De Quem É a Preferência na Rotatória

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e fale com o especialista!

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o condutor que estiver circulando pela rotatória tem a preferência de tráfego, desde que não haja sinalização regulamentar contrária. É importante ressaltar que o veículo que entrar primeiro na rotatória ganha a preferência, e os demais devem aguardar.

No entanto, é possível abrir mão da preferência como uma gentileza no trânsito, lembrando sempre da importância da rotatória para a segurança viária.

Além disso, a placa “Dê a preferência” indica que o motorista deve conceder preferência aos pedestres, além dos veículos.

É fundamental lembrar que é proibida a parada completa do veículo dentro da rotatória, exceto antes da faixa de travessia de pedestres.

O que é uma rotatória?

Ilustração de uma rotatória
Ilustração de uma rotatória

Uma rotatória, também conhecida como rótula, é uma interseção viária circular em que o tráfego flui em torno de uma ilha central. Ela é projetada para melhorar o fluxo do tráfego em um cruzamento e reduzir o número de colisões entre veículos.

Nas rotatórias, os motoristas devem seguir no sentido anti-horário ao redor da ilha central, cedendo a passagem para os veículos que já estão na rotatória, de acordo com as normas de trânsito locais. As rotatórias podem ter uma ou várias pistas, e o número de saídas também pode variar.

As rotatórias são consideradas uma opção mais segura e eficiente do que os cruzamentos com semáforos, pois ajudam a reduzir o congestionamento do tráfego, diminuir a velocidade dos veículos e aumentar a segurança viária.

Para que servem as rotatórias e qual sua importância no trânsito?

As rotatórias são estruturas viárias que exercem um papel fundamental na organização do tráfego e na segurança no trânsito. Uma das principais funções das rotatórias é reduzir a velocidade dos veículos que se aproximam dela, ordenando as conversões e aumentando a fluidez do tráfego.

É importante destacar que, além de contribuir para a fluidez do trânsito, as rotatórias têm um impacto significativo na segurança viária. De fato, como mencionado anteriormente, as rotatórias são capazes de reduzir o número de sinistros no trânsito, principalmente aqueles relacionados a conversões à esquerda, que são consideradas manobras mais arriscadas.

Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita

No entanto, é importante ressaltar que a instalação de uma rotatória deve ser feita com base em um estudo criterioso e planejamento adequado. Uma rotatória mal instalada pode acabar tendo o efeito contrário, prejudicando o fluxo do tráfego e aumentando o risco de acidentes.

Entre as principais vantagens das rotatórias, destacam-se a facilidade na tomada de decisão pelos condutores no ponto de entrada, a proteção de pedestres nas ilhas divisórias e a redução dos impactos ambientais, como a diminuição da emissão de gases poluentes pelos veículos em velocidade reduzida.

Portanto, é fundamental que as rotatórias sejam instaladas em locais estratégicos e de acordo com as normas e regulamentos de trânsito, para garantir a segurança viária e o melhor funcionamento do tráfego.

Vantagens das rotatórias em relação aos semáforos

  • Menor número de pontos de conflito quando comparada a um cruzamento, o que reduz consideravelmente a ocorrência de acidentes;
  • É uma ótima opção para vias com fluxo de até 800 veículos por hora;
  • Possui uma vida útil longa, podendo durar aproximadamente 20 anos;
  • Seu custo de manutenção é quase zero em comparação aos semáforos;
  • Ajuda a reduzir a velocidade dos veículos, diminuindo assim as chances de acidentes.

Quais são os tipos de rotatórias

Placa que indica a rotatória
Placa que indica a rotatória

Existem vários tipos de rotatórias, que podem variar em tamanho, formato e sinalização. Aqui estão alguns dos tipos mais comuns:

Rotatória simples: é a mais básica e comum, composta por um círculo no centro da interseção, cercado por ilhas divisórias e faixas de tráfego que permitem o acesso dos veículos à rotatória e às saídas que levam às diferentes direções.

Rotatória com duas pistas: é uma rotatória com mais de uma faixa em cada direção, geralmente para acomodar o tráfego de alta capacidade.

Rotatória elevada: é uma rotatória que tem o nível do pavimento elevado em relação à pista circundante, o que ajuda a reduzir a velocidade dos veículos que se aproximam.

Rotatória com semáforo: é uma rotatória que tem semáforos em algumas entradas ou saídas, para controlar o fluxo de tráfego e garantir a segurança dos pedestres.

Foi multado? Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e fale com o especialista!

Rotatória com várias pistas: é uma rotatória que tem várias faixas em cada direção, geralmente usada em interseções com tráfego intenso.

Rotatória com iluminação: é uma rotatória que é iluminada, geralmente à noite, para garantir a visibilidade e a segurança dos motoristas e pedestres.

Esses são apenas alguns exemplos de tipos de rotatórias. A escolha do tipo de rotatória a ser construída dependerá das condições locais, do tráfego de veículos e pedestres e das necessidades específicas da interseção.

Multa de rotatória

Como mencionado no CTB (Código de Trânsito Brasileiro), é possível ser multado na rotatória. De acordo com o artigo 215, deixar de dar preferência de passagem a veículos que já estão circulando na rotatória pode gerar uma multa considerada grave, no valor de R$ 195,23 e cinco pontos na CNH.

Essa infração ocorre quando um motorista que está chegando à rotatória não cede a passagem para os veículos que já estão circulando dentro dela. É importante lembrar que a preferência na rotatória é sempre do veículo que já está nela, e não do que está chegando.

Além disso, outras infrações também podem ocorrer na rotatória, como o uso inadequado das faixas, ultrapassagens indevidas ou desrespeito às sinalizações específicas. Todas essas infrações podem resultar em multas e pontos na carteira de habilitação do motorista infrator.

Por isso, é fundamental que os motoristas estejam atentos às normas de trânsito locais e respeitem as regras de circulação na rotatória, para garantir a segurança viária e evitar possíveis multas e penalidades.

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e fale com o especialista!