Moradores de São Paulo Agora Podem Informar Problemas nas Vias por Meio do Waze

Prefeitura de São Paulo fecha importante parceria com o aplicativo Waze

O prefeito de São Paulo, João Dória, divulgou, na última quarta-feira (20), uma parceria da prefeitura com o aplicativo Waze.

O objetivo da união é que os usuários do aplicativo em São Paulo possam reportar semáforos com problemas de funcionamento com maior facilidade.

Segundo Dória, a segurança no trânsito é uma prioridade e o que contribui para um trânsito melhor.

Com o auxílio do aplicativo, o prefeito acredita que os reparos poderão ser realizados de forma mais rápida e eficiente.

 

O problema do trânsito em São Paulo

A maioria dos paulistanos classifica negativamente o trânsito da capital

Quem precisa se locomover na cidade de São Paulo precisa lidar com a lentidão do trânsito, dado o grande número de veículos que circulam, e a lotação dos transportes públicos.

A tarefa não é nada fácil e vias com sua circulação comprometida só fazem piorar a situação.

Uma cidade com mais de 7 milhões de veículos e com mais de 17.000 quilômetros de vias com tantas falhas reduz significativamente a qualidade de vida de seus habitantes.

Uma pesquisa realizada pela rede Nossa São Paulo e pelo Ibope revelou que 55% da população de São Paulo considera o trânsito péssimo na cidade.

O tempo médio que os paulistanos gastam para ir e voltar do trabalho é de 2h49, mas há quem gaste muito mais, levando 4 horas no trajeto.

Em alguns pontos da cidade, dependendo do horário, parece mais proveitoso gastar a sola do sapato do que a gasolina do tanque.

Alguns especialistas dizem que as medidas que, de fato, seriam efetivas são impopulares e é difícil encontrar um gestor municipal que tenha coragem de colocá-las em prática.

São Paulo procura soluções para o problema de mobilidade na megalópole desde 1974, quando as atividades do metrô tiveram início.

Desde então, outras medidas foram aplicadas, como o rodízio de veículos, os corredores de ônibus e as restrições de estacionamento e para circulação de caminhões.

Todas elas, entretanto, não conseguiram resolver a situação caótica do tráfego paulistano. Isso porque, de maneira geral, foram aplicadas em escala inferior à demandada pela cidade.

Nesse cenário, semáforos com sua atividade comprometida pioram o congestionamento, causam acidentes, prejudicam os pedestres durante a travessia e trazem diversos riscos.

Nos últimos meses, com a pane generalizada dos semáforos paulistanos, a solução temporária da prefeitura foi instalar cavaletes e cones pelos cruzamentos, deixando-os impedidos a fim de evitar maiores transtornos.

No entanto, impedir o trânsito nos cruzamentos prejudica o trânsito da mesma forma, já que direciona mais veículos para um mesmo ponto e aumenta os trajetos.

Para você ter uma ideia mais concreta do assunto, até março de 2017, eram registrados 76 semáforos com defeito por dia em média.

 

Entenda a parceria entre a Prefeitura e Waze

Parceria com o Waze é inovação

Uma das soluções encontradas por Doria para começar a sanar o problema com os semáforos foi, então, a parceria com o aplicativo Waze.

Para quem não sabe, o Waze é um aplicativo cooperativo no qual seus usuários inserem informações em tempo real da situação do trânsito no local onde se encontram.

A capital paulista é a primeira do mundo a implantar esse tipo de serviço.

Desde o início de sua gestão, João Dória fala sobre a implantação de novas tecnologias para melhorar a qualidade de vida na metrópole, e esse parece ser um passo na direção certa.

O aplicativo contribui para a melhoria do trânsito na cidade repassando as informações fornecidas pelos usuários em tempo real para a CET.

São Paulo possui mais de 6.300 semáforos, mas mais de 75% deles não está diretamente ligado à Companhia de Engenharia de Trânsito e requer avisos quando têm falhas em seu funcionamento.

Quando isso acontece, é preciso que um agente de trânsito ou cidadão avise à CET por telefone ou pelo site.

A possibilidade de realizar ações de gerenciamento de tráfego pela plataforma Waze expande o campo de ação da prefeitura.

Por meio dela, a CET poderá tomar as medidas necessárias para melhorar a situação do trânsito em São Paulo a partir do reparo dos semáforos.

Sérgio Avelleda, secretário municipal de Mobilidade e Transportes, ressalta que esse feito é uma forma de usar a tecnologia para beneficiar cidade.

O novo recurso é útil na medida em que um dos problemas maiores é justamente identificar os semáforos defeituosos.

O volume de carros que circula diariamente pelas vias paulistanas contribui para seu desgaste, muitas vezes, prematuro e os problemas gerados são capazes de causar acidentes fatais.

Manter uma estrutura de qualidade nas vias de circulação é uma maneira de proporcionar segurança aos que dela se utilizam e evitar paralisações.

O intuito é contribuir para uma redução do tempo que os moradores da capital paulista dispendem no transporte todos os dias, melhorando a estrutura do trânsito na cidade.

 

Como reportar um semáforo defeituoso pelo aplicativo

valor multa farol vermelho sinal amarelo
Como reportar defeitos em semáforos

Para informar sobre um semáforo com problemas, o usuário deverá entrar no menu de alertas do Waze, ir em “Perigos” e acionar a opção “Semáforo Quebrado”.

Após o usuário informar o problema pelo aplicativo, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) deverá designar equipe que terá 2 horas para chegar ao local da ocorrência.

A identificação do problema poderá ser feita rapidamente e o problema, sanado, de acordo com sua gravidade.

 

Conclusão

Devido à natureza do trânsito em São Paulo, melhorias sempre se fazem necessárias

As grandes cidades possuem problemas diversos devido à sua grande população e ao número crescente de automóveis que circulam.

No entanto, cada uma tem suas particularidades.

O papel dos gestores municipais é pensar, junto à sua equipe, soluções efetivas para essas situações a fim de melhorar a vida de quem deve ser o foco: os cidadãos.

Nesse sentido, hoje em dia, a tecnologia ampliou as opções e possibilitou o uso da criatividade para solucionar problemas antigos de maneira prática e colaborativa.

Assim, o dever de cuidar da cidade não fica limitado ao poder público, mas se estende à população em geral, que tem muito a contribuir para essas melhoras.

O que achou dessa parceria? Será uma medida efetiva para melhorar o tráfego na cidade? Dê a sua opinião!

Moradores de São Paulo Agora Podem Informar Problemas nas Vias por Meio do Waze
5 (100%) 12 votes