Remarcação de Chassi

A remarcação de chassi é um procedimento necessário quando o número de identificação do chassi de um veículo está danificado ou ilegível. O processo envolve a apresentação de documentação ao Detran, pagamento de taxas, e, em alguns casos, uma vistoria do veículo. Após a aprovação, o número de chassi é marcado novamente, e o veículo recebe um registro indicando a remarcação. No entanto, a remarcação pode afetar o valor de revenda e dificultar a obtenção de financiamentos ou seguros devido à desconfiança em relação à procedência do veículo.

Leia mais

O que é chassi do veículo e para que serve

O chassi de um veículo é uma estrutura metálica que serve como a espinha dorsal do veículo, fornecendo suporte e integridade estrutural à carroceria e a outros componentes do automóvel. Ele é essencialmente o "esqueleto" do veículo. O chassi desempenha várias funções importantes, incluindo suporte estrutural, distribuição de peso, proteção em caso de acidente, ponto de fixação para vários componentes, identificação única do veículo e marcações de segurança. É fundamental para a construção e o funcionamento de um veículo e pode variar em design dependendo do tipo de veículo, como carros de passeio, caminhões, ônibus e motocicletas.

Leia mais

O chassi desempenha várias funções importantes em um veículo:

Leia mais
  1. Suporte Estrutural: O chassi é projetado para suportar a carga de todos os componentes do veículo, incluindo o motor, a transmissão, a carroceria, os sistemas de suspensão e direção, bem como os passageiros e a carga transportada.
  2. Distribuição de Peso: Ele ajuda a distribuir o peso de maneira uniforme pelo veículo, o que é fundamental para o equilíbrio e a estabilidade durante a condução.
  3. Proteção: Além de sua função estrutural, o chassi também desempenha um papel importante na proteção dos ocupantes em caso de acidente, absorvendo parte da energia do impacto e evitando que o veículo se deforme de maneira perigosa.
  4. Ponto de Fixação: O chassi fornece pontos de fixação para vários componentes, como o motor, a transmissão, os sistemas de suspensão e os suportes da carroceria. Isso permite que esses componentes sejam montados de forma segura no veículo.
  5. Identificação: O número de chassi, uma sequência única de caracteres alfanuméricos, é gravado no chassi e serve como uma identificação exclusiva para cada veículo. Esse número é usado para registrar e rastrear o veículo ao longo de sua vida útil, sendo fundamental para a identificação e a documentação do carro.
  6. Marcação de Segurança: O chassi muitas vezes inclui marcações de segurança que podem ser usadas pelas autoridades e proprietários para verificar a autenticidade do veículo e garantir que ele não seja um veículo roubado ou adulterado.
Leia mais

É importante notar que o design do chassi pode variar dependendo do tipo de veículo. Por exemplo, carros de passeio, caminhões, ônibus e motocicletas têm chassis projetados de maneira diferente para atender às suas necessidades específicas. Além disso, alguns veículos modernos utilizam uma estrutura monobloco, em que o chassi e a carroceria são integrados em uma única unidade, em vez de possuírem um chassi separado.

Leia mais

O que é remarcação do chassi?

Como mencionado anteriormente, a remarcação do chassi é necessária quando a legibilidade do código é prejudicada devido a várias razões. Isso pode incluir a oxidação natural da área onde o chassi está gravado e danos causados por acidentes. Além disso, em casos de sinistros em que uma seguradora assume a responsabilidade pelos danos, a remarcação é necessária para que o veículo retorne ao mercado.

Leia mais

A remarcação é regulamentada por normas estabelecidas pelos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans).

Leia mais

Quanto custa a remarcação do chassi?

As taxas associadas à remarcação do chassi podem variar de acordo com as regulamentações específicas de cada Detran.

Leia mais

Geralmente, existe uma taxa de autorização para a remarcação, que costuma girar em torno de R$ 80. Além disso, em muitos lugares, pode ser necessário pagar por uma vistoria. Outra taxa possível é a de regularização do cadastro junto ao Detran.

Leia mais

Em geral, o custo total dos procedimentos fica entre R$ 200 e R$ 500. Para obter informações precisas sobre os custos, é recomendável consultar diretamente o Detran do seu estado ou verificar o site oficial do órgão.

Leia mais

Como realizar a remarcação do chassi?

Os procedimentos exatos para a remarcação do chassi podem variar entre os Detrans de diferentes estados. No entanto, uma exigência comum é que todos os débitos relacionados ao veículo estejam quitados antes de iniciar o processo de remarcação.

Leia mais

Portanto, o primeiro passo é garantir que multas, licenciamento, IPVA e outros pagamentos estejam em dia. Em seguida, será necessário reunir a documentação exigida pelo Detran e comparecer a um dos pontos de atendimento para realizar uma vistoria e obter a autorização para a remarcação, conforme explicado na próxima seção.

Leia mais

Qual é o procedimento para a remarcação do chassi?

Após quitar todos os débitos do veículo, o proprietário deve apresentar uma série de documentos ao Detran. Normalmente, são necessários o documento de identidade, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), um comprovante de residência recente (datado de até quatro meses atrás), comprovante de venda ou compra do veículo e um requerimento solicitando a remarcação do chassi.

Leia mais

Depois da análise da documentação, pode ser necessário pagar uma taxa de vistoria, dependendo das regulamentações do Detran local. Em algumas regiões, podem ser exigidos documentos adicionais, dependendo das circunstâncias da remarcação. Em casos de roubo, por exemplo, pode ser necessário apresentar um boletim de ocorrência.

Leia mais

Após obter a autorização para realizar o procedimento, o próximo passo é levar o veículo a uma das oficinas credenciadas pelo Detran, seguindo as orientações fornecidas durante o atendimento. É importante observar que a autorização geralmente tem validade de 30 dias.

Leia mais

Após a remarcação, o número do chassi passa a incluir as letras "REM" tanto no CRLV quanto nas inscrições impressas no veículo, indicando que o procedimento foi realizado.

Leia mais
Leia mais

É crucial lembrar que qualquer modificação no chassi sem a devida autorização é uma prática ilegal, frequentemente utilizada por criminosos para dificultar a investigação de casos de furto e roubo. Portanto, os proprietários de veículos que realizam a remarcação do chassi podem enfrentar consequências, como explicaremos a seguir.

Leia mais

Quais são as desvantagens da remarcação do chassi?

Uma das desvantagens mais significativas da remarcação do chassi é a desvalorização do veículo no mercado. Esse processo pode reduzir o valor de venda em até 30% em relação à tabela FIPE, o que pode tornar a revenda mais difícil e levar a recusas por parte de compradores, devido à incerteza quanto à procedência do veículo.

Leia mais

Além disso, a remarcação pode complicar a obtenção de financiamentos, que podem exigir valores de entrada mais altos e oferecer menos opções de pagamento. As seguradoras também podem se recusar a cobrir veículos com chassi remarcado, dependendo de sua avaliação de riscos.

Leia mais

Portanto, é fundamental tomar medidas preventivas para evitar a necessidade de remarcação do chassi. Se você estiver considerando a compra de um veículo usado, é importante tomar precauções adequadas em relação ao número do chassi.

Leia mais

Como identificar o motivo da remarcação do chassi?

Para verificar a autenticidade do chassi, você pode utilizar a tecnologia a seu favor. Alguns Detrans oferecem a possibilidade de consultar as informações do veículo por meio do número do chassi em seus sites oficiais. Os fabricantes de veículos também podem disponibilizar ferramentas semelhantes em seus sites.

Leia mais

Além disso, existem decodificadores de chassi disponíveis digitalmente que podem ajudar a "traduzir" todas as informações contidas no código de identificação.

Leia mais

Ao realizar pesquisas, certifique-se de comparar todas as informações obtidas com o que foi informado pela pessoa que está vendendo o veículo. Além disso, esteja atento aos pontos que detalharemos a seguir.

Leia mais

Como evitar um veículo com chassi adulterado?

Se você suspeita que um veículo que está pensando em adquirir tenha passado por uma remarcação ilegal do chassi, é importante submetê-lo a uma minuciosa vistoria para verificar a natureza das marcações.

Leia mais

Além disso, verifique o lacre da placa do carro. Qualquer irregularidade nesse aspecto deve ser investigada mais a fundo.

Leia mais

A compra de um veículo com chassi remarcado pode oferecer a vantagem de um preço mais baixo. No entanto, para evitar problemas no futuro, é fundamental realizar pesquisas detalhadas sobre o histórico do veículo e as circunstâncias da remarcação. Nesse tipo de transação, a informação é sempre a sua maior aliada.

Leia mais

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Esta página foi gerada pelo plugin

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Doutor Multas