Mitos e Verdades Sobre o Seguro Auto: Saiba Como Tornar o Seguro do Seu Carro Mais Barato!

mitos e verdades sobre seguro

Na hora de escolher um bom seguro de automóvel, não faltam opções e corretoras que ofereçam inúmeros benefícios.

Basta fazer uma pesquisa de mercado, comparar valores, coberturas disponíveis, vantagens e escolher a opção que mais se encaixa nas suas necessidades.

Alguns pacotes cobrem uma série de prejuízos, enquanto outros oferecem soluções mais básicas.

A maioria das pessoas pensa que qualquer prejuízo com o veículo será ressarcido pela seguradora responsável. No entanto, não é exatamente assim que funciona.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

Antes de contratar o serviço de uma seguradora, é preciso conferir quais serão os danos ocorridos ao veículo que, efetivamente, serão arcados pelo seguro.

Para facilitar o processo, selecionei, para você, as dúvidas mais recorrentes sobre a cobertura do seguro. Confira!

 

1. Carros mais novos são mais caros para fazer o seguro

O cálculo sobre o valor do seguro para os carros mais antigos é feito considerando que carros mais velhos têm mais chances de apresentar desgastes por tempo de uso ou, até mesmo, na parte mecânica.

Considerando também que o veículo foi fabricado há mais tempo, existe mais dificuldade em encontrar as peças originais no mercado.

Esse fator coloca em risco a segurança do veículo, uma vez que favorece o roubo para venda das peças. Pensando que os veículos mais antigos estão mais propensos a serem roubados, o valor do seguro deverá ser mais alto. O mesmo serve para os modelos de veículos mais roubados.

 

2. O seguro cobre roubo de pertences que estavam dentro do veículo?

mitos e verdades sobre seguro roubo de pertences
Objetos nos bancos ou no porta-malas não estão incluídos no ressarcimento

Quando a contratação é criada, o seguro se compromete a arcar com os danos referentes ao veículo ou equipamentos identificados na apólice.

Portanto, objetos nos bancos ou no porta-malas não estão incluídos no ressarcimento de prejuízo pelo seguro, a menos que esse serviço seja acertado na contratação.

 

3. Em caso de perda total do veículo, preciso pagar a franquia?

mitos e verdades sobre seguro perda total
Em caso de acidente com perda total, não é preciso pagar o valor da franquia

Caso o veículo seja roubado ou sofra acidentes que resultem em perda total, como uma explosão, não é preciso pagar o valor da franquia.

Isso porque a franquia consiste na parcela de custo paga, pelo assegurado, em caso de danos parciais ao veículo.

Entretanto, se o veículo for encontrado após o roubo, a franquia deverá ser paga normalmente para que os danos sejam reparados.

 

4. Dispositivos de segurança deixam o seguro mais barato?

De fato, artefatos de segurança, como alarmes ou rastreadores, mantêm o automóvel mais seguro e facilitam a localização do veículo em caso de roubo.

Dessa forma, o valor do seguro é reduzido, pois a seguradora não estará tão suscetível a arcar com possíveis perdas.

É possível que a diferença no preço chegue até 20%, mas você também pode negociar o valor com a seguradora assim que os dispositivos forem acrescentados ao veículo.

mitos e verdades sobre seguro mulheres pagam menos
Sim, mulheres pagam menos pelo seguro do carro

Há uma premissa de que as mulheres são mais cautelosas ao volante, pois apresentam um baixo índice de acidentes, ao contrário dos homens que apresentam uma porcentagem elevada. Por isso, o seguro para as mulheres é mais barato.

 

7. Índice de roubos aumenta o valor do seguro?

Condições de segurança na região onde o carro costuma ficar são consideradas para a cobrança do seguro.

Áreas de risco, portanto, devido ao elevado perigo de roubo, demandam um pagamento de prêmio mais alto.

Os preços oscilam conforme a situação no momento, isso significa que podem baixar caso o índice de risco diminua.

 

8. Corro risco de não ser indenizado se meus dados não estiverem atualizados na seguradora?

Qualquer mudança deve ser informada à seguradora, pois caso ocorra algum sinistro em um local diferente do registrado, ela pode negar a indenização.

Da mesma forma, contratar o seguro em uma cidade e utilizar o veículo em outra pode ser arriscado. Nesse caso, a seguradora pode se recusar a cobrir o sinistro.

mitos e verdades sobre seguro carro reserva
Esse direito é garantido apenas àqueles condutores que adicionarem esse serviço à apólice

Para isso, será preciso adicionar esse tipo de serviço à apólice, pois ele não é garantido.

No momento da contratação, você deverá informar se gostaria de ter algum diferencial no veículo, como direção hidráulica ou ar-condicionado e definir a quantidade de dias em que precisará do veículo.

Algumas seguradoras oferecem o benefício caso o proprietário leve o automóvel para conserto em uma das oficinas credenciadas na companhia.

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.
Você já possui seguro? Proteja seu patrimônio e dirija tranquilo. É muito mais barato do que você imagina: Clique aqui e cote seu seguro GRATUITAMENTE em 2 minutos.