10 Dicas Para Escolher A Melhor Autoescola

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH e economizar:  Clique AQUI para receber uma consulta gratuita do seu caso com o Doutor Multas.

Você sabe como escolher a melhor autoescola para tirar a sua primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH)? Sabe quais critérios são necessários levar em consideração antes de bater o martelo e decidir o melhor lugar para depositar sua confiança?

A chegada dos 18 anos pode gerar muitas mudanças na vida de um jovem. A responsabilidade e os compromissos aumentam e é hora de começar a se preparar para, a qualquer momento, sair de casa para estudar e/ou trabalhar.

Mas, quase como um consenso entre a grande maioria dos adolescentes, a mudança mais esperada com a chegada da maioridade é a possibilidade de conquistar a primeira habilitação.

Afinal, com 18 anos espera-se mais liberdade, não é mesmo? E tem liberdade maior do que poder ir e vir sem depender de ninguém para isso?

Por essa razão, a primeira CNH e o primeiro carro tornaram-se sinônimo de independência para muitas pessoas.

Porém, o processo para essa conquista não é tão rápido (nem barato).

O primeiro passo para alcançar esse feito é escolher a melhor autoescola da sua cidade.

Embora pareça uma tarefa fácil, escolher uma autoescola não é tão simples. Para começar, o mercado está cheio delas, o que torna a procura muito ampla e competitiva.

Mas você sabe o que torna um Centro de Formação de Condutores (CFC) melhor que outro? Há alguns critérios importantes para serem levados em consideração.

Entre eles destaco a regularização do estabelecimento, a qualidade do trabalho ofertado, o preço em relação aos demais lugares, a infraestrutura etc.

Há uma série de detalhes, não é mesmo? No entanto, fique tranquilo! Para ajudar nessa escolha, elaborei este artigo com uma série de informações para você ficar atento antes de escolher sua autoescola.

Separei, para você, 10 dicas sobre esse tema, portanto, leia atentamente antes de partir para as suas pesquisas.

Boa leitura!

 

Dica 1: Fique Atento Quanto à Regularização Da Autoescola

A primeira dica que separei para você diz respeito à regularização da autoescola que você for escolher.

É imprescindível que ela funcione exatamente conforme os parâmetros da Lei para que você não tenha surpresas desagradáveis depois de abrir seu processo.

Nesse caso, é preciso estar atento porque toda instituição do tipo precisa ser credenciada pelo DETRAN do seu estado. Isso significa que necessita de um alvará de funcionamento expedido por esse órgão.

Portanto, não tenha vergonha em solicitar o documento e observar a sua data de validade – embora o alvará deva estar visível para o cliente.

Alguns DETRANS também disponibilizam essa informação em seus sites. É válido, então, realizar uma pesquisa rápida para checar se a autoescola está em dia com suas obrigações perante ao órgão.

Outro aspecto que merece atenção, no quesito regularização do estabelecimento, é ter muito cuidado com aquela autoescola que oferece “um jeitinho” para que o aluno tenha mais flexibilidade.

Nesse caso, priorize a seriedade. Espere que exijam de você presença em todas as aulas, sem nenhuma forma ou promessa diferente para burlar o sistema.

Isso porque o que não faltam, no Brasil, são casos em que CFCS irregulares chegam a oferecer CNH por determinado valor aos alunos, sem que eles precisem nem mesmo realizar a prova.

Quanto a isso, a Lei nº 2848, em seu artigo 297, alerta sobre a penalidade para quem pratica a falsificação de documentos. Nesse caso, essa prática ilegal prevê pena de reclusão de dois a seis anos, além de multa.

Portanto, fique alerta! Fuja das falsas promessas!

 

Dica 2: Pesquise o Índice De Aprovação Da Autoescola

Todas as pessoas que entram em uma autoescola esperam ser aprovadas na primeira prova, não é mesmo?

Embora isso não seja uma tarefa muito simples, quem investe essa grande quantidade de dinheiro para conquistar a primeira CNH (o valor atual chega a passar de 2 mil reais) espera não precisar desembolsar mais nada para continuar o processo.

Mas a aprovação, é claro, depende de um conjunto de fatores: um bom instrutor e o comprometimento do aluno são fundamentais para essa conquista. No entanto, pesquisar o índice de aprovação da autoescola também é importante.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Desconfie daquelas que apresentam um índice muito baixo, pois pode ser sinal de que há problemas com o método de ensino dos professores e instrutores.

Essa informação também pode ser obtida pelo site do DETRAN do seu estado.

Por isso é válido verificar os resultados dos últimos meses como forma de comparar os Centros de Formação de Condutores de seu município.

E isso pode ser realizado de maneira bem simples.

Veja, abaixo, o passo a passo que preparei. Mas, antes, vale lembrar que o site do DETRAN sofre alterações conforme cada estado.

Portanto, as sequências abaixo podem não ser as mesmas para todos. O ideal é que você tome por base os itens para pesquisa, os quais, geralmente, não mudam.

Então, vamos a eles!

1º) Entre no site do DENTRAN do seu estado.

2º) Vá descendo a página até a opção “autoescola”.

3º) Clique em “consultas”.

4º) Vá em “performance de autoescola”.

5º) Selecione a cidade em que se localiza a instituição e, na sequência, o bairro.

Depois de cumpridas essas etapas, irá aparecer uma tabela com as autoescolas do perímetro selecionado. Nessa tabela, então, constará o índice de aprovação da instituição.

 

 

Dica 3: Pesquise Os Valores, Mas Não Se Detenha Apenas a Este Quesito

Pesquisa de preço é importante, mas não mais do que a qualidade do serviço prestado
Pesquisa de preço é importante, mas não mais do que a qualidade do serviço prestado
Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

É normal e esperado que, antes de finalizar alguma compra, seja feita uma comparação de preços entre os estabelecimentos que vendem tal mercadoria.

Essa medida também pode ser tomada por quem pesquisa a melhor autoescola para aprender a dirigir.

No entanto, é preciso ficar atento: a prestação de serviços não pode ser comparada com alguma mercadoria. Ou seja, a mercadoria pode ser exatamente a mesma em estabelecimentos distintos, mas o trabalho oferecido, não.

Nesse caso, desconfie da autoescola que cobra um preço muito abaixo das demais ou, ainda, aquelas que oferecem promoções milagrosas e condições imbatíveis. Lembre-se de que o barato de agora pode se tornar muito caro no futuro.

 

Dica 4: Certifique-se De Que a Autoescola Conta Com Professores Qualificados

Um bom professor influencia positivamente no resultado final do aluno
Um bom professor influencia positivamente no resultado final do aluno

O curso teórico é uma etapa muito importante na formação do condutor. Por conta disso, é imprescindível que você saiba da qualificação dos professores que darão essas aulas.

Procure saber como as aulas são ministradas, por exemplo, assim como a didática utilizada pelo professor – além, é claro, da sua capacitação.

Se a pessoa encarregada de ministrar as aulas apenas passar vídeos, por exemplo, já é um motivo para desconfiar.

Afinal, já que você precisa gastar dinheiro e tempo com as aulas, se for sair de casa apenas para assistir a vídeos, pode fazer isso no conforto do seu lar, não é mesmo?

O curso teórico, por si só, tende a ser a etapa mais maçante do processo para a primeira habilitação. Imagine, então, se o professor e as aulas forem ruins? Seria muito pior.

Nesse caso, uma dica que poucas pessoas acreditam que seja possível é solicitar assistir alguma aula do curso teórico para ter uma ideia de como ele funciona. Assim fica mais fácil tomar uma decisão quanto à qualidade das aulas antes de fechar o negócio.

Vale ressaltar, ainda, que é uma exigência do CONTRAN, mais especificamente apontada na Resolução nº 321, que todo instrutor e examinador de trânsito seja submetido a um exame obrigatório de avaliação para o exercício da profissão em território nacional.

Outro ponto que merece ser analisado é que, além da atenção especial aos professores que ministrarão as aulas, também é importante prestar atenção no comportamento dos demais funcionários da autoescola.

Isso porque, como em qualquer instituição comercial em que você irá pagar por um serviço, é imprescindível ser bem tratado e atendido.

O mau atendimento tende a ser uma das causas da perda de clientes, e o contrário também: quando se é bem atendido, o estabelecimento torna-se valorizado por quem frequenta e, assim, mais lembrado.

Portanto, vale sempre a pena levar em conta o bom atendimento e tratamento como critérios de escolha.

 

Dica 5: Converse Com Quem Já Passou Pela Autoescola Na Qual Você Pretende Investir

Umas das melhores formas de obter informações sobre a autoescola que você pretende investir é conversar com quem já passou por ela.

Se possível, pergunte para mais de uma pessoa para ter certeza de que as opiniões não divergem muito.

Nada melhor do que alguém com propriedade no assunto para poder ajudar, não é mesmo?

Nesse caso, tente conversar com alunos matriculados em diferentes etapas do curso e alunos que já terminaram todas as fases. Assim, você terá uma noção maior do serviço prestado no decorrer de todo o processo de aprendizagem.

Uma dica bem prática para você saber a opinião dos usuários é procurar as suas manifestações nas redes sociais da autoescola, como no Reclame Aqui, em avaliações e comentários na página do Facebook etc.

 

Dica 6: Fique Atento Aos Prazos Para Agendamento Dos Exames

Não perca tempo: o espaço entre as aulas e as provas pode prejudicar seu desempenho
Não perca tempo: o espaço entre as aulas e as provas pode prejudicar seu desempenho

Está aí uma dica muito importante: procure saber, de antemão, qual o tempo que a autoescola leva para marcar os exames para os alunos.

Essa é uma das principais queixas dos aspirantes a condutores. Muitas vezes, eles terminaram as aulas teóricas e precisam esperar um considerável tempo até conseguirem começar as práticas e, mais além, marcarem o dia da prova.

Esse tempo de espera pode ser muito prejudicial para o desempenho do aluno, que acaba tendo o ritmo quebrado por motivos que transcendem a sua vontade.

O resultado disso? Muitas vezes, o sujeito precisa marcar aulas a mais, em datas próximas à avaliação, para sentir-se mais seguro no dia da avaliação.

O ideal, então, é que o aluno, tão logo termine as aulas práticas, realize a prova. Essa é uma das formas que podem ser determinantes para a aprovação do condutor.

Para você ter uma ideia, há algumas autoescolas que chegam a demorar mais de um mês para marcar os exames, alegando alta demanda.

Porém, fique bem atento quanto isso, visto que o DETRAN não pode tornar seu processo demorado, uma vez que você tem um ano para vencer todas as etapas com sucesso.

 

Dica 7: Pesquise Os Veículos Que a Autoescola Dispõe Para as Aulas Práticas

O veículo com o qual você realiza a aula deve oferecer, antes de tudo, segurança a todos
O veículo com o qual você realiza a aula deve oferecer, antes de tudo, segurança a todos

Procure saber e ver como é a qualidade dos veículos disponibilizados pela autoescola.

Priorize aquela que contar com automóveis bons, novos, que propiciem um bom desempenho da prática de direção.

Veículos velhos ou com sinais de desgaste podem prejudicar seu desempenho e, posteriormente, a sua avaliação; além, é claro, da segurança do aluno, instrutor e demais motoristas e pedestres.

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Além disso, fique atento à disponibilidade de vagas para as suas aulas práticas com o automóvel escolhido – o que vai ao encontro do que foi abordado no item anterior.

É preciso manter uma periodicidade em todas as etapas para que o resultado seja o melhor possível, sem que seja necessário pagar a mais por isso.

 

 

 

Dica 8: Escolha Com Atenção a Forma de Pagamento Das Suas Aulas

Quando você for fechar com o serviço da autoescola, normalmente eles passarão um valor separado para cada etapa do processo, para, em seguida, passarem o valor do pacote completo, oferecendo algum desconto.

Nesse caso, é melhor que você opte pelo pagamento de cada etapa, e não do pacote.

Isso porque, conforme o Código do Consumidor, uma vez que você chega a um consenso com a autoescola e paga por todas as fases, não é mais dever da empresa devolver seu dinheiro caso passe por algum problema.

Por exemplo, digamos que você queira, em determinado momento, trocar de CFC.

Essa prática é totalmente possível. Porém, se você solicitar seu dinheiro de volta para essa troca, a empresa não tem obrigação de devolver.

Por isso, reitero: pagar por cada etapa é a melhor e mais segura opção.

 

Dica 9: Fique Esperto – a Autoescola Deve Emitir Um Contrato Para o Aluno

Faça questão de que a autoescola forneça um contrato tão logo você feche o negócio. Trata-se de uma obrigação de todo CFC, conforme aborda a Resolução 358 do CONTRAN, em seu artigo 26. Veja o que é abordado pelo artigo, na íntegra:

“Art. 26. Todas as entidades credenciadas devem celebrar contrato de prestação de serviços, com o candidato, contendo as especificações do curso quanto a período, horário, condições, frequência exigida, prazo de validade do processo, valores e forma de pagamento.”

Então, fique atento a essa exigência e desconfie, de antemão, se a autoescola que você pretende investir não cumpre com esse dever.

Por falar em dever, é na resolução acima citada que você poderá encontrar todas as especificações que são de responsabilidade dos CFCS.

Vale a pena, portanto, dar uma boa passada de olhos no documento completo para que você se certifique de quais são os direitos e deveres da autoescola, bem como do aluno.

E, claro, com relação ao contrato, lembre-se sempre de ler com calma antes de assiná-lo.

Além disso, exija recibo de tudo que for pago na instituição. É um direito de todo consumidor ter esse tipo de comprovante.  Essa é a prova de que você realmente pagou pelo serviço.

 

Dica 10: Fique Atento à Infraestrutura Que a Autoescola Oferece

Um bom ambiente de estudo proporciona bons resultados
Um bom ambiente de estudo proporciona bons resultados

Pense comigo: se você precisará passar 45 horas-aula de curso teórico, distribuídas ao longo das semanas (manhã, tarde ou noite), inclusive aos sábados, é melhor que o ambiente oferecido seja minimamente agradável, não concorda?

Clique AQUI e baixe grátis o PDF de como recorrer de multas de trânsito em 2020

Por essa razão, priorize um local que invista no bem-estar dos alunos. Observe, assim, as instalações de ar condicionado ou ventiladores, a limpeza, as cadeiras e mesas, a iluminação e o espaço como um todo.

Se você não se sentir bem, isso pode influenciar no resultado do seu exame. Por isso, não deixe de prestar atenção nesses quesitos que, embora pareçam insignificantes, podem ser cruciais para seu bom desempenho.

E aí, gostou das dicas?

Até aqui, você acompanhou os principais quesitos para avaliar uma boa autoescola para dar início ao seu processo de conquista da primeira habilitação.

A partir de agora, irei mencionar alguns direitos específicos do aluno.

Esse tópico é muito importante para você ter dimensão do que está ao seu alcance enquanto consumidor desse serviço e para que você saiba como proceder e o que pode exigir ou não.

Fique atento à próxima seção!

 

Alguns Direitos Do Aluno Na Autoescola

A Lei está a seu favor: conheça-a antes de fechar qualquer negócio
A Lei está a seu favor: conheça-a antes de fechar qualquer negócio

Você acompanhou, ao longo do artigo, uma série de dicas importantes para você levar em consideração antes de escolher o melhor Centro de Formação de Condutores para tornar-se um bom motorista.

Foi possível perceber que há uma série de exigências dessas instituições, porém, também é importante que você fique atento aos seus direitos.

Isso porque, antes de tudo, a autoescola é uma prestadora de serviços regida pelo Código de Defesa do Consumidor e credenciada pelo DETRAN, ou seja, há uma relação direta entre consumidor (o aluno) e fornecedor (a autoescola).

Portanto, a partir de agora, irei mencionar algumas situações que tendem a ser mais corriqueiras nessa relação. Assim, se você já passou, está passando ou corre o risco de passar por isso, poderá saber como proceder.

Para começar, pense em uma situação em que você passa por algum problema no CFC. Esse problema pode ter relação com um mau atendimento, desrespeito ou até mesmo algum acidente.

Você saberia dizer, nesse caso, quem teria que provar a culpa de um acontecimento do tipo?

Pois saiba que o consumidor somente tem a obrigação de demonstrar o ocorrido ou os danos provocados.  Por outro lado, cabe ao fornecedor provar a culpa ou a ausência dela.

Portanto, a autoescola precisa fornecer meios de comprovar e solucionar a queixa do aluno.

Agora, pense em outra situação que também tende a ser frequente: você contratou os serviços da autoescola e esta, por sua vez, prometeu serviços que não cumpriu, seja a disponibilização de algum material ou até mesmo a condição do veículo utilizado nas aulas.

Como proceder, então, diante de um serviço mal prestado?

Neste caso, é o artigo 20 do Código de Defesa do Consumidor que atenta para as medidas que devem ser tomadas. São elas:

  1. a reexecução dos serviços, sem custo adicional e quando cabível;
  2. a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos;
  3. o abatimento proporcional do preço.

Portanto, é importante que, sempre que novas propostas forem acordadas, um novo documento seja elaborado com os novos pressupostos e alterações em relação ao original.

É preciso que ambas as partes do negócio estejam em comum acordo para evitar qualquer tipo de desentendimento.

Ao encontro disso, o aluno também precisa ficar atento a duas situações que não podem acontecer sem seu consentimento: o veículo utilizado nas aulas práticas não pode ser trocado por outro e a autoescola não pode marcar provas sem seu aval.

No caso do veículo trocado, é obrigação do estabelecimento avisar, com o máximo de antecedência, sobre essa necessidade. Além disso, o aluno precisa aceitar esse procedimento.

Imagine, por exemplo, que essa troca ocorra próxima à data do exame.  Pode ser muito prejudicial ao condutor, não é mesmo? Essa prática, inclusive, encontra-se retratada na seção das cláusulas abusivas do Código do Consumidor, especificamente no inciso VI do artigo 51. Veja:

“Art. 51. São nulas de pleno direito, entre outras, as cláusulas contratuais relativas ao fornecimento de produtos e serviços que:

(…)

VI – estabeleçam inversão do ônus da prova em prejuízo do consumidor;

(…)”

Já no tocante ao agendamento dos exames (teóricos ou práticos), é preciso ter um cuidado especial. Se o aluno não se sentir seguro para realizá-los, a autoescola não pode cobrar uma nova taxa.

Isso porque executar serviços sem a elaboração prévia de orçamento e autorização do consumidor (no caso, o aluno) também se configura prática abusiva.

Como você pode perceber, há uma série de amparos do Código do Consumidor que garantem direitos ao aluno de uma autoescola.

No entanto, citei, neste tópico, aquelas situações que são mais comuns de acontecerem nesse tipo de contexto.

É importante que você saiba, entretanto, que ainda há outros pressupostos importantes da Lei.

Portanto, recomendo sempre uma leitura cuidadosa do Código do Consumidor para que você não caia em armadilhas de serviços e pessoas mal intencionados.

Fique atento e exija seus direitos!

 

Conclusão

Pesquise bem antes de escolher a melhor autoescola
Pesquise bem antes de escolher a melhor autoescola

Com o artigo que você acabou de ler, procurei abordar as principais dicas antes de você escolher a melhor autoescola para retirar sua primeira Carteira de Habilitação.

Sei que essa é uma etapa muito importante na vida de um jovem. Por essa razão, é necessário tomar uma série de cuidados a fim de evitar problemas.

Nesse caso, se você levar em consideração os pressupostos das 10 dicas expostas atrelados aos seus direitos enquanto consumidor de um serviço, tenho certeza de que obterá sucesso em sua escolha.

Além disso, tenha sempre em mente que existem leis que regulamentam todos esses processos, portanto, é importante conhecê-las para saber quando algo está errado ou há alguma exigência descabida.

Espero que tenha ajudado! Caso você ainda tenha alguma dúvida, deixe um comentário abaixo que tão logo responderei.

 

Referências:

  1. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del2848.htm
  2. https://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/RESOLUCAO_CONTRAN_321_09.pdf
  3. http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/RESOLUCAO_CONTRAN_358_10_RET.pdf
  4. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8078.htm
Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH e economizar:  Clique AQUI para receber uma consulta gratuita do seu caso com o Doutor Multas.