Blindagem Automotiva: Tudo o Que Você Precisa Saber

Você sabia que existem regras para realizar a blindagem automotiva no país?

Leia mais

A blindagem é uma alternativa utilizada por proprietários de veículos para aumentar a segurança. Afinal, um carro blindado é muito mais resistente a choques e a tiros, por exemplo.

Leia mais

O processo de blindagem realiza uma série de mudanças nas características originais do veículo: desde os vidros, passando pela lataria e chegando até aos painéis e portas.

Leia mais

Para realizar a blindagem do veículo, você precisa ter um registro, como estabelece o Exército Brasileiro.

Leia mais

Se você está pensando em blindar o seu veículo, sugiro que leia este artigo até o fim e se informe bem sobre este tema. Confira!

Leia mais

Blindagem automotiva: como é realizada?

Como você viu no começo deste artigo, blindar o veículo implica em alterar uma série de características originais. Isso significa que o processo não modifica apenas os vidros do veículo, ao contrário do que muita gente imagina.

Leia mais

A blindagem, quando feita de forma completa, altera outras partes do veículo, por exemplo:

Leia mais

- A lataria

Leia mais

- Os painéis

Leia mais

- As portas

Leia mais

- Os vidros

Leia mais

- O teto

Leia mais

- A forração interna dos bancos

Leia mais

Esse, aliás, é um dos motivos pelos quais a blindagem automotiva não é um procedimento barato. Para ser realizada, os especialistas geralmente desmontam os vidros, os bancos e a lataria, acoplando os chamados “painéis balísticos”.

Leia mais

Para ser tão resistente a intempéries, a choques e a tiros, um carro blindado é equipado com material de aço inox e outros materiais de alta dureza. O inox, especificamente, está presente nos retrovisores, fechaduras e encosto dos bancos.

Leia mais

O processo de blindagem, no entanto, não é sempre o mesmo, já que existem diferentes níveis de blindagem. Aliás, alguns deles são restritos ao Exército ou àqueles que, por razões diversas, têm permissão especial. Veja a seguir e entenda!

Leia mais

Quais são os tipos de blindagem permitidos?

Mesmo que tenha todo o investimento necessário para isso, há certas blindagens que você não pode realizar no seu veículo, já que são específicas para o Exército ou personalidades com concessões especiais.

Leia mais

Ainda assim, dentro das blindagens permitidas, existem diferentes opções:

Leia mais

- Blindagem Nível I

Essa é a blindagem mais básica. Ela é resistente a armas de menor calibre (como os revólveres 22 e 38). Em razão disso, é a blindagem mais barata do mercado e uma das mais utilizadas pelos proprietários de veículos.

Leia mais

- Blindagem Nível II e II-A

Esse tipo de blindagem conta com as mesmas funções da blindagem de nível I. No entanto, também oferece resistência aos projéteis de pistolas 9 mm e Magnum 357. Isso significa, na prática, que a proteção é um pouco maior, assim como o preço.

Leia mais

- Blindagem Nível III-A

Entre as blindagens de uso livre, essa é a mais resistente. Protege contra projéteis de todos os calibres de armas de mão, a submetralhadoras 9 mm e disparos de Magnum 44. É a mais cara do mercado, justamente pelos níveis de resistência que oferece.

Leia mais

Já as blindagens que são restritas a alguns grupos de pessoas – como aos militares – têm dois tipos principais, sendo eles:

Leia mais

- Blindagem Nível III

A blindagem de nível III é de uso restrito. É resistente a tudo o que a de nível III-A é, mas também é resistente a fuzis.

Leia mais

- Blindagem Nível IV

Essa blindagem não é permitida para civis. Protege contra todos os disparos das blindagens dos níveis anteriores, mas inclui proteção contra disparos de metralhadoras.

Leia mais

O que a lei diz sobre blindagem automotiva?

Muitos proprietários de veículos não sabem, mas é o Exército Brasileiro o responsável por regulamentar o uso de blindagem automotiva no país, independentemente de qual seja o nível dessa blindagem.

Leia mais

Então, para saber o que diz a lei vigente, é necessário conhecer a Portaria 55 do Comando Logístico (COLOG), que foi alterada no ano de 2017. De acordo com as normas vigentes hoje, é obrigatório realizar um registro para a blindagem.

Leia mais

O que isso significa, na prática? Que o proprietário do veículo – seja ele pessoa física ou jurídica – precisa ter um registro que concede a permissão para ter veículos blindados.

Leia mais

Segundo o art. 11 da Portaria 55 do COLOG, os requisitos para a blindagem são:

Leia mais

- Expedir a Declaração de Blindagem, feita pelo Exército

Leia mais

- Tirar o registro, também no Exército, da aquisição de propriedade de veículo automotor blindado

Leia mais

A seguir, veja o Passo a Passo para tirar o registro e poder realizar a blindagem do seu veículo.

Leia mais

Como tirar o registro de blindagem – Passo a Passo

É o art. 44 da Portaria 55 do COLOG que estabelece os passos para obter o registro de blindagem. Esses passos são:

Leia mais
  1. Entrar em contato com uma empresa licenciada pelo COLOG
  2. Pagar a taxa necessária e anexar o comprovante junto aos documentos
  3. Reunir a documentação solicitada e enviar à RM para análise
Leia mais

Quando a documentação é recebida, ela passa por uma análise. Nesse momento, é emitido o despacho do seu requerimento para a blindagem de veículos. Se aprovado, o documento de registro no Exército será emitido.

Leia mais

A parti daí – e com o registro em mãos –, você pode escolher qual nível de blindagem é o mais adequado às suas expectativas (entre os que estão permitidos). Vale lembrar que todo o custo da blindagem é arcado pelo proprietário.

Leia mais

Além disso, a blindagem deve ser feita por profissionais e empresas licenciados pelo COLOG.

Leia mais

Ficou com alguma dúvida sobre este tema? Deixe nos comentários e minha equipe te ajudará!

Leia mais

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Esta página foi gerada pelo plugin

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Doutor Multas