Motorista Melhor: Conheça 10 Técnicas Para Ser um Bom Condutor

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.

Em seu dia a dia, você utiliza algumas técnicas para ser um motorista melhor?

Assumir a condução de um veículo requer bastante atenção a tudo o que acontece ao redor, sem jamais esquecer das regras que regem o trânsito do Brasil.

Sendo assim, os condutores precisam pautar suas decisões com base no que determina o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), e também nas demais normas expressas em várias resoluções.

Você já deve ter ouvido falar, e talvez até já tenha lido aqui no blog Doutor Multas, sobre as resoluções do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito).

Tudo o que é possível encontrar referente às leis de trânsito são, ao contrário do que se pode pensar, necessário para manter a circulação das pessoas mais segura.

Por isso, por mais que existam inúmeros casos de multas aplicadas injustamente, é necessário enxergar as penalidades como algo necessário para corrigir posturas perigosas ao volante.

Neste artigo, vou abordar o assunto da segurança no trânsito, começando pela ideia de o que é ser um bom motorista.

Além disso, você vai ver que os índices de insegurança no trânsito seguem alarmantes e de que forma uma direção defensiva pode ajudar a resolver essa situação.

Obviamente, você vai conhecer 10 técnicas para ser um bom motorista.

Por isso, se você quer ser um motorista que contribui para um trânsito mais consciente, leia este artigo até o final.

Boa leitura!

 

O Que Significa Ser um Bom Motorista?

Há uma divergência em relação aos conceitos que definem um bom motorista.

As conceituações variam desde aqueles que acreditam que o melhor motorista é o que possui mais anos de experiência na prática de direção, até os que defendem que bom mesmo é o motorista que segue as leis de trânsito e preza pela segurança de todos.

Eu acredito que falar em um bom motorista é o mesmo que falar em alguém que percebe a responsabilidade vinculada à condução de um veículo.

É evidente que um condutor iniciante não terá as mesmas habilidades de alguém que já conduz um veículo há mais tempo, mas não é apenas esse o fator responsável por garantir a qualidade de um motorista.

De nada adianta ter todas as técnicas de condução e não respeitar as regras impostas para circulação, pois, eventualmente, a técnica pode falhar e resultar em prejuízos para o motorista.

Existem inúmeras precauções a serem tomadas pelo motorista se ele compreender que não circula sozinho pelas vias.

Isso vai além de qualquer domínio técnico e diz respeito a como o indivíduo se comporta na sociedade de forma geral.

Outras vidas também estão dentro do “jogo do trânsito”, digamos assim, e é crucial preservar, também, pela segurança delas.

Existem algumas noções de como o trânsito deve ser para ser considerado seguro e, para ser um bom motorista, é necessário estar de acordo com essas ideias.

Dessa forma, pode-se dizer que achar um conceito definitivo para o que é ser um bom motorista talvez seja tarefa impossível.

No entanto, o que todos devem levar em consideração para definir bons motoristas é que a preocupação com a segurança de todos nas vias é fator indispensável para quem pretende ser um motorista melhor.

Com isso, que tal refletir sobre outro conceito importante, que é o de direção defensiva?

Na próxima seção deste artigo, vou falar um pouco sobre isso. Então, continue com a leitura.

 

Direção Defensiva: Primordial Para Ser um Motorista Melhor

10 dicas para ser motorista melhor seguranca no transito
Prezar pela segurança no trânsito pode salvar vidas

Acredito que não lhe cause estranheza o termo direção defensiva, visto que, por si só, ela já diz do que se trata.

Devido a sua importância, direção defensiva é um tema que entra na vida de quem dirige, desde que é tomada a decisão de entrar em um curso de formação de condutores.

Você sabe que, para conseguir o direito de dirigir, é necessário passar por um curso que engloba, dentre outras coisas, aulas e exames teóricos.

Um dos assuntos abordados no curso teórico das autoescolas é esse, pois é necessário formar condutores conscientes, capazes de agir de forma preventiva.

Dessa maneira, todos os condutores que tirarem a carteira, ou que renovarem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação), deverão passar por aulas de direção defensiva.

Isso significa que, para ser um motorista melhor, não é necessário apenas conhecimentos de legislação.

Para que seja possível colocar em prática a direção defensiva, os condutores precisam ter conhecimentos sobre comportamento no trânsito, para que possam fazer as melhores escolhas diariamente.

Para isso, é importante conhecer as cinco principais técnicas de direção defensiva, as quais eu vou apresentar a partir de agora.

  • Atenção: esse é um elemento de direção defensiva crucial, que faz toda a diferença durante a condução de veículos automotores.

Um motorista atento tem mais chances de lidar com situações inesperadas, pois está preparado para agir diante de uma surpresa.

Além disso, um condutor atento toma cuidado até mesmo antes de sair de casa, pois se preocupa com que o veículo tenha boas condições de sair às ruas.

Por fim, para ser um motorista melhor, é necessário estar atento às próprias condições físicas e mentais, pois não se deve assumir a condução de um veículo, estando cansado, com fome, ou em outras circunstâncias pessoais adversas.

  • Conhecimento: aqui, entram vários aspectos, como as leis de trânsito, relacionamento com os outros usuários do trânsito, mecânica, dentre outros.

Ou seja, o elemento conhecimento engloba todo e qualquer assunto que um motorista precisa dominar para dirigir defensivamente.

Assim, é fundamental entender as regras para a circulação no trânsito brasileiro, bem como questões de mecânica, para saber quando o veículo apresenta comportamento estranho, dentre outras coisas.

Fique tranquilo, caso você seja um motorista recém-habilitado, pois boa parte do conhecimento é adquirido com a prática, após certo tempo de experiência.

  • Decisão: essa técnica de direção defensiva está diretamente ligada à tomada de atitudes ao volante.

Assim, um bom motorista está preparado e sabe o que fazer toda vez que alguma situação se apresenta.

Por exemplo, ao encarar uma tempestade que tenha deixado as ruas alagadas, é fundamental saber o que fazer para não acabar ficando ilhado dentro de seu veículo.

Imagine que um pedestre, ou um cachorro, atravessa a rua de repente. O que fazer? Qual a melhor atitude nessa situação?

Um motorista que domina as técnicas de direção defensiva saberá lidar da melhor forma possível com casos como esse.

  • Habilidade: esse elemento diz respeito à capacidade do condutor de executar manobras com o veículo.

O quanto você domina o seu veículo? Qual o seu nível de capacidade de utilizar os recursos que seu veículo oferece?

Um condutor habilidoso domina o veículo, e sabe utilizar os recursos por ele oferecidos a seu favor, de modo a melhorar seu desempenho como motorista.

Além disso, para ser considerado habilidoso, o motorista precisa saber como realizar manobras básicas, como curvas, ultrapassagens, mudanças de faixa, estacionamento etc.

  • Previsão: por fim, a quinta técnica de direção defensiva diz respeito à capacidade de prever possíveis acontecimentos envolvendo o seu veículo.

Isso não significa dizer que a pessoa precise prever o futuro, mas imaginar o que poderá acontecer quando estiver dirigindo.

Além disso, a previsão deve ocorrer até mesmo antes de sair com o veículo, por exemplo, pensar se o veículo está com a revisão em dia e se nenhum item poderá danificar durante o trajeto.

Já nas vias, é necessário ser capaz de visualizar certas situações e prever o que pode acontecer, por exemplo, ao ver um veículo se aproximando em um cruzamento, imaginar se ele não poderá cortar a sua frente.

Como você pôde perceber, as técnicas de direção defensiva são extremamente importantes, para evitar acidentes.

Repare que todos os itens listados acima se relacionam entre si, pois, no trânsito, pois uma técnica complementa e, ao mesmo tempo, depende da outra.

A partir de agora, você tem mais conhecimentos sobre direção defensiva, logo, tem maiores condições de tomar atitudes conscientes quando for dirigir.

Dirigir de forma defensiva é extremamente urgente, visto que os índices de insegurança no trânsito do país seguem alarmantes.

Para saber mais sobre como anda o trânsito brasileiro, leia a seção a seguir.

 

Índices Alertam Para a Necessidade de Atitudes Mais Conscientes no Trânsito

O números relacionados às mortes no trânsito assustam!

Todos os anos, são feitos levantamentos sobre o trânsito do Brasil, com o intuito de levantar determinados indicativos.

Infelizmente, os dados relacionados à segurança no trânsito normalmente decepcionam, pois apresentam uma triste realidade, já conhecida pela população: o trânsito brasileiro é muito violento.

Para que você entenda melhor, decidi comentar uma pesquisa realizada pela Seguradora Líder, responsável pelo pagamento do seguro DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres).

Neste levantamento, um dos dados informados é que o trânsito brasileiro matou mais que crimes violentos em nove estados no ano de 2018.

Para chegar a essa conclusão, foram comparados os dados dos pagamentos do seguro DPVAT e das Secretarias de Segurança Pública dos estados.

Com isso, chegou-se ao preocupante resultado de que o trânsito segue tirando muitas vidas nas vias do país.

Quer saber a quantidade de mortes por acidente de trânsito em cada um dos nove estados? Então, veja a lista abaixo.

  • Rondônia (RO): 505 mortes;
  • Tocantins (TO): 593 mortes;
  • Mato Grosso do Sul (MS): 601 mortes;
  • Piauí (PI): 1.111 mortes;
  • Mato Grosso (MT): 1.143 mortes;
  • Santa Catarina (SC): 1.537 mortes;
  • Paraná (PR): 2.712 mortes;
  • Minas Gerais (MG): 4.127 mortes;
  • São Paulo (SP): 5.462 mortes.

Como é possível ver, os números são altos. Juntos, os noves estados somam quase 18 mil mortes em acidentes de trânsito.

De acordo com dados disponibilizados pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), a maior parte dos acidentes é causada por desatenção dos motoristas e desobediências às leis.

Não posso deixar de mencionar o fato de que a infração mais cometida no trânsito do país é o excesso de velocidade.

Dessa forma, é possível confirmar que boa parte dos acidentes poderiam ser evitados, se a prática de uma direção defensiva fosse adotada pelos motoristas.

Eu trabalho sempre pensando em ajudar os motoristas a assumirem posturas melhores, para que, assim, todos tenhamos um trânsito mais consciente.

Por isso, decidi criar um infográfico com 10 técnicas que, com certeza, farão de você um motorista melhor.

Quer saber quais são? Então, leia a seção seguinte.

 

Chegou a Hora! Conheça 10 Técnicas Que o Tornarão um Motorista Melhor

Finalmente, você vai conhecer as técnicas para ser um motorista melhor.

Separei cuidadosamente cada uma, para trazer um material completo, para que você seja não só bom, mas um ótimo motorista.

Depois do infográfico, você poderá encontrar alguns comentários sobre cada técnica.

Por isso, a partir de agora, veja como é possível se tornar um motorista melhor.

1. Primeiramente, conheça e entenda as leis de trânsito.

Conforme está escrito no infográfico, as leis de trânsito existem para que todos nós possamos circular em segurança pelas vias do país.

Portanto, um motorista exemplar não deixa de levar em consideração as regras do CTB, pois sabe que elas existem a nosso favor.

Claro que não posso deixar de comentar que respeitar as leis também evita multas, pontos na carteira e até mesmo a perda do documento de habilitação.

2. Mantenha a calma!

É óbvio que eu sei que o trânsito é um espaço estressante, pois muitas coisas acontecem, muitas deles que até mesmo independem de nós.

Discussões no trânsito podem piorar ainda mais a situação, principalmente porque a tensão natural de passar por uma situação imprevista, por si só, já é suficiente para prejudicar nossa condução.

Por isso, respire fundo, e não deixe que emoções negativas tomem conta de você enquanto estiver dirigindo.

3. Entretanto, antes de fazer uso da paciência, um bom motorista pode utilizar-se da atenção.

Você lembra que a atenção é um dos elementos mais relevantes quando o assunto é direção defensiva?

Por isso, não confie cegamente na habilidade de direção, pois ela pode causar uma falsa sensação de que tudo está sob controle e, de repente, causar um tremendo problema.

Dessa forma, por mais experiente que você seja, mantenha-se sempre alerta para não se envolver em acidentes.

4. Respeite os pedestres.

10 dicas para ser motorista melhor respeitar faixaTodos, em algum momento, somos pedestresVocê já pensou para refletir sobre qual posição você ocupa no trânsito quando deixa o seu veículo?

Pois é, você volta a ser um pedestre e, como tal, merece ser respeitado pelos outros condutores.

Por isso, quando você estiver dirigindo, coloque-se no lugar do outro, e lembre-se de como você gosta de ser respeitado pelos motoristas quando está caminhando.

5. Por falar em pedestre, não os ameace enquanto estiverem atravessando na faixa de segurança.

Bons motoristas jamais ameaçam os pedestres, nem os ciclistas, os motociclistas, nem qualquer outra pessoa no trânsito.

Essa atitude contraria os princípios de direção segura, expondo todos a riscos de acidentes.

6. Respeite os limites de velocidade.

O excesso de velocidade é, atualmente, a infração mais cometida pelos condutores no trânsito do país.

Essa atitude, além de ser infração, podendo gerar a suspensão do direito de dirigir, pode ocasionar graves acidentes, que podem resultar em morte.

7. Esteja atento à posição do seu corpo na direção.

O ideal é apoiar o corpo no assento e no encosto do banco, segurar o volante com as duas mãos e evitar apoiar os pés nos pedais do veículo.

Além disso, o uso de calçados que estejam firmes nos pés permite que os pedais sejam rapidamente acionados e garante mais segurança.

Um bom motorista se preocupa com essas questões, que podem fazer muita diferença na direção.

8. Faça uso do bom senso.

Uma boa comunicação faz toda a diferença no trânsito.

Por isso, o bom senso é fundamental, visto que é necessário colaborar para que as demais pessoas entendam o que você vai fazer ao volante.

Por exemplo, se você for fazer uma mudança de pista, ou uma conversão, acione a seta, para que todos ao redor possam agir de forma condizente, evitando algum tipo de acidente.

9. Revise seu veículo periodicamente.

É preciso saber que o uso e o tempo acabam desgastando o veículo.

Por isso, é fundamental submetê-lo a todas as revisões necessárias antes de pegar a estrada, para evitar algum tipo de pane no meio do caminho.

Ter um veículo no meio da pista obstruindo a passagem dos outros não é nem um pouco legal.

Então, não deixe de revisá-lo periodicamente.

10. Seja gentil e auxilie quem passa por adversidades que você também poderia estar passando.

Esse item está ligado ao item anterior, pois, assim como você não acha legal atrapalhar o trânsito quando o seu veículo para de funcionar, pense que os demais condutores também não gostam.

Assim, evite xingar ou buzinar quando alguém passa por alguma dificuldade.

Em vez disso, procure saber o que está acontecendo, e se não é possível que você possa ajudar.

Dessa forma, você contribui com o fluxo do trânsito, além de praticar a lição de que gentileza gera gentileza.

 

Conclusão

Seguindo as técnicas vistas neste artigo, você será um excelente motorista

Neste artigo, você viu como ser um motorista melhor.

Para isso, mostrei um infográfico com 10 técnicas que, com certeza, irão contribuir para que você tenha uma postura positiva no trânsito.

Além disso, procurei trazer alguns índices para ilustrar os atuais problemas pelos quais passa o trânsito brasileiro, para alertar à necessidade de atitudes que promovam maior segurança.

Siga os conselhos dados neste artigo, e procure dirigir sempre de forma defensiva. Isso ajudará muito!

Se você gostou deste artigo, deixe seu comentário, pois ficarei feliz em respondê-lo.

Além disso, compartilhe-o com seus amigos, e mostre a eles 10 técnicas para ser um motorista melhor.

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.