Infração 692-01

No universo das infrações de trânsito, uma que frequentemente causa dúvidas é a que diz respeito ao registro do veículo após a transferência de propriedade. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, no Art. 233, c/c 123, I, o novo proprietário tem um prazo de 30 dias para efetuar o registro do veículo junto ao órgão executivo de trânsito. Caso esse prazo seja ultrapassado, o proprietário estará cometendo uma infração de gravidade média, que pode resultar em multa e remoção do veículo.

Leia mais

Essa infração, que tem o código de enquadramento 69201, não configura crime de trânsito, mas é de competência do Órgão ou Entidade de Trânsito Estadual. Importante ressaltar que a pontuação referente a essa infração não é computável.

Leia mais

Exemplos de Como a Infração 692-01 Ocorre

Para entender melhor como ocorre essa infração, vamos a um exemplo prático. Suponha que a data de venda constante na Autorização para Transferência de Propriedade de Veículo (ATPV) seja dia 1º de janeiro. Se o registro do veículo não for efetuado até o dia 31 de janeiro, o novo proprietário estará cometendo a infração do código 69201.

Leia mais

Como Recorrer da Infração

Se você foi multado por essa infração, é possível recorrer. Primeiro, é importante verificar se a data de venda constante na ATPV está correta e se realmente ultrapassa os 30 dias da data do registro. Além disso, é relevante checar se o órgão que aplicou a multa tem competência para isso, pois essa é uma infração de competência do Órgão ou Entidade de Trânsito Estadual. Em sua defesa, você pode alegar esses pontos, além de possíveis erros formais na autuação. Lembre-se, o direito à defesa é garantido a todos os cidadãos, por isso, se acredita que a multa foi aplicada de forma equivocada, não deixe de recorrer.

Leia mais

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Esta página foi gerada pelo plugin

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Doutor Multas