Como Usar Veículo Para Trabalhar Com Aplicativo de Entrega de Comida?

Os aplicativos de entrega de comida estão presentes na vida de muitos brasileiros hoje em dia. Você utiliza algum?

Com a proposta de comodidade e praticidade, apps como o iFood, por exemplo, ganham cada vez mais adeptos com o passar do tempo.

Essa facilidade, unida à sensação de maior segurança em poder receber o alimento em casa, faz com que as pessoas se sintam atraídas pelos aplicativos de delivery.

Porém, não somente os usuários dos aplicativos veem vantagens no uso da tecnologia para pedir comidas.

Muitas pessoas enxergam uma oportunidade de trabalho, visto que os restaurantes têm optado por trabalhar com entregadores autônomos, cujo cadastro pode ser feito por meio dos próprios aplicativos.

Por isso, decidi fazer este artigo, abordando o tema de aplicativo de entrega de comida, para que você saiba mais sobre essa tecnologia tão presente no nosso dia a dia.

Está interessado em trabalhar com entregas? Então, leia este artigo até o final, pois darei informações sobre as categorias de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e inclusão de EAR (Exerce Atividade Remunerada) no documento.

 

Disk Cook: Conheça a História dos Apps de Comida

Se hoje você recebe sua comida no conforto da sua casa, assistindo àquele filminho no final de semana, saiba que existe um precursor de toda essa facilidade.

Você já ouviu falar na Disk Cook? Caso não a conheça, passeie pelas próximas linhas deste artigo e descubra como ela funcionava.

A Disk Cook iniciou seus trabalhos no ano de 1997, com o intuito de realizar entregas de pratos mais elaborados nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo.

A ideia era aumentar as opções para quem utilizava o serviço de delivery. Assim, seria possível pedir mais do que lanches e pizzas em casa.

No começo, a empresa funcionava como central telefônica, onde estava centralizado o serviço de entregas de vários restaurantes das duas cidades. Bob’s e Pizza Hut estavam na lista de clientes da Disk Cook.

Com o passar do tempo, mais precisamente em 2011, a empresa recebeu um incentivo de 3,1 milhões de reais do fundo de investimentos Warehouse.

Com isso, criaram o iFood, um dos aplicativos de entrega de comida mais utilizados no Brasil na atualidade.

No entanto, outros aplicativos surgiram no transcorrer da história dos aplicativos de entregas.

Por isso, leia o próximo tópico deste artigo e veja quais são os apps de delivery mais utilizados pelos brasileiros.

 

Você Utiliza Algum Aplicativo de Entrega de Comida? Conheça os Mais Usados no Brasil!

Conheça 6 aplicativos de delivery que caíram no gosto do brasileiro

Como você pôde ver na seção anterior, a ideia de facilitar e diversificar a entrega de refeições não é nova, mas foi sendo aprimorada com o passar do tempo.

Naturalmente, conforme a tecnologia avança, mais novidades as empresas são obrigadas a apresentar, de modo a conquistar cada vez mais usuários.

Com isso, várias empresas do setor de alimentação se renderam a essa realidade, desenvolvendo aplicativos para alcançar novos clientes.

Falarei sobre alguns aplicativos famosos no Brasil, começando pelo iFood, já que ele foi anteriormente mencionado.

iFood

A origem do iFood você descobriu na seção acima. Por isso, cabe ressaltar que esse é um dos aplicativos mais famosos da atualidade.

Por ser um dos mais antigos no país, o serviço de entrega de comida do iFood abrange muitas regiões brasileiras, especialmente a sudeste.

O aplicativo conquista a aprovação dos usuários por oferecer opções cujos valores são bem variáveis, inclusive no quesito taxa de entrega.

Assim, é possível escolher a opção que melhor se encaixa ao bolso do usuário. Sem falar nos descontos oferecidos pelo app.

Rappi

Esse aplicativo oferece um serviço mais abrangente ao usuário, pois vai além da entrega de refeições.

O Rappi disponibiliza o serviço de delivery de comida, mas também entrega uma série de outros produtos, como itens de supermercado. Além disso, farmácias e outros tipos de comércio também entregam pelo app.

O único ponto menos positivo é que ele ainda não está presente em tantos lugares como o aplicativo anterior, e também disponibiliza menos formas de pagamento.

No Rappi, é possível realizar os pagamentos via cartão de crédito, PayPal ou dinheiro.

Uber Eats

Acredito que você já conheça a Uber, mas, neste artigo, não estou fazendo referência ao serviço de transporte de passageiros oferecido pelo aplicativo.

A Uber Eats é um serviço de entregas de comida que, a exemplo dos aplicativos anteriores, não tem mistério.

Nele, você escolhe o que quer comer, decide de qual restaurante vai pedir e, depois, é só esperar que a refeição chegue até você.

Quando decidir, você vai receber informações sobre o tempo de espera até sua comida chegar e as taxas de entrega.

Por fim, é possível escolher entre pagar com a conta da Uber ou inserir um cartão de crédito. Além disso, você pode acompanhar a entrega em tempo real pelo aplicativo.

aiqfome

Outro aplicativo de entrega de comida bastante popular no Brasil é o aiqfome.

Segundo o site do app, trata-se da 3ª maior plataforma de delivery do Brasil, com mais de 1 milhão de usuários.

O aiqfome tem 12 anos de existência e está presente em 21 dos 27 estados brasileiros. Entre eles, Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Tocantins.

Nele, você pode filtrar restaurantes por tipo de comida, entrega grátis, promoções e favoritos.

Ainda, são oferecidas opções de pagamento pelo aplicativo ou presencial, e você é notificado quando seu pedido sai para a entrega.

Pizza Hut

Pizza Hut é uma das redes de pizzaria mais famosas do mundo, conforme já comentei neste artigo, e disponibiliza um app para facilitar o serviço de delivery aos seus clientes.

Assim como nos demais, neste aplicativo você precisa indicar o CEP de sua localização, para que o sistema possa saber qual a loja mais próxima.

Diferentemente dos aplicativos anteriores, por ser específico de uma rede de pizzaria, o app do Pizza Hut não oferece uma diversidade de comidas, como nos casos apresentados anteriormente.

Porém, para os amantes de pizza, ele pode ser uma boa pedida.

SpoonRocket

SpoonRocket é outro aplicativo de entrega de comida disponível no país. Ele está presente, por enquanto, em Brasília, São Paulo, Belo Horizonte e no Rio de Janeiro.

Em sua tela inicial, o app apresenta as opções de restaurantes divididos por tipos de comida. Assim, você pode definir o que quer comer para, então, ver quais são os restaurantes disponíveis na sua região.

Ao todo, são 25 categorias de comida ao seu dispor. Diferentemente de outros aplicativos do mesmo segmento, o SponnRocket somente aceita pagamentos por meio do aplicativo, com cartão de crédito.

Delivery Much

Para fechar a lista dos apps mais utilizados, destaco o Delivery Much, criado em 2011, na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

Assim como os outros, o aplicativo sugere uma variedade de restaurantes aos usuários, que podem escolher o que comer de acordo com a sua fome.

Durante a busca, o usuário pode filtrar sua pesquisa de acordo com diversos critérios, como distância, tempo de entrega, estilo de cozinha, entre outros.

Para realizar o pagamento, é possível escolher entre pagamento online ou com máquina móvel.

Agora que você leu a respeito de 6 aplicativos muito utilizados pelos brasileiros, é hora de escolher qual deles utilizar, de acordo com a disponibilidade do serviço em sua cidade.

Você utiliza outro, que não tenha sido citado aqui? Então, escreva lá nos comentários.

Claro que todos eles podem apresentar prós e contras. Por isso, na próxima seção, veja quais são as vantagens e desvantagens dos apps de delivery.

 

Vantagens e Desvantagens dos Apps de Delivery

É preciso ter em mente as vantagens e desvantagens no momento de pedir uma comida por aplicativo.

Tudo na vida tem um lado bom e um lado ruim. Assim, com os aplicativos de delivery não é diferente. Por isso, é interessante comentá-los.

Começando pelas vantagens – que são muitas – posso citar a já comentada praticidade em não precisar sair de casa para pedir algo bom e diferente para comer.

Além disso, usar um aplicativo evita que você telefone para o estabelecimento e, eventualmente, tenha que ficar horas esperando até ser atendido.

Isso sem falar nas opções, visto que você tem uma variedade de cardápios na palma da sua mão, o que deixa as possibilidades mais abrangentes.

O interessante desses aplicativos é a possibilidade de ter noção do tempo de entrega da comida. Assim, se sua fome for muito grande, é possível buscar restaurantes mais próximos, que ofereçam tempo de espera menor.

Dentro das vantagens, ainda, posso citar a oferta de frete grátis que muitos estabelecimentos fazem para as compras por aplicativo e os descontos que costumam ser dados aos usuários.

No entanto, todas essas vantagens não eliminam as chances de ocorrer algum problema. Por isso, é importante tomar alguns cuidados e conhecer os seus direitos.

Em primeiro lugar, é aconselhável dar uma olhada nas avaliações dos aplicativos. Ver o que outros usuários acham pode ajudar a evitar estresses.

Além disso, ocorre de alguns estabelecimentos entregarem produtos de qualidade diferente da que é apresentada na propaganda.

Isso já aconteceu com você? Por exemplo, sua pizza já chegou fria ou seu prato não chegou tão bonito e atrativo quanto na foto que aparecia no cardápio?

Pois é, isso é mais recorrente do que se imagina, e é fundamental saber o que você pode fazer em relação a isso. Nesse sentido, conhecer o Código de Defesa do Consumidor (CDC) é preciso.

Saiba que, caso seu pedido não seja entregue dentro das devidas condições de consumo e de acordo com o que foi oferecido, você tem duas opções.

Você pode solicitar que o estabelecimento cumpra o prometido, por meio do envio de outro produto, assim como é possível exigir o cancelamento e a devolução do dinheiro.

Além disso, você pode solicitar desconto no valor a ser pago, para que o preço passe a estar de acordo com a qualidade inferior do produto entregue.

Agora, eu gostaria de falar com você sobre uma oportunidade bem interessante trazida pelos aplicativos de entrega de comida, que é a possibilidade de trabalhar com a entrega dos produtos pedidos por esse meio.

Ficou interessado? Então, leia o próximo tópico.

 

O Que Fazer Para Trabalhar Com Aplicativo de Entrega de Comida

Quer trabalhar com entregas? Saiba que você pode fazer isso com sua bike

Se você se interessa em trabalhar com entrega de produtos comprados por aplicativos, saiba que existe uma grande quantidade de opções.

Atualmente, são muitos os apps que oferecem essa possibilidade, inclusive alguns dos que foram comentados anteriormente, como o iFood e o Rappi.

Nesse tipo de trabalho, quem define os horários e quais entregas serão realizadas é o próprio entregador.

Para isso, é necessário indicar no aplicativo quando você está disponível para a realização do serviço.

Normalmente, o app solicita que o interessado faça cadastro, enviando alguns dados e documentos para análise.

Para saber quais documentos são solicitados, é necessário acessar o aplicativo e ver o que cada um solicita.

Depois de ter seu acesso liberado, é possível começar a fazer as entregas.

Dependendo do aplicativo, você pode escolher entre utilizar carro, moto e até bicicleta para entregar os produtos.

É o caso da cidade de São Paulo, onde entregadores de aplicativos estão utilizando bicicletas para trabalhar.

Com isso, além de conseguirem renda trabalhando com os aplicativos, ao optar pelo uso da bike, estão contribuindo para a preservação do meio ambiente.

Porém, caso você esteja planejando trabalhar com entregas utilizando carro ou moto, é importante saber quais são as categorias de CNH exigidas para conduzir esses veículos.

Por isso, na próxima seção, falo mais sobre esse assunto.

 

EAR e Categorias de CNH: O que é Preciso Saber Para Trabalhar Com Seu Veículo

Se você está tirando a habilitação com o intuito de poder trabalhar com o veículo, é fundamental estar ligado em alguns pontos importantes sobre isso.

Se dirigir já é, naturalmente, uma tarefa um pouco estressante, trabalhar diariamente no trânsito pode exigir muito preparo do motorista.

Além disso, quem trabalha com o veículo precisa saber se possui CNH de categoria condizente ao tipo de veículo conduzido e, ainda, se é necessário indicar, no documento, que exerce atividade remunerada, o famoso EAR.

O que você sabe sobre isso? Não se preocupe, pois tirarei suas dúvidas a partir de agora.

Sobre as categorias de habilitação, sua carteira de motorista deve ser de categoria A ou B, ou então AB.

Isso porque, para pilotar uma motocicleta ou dirigir um carro, são essas as categorias de CNH exigidas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Assim, caso sua intenção seja fazer entregas de moto, seu documento deve ser de categoria A. Porém, se a ideia é trabalhar com o carro, a CNH tem que ser B.

Se você se habilitar na categoria AB, significa que poderá dirigir qualquer um desses veículos, pois o processo de habilitação o preparará para as duas situações.

Essas informações podem ser obtidas no art. 143 do CTB. Além disso, no Código, é estabelecida penalidade para quem for flagrado dirigindo veículo de categoria diferente a da sua CNH.

Para essa infração, a lei prevê multa gravíssima multiplicada por 2, pontos na carteira e retenção do veículo.

Você também precisará providenciar a inclusão do EAR em sua carteira de motorista, pois essa é uma exigência feita a todos os que realizam trabalho remunerado usando o veículo.

O CTB faz essa exigência no parágrafo 5º do seu art. 147, e a penalidade para quem realizar atividade remunerada sem ter essa informação indicada no documento é descrita no art. 231, inciso VIII.

Essa infração é considerada média, passível de multa e pontos na carteira. Além disso, a medida administrativa prevista é a retenção do veículo.

Para incluir EAR à CNH, é necessário entrar em contato com o Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) do seu estado.

Esse é o lugar onde você terá todas as informações necessárias, como documentos exigidos e taxas, para realizar seu trabalho dentro da lei.

 

Conclusão

Depois dessa leitura, bateu aquela fome? Que tal pedir um lanche pelo aplicativo?

Neste artigo, você recebeu informações sobre os aplicativos de delivery, que estão em alta e conquistam cada vez mais o gosto do brasileiro.

Pedir comida pela internet nunca foi tão fácil, e esse é um dos principais motivos que levam à ascensão desse tipo de serviço.

Porém, procure pelo aplicativo que melhor se encaixa em suas necessidades. Veja qual deles oferece o serviço que você busca e cuide para que seus pedidos sejam entregues conforme o prometido.

Caso contrário, faça valer seus direitos enquanto consumidor e exija que suas refeições cheguem até você da melhor forma possível.

Não esqueça que esses aplicativos estão gerando uma série de oportunidades para quem deseja trabalhar com a entrega desses alimentos.

No entanto, certifique-se de que você tenha a categoria adequada para conduzir o veículo e inclua o EAR no documento.

Lembre-se de que existem penalidades previstas para quem não cumpre as normas estabelecidas pelo CTB.

Nesse caso, também é importante saber que é possível recorrer de qualquer autuação recebida no trânsito.

Se este artigo foi útil, compartilhe com seus amigos, para que eles também tenham acesso às informações sobre os aplicativos de entrega de comida.

E não deixe de fazer seu comentário abaixo. Sua opinião é muito importante.