Cientistas desenvolvem tecnologia que pode diminuir acidentes de trânsito

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e faça uma consulta gratuita com o Doutor Multas!

Atualmente, diante do avanço tecnológico que podemos presenciar, muito se trabalha na criação de tecnologias para diminuir acidentes de trânsito.

A falta de segurança nas vias, mesmo em locais onde o trânsito é menos intenso, é fator desencadeador de inúmeros acidentes registrados todos os anos no Brasil e no mundo.

Acidentes ocorrem por diversos motivos, e um deles é o fato de o condutor distrair-se enquanto dirige seu veículo.

A distração pode acontecer por propagandas no decorrer da via, por músicas que o motorista está ouvindo ou por outros fatores que podem parecer, por um momento, mais importantes do que a atenção que o motorista deve prestar ao dirigir.

Por ser tão perigosa, a falta de atenção é considerada infração pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Porém, várias estratégias tecnológicas estão sendo desenvolvidas para ajudar os condutores a manterem a devida atenção ao trânsito.

Por isso, decidi escrever este artigo, para falar sobre as principais tecnologias criadas para diminuir acidentes de trânsito.

Além disso, você também vai ver neste artigo:

  • a importância da tecnologia como aliada dos motoristas;
  • aspectos a serem considerados para dirigir com segurança;
  • penalidades aplicáveis a quem for flagrado dirigindo sem atenção; e
  • como recorrer de multas recebidas no trânsito.

Se você se interessou pelo assunto, não deixe de ler este artigo até o final.

Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita

Boa leitura!

Conheça Exemplos de Uso da Tecnologia Para Diminuir Acidentes de Trânsito

tecnologia diminuir acidentes conheca
Veja o que tem sido desenvolvido tecnologicamente para diminuir acidentes

Para iniciar a discussão sobre o uso da tecnologia para diminuir acidentes de trânsito, considero interessante destacar a sua importância.

Por isso, nesta seção, vou comentar sobre algumas iniciativas muito interessantes, criadas no Brasil e no exterior, para ajudar os condutores a manterem sua atenção ao dirigir.

Cabe destacar o papel fundamental das universidades, pois parte das inovações que serão apresentadas aqui surgiram a partir de pesquisas feitas por estudantes universitários.

Daí, a importância de defender o investimento em educação, pois você vai ver provas de que o conhecimento gerado nas instituições de ensino superior podem ser grandes serviços de utilidade pública.

No caso em questão, veja, a partir de agora, inovações tecnológicas cujo intuito é diminuir a insegurança no trânsito.

1) Sensor para desligar o carro se o condutor estiver embriagado

Uma das infrações mais perigosas previstas pelo Código de Trânsito é a prática de dirigir embriagado.

Uma pessoa sob efeito de bebidas alcoólicas ou de qualquer outra substância psicoativa perde parte dos sentidos, o que prejudica muito o ato de dirigir.

Foi multado? Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e faça uma consulta gratuita com o Doutor Multas!

É por isso que existem penalidades pesadas para quem cometer esse desvio à norma. Contudo você irá concordar que o melhor mesmo seria prevenir o acontecimento de situações como essa.

Isso porque, apesar de ser multado e, até mesmo, preso, nada desfaz uma morte ocasionada por um acidente causado por um condutor embriagado.

De qualquer modo, pensando em contribuir para a diminuição de casos como esse, foi desenvolvido um sensor que impede o funcionamento do veículo, caso perceba que o condutor está embriagado.

Esse projeto, chamado de Senscar, foi elaborado por um grupo de estudantes da Uninter no Paraná, para competir na Renault Experience.

A ideia do sensor é que o automóvel seja desligado quando identificar a presença de álcool no hálito do motorista.

Além disso, o objetivo é que o sensor envie um alerta para uma central, que, como foi explicado pelo engenheiro do projeto, pode ser até mesmo o celular de um familiar.

Desse modo, essa tecnologia visa retirar das vias condutores que não estejam em condições de dirigir, os quais poderão assumir o volante novamente apenas quando estiverem recuperados.

2) Aplicativo para evitar distrações com o celular ao volante

Aqui, destaco mais uma iniciativa gerada dentro de uma universidade. Dessa vez, na USP em São Carlos.

Assim como o sistema comentado acima, o aplicativo em questão, cujo nome é Arquimedes, foi criado para a competição Renault Experience.

Mais do que isso, esse app surgiu a partir da constatação de que os aparelhos celulares são, na atualidade, uns dos principais fatores de acidentes no trânsito.

Isso porque, ao utilizarem seus celulares, os condutores desviam sua atenção, o que pode gerar graves consequências.

Com isso, o Arquimedes é um aplicativo que bloqueia outros aplicativos do celular enquanto o motorista estiver no trânsito.

Mapas e alertas de controle de mídia são os únicos que seguem disponíveis durante a condução do veículo.

O diferencial deste app é a utilização de gamificação, que é o uso de mecanismos e características de jogos, para torná-lo mais atrativo e despertar o interesse das pessoas em utilizá-lo.

O app tem um mascote virtual que cresce conforme a quilometragem rodada aumenta, gerando pontos que podem ser trocados por descontos em lojas parceiras.

Dessa forma, a ideia é usar desses recursos para estimular os motoristas a tomarem atitudes mais conscientes, prestando mais atenção ao trânsito, protegendo sua própria segurança.

3) Poltrona para manter o motorista acordado

Outro fator de risco no trânsito, que também interfere na atenção necessária para dirigir, é o sono.

Principalmente em viagens mais longas, é comum que os condutores sintam sono, visto que dirigir é uma atividade cansativa.

O risco de acidente é alto, pois basta um segundo de sono na direção para que algo grave aconteça.

Mas, quem disse que a tecnologia não pode ajudar a resolver problemas como esse?

Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita

O Centro Multidisciplinar de Sonolência e Acidentes (CEMSA), juntamente com a Marcopolo e a TWE, lançou uma poltrona antissono.

A poltrona funciona a partir de dados que devem ser informados em um aplicativo, que pede dados sobre o tempo que a pessoa terá de passar dirigindo e quantas horas ela dormiu nas últimas 48h.

A partir disso, o app analisa as informações e calcula o grau de fadiga do condutor, verificando sua capacidade de atenção, e em que momento a poltrona deverá emitir alguns estímulos para mantê-lo alerta.

Para isso, com base em seus cálculos, o aplicativo ativa alguns recursos da poltrona, tais como aquecer ou esfriar, vibrar e, até mesmo, emitir sons para despertar o motorista.

4) Mecanismo para avisar sobre a presença de animais na via

tecnologia diminuir acidentes animais
Um sistema que avise sobre animais na via é importante para a sua segurança, e para a deles também

Ainda relacionado à atenção no trânsito, é importante ressaltar a necessidade de prestar atenção à presença de animais na via.

Tanto em vias urbanas quanto em estradas, pode aparecer algum animal repentinamente, e o susto pode causar acidentes.

Pensando nisso, a consultoria ambiental Viafauna decidiu apostar em uma tecnologia para diminuir acidentes de trânsito causados por esse fator.

O sistema desenvolvido pela Viafauna, chamado de Passa Bicho, consiste em um conjunto de sensores que identificam animais quando eles passam pela via.

A partir dessa detecção, o mecanismo dispara sinais de alerta para postes inteligentes, para que eles avisem os condutores sobre a presença de animais no local.

5) Sistema para identificar os movimentos inadequados do condutor

Saindo um pouco dos projetos desenvolvidos no Brasil, conheça uma tecnologia elaborada na universidade de Waterloo, no Canadá.

O sistema desenvolvido consiste em um computador capaz de identificar os movimentos realizados pelo condutor enquanto dirige.

Esse computador está programado para detectar movimentos diferentes daqueles que o condutor deve realizar para conduzir um veículo.

O dispositivo pode, por exemplo, identificar quando o motorista não está com as duas mãos no volante, quando ele manuseia algum objeto ou quando ele se abaixa para pegar algo no chão do carro ou nos bancos de passageiro.

Ao identificar movimentos estranhos à postura obrigatória do condutor ao volante, o sensor emite um alerta para que ele volte a se posicionar da maneira correta.

O objetivo dessa tecnologia desenvolvida no Canadá é, assim como as que são desenvolvidas no Brasil, contribuir para a diminuição de acidentes causados por distrações.

Como você pode perceber, existem várias iniciativas do setor tecnológico sendo desenvolvidas para serem aliadas dos condutores.

Os índices de acidentes de trânsito, muitos deles fatais, assustam e preocupam. Mas não se pode esperar que somente cientistas e autoridades públicas movimentem-se para resolver esse problema.

É indispensável a colaboração de cada condutor, para que o trânsito passe a ser um espaço mais seguro para todos.

Se você se preocupa em ser um motorista consciente e curtiu a ideia de aliar boas práticas partidas de você e tecnologia para diminuir acidentes, não deixe de ler a próxima seção deste artigo, na qual comentarei sobre a importância dela para o aumento da segurança.

Importância da Tecnologia Para Diminuir Acidentes de Trânsito

Na seção acima, tentei evidenciar o quanto a tecnologia pode ser eficiente no combate à insegurança no trânsito.

Não há como negar que vivemos em um mundo cada vez mais tecnológico, e é importante que todos nós saibamos utilizar todos os recursos a nosso favor.

Anteriormente, você viu exemplos de tecnologia para diminuir acidentes de trânsito e, dentre eles, alguns até mesmo mais acessíveis, como o aplicativo que bloqueia notificações.

Eu sei que, quanto mais avançada for a tecnologia do veículo, mais caro ele será e, com isso, menos pessoas terão acesso a veículos inteligentes.

No entanto, não são apenas as superinvenções que podem ajudá-lo a promover mais segurança nas vias.

Você já parou para pensar em toda a tecnologia que os próprios espaços públicos utilizam para organizar o trânsito?

Um exemplo muito simples é a sinalização semafórica. Por mais tradicional que ela seja, não deixa de ser uma tecnologia empregada para a organização e, além disso, para a segurança no trânsito.

Por isso, repare que, por mais que você não tenha acesso a todos os recursos tecnológicos desenvolvidos ultimamente, o simples fato de respeitar a sinalização já significa utilizar a tecnologia a favor da segurança de todos.

Posso mencionar também um sistema que muitos carros já oferecem, e que podemos considerar não ser tão inacessível.

Refiro-me aos sensores de estacionamento. Eles já são itens comuns em grande parte dos automóveis, e são formados por sensores de aproximação, câmeras e, até mesmo, animações que auxiliam o condutor a estacionar corretamente e de forma segura.

Eu imagino que você possa estar pensando que estacionar um veículo não é algo muito perigoso.

E você está correto. Porém, o sensor de estacionamento pode alertá-lo sobre a aproximação de outro veículo, ou, até mesmo, de um pedestre, que talvez não tenha sido percebido pelo fato de você estar concentrado em fazer a baliza.

Diante do que comentei até agora, perceba que é muito importante poder contar com recursos tecnológicos, dos mais simples aos mais avançados.

Entretanto, sinto a necessidade de comentar sobre algumas atitudes esperadas de você, condutor, para diminuir os índices de acidentes.

Sobre isso, você lê no tópico abaixo.

O que considerar no momento de dirigir?

O uso de celular ao volante é um fator de risco, mas esse não é o único ponto com que você precisa se preocupar
O uso de celular ao volante é um fator de risco, mas esse não é o único ponto com que você precisa se preocupar

O número de condutores flagrados em desatenção no trânsito aumenta a cada dia, principalmente pelo uso dos celulares, que prendem a atenção dos usuários com muita facilidade.

Por sinal, somente a utilização do aparelho celular já leva inúmeros motoristas a serem autuados diariamente por falta de atenção.

O Código de Trânsito determina, inclusive, uma infração específica para o uso do celular ao volante, sobre a qual vou comentar mais adiante.

A falta de atenção de que estou falando vai além do uso ou não de aparelhos eletrônicos enquanto dirige, ou da utilização de tecnologia a favor da segurança.

A atenção dos motoristas deve começar antes mesmo de saírem de casa com o veículo, e deve ser estendida até a chegada ao destino.

É interessante, então, destacar alguns aspectos fundamentais aos quais é crucial prestar atenção, de modo a evitar acidentes.

Em primeiro lugar, preste atenção em si mesmo. Queira ser um motorista consciente e, para isso, procure colocar em prática tudo o que você sabe sobre direção defensiva e legislação.

Além disso, certifique-se de estar em plenas condições para dirigir. Evite dirigir cansado, com sono ou com as capacidades psicomotoras alteradas, por exemplo.

Fatores físicos e psicológicos são importantes, e podem prejudicar sua condução se houver algum problema.

Em segundo lugar, cuide do seu veículo. Não é à toa que o fabricante indica uma frequência ideal para submetê-lo a revisões.

Com isso, veja se está tudo certo, se não há qualquer peça apresentando problemas, se não está sendo emitido nenhum ruído estranho, ou seja, se seu veículo não está apresentando comportamento atípico.

Ademais, um terceiro ponto que exige atenção é a via. Assim, siga as orientações de circulação do local.

Respeite os limites de velocidade, a sinalização semafórica, as placas dispostas na via, a sinalização horizontal, sem contar a importância de adequar suas atitudes aos empecilhos que ela possa apresentar, com a presença de buracos no asfalto.

O último aspecto que eu gostaria de destacar é a necessidade de tomar cuidado com as condições climáticas.

Fumaça, neblina, chuva e até mesmo o sol forte podem ser fatores complicadores na hora de dirigir. Por isso, tenha cautela em casos como esses.

Esses foram alguns pontos aos quais é preciso prestar atenção para evitar a ocorrência de acidentes de trânsito.

Como comentei anteriormente, o CTB prevê penalidades para quem for flagrado dirigindo sem atenção.

Para saber mais sobre isso, leia a seção a seguir.

O Que Acontece Quando o Condutor é Identificado Dirigindo Sem Atenção?

Até mesmo fazer maquiagem ao volante pode gerar multa
Até mesmo fazer maquiagem ao volante pode gerar multa

De acordo com o que foi explicado, por diversos motivos, o condutor pode se distrair enquanto dirige.

A consequência disso você já sabe bem qual é: a grande chance de ocorrer um acidente.

No entanto, já foi sinalizado, neste artigo, que podem ser multados os condutores flagrados dirigindo sem atenção.

E é exatamente sobre isso que vou falar a partir de agora.

Para deixar claro o que pode acontecer com o condutor pego dirigindo desatento, quero destacar dois artigos do CTB. São eles, o art. 169 e o art. 252.

A infração por dirigir sem atenção está especificada no art. 169 do Código de Trânsito Brasileiro.

Conforme o artigo em questão, ela é caracterizada como leve, gerando três pontos na CNH do condutor.

Dentre as atitudes que podem caracterizar desatenção estão comer, ler, fumar e maquiar-se ao volante, por exemplo.

Ao ser flagrado realizando alguma dessas atividades enquanto dirige ou aguarda em um cruzamento ou semáforo, o condutor pode ser multado, tendo que arcar com o valor de R$ 88,38.

Conforme também já visto, a utilização de celular ao volante também caracteriza infração, a qual está prevista no inciso VI do art. 252 do CTB.

Para que você entenda bem, observe que o dispositivo citado diz que dirigir, usando fones de ouvido conectados a celulares ou outros dispositivos eletrônicos é infração média.

Com isso, a penalidade consiste em multa, no valor de R$ 130,16 e acréscimo de quatro pontos ao documento de habilitação.

Mas, e se o motorista for flagrado manuseando o aparelho celular, o que acontece?

Antes de responder essa pergunta, é importante destacar a infração por dirigir sem uma das mãos ao volante, descrita no inciso V do artigo em discussão, cuja penalidade é a mesma comentada acima.

O parágrafo único do art. 252 agrava essa infração, mencionando o uso de celular enquanto dirige.

Por ser grande causador de acidentes, o uso do celular é considerado muito mais grave do que as outras atitudes que podem distrair o condutor e, por isso, foi estabelecido como uma infração gravíssima.

O motorista que utiliza celular ao dirigir está sujeito a uma multa no valor de R$ 293,47 e à adição de sete pontos em sua CNH.

Por isso, é importante que, enquanto dirige, o condutor deixe seu celular guardado, a fim de evitar acidentes e penalidades.

No entanto, pode acontecer casos em que condutores são multados injustamente, já que a constatação do agente fiscalizador pode ser errônea.

Há, também, muitas situações em que acontecem falhas na autuação.

Para resolver esse problema, o ideal é recorrer e, sobre isso, eu falo no tópico seguinte.

Recorrendo de multas de trânsito

Se você for vítima de uma autuação injusta, não se desespere nem passe a odiar os agentes fiscalizadores.

Não se esqueça de que seres-humanos podem cometer erros, o que não isenta nenhum agente de cometê-los também.

Além disso, o direito de defesa existe para que você possa contestar autuações quando se sentir prejudicado.

Dessa forma, ao receber uma notificação, analise-a cautelosamente e, se achar necessário, entre com recurso diante das autoridades competentes.

O recurso é composto por três etapas, cada uma com uma comissão avaliadora diferente, aumentando, assim, suas chances de sucesso.

As etapas a que me refiro são as seguintes:

  • Defesa prévia, possível a partir do momento em que você recebe a notificação de autuação.
  • Primeira instância, momento em que o recurso deve ser encaminhado à JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infração) a partir da divulgação do indeferimento da defesa prévia, ou caso você não a tenha apresentado.
  • Segunda instância, quando o recurso deve ser encaminhado ao CETRAN, CONTRAN, CONTRANDIFE ou a Colegiado Especial da JARI, dependendo do órgão autuador. O prazo para sua apresentação começa a contar da data em que o resultado da fase anterior for divulgado.

Sobre as três fases do recurso, é imprescindível que você respeite os prazos para envio das defesas, os quais podem ser encontrados nas notificações recebidas.

Quanto ao endereço para envio, essa informação também deve ser verificada na notificação.

Se você precisar de ajuda para recorrer e, assim, aumentar suas possibilidades de cancelar as penalidades, conte com a equipe de especialistas do Doutor Multas.

Para isso, envie cópia de sua notificação para o e-mail [email protected], ou ligue para 0800 6021 543.

Nós estamos sempre dispostos a ajudar.

Conclusão

tecnologia diminuir acidentes conclusao
Não se esqueça: atenção total ao trânsito!

Neste artigo, você pôde conhecer cinco tecnologias desenvolvidas por estudiosos, cujo objetivo é assegurar maior segurança aos usuários do trânsito.

Espero que você tenha gostado das ideias apresentadas e que, em um futuro próximo, consiga usufruir de todas elas.

Porém, enquanto isso, lembre-se de que você é o principal responsável pela segurança nas vias, sendo sua função prezar por uma direção segura e consciente.

Considere também as penalidades previstas pelo CTB para os casos de direção perigosa por falta de atenção.

Porém, se você for multado, já sabe como recorrer.

Ficou com alguma dúvida? Deixe-a nos comentários para que eu possa respondê-la.

Gostou deste artigo? Compartilhe-o com seus amigos e mostre a eles tudo o que tem sido desenvolvido em tecnologia destinada à diminuição dos acidentes de trânsito.

Referências:

  1. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9503.htm
  2. https://www.ecycle.com.br/component/content/article/8-tecnologia-a-favor/6650-arquimedes-aplicativo-para-diminuir-acidentes-de-transito.html
  3. https://www.gazetadopovo.com.br/economia/livre-iniciativa/empreender/startup-cria-dispositivo-que-desliga-o-carro-quando-o-motorista-esta-bebado-1wl3wla8z9kz2zijxmdszmiri/

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e faça uma consulta gratuita com o Doutor Multas!