3 Problemas Que Você Pode Ter Com a Bomba de Combustível [+ Nova Fraude dos Postos]

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.

bomba de combustivel 3 problemas nova fraude postos

Parece óbvio que a resposta é: para levar o combustível presente no tanque até o motor do veículo.

E a resposta não está errada. No entanto, há muito mais para saber em relação a este importante componente do seu veículo.

Muitas pessoas acabam não prestando atenção a detalhes acerca do funcionamento do veículo, desde que ele não apresente falhas, mas saiba que esse conhecimento pode livrá-lo de problemas.

Saber como funciona essa parte do veículo é importante porque a bomba de combustível – ou bomba de gasolina – é um item indispensável para que ocorra a queima de combustível, que permitirá a movimentação do veículo.

Além disso, seja o veículo novo ou não, mais cedo ou mais tarde, os problemas acabam aparecendo.

Isso acontece porque as peças do carro vão se desgastando, algumas mais rapidamente do que outras, mas, eventualmente, todas elas sofrem os efeitos decorrentes do tempo de uso.

E você deve concordar que não dá para se preocupar apenas com o aspecto visual do veículo, como a limpeza da lataria, por exemplo.

A bomba de combustível, que é o assunto principal deste artigo, exige atenção redobrada.

Aqui, além de sanar dúvidas comuns em relação ao item, você entenderá como ele funciona e de quais formas você pode contribuir para diminuir seu desgaste natural.

Você verá, portanto, os problemas mais comuns que afetam a bomba de combustível e quais cuidados devem ser tomados para evitá-los.

Quer um exemplo de dúvidas que serão abordadas? Veja a seguir.

  • A quantidade de combustível no tanque pode prejudicar a bomba de injeção?
  • Andar com o carro ou moto na reserva estraga?

Pronto para conhecer mais sobre bomba de combustível?

Então, acompanhe este artigo e informe-se e atualize-se sobre o seu carro e também sobre o trânsito brasileiro.

Boa leitura!

 

Para Que Serve a Bomba de Combustível

Começarei este artigo com uma pergunta simples: você sabe dizer qual é a função da bomba de combustível?

De acordo com o site O mecânico, a bomba de combustível tem como finalidade mover a gasolina localizada no tanque até o sistema de alimentação do motor.

Como você pode notar, ela é de grande importância para o funcionamento de todo o veículo.

Mas isso você certamente já sabia, e pôde confirmar ao ler a introdução deste artigo.

Porém, você sabe identificar quando há algum problema com essa peça? Sabe o que fazer nessa situação?

Mais à frente, mostrarei a você de quais problemas estou falando.

Antes, porém, é importante que você conheça os diferentes tipos de bombas de combustíveis existentes no mercado.

Para isso, leia a próxima seção.

Tipos de Bombas de Combustível

bomba de combustivel tipos
A bomba de combustível pode ser mecânica ou elétrica

Quem não entende muito de mecânica pode até pensar que todos os veículos possuem o mesmo tipo de bomba de combustível.

Afinal, a sua função é a mesma tanto em um automóvel como em uma moto, por exemplo.

Apesar disso, não se engane. Conforme o site Oficina Brasil, há dois tipos de bomba de combustível.

São elas:

  • mecânica: presente em carros com carburador;
  • elétrica: presente em veículos com injeção eletrônica.

A bomba de combustível elétrica é mais moderna do que a mecânica, e, portanto, apresenta um desempenho melhor.

É interessante destacar que a possibilidade de realizar um teste de bomba elétrica, com a finalidade de verificar a pressão e a vazão em veículos com injeção eletrônica.

Há uma série de equipamentos que podem ser utilizados para medir a bomba elétrica, como, por exemplo, o medidor de bomba de combustível analógico e o equipamento para medição instantânea de vazão.

Mas perceba que esses são equipamentos cuja utilidade é bastante específica. Assim, não é necessário tê-los em casa.

Portanto, se você precisar testar a bomba elétrica, procure um mecânico especializado. É mais simples, barato, seguro e eficiente.

A seguir, falarei sobre o funcionamento da bomba de combustível.

 

Como Funciona a Bomba de Combustível

De acordo com artigo do engenheiro mecânico Denis Marum, a bomba está abrigada dentro do tanque do veículo para que a gasolina refrigere o pequeno motor elétrico dentro dela.

Ela é formada por três componentes: pré-filtro, conjunto de alta pressão e motor elétrico.

Quando a chave de ignição é acionada e as luzes do painel acendem, a bomba de combustível começa a funcionar.

Conforme explica Marum, a bomba não para de enviar combustível para o motor, esteja este funcionando ou não. E o combustível que não é queimado pelo motor, volta para o tanque.

Durante esse processo, o veículo exige bastante trabalho por parte do motor elétrico, que, por sua vez, aumenta consideravelmente de temperatura.

Uma dica para amenizar a elevação da temperatura é sempre manter o tanque do carro longe da reserva. Falarei mais a respeito disso em breve.

Agora, saiba quais são os principais problemas que a bomba de combustível pode apresentar.

 

3 Problemas Que Podem Dar na Bomba de Combustível

bomba de combustivel 3 problemas possiveis
Um dos problemas é o excesso de uso da gasolina, o que causa prejuízo ao dono do veículo

De acordo com o site Dinamicar, é preciso ficar atento aos sinais que indicam a necessidade de substituição da bomba de combustível.

São eles:

  1. motor apresentando falhas e baixo desempenho;
  2. dificuldade para atingir determinada velocidade;
  3. gasto excessivo de gasolina.

O tempo de uso é um dos principais fatores de ocorrência desses problemas.

Você sabe qual é a validade de uma bomba de combustível cujo veículo recebe manutenção periodicamente?

Estima-se que a durabilidade da bomba de combustível seja de aproximadamente 100 mil quilômetros.

Outro fator que pode afetar a conservação da bomba é a utilização de combustível adulterado – mais conhecido como gasolina batizada –, um veneno para qualquer tipo de veículo.

De modo geral, a gasolina é batizada com etanol ou água, e o etanol, com água apenas.

Em qualquer hipótese, o efeito da adulteração ao veículo será extremamente prejudicial para o seu funcionamento.

Por esse motivo, busque abastecer seu veículo somente em postos de confiança.

Evite, portanto, postos cujo preço da gasolina esteja muito abaixo da média do mercado, ou cuja procedência do combustível você desconheça, pois é grande a probabilidade de se tratar de gasolina adulterada.

Ao ter o tanque preenchido com combustível adulterado, o motor do veículo pode começar a falhar quase imediatamente.

De acordo com o portal de notícias G1, o combustível pode sofrer três tipos de adulteração:

  • acréscimo de etanol na gasolina;
  • mistura de água no etanol;
  • adição de solventes no etanol e gasolina.

Embora a mistura de etanol à gasolina seja um procedimento obrigatório por lei, há um limite determinado, pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), para a adição de álcool, que é de 25%.

Por fim, a outra consequência resultante da adição inapropriada de etanol é o aumento do consumo de combustível, que ocorre devido ao fato de a proporção combustível/ar necessária para cada um desses combustíveis ser diferente.

E, por incrível que pareça, essa forma de adulteração de combustível não é a mais prejudicial para o veículo.

A adição de solventes ao etanol ou à gasolina afeta completamente o sistema de alimentação de combustível, e, nesse caso, a bomba pode acabar ficando totalmente entupida.

Segundo o site da Bosch, é possível perceber claramente a oxidação e a corrosão causada à bomba em função da utilização de combustível adulterado.

Desse modo, apenas utilize o etanol (que é mais barato que a gasolina) se o seu uso for indicado no manual do proprietário do veículo.

Afinal, o carro é uma máquina criada para funcionar conforme as especificações de fábrica.

Na sequência, falarei de mais um problema bastante comum que pode ocorrer com a bomba de combustível.

Continue a leitura!

Atenção ao risco de superaquecimento

Evitar utilizar o veículo quando o combustível estiver na reserva pode evitar o superaquecimento do motor, problema que também pode ocorrer por conta de falha na manutenção veicular.

Nesse sentido, levar seu veículo a qualquer mecânica, ou a uma que cobre um preço bem menor em relação à média, não é uma boa ideia.

Para não ter problemas futuramente, é melhor investir seu dinheiro levando seu veículo a uma oficina de confiança.

Em se tratando de carro, você deve concordar que não vale a pena correr o risco de ser prejudicado.

Abri esta seção para alertá-lo, mas voltarei ao assunto de que falava anteriormente.

Agora, tenho uma pergunta: você sabe como proceder caso seu veículo seja abastecido com gasolina adulterada?

Não? Então leia a próxima seção deste artigo.

Como Denunciar um Posto de Gasolina

bomba de combustivel como denunciar posto gasolina
Confira dicas para evitar ser prejudicado por combustível adulterado

Como você viu, ao abastecer, você pode se tornar mais uma vítima de um golpe que, infelizmente, já se tornou muito comum.

Caso passe por esse tipo de situação, você pode, de maneira muito simples, ajudar outros motoristas a não serem prejudicados também.

Para isso, no entanto, você deve saber como denunciar um posto de gasolina que comercializa combustível adulterado.

Afinal, você mesmo pode estar abastecendo em um posto que vende gasolina adulterada sem saber disso.

Por isso, se você desconfiar da procedência do combustível, não deixe de tomar providências.

Ao fazer a denúncia, você estará contribuindo para que essa prática criminosa seja cada vez menos recorrente no nosso país.

Conforme a ANP, a denúncia pode ser realizada de duas formas distintas:

  • por meio da página da ANP;
  • por meio de ligação gratuita para o número 0800 970 02 67.

Mas atenção: antes de fazer a denúncia, certifique-se de que tem informações sobre o posto, como:

  • razão social;
  • endereço;
  • CNPJ;

Por isso é tão importante sempre solicitar a nota fiscal de compra de combustível. Esse documento é a comprovação de que o combustível adulterado foi comprado no posto sobre o qual incide a denúncia.

E tratando-se de combustível adulterado, há outro golpe aplicado em postos de combustíveis ao qual você deve estar atento.

Falarei sobre ele a seguir.

Fraude na bomba de gasolina

Infelizmente, há diversas formas de enganar os motoristas no momento do abastecimento do veículo.

A mais conhecida e mais comum é, sem dúvida, a adulteração de combustível, mas há outras que, justamente por não ocorrerem com tanta frequência, podem não o preocupar e, por isso, você acabe sendo prejudicado.

A fraude na bomba de gasolina é o exemplo perfeito de um golpe difícil de ser percebido. Inclusive, você já tinha ouvido falar sobre isso antes?

A maioria dos motoristas só toma conhecimento desse problema quando já é tarde demais para evitá-lo.

A fraude começou na cidade de São Paulo em 2017, mas, desde então, já se espalhou para outras regiões do país.

O golpe envolve a instalação de um chip que interfere na placa eletrônica, alterando a contagem de combustível disponível para visualização do consumidor.

Com isso, ao solicitar o abastecimento de 20 L de gasolina, se a bomba estiver fraudada, embora o painel indique a quantidade em litros solicitada, seu veículo poderá estar recebendo, na verdade, apenas 18 L de combustível.

O chip funciona totalmente a distância e pode ser acionado por um aplicativo do celular ou mesmo por um controle remoto.

Guaracy Fontes Monteiro, superintendente do Instituto de Pesos e Medidas de São Paulo (Ipem-SP), afirma que é difícil para o órgão identificar essa fraude.

Segundo ele, é preciso abrir a bomba, deslacrando-a, a fim de encontrar o chip. No entanto, é comum que o chip já esteja desconectado quando o fiscal chega ao posto para fazer a verificação.

Sem dúvida, é uma grande injustiça com o consumidor, que, além de pagar um preço alto pelo combustível, ainda recebe menos do que foi fago.

Felizmente, porém, nem todos os problemas relativos ao funcionamento do veículo são decorrentes de fraudes.

O que quero dizer com isso é que há situações em que o proprietário do veículo é o único capaz de evitar a possibilidade de ter imprevistos.

E isso é, sim, positivo se você for um motorista que se preocupa com o bom funcionamento do seu veículo.

Lembra que prometi falar sobre o que pode acontecer ao andar com o veículo na reserva?

Chegou a hora!

Andar com Carro ou Moto na Reserva Estraga?

bomba de combustivel andar com carro moto reserva estraga
Fique atento a isso!

Não é incomum os motoristas brasileiros trafegarem com o tanque na reserva, seja por falta de dinheiro para abastecer ou por pensarem que não terão problema ao fazer isso, o que é um engano.

Ao andar com o veículo na reserva, você pode danificar a bomba de combustível e acabar ficando empenhado.

Nessa situação, precisará gastar mais dinheiro para consertar o veículo do que gastaria para abastecê-lo.

De acordo com reportagem do G1, o motorista não deve trafegar com o tanque sempre vazio por muito tempo. É recomendado que o tanque esteja com, no mínimo, ¼ de combustível.

Ainda, de acordo com o engenheiro Gilberto Pose, Coordenador de Combustíveis na Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, é bastante comum carros terem pane por bomba de combustível queimada, o que pode acontecer devido ao superaquecimento por mistura de ar/combustível incorreta.

E os problemas não param por aí.

Além de causar problemas na bomba de combustível, andar sempre na reserva pode gerar problemas no sistema de ignição do veículo.

Com o tanque na reserva, a bomba “busca” a gasolina no fundo do tanque, onde há resíduos de combustível danosos, que, misturados com a gasolina, podem ser levados ao sistema de injeção eletrônica.

A consequência disso para o veículo pode ser desastrosa, podendo ocorrer uma pane total.

Para evitar que isso aconteça, o ideal é que o tanque esteja sempre abastecido com, pelo menos, 12 L de combustível.

Isso evitará a ocorrência da famosa pane seca, que pode acabar gerando uma multa.

Não sabe do que estou falando? Leia a próxima seção.

Pane seca no veículo pode gerar multa

A pane seca acontece quando há falta de combustível no tanque do veículo, o que, por si só, já é um problema, visto que, nessa situação, o veículo fica impossibilitado de se movimentar.

Além do aborrecimento devido à falta de combustível, caso isso aconteça, você sabia que pode ser multado?

Conforme o art. 180 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), ter seu veículo imobilizado na via por falta de combustível é uma infração média, cuja penalidade é a multa no valor de R$ 130,16 e a adição de 4 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Ainda, é prevista a remoção do veículo, como medida administrativa.

No entanto, se você tomar alguns cuidados básicos, dificilmente passará por esse tipo de problema.

A respeito dos cuidados a que me refiro, falarei a seguir.

Cuidados Essenciais

bomba de combustivel cuidados essenciais
A bomba de combustível é uma parte sensível do carro

Já alertei você a respeito do risco de abastecer o veículo com combustível adulterado.

Também já comentei com você que o ideal é nunca andar com o combustível na reserva.

Mas, além disso, há outros cuidados que devem ser tomados para o correto funcionamento desse item.

O gerente de Assistência Técnica da Bosch, Paulo Souza, em resposta ao site O mecânico, diz que não há manutenção específica para a bomba de combustível, mas que, nos intervalos indicados pela fabricante do veículo, é importante substituir o filtro e o pré-filtro do combustível. Assim, a duração da bomba será prolongada, uma vez que esta trabalhará em condições adequadas.

Portanto, na hipótese de a bomba apresentar problemas, será necessária a sua substituição.

Isso não significa, contudo, que você não precisa estar atento ao seu funcionamento.

A manutenção de todas as peças do carro garante não só a qualidade dos itens mas, também, e principalmente, a sua segurança e a de todos no trânsito.

Conclusão

bomba de combustivel tanque reserva gasolina
É um direito seu fazer a denúncia de postos que prejudicam seus clientes!

Agora que você já sabe que a bomba de combustível é essencial para o bom funcionamento do seu veículo, tenho certeza de que tomará mais cuidado nesse sentido.

De qualquer modo, nunca é demais reforçar os alertas: evite trafegar com o combustível na reserva, abasteça seu veículo em postos de confiança e submeta-o à revisão periodicamente.

Fique atento à presença de sinais de mau funcionamento da bomba: falhas no motor e consumo excessivo de combustível, principalmente.

E, em caso de dúvida, leve seu veículo a um mecânico de confiança.

Cuidando do seu veículo, você estará fazendo a sua parte para manter a segurança no trânsito.

Além disso, também estará diminuindo as possibilidades de ser multado, já que, como você viu, ficar sem combustível pode lhe render uma autuação.

Neste artigo, também aproveitei para falar um pouco sobre uma fraude difícil de ser detectada, que não causa danos ao veículo, mas, por outro lado, causa ao bolso do consumidor.

Por fim, lembre-se de que é um direito seu denunciar o posto de combustível em caso de fraude.

 

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? Deixe seu comentário abaixo.

Se possível, compartilhe este conteúdo para que outras pessoas também estejam atentas aos riscos relacionados à bomba de combustível.

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.