!