Carros elétricos serão uma realidade até 2030

carros eletricos 2030
Até 2030, carros a energia devem ser 10% da frota global

Os carros elétricos, sem dúvida, estão tomando conta da frota mundial de uma maneira bastante rápida.

Os constantes avisos recebidos por alguns países quanto aos níveis de poluição do ar contribuem de forma direta para o aumento das vendas de veículos híbridos ou elétricos.

Porém, este fator não é o único condicionador para o maior número de veículos elétricos presentes hoje nas rodovias.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

Países da Europa, principalmente os que já receberam notificações relativas aos seus elevados níveis de poluição, incentivam a compra de veículos elétricos.

Esse incentivo é dado por meio da diminuição das tarifas relativas a impostos, que acontecem em países como a China.

Neste artigo, você poderá conhecer dados de um estudo que apontam o constante crescimento da frota de veículos elétricos. Você verá, também, alguns fatores que justificam o contínuo aumento dessa frota.

 

O contínuo aumento da frota dos elétricos

carros eletricos 2030 aumento da frota
A frota de carros elétricos vem crescendo também no Brasil

A FGV Energia apresentou uma pesquisa que aponta o aumento rápido do número de veículos elétricos circulando no mundo todo.

Para o ano passado, o número de veículos elétricos constatado foi de 2 milhões.

Esse número aponta que em 2030 poderá haver 140 milhões de veículos, representando 10% da frota de todo o mundo.

No Brasil, também foi percebido um aumento da venda de veículos elétricos.

O número de veículos vendidos no País desde 2011 é de, em média, 5,9 mil carros elétricos.

No ano de 2016, de acordo com a pesquisa, foi vendido quase o dobro de veículos alimentados por energia elétrica: cerca de 2000 veículos. Esse número representa 0,3% das vendas totais.

Recorra sua multa de trânsito

No Brasil, também é dado certo incentivo para a compra de um veículo elétrico e este pode ser um dos fatores que está cooperando para o aumento do comércio de automóveis movidos a energia elétrica.

Ao comprar um veículo elétrico no Brasil, o condutor recebe isenção da tarifa de imposto de importação, tendo também redução da alíquota de 35% para 7%.

Em alguns estados, é possível comprar veículos com isenção de IPVA e dispensa do rodízio, como acontece no estado de São Paulo.

Porém, há, ainda, alguns contrapontos para que haja um maior índice de vendas de veículos elétricos no País.

Esses empecilhos concentram-se, principalmente, no preço dos veículos elétricos no Brasil, conforme poderá ser visto a seguir.

 

O que ainda impede o crescimento da frota elétrica no Brasil?

carros eletricos 2030 dificuldades compra
Por causa do valor, os veículos elétricos ainda são pouco acessíveis

Dentre muitas questões a serem resolvidas para que o País receba a adaptação necessária para comportar uma grande frota de veículos elétricos, a primeira delas não se encaixa no grupo de questões estruturais.

O principal problema que vem impedindo o crescimento do número de veículos elétricos no Brasil é o valor médio de compra desses automóveis.

O mais barato, hoje, possui um valor muito superior ao valor de um veículo popular, o que impede que o condutor de classe média tenha a possibilidade de adquirir um carro movido a energia elétrica.

Recorra sua multa de trânsito

O Toyota Prius, carro elétrico mais vendido no Brasil neste ano, é o que apresenta o menor custo de compra atualmente.

Ele possui um valor de R$ 120 mil e representou 80% das vendas de veículos elétricos.

A média de valor para os carros populares à combustão no Brasil hoje é entre 30 e 40 mil reais, o que torna o Prius muito mais caro do que os veículos que a maioria dos condutores brasileiros possui.

 

Conclusão

carros eletricos 2030 conclusao
A utilização de carros elétricos pode ajudar a resolver problemas ambientais

Como foi visto, no Brasil e em outros países do mundo há o incentivo para o aumento das vendas de veículos elétricos. Eles têm sido apontados como a principal solução para resolver o problema da poluição atmosférica.

Sabe-se, porém, que há muitas questões a serem solucionadas para que os carros elétricos possam se tornar a maioria efetiva da frota de veículos de um país, principalmente no Brasil.

No entanto, havendo já um incentivo econômico referente a impostos, espera-se que, em breve, modelos com um custo mais próximo do valor dos carros populares sejam disponibilizados no mercado automobilístico.

O estudo apresentado traz respostas promissoras para que, no futuro, haja uma diminuição nos níveis de poluição.

Se os cálculos referentes ao número de veículos elétricos vendidos até o ano de 2030 se concretizarem, será possível, como apontado na própria pesquisa, resolver grande parte do problema relacionado à poluição do planeta, já que os transportes são responsáveis por 23% das emissões de CO2 no mundo.

Recorra sua multa de trânsito