Vapor de Gasolina Economiza Combustível: Mito ou Verdade?

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.

Kit vapor de gasolina: o que é isso?

Não é de hoje que o condutor brasileiro vem enfrentando uma frequente variação nos valores dos combustíveis na hora de abastecer seus veículos.

O aumento no preço da gasolina é motivado pela alta do dólar e do petróleo, e quem sente no bolso essas alterações é o motorista.

Diante dessa situação, nada mais natural do que buscar formas de economizar combustível para que seja possível rodar uma maior quilometragem, gastando menos.

Dentre as alternativas que prometem essa tão procurada economia, aparece uma que está chamando a atenção dos proprietários de veículos há algum tempo: o kit vapor de gasolina.

Você já ouviu falar nisso? Sabe como funciona?

Neste artigo, vou comentar com você um pouco sobre esse sistema e veremos se ele realmente cumpre a promessa de economizar a gasolina do seu carro.

Além disso, você vai conferir alguns meios de economizar combustível para gastar menos em postos de abastecimento.

Vou comentar, ainda, sobre uma das dúvidas mais frequentes em relação ao abastecimento de veículos: qual vale mais a pena, gasolina ou álcool?

Por isso, não deixe de fazer a leitura deste texto até o final e tire suas dúvidas.

 

Como Funciona um Motor Movido a Gasolina

Entenda o funcionamento de um motor a combustão

Para começar a falar sobre combustível e formas de economizá-lo, acho interessante entender o que acontece em um motor movido a gasolina.

Não é novidade afirmar que o combustível mais utilizado é a gasolina até o presente momento. Os veículos movidos a gasolina são equipados por motor de combustão interna.

Os motores de combustão interna também podem ser chamados de motor a explosão de quatro tempos. Isso porque seu funcionamento ocorre em quatro etapas diferentes.

A primeira etapa é chamada de admissão. Nesse momento, entra na válvula de admissão uma mistura de ar e vapor de gasolina, a qual é aspirada para o interior da câmara de combustão.

O pistão, que estava em ponto morto superior, passa, então, ao ponto morto inferior, subindo e comprimindo a mistura. Essa etapa chama-se compressão e é concluído no momento em que o pistão sobe completamente.

A terceira etapa é a de explosão ou combustão. Nesse momento, ocorre a combustão da mistura comprimida na fase anterior.

Em alguns pontos da vela de ignição, acontece uma descarga elétrica. A faísca liberada pela vela é responsável por detonar a mistura e empurrar o pistão de volta para baixo, de modo que ele retorne à posição de ponto morto inferior.

Por fim, acontece a fase de escape. Esse é o estágio em que resíduos provenientes da combustão são expulsos do motor, a partir da abertura da válvula de escape.

Para que o veículo se mova, esse processo acontece repetidas vezes, pois o motor libera energia de forma contínua para o funcionamento do automóvel.

Agora, como fazer para que esse processo seja mais econômico? Será possível fazer com que o carro gaste menos gasolina para a execução de todas essas etapas?

O kit vapor de gasolina tem despertado o interesse de muitos condutores pelo Brasil.

Na próxima seção deste artigo, vou explicar para você que kit é esse.

 

O Que é Vapor de Gasolina

Se você ainda não tinha ouvido falar em vapor de gasolina, chegou a hora de conhecer esse kit, vendido por cerca de 150 reais na internet.

Esse produto, por enquanto, tem sido comercializado em sites de compra e venda entre particulares. Quem vende, costuma prometer economia de 50% de gasolina em média.

A ideia é inovadora, vem sendo estudada por especialistas, mas ainda não chegou a ser patenteada. Apesar disso, muitos condutores já aderiram ao kit.

Em Minas Gerais, por exemplo, muitos condutores de veículos de transporte por aplicativo decidiram por utilizá-lo em seus veículos.

Você viu anteriormente que o processo de combustão dentro do motor envolve uma série de etapas. Porém, o objetivo é que os veículos consigam funcionar a partir da combustão do vapor da gasolina.

O kit é composto, normalmente, por um reservatório para o vapor da gasolina e uma válvula para a regulação de vazão. Mangueira, conexões, filtro e válvula antichamas costumam compor o kit.

Mecânicos acostumados a fazer a colocação do kit em veículos afirmam que o sistema não é tão simples quanto parece. Sobre a instalação e o funcionamento do vapor de gasolina, falo a seguir.

 

Instalação e Funcionamento do Kit Vapor de Gasolina

Veja como é o processo de instalação do kit vapor de gasolina

O funcionamento normal do motor do carro movido a gasolina utiliza o sistema de injeção eletrônica para o fornecimento de gasolina para a fase de combustão.

Já o método, ainda improvisado, do kit procura substituir esse processo, utilizando o vapor do combustível, com o intuito de que o sistema seja mais econômico.

Você já viu que o vapor da gasolina é um dos componentes da mistura que faz o veículo funcionar. A proposta do kit é que a utilização de uma quantidade inferior de gasolina seja utilizada para que o motor forneça energia suficiente para o deslocamento do automóvel.

Quem está acostumado a instalar o kit afirma que ligá-lo diretamente no taque de combustível não fornece o resultado esperado pelos condutores.

A instalação do kit envolve a modificação de algumas partes importantes do veículo, como o reservatório e a injeção eletrônica.

Em resumo, para instalar o kit no veículo, é necessário um reservatório que tenha dois suspiros para a entrada de ar, de modo que uma pequena quantidade de gasolina se mantenha.

Uma das mangueiras que compõe o kit deve ser ligada a esse reservatório. Já outra é ligada à entrada de ar e tem a função de conectar o reservatório e absorver o vapor de gasolina.

O vapor deve ser conectado à injeção eletrônica. Normalmente, é instalado um método para que o sistema seja ligado e desligado quando o condutor achar necessário.

Porém, será que vale a pena instalá-lo no veículo? A seguir, você confere os prós e contras do kit vapor de gasolina.

Prós e Contras

Tudo na vida tem seus prós e contras, e com o kit vapor de gasolina parece não ser diferente.

Como tudo o que a gente compra, é normal que o kit vapor de gasolina tenha pontos positivos, mas também negativos. E é sobre isso que vou falar nessa seção.

Não são poucos os vídeos postados em plataformas como o YouTube, os quais tentam provar as vantagens da utilização do kit.

Porém, independentemente do assunto, é fundamental sempre procurar opiniões de especialistas para que tenhamos ideia dos prós e contras do produto que desejamos adquirir.

Com isso, não se pode dizer que o vapor de gasolina não cumpre a promessa de economia do combustível, pois os veículos realmente conseguem ter energia para se movimentar por meio da utilização do vapor.

No entanto, parece que os veículos não têm conseguido muita força para percorrer longos trajetos, bem como para subir ladeiras, utilizando apenas o vapor de gasolina.

É importante considerar que esse sistema ainda é muito novo e vem sendo testado, muitas vezes pelos próprios condutores.

Isso significa que ainda faltam estudos mais científicos para saber qual a melhor forma de utilizar o vapor de gasolina de forma eficaz.

Outro ponto negativo do kit é o improviso. O produto costuma ser comercializado de forma universal para que possa ser instalado em qualquer veículo.

Porém, isso faz com que a aplicação tenha que ser personalizada de acordo com o automóvel. Além disso, há relatos que afirmam a ocorrência de ruídos muito altos e fumaça forte.

Até agora, não se sabe se a instalação do kit vapor de gasolina provoca algum dano ao motor do veículo. Por isso, muitos condutores ainda se sentem inseguros em relação ao sistema.

Não se pode esquecer de que é muito importante tomar cuidado com o motor do automóvel, para evitar problemas como, por exemplo, a fundição da principal peça do veículo.

Portanto, o que se pode concluir é que o vapor de gasolina ainda precisa ser estudado com maior profundidade para que seja possível elencar seus prós e contras de forma mais segura.

Além do vapor de gasolina, existe uma alternativa de abastecimento bem conhecida, que é ouso de hidrogênio.

Sobre isso, você pode ler a seguir.

Kit vapor de gasolina X hidrogênio

Em busca da economia de combustível, os condutores procuram inúmeras formas de gastar menos, já que abastecer o carro está cada vez mais caro.

Além do vapor de gasolina e de várias outras estratégias, um meio bem conhecido entre os condutores é a utilização de hidrogênio.

Esse sistema funciona a partir da eletrólise da água para a obtenção do hidrogênio, o qual deve ser injetado na câmara de combustão para que sua queima gere energia para o veículo.

Muitos prometem economia de até 60% de combustível para quem optar pela utilização do hidrogênio. No entanto, há casos em que a situação é inversa, levando o automóvel a gastar ainda mais combustível.

Além disso, é importante advertir sobre a possibilidade de explosões, visto que o hidrogênio é um componente explosivo.

É possível, ainda, que ocorra o término da bateria do carro, pois o processo de eletrólise consome mais energia da bateria.

Sendo assim, o hidrogênio também tem seus prós e contras, bem como o kit vapor de gasolina. E sobre a economia de gasolina, não se pode estimar até que ponto ele é eficaz.

Um fator que deve ser considerado é a segurança. Por isso, na próxima seção, você vai saber quais cuidados tomar ao instalar o vapor de gasolina em seu veículo.

 

É Seguro Utilizar o Vapor de Gasolina?

O kit deve ser instalado a uma distância segura das partes quentes do motor para evitar incêndios

Chegamos a um ponto importante em nossa discussão: o kit vapor de gasolina. Será que instalá-lo no veículo é seguro?

Essa é uma pergunta que muitos condutores se fazem antes de decidir se colocam ou não o kit em seus carros.

É fundamental que esse quesito seja considerado, afinal, não é interessante colocar em risco o veículo e, muito menos, você e seus passageiros.

Com isso, é lógico afirmar que o kit, por ser um sistema ainda improvisado que não vem de fábrica, é menos seguro que a utilização do sistema original do veículo.

O sistema deve ser instalado por profissionais acostumados a trabalhar com o produto, de modo a evitar possíveis falhas, as quais podem ocasionar acidentes mais sérios, como incêndio.

Uma medida de segurança necessária é manter os componentes do kit em distância segura das partes mais quentes do motor.

Além disso, cabe ressaltar a importância de procurar por quem já utiliza ou utilizou o sistema do vapor de gasolina para ouvir suas opiniões.

No próximo tópico, darei dicas para você economizar o combustível do seu carro. Portanto, não deixe de seguir com a leitura.

 

Dicas Para Economizar Combustível

Chegou a hora de ver algumas dicas para economizar combustível, utilizando o sistema original do seu veículo, caso você não pretenda utilizar nenhum kit vendido na internet.

Com o receio de instalar algo que venha a prejudicar o funcionamento do veículo, muitos condutores decidem utilizar estratégias para gerar a desejada economia e, muitas vezes, elas baseiam-se em mudanças de hábito. Vejamos algumas.

A primeira dica é conhecer informações técnicas sobre o veículo. É importante saber quanto o veículo consome de combustível por quilômetro rodado.

Em vias urbanas, o consumo de combustível costuma ser menor do que em rodovias. Por isso, é interessante saber quanto o combustível rende de acordo com o local por onde você vai dirigir.

Outra dica importantíssima é submeter o veículo a todas as revisões, de acordo com as orientações do fabricante.

Pode ser que algum problema em seu veículo venha a causar um aumento no consumo de combustível e, quando resolvido, você poderá sentir no bolso a diferença.

Você já andou de carro com motoristas que arrancam e freiam de forma brusca? Saiba que essa forma de dirigir pode aumentar o consumo de gasolina do veículo. Isso porque o motor se vê obrigado a trabalhar mais para responder ao comando do condutor.

Procure não sobrecarregar o veículo. Automóveis que carregarem muito peso terão de exigir maior força do motor e, com isso, o gasto de combustível será maior.

Tome cuidado com o excesso de velocidade. Quanto maior a velocidade, maior será o consumo que o motor fará de combustível. Além disso, essa atitude pode causar acidentes.

O verão está chegando e, com ele, a necessidade de encontrarmos métodos de nos refrescar. Quando o assunto é carro, logo pensamos em ligar o ar-condicionado.

Pois saiba que um carro com o ar ligado consome mais gasolina. Por isso, use-o com moderação.

Uma ótima dica é pesquisar o preço do combustível, pois o valor cobrado varia conforme o posto de abastecimento. Por isso, tente abastecer em locais que costumem ser mais baratos.

Por fim, mas não menos importante, tente deixar o veículo em casa, dependendo de onde você precisa ir.

Se seu caminho for curto e você não estiver com pressa, vá a pé. Além de economizar combustível, você estará fazendo um ótimo exercício físico. Seu bolso e sua saúde agradecem.

Na próxima seção, comento a questão mais comum entre os condutores. Ela se refere à escolha entre álcool ou gasolina.

Veja mais sobre isso a seguir.

 

Qual Vale Mais a Pena: Gasolina ou Álcool?

Preparei uma calculadora muito útil para você. Confira!

Existe uma possibilidade de economizar combustível para aqueles condutores que possuem um carro total flex – aqueles cujo motor aceita tanto gasolina quanto álcool.

Com isso, o motorista pode escolher entre um combustível ou outro na hora de abastecer seu carro, de acordo com o valor cobrado por cada um deles.

Algumas pessoas questionam se um carro flex é menos econômico ou apresenta desempenho inferior. Porém, ambos os combustíveis podem ser escolhas interessantes.

O álcool costuma custar menos, o que faz o valor pago no posto de combustível ser menor em comparação à gasolina.

No entanto, apesar de custar mais, a gasolina rende mais, possibilitando ao veículo uma maior autonomia. Isso significa que é provável que você consiga percorrer uma maior quilometragem com um veículo abastecido com gasolina.

Mas isso não quer dizer que abastecer com etanol seja desvantajoso. Se pensarmos nas questões ambientais – cada vez mais importantes –, podemos observar que estudos indicam que o álcool agride menos o meio ambiente, sendo uma opção mais ecologicamente correta de abastecimento.

No fim das contas, cabe destacar que o mais importante é sempre pesquisar e analisar o que será mais vantajoso para a sua situação.

Por isso, minha equipe e eu estamos sempre pensando em formas de ajudar os condutores. E como nosso objetivo é ir além do auxílio técnico em recursos administrativos, preparamos uma calculadora que poderá ajudá-lo a decidir se vale mais a pena abastecer com gasolina ou álcool.

A calculadora álcool x gasolina é muito simples de usar. Basta você informar o valor cobrado por cada um dos dois combustíveis em sua cidade. Pode ser o preço médio ou o valor exato cobrado por um posto de sua confiança.

Como resultado, você vai saber quanto você gastaria para rodar a mesma quilometragem com cada um dos dois combustíveis.

Não tenho dúvida de que essa ferramenta irá ajudar muito para você fazer a sua escolha. E o melhor, está a sua disposição gratuitamente.

 

Conclusão

Você acha que a economia do vapor de gasolina é mito ou verdade?

Neste artigo, você viu algumas informações a respeito do kit vapor de gasolina. Tentei mostrar para você os prós e contras desse sistema que ainda está sendo estudado.

Diga-me: você acha que seja mito ou verdade que o vapor de gasolina seja capaz de economizar combustível? Gosto de saber sua opinião.

Lembre-se de que qualquer alteração a ser feita no veículo deve ser cuidadosamente analisada, para diminuir os riscos de acidentes.

Por isso, caso você opte por comprar o kit e instalá-lo em seu carro, procure profissionais acostumados a trabalhar com esse sistema.

Além disso, procure seguir as dicas que trouxe para economizar combustível. Alguns hábitos simples podem fazer uma boa diferença no fim das contas.

Espero que a calculadora álcool x gasolina ajude-o a economizar na hora de abastecer seu automóvel.

Por fim, preciso ressaltar que sigo à disposição para ajudar em caso de multas de trânsito. Lembre-se de que são disponibilizadas 3 chances para você se defender.

É possível apresentar a Defesa Prévia e, ainda, recorrer em primeira e segunda instâncias, enviando sua contestação à JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infração) e ao CETRAN (Conselho Estadual de Trânsito) respectivamente.

Achou este artigo interessante? Compartilhe com seus amigos e não se esqueça de deixar seu comentário sobre o que achou do kit vapor de gasolina.

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.