Bafômetro no Celular: Quanto Tempo Esperar Para Dirigir

bafometro celular 2017

Você já imaginou ter uma espécie de bafômetro no celular?

Mesmo horas depois de ingerir bebida alcoólica, sempre temos a famosa dúvida: “Será que já posso dirigir?”.

Comer um bombom de licor também é algo que sempre deixa o condutor em dúvida a respeito da sua condição para conduzir um veículo.

Nessas situações, ter um aparelho para medir o nível de álcool presente no organismo não seria uma má ideia, não é?

Isso poderia evitar, além de uma multa por dirigir alcoolizado, principalmente o risco de você se envolver em um acidente de trânsito. E o melhor, de forma prática.

E se eu disser a você que verificar a presença de álcool no organismo por meio do celular é possível?

Ficou curioso para saber do que estou falando? Neste artigo, você conhecerá o bafômetro no celular e saberá como essa novidade funciona.

Para falar sobre isso, também aproveitarei alguns aspectos importantes sobre a Lei Seca no Brasil.

Ao final desta leitura, você saberá quanto tempo depois de beber dá para dirigir sem preocupações.

Falarei também sobre o que acontecerá se você se recusar a fazer o teste do bafômetro, ao ser abordado por um agente de trânsito.

Saiba que essas informações são úteis para evitar consequências mais sérias, como ter a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa.

Então, siga a leitura e descubra tudo sobre o bafômetro no celular!

 

Bafômetro no Celular Existe?

Por incrível que pareça, sim, você pode ter em mãos uma ferramenta que calcula a média de tempo que você deverá esperar, depois de beber, para pegar o volante.

O aplicativo Motorista Consciente é uma ferramenta desenvolvida pelo Doutor Multas com o objetivo de contribuir para um trânsito mais consciente e seguro.

Por meio do app, você, condutor, evita o risco de dirigir sob efeito de substância alcoólica e, com isso, sem dúvida, contribui para a diminuição do número de acidentes no trânsito.

Sem falar que, desde 2012, a Lei nº 11.705/08 – popularmente conhecida como Lei Seca – se tornou ainda mais rigorosa, estabelecendo a tolerância zero em relação ao consumo de álcool e a prática de dirigir.

Essa proibição existe por um único motivo: sua capacidade psicomotora fica alterada quando você ingere bebida alcoólica ou qualquer outra substância psicoativa.

Por conta disso, você pode ter efeitos como falta de atenção, perda dos reflexos, sonolência, dentre tantos outros que prejudicam diretamente sua capacidade para conduzir um veículo.

Com isso, se você se envolver em um acidente ou for parado em uma blitz, por exemplo, terá consequências ainda piores, como a suspensão da CNH, penalidade prevista para o condutor flagrado dirigindo com qualquer quantidade de álcool no organismo.

Como você mesmo pode concluir, é extremamente importante evitar dirigir embriagado, ainda que você esteja se sentindo bem.

Nesse sentido, o app Motorista Consciente o ajudará a saber em que momento você estará realmente sóbrio para pegar o volante.

Conheça-o melhor na próxima seção.

 

Aplicativo Motorista Consciente: Como Funciona

Saiba como utilizá-lo
Saiba como utilizá-lo

Sei que nem todos os meus leitores são adeptos dos aparelhos tecnológicos.

Se esse é o seu caso, talvez esteja desconsiderando a possibilidade de utilizar o app Motorista Consciente.

Portanto, antes que você decida deixar de seguir a leitura, devo dizer para não se preocupar, porque utilizá-lo será mais simples do que você imagina.

Por enquanto, o app está disponível apenas para celulares com sistema operacional Android.

Para baixar o aplicativo no seu celular, busque-o na Play Store (loja de aplicativos do sistema Android) e clique em “Instalar”, opção localizada em uma barra verde.

Após o download, você deverá ler os termos de uso do aplicativo e aceitá-los, para liberar o acesso à plataforma.

Com o acesso liberado, clique em “Calcular”. Depois, insira as seguintes informações solicitadas pelo aplicativo.

  • sexo;
  • peso;
  • bebida e quantidade ingerida;
  • horário em que começou a beber.

Pronto! O aplicativo informará em qual horário, aproximadamente, seu organismo estará livre do álcool, e você, pronto para dirigir.

Como você viu, o cálculo é realizado com base nas informações dadas pelo motorista.

Nesse sentido, é importante que você tome cuidado para inseri-las corretamente.

Se você não tiver certeza do horário em que começou a beber, recomendo que espere mais 30 minutos, além do horário indicado pelo aplicativo, antes de dirigir.

Dessa forma, seu organismo terá mais tempo para expelir todo o álcool.

Viu como é simples?

Com o aplicativo no seu celular, você evita ser multado por dirigir sob efeito de álcool e, principalmente, a perda do seu direito de dirigir.

De qualquer modo, não posso deixar de salientar que o aplicativo não tem caráter técnico ou legal. Por isso, não deve substituir testes específicos, como o realizado por meio do etilômetro (o qual deve ser aferido pelo INMETRO) ou por exame clínico.

O aplicativo apresenta um resultado com base em um cálculo aproximado do tempo, servindo unicamente como auxílio para o condutor.

Lembre-se de que cada organismo pode levar mais ou menos tempo para metabolizar o álcool, e o aplicativo não é capaz de considerar especificamente esse fator.

Na próxima seção deste artigo, falarei sobre o que acontece com o motorista que é flagrado embriagado ao volante.

 

Bafômetro no Celular Pode Evitar Suspensão da CNH

Conforme o art. 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é infração gravíssima dirigir sob a influência de álcool ou qualquer outra substância psicoativa.

Nesse caso, é prevista a multa pecuniária, cujo valor é multiplicado por 10, devido à incidência do fator multiplicador previsto no dispositivo infracional.

Assim, o valor da multa para quem dirige embriagado é R$ 2.934,70. Em caso de reincidência, isto é, novo cometimento em menos de 12 meses, o valor dobra, passando a ser R$ 5.869,40.

Além dessas penalidades, o condutor deve ter seu direito de dirigir suspenso por 12 meses, e seu veículo e documento de habilitação retidos.

Dessa forma, ficará sem poder dirigir durante um ano e precisará, para voltar ao volante, ser aprovado em curso de reciclagem para condutores infratores, penalidade prevista no art. 256 do CTB.

Em resumo, uma das consequências que você pode sofrer por dirigir alcoolizado é ter seu direito de dirigir suspenso.

Para evitar que isso aconteça, ou você não deve ingerir bebida alcoólica quando sair com o seu veículo, ou deve aguardar até que o álcool seja completamente eliminado pelo seu organismo.

Afinal de contas, não podemos nos esquecer de que a Lei Seca é extremamente rígida.

Aproveito o assunto, inclusive, para falar sobre limite de álcool constatado no bafômetro.

Você tem dúvida a respeito disso? Então, leia a próxima seção deste artigo.

 

Como Funciona Bafômetro de Celular

bafometro celular como funciona
O funcionamento do bafômetro é bem simples

Na verdade, o processo é igual ao do etilômetro, nome correto do bafômetro, que é utilizado pelos agentes de trânsito.

Você irá soprar em um equipamento que, através de uma reação química, dirá a quantidade de álcool em seus alvéolos pulmonares.

No caso, o celular vai estar conectado ao aparelho e pode ser preciso um aplicativo para rodar esse programa, dependendo do aparelho.

No bafômetro, existe uma célula combustível.

Quando a molécula de álcool entra em contato com ela, são gerados diversos elementos, entre eles elétrons, que dão início a uma corrente elétrica.

Um microchip faz o cálculo com base nessa corrente elétrica e registra a quantidade de miligramas de álcool por litro de ar alveolar.

Até que não é complicado de entender, não é mesmo?

E tudo isso no seu bolso, como se fosse um chaveiro.

Essa tecnologia tem muito a agregar no dia-a-dia dos motoristas. Para você saber mais sobre isso, separei oito aspectos super interessantes sobre o bafômetro no celular.

Leia a próxima seção para conhecer mais sobre o equipamento!

 

8 Fatos Interessantes Sobre Bafômetro no Celular

O objetivo principal do bafômetro é garantir a segurança no trânsito.

Quando o assunto é bafômetro no celular, há uma série de curiosidades interessantes.

Selecionei oito delas para que você amplie seus conhecimentos.

Confira!

  1. A maioria dos aparelhos produzidos ainda é feita fora do Brasil

Ou seja, você pode precisar importar. Além disso, os aparelhos devem servir como parâmetro, e não como verdade absoluta.

  1. O bafômetro no celular é um aparelho super pequeno que, na maioria dos casos, pesa apenas 50 gramas

Leve, não? E, com certeza, bem fácil de transportar. Você pode carregar no bolso e levar para qualquer lugar.

  1. A empresa coreana Samsung patenteou, em agosto de 2017, uma tecnologia de bafômetro para o celular

No entanto, ainda não há previsão para a tecnologia do bafômetro no celular da Samsung chegar ao Brasil.

  1. Existem aplicativos que chamam até táxi para a pessoa se ela ainda estiver com álcool no sangue

É a tecnologia a favor da vida. Não tem mais desculpa para dirigir sob a influência de álcool.

  1. A maioria desses dispositivos é conectada ao celular pela entrada do fone de ouvido ou pela entrada do carregador

Ou seja, nem precisa de internet. É uma forma prática de evitar correr riscos desnecessários.

  1. É possível encontrar os bafômetros para celular a partir de R$ 43

É baratinho. Como exemplo, basta pesquisar em sites como o Mercado Livre.

  1. O bafômetro original surgiu em 1954, muito antes do celular

Ele foi criado por Robert Borkenstein. E como funcionava?

Reações químicas geravam cores, as quais indicavam a presença ou não de álcool.

  1. Com uma tecnologia tão simples, você evita receber uma multa bem cara e perder a carteira

Você sabe o que ocorre se é pego dirigindo sob o efeito de álcool?

Conforme o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o condutor que dirigir tendo consumido bebidas alcoólicas sofrerá autuação por infração gravíssima.

A legislação prevê a penalidade de multa multiplicada por 10, cujo valor total é R$ 2.934,70. Se for reincidente em doze meses, deverá pagar o valor em dobro.

Além disso, se cometer essa infração, você poderá ter sua carteira suspensa por 12 meses.

Dessa forma, ficará um ano sem poder dirigir e terá que gastar tempo e dinheiro no curso de reciclagem para voltar ao volante.

E, se você ultrapassar a quantia de 0,33 miligramas de álcool no teste do bafômetro, será enquadrado por crime de trânsito, segundo o art. 306 do CTB.

A pena para esse crime de trânsito é de detenção pelo período de 6 meses a três anos, além das penalidades da infração – multa e suspensão.

Terrível, não?

Mas necessário para reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito.

E você sabia que não existe uma tolerância no etilômetro para a aplicação da multa? Veja na seção a seguir.

 

Não Existe Mais Limite de Álcool no Bafômetro

bafometro celular limite permitido
A lei foi alterada e não existe mais nenhum limite de álcool permitido no teste

São poucos os condutores que, depois de beber, não se sentem perfeitamente bem para dirigir.

Por incrível que pareça, a maioria dos condutores afirma que, depois de alguns golinhos, fica até mais fácil encarar o trânsito.

E você, acha que beber ajuda a dirigir? Seja qual for a sua opinião sobre o assunto, o fato é que, de acordo com a legislação de trânsito, para dirigir, você não deve ter em seu organismo nenhuma quantidade de álcool.

Antes de 2008, o condutor só era punido caso o resultado do teste do bafômetro ou de exame clínico apontasse 6 decigramas ou mais de álcool por litro de sangue. Essa quantidade equivale, de forma comparativa, ao consumo de dois copos de cerveja.

No entanto, em 2008, com a publicação da Lei n° 11.705, a tolerância quanto à quantidade de álcool constatada no organismo passou a ser menor.

Para a constatação de álcool por exame de sangue, a margem prevista era de 0,2 g/L, por meio do bafômetro, 0,1 mg/L.

Somente em 2012, com a entrada em vigor da Lei nº 12.760, é que passou a ser expressamente proibida a presença de qualquer quantidade de álcool no organismo do condutor.

Atualmente, portanto, ainda que você tenha bebido apenas um copo de cerveja, por exemplo, e pareça que o efeito da bebida já passou, você pode acabar sendo multado se o álcool for constatado enquanto você estiver dirigindo.

Isso porque, ao fazer o teste, mesmo que em pouca quantidade, a presença do álcool será identificada pelo etilômetro, aparelho medidor utilizado pelo agente de trânsito.

E, conforme o art. 276 do CTB, a presença de qualquer concentração de álcool por litro de sangue ou por litro de ar alveolar no organismo do condutor torna-o passível de sofrer as penalidades previstas no art. 165 do Código.

Portanto, como você pode ver, não há limite de álcool para que você não seja autuado.

Há, por outro lado, uma margem de erro prevista para a aferição do aparelho, a qual costuma ser confundida com margem de tolerância.

Entenda melhor a seguir.

 

Margem de erro do bafômetro não é margem de tolerância

Desde 2012, não há margem de tolerância para o consumo de álcool e direção
Desde 2012, não há margem de tolerância para o consumo de álcool e direção

O art. 276 do CTB, sobre o qual falei na seção anterior, em seu parágrafo único, estabelece que as margens de tolerância quanto à apuração do resultado do bafômetro são disciplinadas pelo CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito).

A referida margem consta no parágrafo único do art. 4º da Resolução nº 432 do CONTRAN, de 2013.

O texto do parágrafo define a margem de tolerância como uma variação admissível do resultado gerado pelo bafômetro, a qual deve ser considerada para fins de autuação.

Ela é prevista porque existe a possibilidade de o aparelho apresentar falhas no momento da aferição, o que poderia gerar autuações injustas.

Para o condutor não ser autuado indevidamente, o resultado do bafômetro pode ser de até 0,04 mg/L. A partir de 0,05 mg/L, portanto, é que poderá ocorrer a autuação com base no art. 165 do CTB.

Em todo caso, saiba que você tem o direito de se recusar a fazer o teste do bafômetro, embora o art. 165-A do CTB preveja penalidades para essa situação.

Trata-se do direito a Não Autoincriminação, que significa que nenhum cidadão pode ser obrigado a produzir provas contra si, fornecendo dados ou informações que possam incriminá-lo direta ou indiretamente.

A medição do teor alcoólico por meio do etilômetro não consiste na única forma de comprovar a embriaguez.

O art. 276 do CTB prevê outras formas de verificação, como o exame clínico, por exemplo. Assim, o agente deveria, antes de autuar, apresentar outros meios para constatar a existência de álcool no organismo.

Desse modo, caso você tenha se recusado a soprar o bafômetro em uma abordagem, e tenha sido autuado por esse motivo, saiba que é possível utilizar essa argumentação no seu recurso.

Nesse sentido, a equipe Doutor Multas, formada por especialistas em direito de trânsito, pode ajudá-lo.

Entre em contato conosco, por meio do e-mail [email protected] ou ligue para o número 0800 6021 543, para que possamos analisar o seu caso.

Agora, esclarecerei uma das principais dúvidas tidas pela maioria dos condutores que me procuram.

Será que essa também não é sua dúvida? Descubra a seguir.

 

Blitz da Lei Seca Pega Quanto Tempo Depois de Beber?

Sem um aplicativo que calcule o tempo para você, não será fácil saber em que momento o álcool terá sido expulso

Responder a essa pergunta não é simples, uma vez que cada organismo tem seu próprio tempo para metabolizar o álcool.

Fatores como peso e sexo da pessoa, por exemplo, tem influência direta no tempo que levará para o seu corpo expulsar completamente a sustância absorvida.

De qualquer modo, as mulheres têm mais dificuldade de digerir o álcool, o que faz com que o tempo, normalmente, seja maior para elas.

Além disso, o cálculo pode variar dependendo do tipo e quantidade de bebida ingerida, e também se você comeu algo ou não enquanto bebia.

Obviamente, quanto mais você bebe, mais tempo seu corpo leva para expulsar a bebida. Também, quanto menor a sua massa corporal, mais tempo levará para o efeito do álcool passar.

E quando, além de beber, você não se alimenta adequadamente nem bebe água, esse tempo é ainda maior.

Conforme o médico Ronaldo Laranjeira, PhD em Dependência Química, explicou nesta matéria, o corpo depura uma dose de álcool em uma hora.

Uma dose seria o equivalente a um copo de cerveja. Ou seja, se você beber três copos de cerveja, em teoria, terá que esperar três horas para dirigir.

Na mesma reportagem, o médico explicou, ainda, que beber um copo pequeno de uma bebida destilada equivale a beber uma taça cheia de vinho, uma caneca de chope ou um copo de cerveja.

Logo, mesmo bebendo pequenas doses, seu corpo pode levar muitas horas para conseguir se livrar da bebida, quando ingerida em excesso.

Laranjeira chama a atenção para os processos que aceleram o metabolismo do álcool no organismo.

Certamente, você já ouviu falar em alguns deles: tomar banho gelado e um café forte são os mais comuns.

Você deve tomar cuidado, pois não há garantia alguma de que, após tomar um banho bem gelado e um café bem forte, não restará nenhum resquício de álcool no seu organismo.

O que você pode fazer é consumir um copo de água para cada um de bebida. Isso fará com que o corpo se mantenha hidratado e elimine as toxinas pela urina.

De qualquer modo, para saber em quanto tempo aproximadamente você estará completamente sóbrio, baixe o aplicativo Motorista Consciente.

Assim, você terá um bafômetro no celular ao seu alcance a qualquer momento.

Na sequência, darei a você um bom motivo para baixar o aplicativo no celular agora mesmo.

 

Posso Ser Preso Por Dirigir Alcoolizado?

bafometro celular lei seca brasil
Isso pode, sim, acontecer

Se você precisa de mais uma razão para começar logo a utilizar o aplicativo Motorista Consciente, ou seja, ter um bafômetro no celular, leia esta seção do artigo.

Talvez não seja um grande problema para você pagar uma multa (embora o valor seja bem alto), ou mesmo ter a CNH suspensa.

Certamente, porém, é um problema ir parar atrás das grades, não é?

E saiba que isso pode acontecer se você se descuidar.

Conduzir veículo com a capacidade psicomotora alterada é um dos crimes de trânsito previstos pelo CTB.

Conforme o art. 306 do Código, quando a concentração de álcool constatada for igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue, ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar, o condutor estará cometendo um crime de trânsito.

Caso isso aconteça, além de ser penalizado com multa, suspensão ou proibição de obter a permissão ou a habilitação para dirigir, você poderá ser preso por um período que varia de 6 meses a 3 anos.

Além disso, poderá ter de responder pelo crime, caso a embriaguez tenha resultado em um acidente com vítimas.

Quer motivo maior do que esse para não dirigir depois de beber?

Quando você descumpre o Código de Trânsito, sofre consequências bastante severas e coloca em risco a segurança de muitas pessoas.

Seja um motorista consciente e aproveite as facilidades que a vida tecnológica nos proporciona, como a possibilidade de calcular, de forma tão simples, em que momento você não estará correndo o risco de causar um acidente no trânsito.

 

Conclusão

bafometro celular conclusao
Agora, você já sabe as vantagens de ter um bafômetro no celular

Como você viu neste artigo, é muito simples saber quanto tempo leva para a quantidade de álcool presente no seu organismo ser expelida.

Com essa informação, você pode sair e voltar tranquilamente para casa utilizando o seu veículo.

Não se esqueça de que a margem de erro prevista para o resultado do bafômetro não significa que se você beber apenas um copo de bebida não estará correndo o risco de ser autuado.

As operações de fiscalização (blitze) surgem quando menos esperamos, e, como você viu, não é tolerada a presença de nenhuma quantidade de álcool no organismo do condutor.

Ao ser flagrado dirigindo alcoolizado, você sofrerá consequências bem pesadas: multa, suspensão do direito de dirigir, retenção do veículo e da habilitação.

E, dependendo da quantidade de álcool constatada, poderá até mesmo ser preso.

Tudo isso pode ser evitado se você tiver um bafômetro no celular para fazer o teste antes de pegar o volante.

E lembre-se: se você for multado, é seu direito recorrer.

Caso tenha ficado com alguma dúvida sobre este artigo, ou precise de ajuda para formular seu recurso, entre em contato.

Afinal, enquanto o recurso estiver em andamento, você não perderá seu direito de dirigir.

Até a decisão da autoridade de trânsito, em última instância, você poderá continuar dirigindo normalmente.

E se o seu recurso for deferido, você nem chegará a perder seu direito, assim como não precisará pagar o valor da multa.

Por fim, considero importante reforçar: se beber, não dirija. Sei que você já deve estar cansado dessa recomendação, mas acredite, misturar álcool e direção pode lhe render muitos problemas.

Se você gostou deste artigo, compartilhe-o com seus amigos. Assim, mais pessoas conhecerão o bafômetro no celular.