Multa de Radar: Quantos Pontos

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e fale com o especialista!

Quanto maior for a velocidade ao passar por um radar, mais dura será a penalidade. O excesso de velocidade pode acabar levando até à suspensão da CNH.

Conforme o artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), três tipos de penalidades podem ser aplicados ao condutor que infringir a velocidade máxima permitida na via.

Tipo de infração Pontos na CNH Categoria Valor da multa
até 20% acima do permitido 4 Média R$ 130,16
20% a 50% acima 5 Grave R$ 195,23
50% acima 7 Gravíssima 3x
R$ 293,47 x 3 = R$ 880,41

Esses três tipos de penalidades se relacionam com a porcentagem que representa o valor excedido da velocidade.

Desta forma, é considerada uma infração média quando o motorista ultrapassa 20% da velocidade máxima que é permitida, e a penalidade neste caso é uma multa no valor de R$130,16 e quatro pontos são acrescentados no registro da carteira de habilitação.

Quando o valor ultrapassado pelo motorista for maior que 20% até 50% a infração é considerada grave e a multa aplicada é no valor de R$195,23 além de somar cinco pontos no prontuário do documento de habilitação.

Nos casos que o motorista ultrapassa 50% da velocidade média, a infração é considerada gravíssima, e as multas dessa natureza podem ser multiplicadas por três chegando ao valor de R$880,41 e a CNH é suspensa por um período que pode variar entre dois e oito meses.

Veja a tabela de multa de radar de velocidade:

Tipo de infração Categoria Valor da multa
até 20% acima do permitido Média R$ 130,16
20% a 50% acima Grave R$ 195,23
50% acima Gravíssima 3x R$ 293,47 x 3 = R$ 880,41

Multas por excesso de velocidade são comuns no Brasil

As multas podem ser aplicadas por radares fixos, lombadas eletrônicas e radares móveis, essas multas geradas pelo excesso de velocidade estão entre as mais comuns e muitos registros são feitos diariamente.

Critérios importantes para que a multa por excesso de velocidade seja válida

A multa pode ser cancelada através do recurso administrativo, em caso de falta de algum dos requisitos exigidos na lei.

Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita

Seja qual for o caso em que o motorista seja enquadrado, é possível recorrer antes que as penalidades sejam aplicadas. E o recurso é uma possibilidade de destacar os erros encontrados no auto da infração.

As autuações emitidas por excesso de velocidade até 20% acima do limite permitido na via podem ser convertidas em advertência por escrito, mas para isso é necessário que nenhuma outra multa desta natureza tenha sido emitida no período de 12 meses.

Nas multas por excesso de velocidade, é comum apontar erros referentes aos radares.

Os radares devem ser fiscalizados regularmente pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial), inclusive a última data de aferimento do aparelho deve constar na notificação da infração.

Através da resolução número 396/2011 o CONTRAN determina requisitos a serem seguidos no uso e manutenção dos radares. O radar precisa registrar a placa do veículo, a velocidade do veículo em km/h, deve constar a data e horário da infração e a contagem volumétrica do tráfego local.

Além disso, a notificação deve conter informações sobre o limite de velocidade permitido na via em que ocorreu a infração e a identificação do aparelho de medição utilizado.

O fato de pagar ou não a multa não interfere na pontuação ou nos recursos

O direito de defesa do condutor permanece mesmo se este optar por realizar o pagamento da multa antes ou depois de recorrer.

Importante observar que os pontos não são cancelados quando a multa é paga, e desta maneira a notificação de suspensão do direito de dirigir ainda poderá ser emitida mesmo se houver pagamento da multa.

Foi multado? Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e fale com o especialista!

O motorista receberá a notificação de penalidade se a defesa prévia for negada, e esta notificação indica um prazo de validade para pagamento do valor da multa.

Muitas pessoas acabam optando por pagar o valor da multa que possui desconto antes da data de validade, porque se o recurso for aceito em uma das etapas, o condutor pode solicitar o ressarcimento do valor pago.

O pagamento antecipado gera um bom desconto no valor da multa, por outro lado o pagamento atrasado acumula juros com o decorrer do tempo.

No recurso de 1ª Instância, é importante selecionar argumentos embasados na legislação de trânsito

Este recurso é endereçado a JARI que é composta por uma comissão julgadora que é diferente do grupo de avaliadores da defesa prévia.

Se a Junta Administrativa de Recursos de Infração (JARI) indeferir o recurso, é possível recorrer em âmbito administrativo uma última vez através do recurso de 2ª Instância.

Conforme determinado pelo Código de Trânsito Brasileiro no artigo 298, o recurso de 2ª Instância pode ser enviado para endereços diferentes, que podem ser para o CONTRAN, CETRAN, CONTRANDIFE e Colegiado especial da JARI.

No caso de suspensão da CNH por mais de 6 meses imposta por órgão ou entidade da União o endereço que deverá ser enviado o recurso será ao CONTRAN.

Em caso de penalidades impostas por órgão estadual, o recurso deverá ser encaminhado ao CETRAN.

Se as penalidades forem aplicadas por órgão do Distrito Federal, o CONTRANDIFE que receberá o recurso.

Os recursos das demais penalidades pela infração por excesso de velocidade aplicadas por órgãos da União deverão ser encaminhados para o Colegiado especial da Jari.

 Atenção ao prazo e ao endereço para o envio do recurso, ambos indicados na notificação recebida.

Para obter sucesso nessa fase é muito importante que o condutor não cometa erros, pois poderá resultar na penalidade que havia sido determinada.

O processo administrativo para suspensão da CNH dá direito aos três recursos

Quando o motorista é multado por excesso de velocidade superior a 50% da velocidade permitida pela via, é aberto um processo administrativo para suspensão da CNH.

Mas nesse processo o condutor possui direito garantido por lei de se defender através de três possibilidades de recursos: defesa prévia, primeira e segunda instância.

Conclusão

Recorrer é uma ótima oportunidade de resolver problemas com multas de trânsito, pois com o recurso você ganha tempo para não estourar os pontos na carteira de habilitação.

Os pontos têm validade de um ano a contar da data da infração, então pode haver pontos próximos de serem expirados.

Esse tempo que se ganha com o processo de defesa e recurso de multa pode evitar que um processo de suspensão seja emitido no caso de acabar sendo indeferido o recurso.

Porém, a infração de excesso de velocidade acima de 50% implica na suspensão da carteira independentemente do número de pontos.

Por isso é muito importante conhecer os meios de realizar a defesa que é direito de todo cidadão, podemos ajudar a solucionar, somos especialistas no assunto.

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e fale com o especialista!