e-CRV: Como Imprimir Passo a Passo

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e faça uma Consulta GRATUITA (em menos de 02 minutos) da sua multa ou processo administrativo de trânsito!

O Certificado de Registro de Veículos, mais conhecido como CRV, desde o ano de 2021 passou a ser digital. A versão eletrônica do documento, o e-CRV, já é usada por muitos motoristas, mas, por se tratar de algo relativamente recente, muitos condutores ainda têm dúvidas sobre o que é esse documento e qual a sua serventia.

O CRV, que antes era conhecido como DUT (Documento Único de Transferência), contém informações importantíssimas sobre o veículo e embora seja conhecido como um documento do carro, o seu porte não é obrigatório. Também não é necessário fazer a sua renovação todos os anos, ao contrário do CRLV.

Mas o que é de fato o e-CRV e para que esse documento serve? Estas e outras perguntas serão respondidas neste artigo. Boa leitura!

e-CRV: O que é CRV?

Antes de comprar um carro, o motorista precisa se atentar a uma série de fatores importantes e também procurar saber para que serve cada um dos documentos. O Certificado de Registro de Veículos, o CRV, por exemplo, é um documento que contém informações de valor sobre o automóvel e também possui a Autorização de Transferência de Propriedade do Veículo.

O CRV é emitido no momento em que o veículo é registrado junto ao DETRAN. Nele estão contidas informações como o número do chassi, o RENAVAM, a marca, o modelo, a cor, o número de registro e o nome do proprietário. Além disso, na parte de trás do documento também está anexada a ATPV, a Autorização de Transferência de Veículo.

Apesar de também ser conhecido como um documento do carro, o porte do CRV não é obrigatório, pelo contrário. É recomendado ao proprietário do veículo deixar o CRV em casa, assim os riscos de perda ou roubo são menores. E pedir a segunda via desse documento pode ser uma tarefa bem trabalhosa.

Outra dúvida muito comum entre os motoristas é se é necessário renovar o Certificado. Ao contrário do que acontece com o CRLV, o CRV não tem data de validade e só precisa ser renovado caso haja transferência de propriedade, mudança de endereço ou caso o proprietário altere alguma de suas características originais.

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e faça uma Consulta GRATUITA (em menos de 02 minutos) da sua multa ou processo administrativo de trânsito!

Como constam informações relevantes sobre o veículo e sobre o seu proprietário, o CRV é necessário na hora de vender ou trocar de carro. Sem ele não é possível fazer a transferência de propriedade do automóvel.

Foi multado ou recebeu um processo administrativo? Não fique sem dirigir! Resolvemos seu problema em 24h, online e com garantia de satisfação de 100%. Clique aqui para uma consulta GRATUITA com o maior especialista no assunto.

Qual a diferença entre CRV e CRLV?

É muito comum que as pessoas confundam o CRV com o CRLV, afinal os dois são conhecidos como “documentos do carro”. De forma resumida, o Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo, o CRLV, é uma espécie de permissão para conduzir aquele veículo nas vias brasileiras. Ao contrário do CRV, ele é de porte obrigatório e precisa ser renovado anualmente.

Para renovar o CRLV é necessário que não haja nenhuma pendência como multas, IPVA atrasado ou DPVAT.

O que é o e-CRV?

A versão impressa não é mais emitida desde janeiro de 2021, quando o e-CRV passou a ser emitido em todo o território nacional. O documento digital, assim como a versão impressa, é válido em todo o Brasil e contém as mesmas informações sobre o veículo e sobre o proprietário.

Vale ressaltar que somente os veículos comprados a partir de janeiro de 2021 possuem a versão digital do documento. A versão impressa, naquele papel-moeda na cor verde que todo mundo conhece, não existe mais. Mas, caso o proprietário do automóvel deseje, é possível imprimir o documento em casa.

Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita

Caso o automóvel tenha sido adquirido antes do dia 04 de janeiro de 2021, então, o proprietário ainda possui o CRV naquela versão impressa em papel-moeda. Ela continua sendo válida em todo o território nacional e não precisa ser trocada pela versão eletrônica do documento.

Vale ressaltar que para que a versão impressa do documento seja válida é importante que ela seja impressa em papel A4 e que todas as informações presentes no documento estejam legíveis, assim como o QR Code.

Foi multado ou recebeu um processo administrativo? Não fique sem dirigir! Resolvemos seu problema em 24h, online e com garantia de satisfação de 100%. Clique aqui para uma consulta GRATUITA com o maior especialista no assunto.

Como imprimir o documento?

Para baixar e imprimir o e-CRV é bem simples! É possível fazer isso através do aplicativo Carteira Digital de Trânsito, CDT. Basta seguir o passo a passo:

  • Baixar o aplicativo Carteira Digital de Trânsito;
  • Realizar o cadastro no aplicativo;
  • Abrir o aplicativo e selecionar a opção “Veículo”;
  • Preencher corretamente os dados necessários, como as informações do proprietário e o RENAVAM.

Em seguida, a versão digital do CRV aparecerá na tela do smartphone do proprietário e será possível baixar o documento em PDF e depois imprimir. Vale dizer que não é obrigatório imprimir o e- CRV, mas é altamente recomendado, afinal, imprevistos acontecem e nessas horas é bom ter a versão impressa em casa.

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e faça uma Consulta GRATUITA (em menos de 02 minutos) da sua multa ou processo administrativo de trânsito!