Cuidados com o Veículo: Descubra Por Que o Motor Funde e Saiba o Que Fazer Para Evitar Esse problema.

Ter um veículo implica em tomar vários cuidados. Ao contrário do que muito se pensa, não basta apenas manter o veículo limpo e com alguns outros detalhes aparentes em dia.

O automóvel é uma máquina e, como tal, precisa estar com todas as suas peças em pleno funcionamento para que não ocorra nenhum problema.

Uma peça extremamente importante, mas que é muitas vezes esquecida, é o motor. Ele é como se fosse o coração do veículo.

Sendo assim, o carro ou motocicleta não terá condições de ter bom desempenho se o motor estiver apresentando defeitos.

Na pior das hipóteses, pode acontecer de o motor fundir, fazendo com que você não consiga mais utilizar seu automóvel.

Mas você sabe por que o motor funde?

Neste artigo, vou explicar para você o que é a fundição do motor, o que leva a isso e o que fazer para evitar.

Portanto, siga a leitura.

 

O Que é Motor Fundido

Para começar a explicar o que é motor fundido, considero importante alertar que isso pode acontecer com seu veículo a qualquer momento.

Se você ligar seu automóvel e ele simplesmente não funcionar, apenas gerando alguns ruídos, desconfie de que o problema pode ser exatamente esse.

Motor fundido é aquele que já não funciona mais por estar em estado de travamento. Muitas vezes, pode ser, inclusive, necessário comprar um motor novo.

Quando ocorre a fundição do motor, as peças que o compõem se chocam, impedindo que desempenhem sua função.

Apesar de não ser tão simples chegar a esse ponto, a fundição do motor pode ser uma surpresa para o condutor.

Por essa razão, é muito importante estar atento aos sinais que o veículo pode apresentar, pois ele apresentará.

Portanto, veja por que o motor funde e que sinais são esses aos quais me referi.

 

Carros: Por Que o Motor Funde

Veja quais são as principais causas da fundição de motores em carros

Conforme sinalizei na introdução deste artigo, os veículos requerem atenção e cuidados para que não deixem de funcionar corretamente ou, como acontece no caso que estou comentando, parar de uma vez por todas.

Quando esses cuidados não são tomados, há brechas para que problemas comecem a aparecer.

No início, podem ser falhas pequenas, as quais podem até mesmo passar despercebidas pelo condutor. No entanto, cada detalhe fora do padrão pode levar a complicações mais graves.

Dessa forma, é indispensável submeter o veículo a revisões periódicas. Não providenciar as revisões e manutenções pode levar à fundição do motor.

Além disso, outro fator que pode fazer com que o motor funda é abastecer o veículo com combustíveis cuja procedência não seja conhecida ou seja, até mesmo, duvidosa.

É normal que os condutores busquem por postos de gasolina onde o preço esteja mais acessível. Porém, o barato pode sair caro, conforme o ditado popular.

Manter sempre o veículo devidamente lubrificado é outra atitude importante a fim de evitar que o motor acabe fundindo.

A falta de lubrificação do motor é uma das principais causas desse problema. Isso porque o óleo do motor é responsável, também, por não permitir que o motor atinja uma temperatura muito elevada.

Por essa razão, se houver sujeira no óleo, se ele for adulterado ou caso exista algum problema na bomba, isso pode levar o motor a não funcionar mais.

 

Veja Quais Sinais Podem Indicar a Fundição do Motor

Os primeiros sinais dados pelo veículo, indicando que o motor pode estar prestes a fundir, consistem em ruídos leves, como os de pequenas batidas entre seus componentes.

Aos poucos, esses sons vão se intensificando, até que sejam perfeitamente perceptíveis. Nesse caso, é urgente procurar algum profissional capaz de verificar o que está acontecendo.

Pode acontecer de seu veículo apresentar dificuldades em dar partida. Insistir pode ser um erro grave, visto que forçar peças já danificadas pode contribuir para que o motor pare de trabalhar.

Nesse caso, os fios acabam superaquecendo, fazendo com que comece a sair fumaça do motor, indicando que ele pode estar fundido.

Independentemente de o carro ser mais moderno ou mais antigo, é comum que ele apresente algum sistema de indicação de temperatura do motor.

Se algo estiver errado, algum sinal será dado, como, por exemplo, o acendimento de uma luz no painel do veículo.

Portanto, você pode perceber que o automóvel fornece uma série de avisos, como se fossem pedidos de socorro, aos quais é fundamental dar importância para não deixar que a situação se agrave a tal ponto.

 

Faça o teste

Agora que você já sabe quais são os sinais indicativos de que há algo errado com o motor do seu carro, é possível verificar se você corre o risco de passar por esse problema.

Existem meios de averiguar se o que está acontecendo com o veículo realmente é a fundição do motor.

Segundo o site da eHow Brasil, para saber se o motor fundiu, você pode rodar a polia do virabrequim do motor. Essa peça está bem ao centro e, para fazer isso, é indicado remover as velas de ignição.

Feito isso, você deve colocar um soquete no parafuso da polia e girá-lo. Caso a polia não se mova, é possível que o motor do seu carro esteja fundido.

No entanto, acho interessante ressaltar a importância de levar seu carro a um mecânico. Certamente, um profissional terá melhores condições de analisar o veículo e detectar o real problema.

 

Como Evitar

Manter as revisões do carro sempre em dia é um dos cuidados importantes para evitar que o motor funda

Até agora, você viu, além dos sinais apresentados pelo automóvel, um teste para saber se o motor do carro está fundido.

Porém, é muito importante tentar evitar que isso aconteça com a principal peça do seu veículo. Por isso, vamos ver como evitar fundir o motor do seu carro.

Com alguns cuidados básicos, é possível impedir que seu carro pare de funcionar. Uma dica simples é abastecer o veículo em postos de gasolina confiáveis.

Conforme comentei anteriormente, é necessário abastecer o carro com combustível de boa procedência.

Alguns postos, infelizmente, adulteram o combustível fornecido aos motoristas. Isso pode danificar o motor do carro, além de causar problemas em outras peças do veículo.

É necessário, também, prestar atenção ao líquido de arrefecimento do seu automóvel. Lembre-se do que eu disse anteriormente sobre o aquecimento do motor.

Caso o motor atinja um nível muito alto de temperatura, seu funcionamento será prejudicado e é preciso lembrar que esse é um dos principais fatores que levam a peça a fundir.

A temperatura ideal do motor é, em média, 90°C. Para mantê-la assim, o líquido de arrefecimento deve estar entre os níveis mínimo e máximo.

Você já sabe que outra das principais causas de fundição do motor é a falta de lubrificação das peças que o compõem.

Por essa razão, é necessário manter o óleo do motor em nível adequado e, além disso, fazer a troca do óleo com periodicidade.

Na medida do possível, o motor precisa ser mantido limpo. Para isso, existem os filtros de ar, combustível e óleo.

Assim, é indispensável trocá-los conforme indica o manual de instruções do seu veículo. Um motor cheio de impurezas tende a apresentar problemas em seu desempenho, os quais podem levá-lo a fundir.

Por fim, mas não menos importante, cabe ressaltar a importância de submeter o veículo a todas as revisões necessárias.

Dessa forma, siga o calendário de revisões do seu veículo, para que um profissional esteja sempre a par da situação do carro, evitando, assim, que ele chegue a um estado grave a ponto de deixar de funcionar.

 

Retificar Motor Fundido é Uma Boa Opção?

Assim como receber a notícia de que algum familiar ou amigo está doente, saber que o motor do carro fundiu é algo que pega o condutor de surpresa e é muito preocupante.

O mais normal é pensar no que fazer para solucionar o problema e voltar a ter seu veículo para seguir dirigindo.

Pode ser que lhe seja indicado retificar o veículo. Mas o que é retificar?  Além disso, vale mais a pena consertar o motor ou comprar outro?

Retificar o motor é algo delicado e complicado. Isso porque é um procedimento realizado para reparar peças danificadas para que o motor, como um todo, possa voltar a trabalhar.

Os virabrequins e as bielas são peças que podem ser reparadas. No entanto, na retífica, não é feito somente reparo de peças, pois algumas não podem ser retificadas.

Com isso, pistões e retentores, por exemplo, são substituídos quando apresentam problemas e o motor é retificado.

Para que você tenha mais uma ideia, nesse procedimento, o profissional encarregado pela realização do trabalho aplaina e retira os itens defeituosos.

Além disso, ele deve verificar a pressão dos cilindros e se existem folgas de juntas ou tuchos.

Devido à complexidade do serviço, é habitual que seja cobrado um alto valor para a realização dos reparos. Refiro-me a até 40% do valor do seu carro.

Por essa razão, muitas pessoas se perguntam se vale a pena retificar o veículo ou se o melhor seria comprar um motor novo.

 

Quanto custa um motor novo?

Os preços de motores novos variam de acordo com o modelo e ano do seu carro

Trocar o motor do veículo, colocando um novo no lugar do que fundiu, pode ser uma boa opção para quem deseja permanecer com o automóvel por mais tempo.

O lado ruim de trocar o motor está no fato de que a peça pode custar caro, de acordo com o modelo e o ano do seu carro. Pode acontecer de o motor custar até 50% do valor de seu veículo na tabela FIPE.

Outro detalhe importante a ser considerado no momento de decidir entre a troca do motor ou a retífica da peça é a necessidade de regularizar a situação do veículo junto ao DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito).

Isso porque o Departamento precisa dar baixa do número de registro do motor fundido e registrar a identificação do motor novo no documento do seu carro.

Mas no que se refere ao valor da peça, decidi fazer uma breve pesquisa no site Mercado Livre, por ser um espaço de venda em que pessoas do Brasil inteiro anunciam seus produtos.

O que posso dizer para você é que os valores variam bastante, dependendo do carro para o qual o motor for adquirido.

Para dar um exemplo, posso citar um motor completo novo para um Volkswagen Fox 1.0 2014. Ele custa, em um dos anúncios, por volta de R$ 7.900,00.

Por outro lado, encontrei um motor completo e novo Volkswagen, para Golf 2.0, entre os anos de 2014 e 2017, por exemplo. Esse custa, aproximadamente, 33 mil reais.

É óbvio que mencionei apenas 2 exemplos de motores que encontrei em minha pesquisa. Logicamente, você poderá encontrar muitos outros na internet e em lojas especializadas.

Mas acredito que esses exemplos sirvam para demonstrar a grande variedade de valores cobrados por motores novos, caso esteja pensando em trocar o do seu veículo, ao invés de retificá-lo.

Não posso deixar de alertar para a importância de buscar por profissionais e lojas de confiança, pois é arriscado confiar em pessoas e estabelecimentos desconhecidos. Lembre-se de que o funcionamento do seu veículo depende da qualidade do serviço realizado nele.

 

Motos: Por Que o Motor Funde?

Saiba o que pode causar a fundição do motor em motos

Até o momento, falei sobre por que o motor funde em carros. No entanto, não posso esquecer que esse é um problema que acontece nos motores de motocicletas também.

Por essa razão, preparei esta seção para os motociclistas, de modo a trazer algumas causas para a fundição dos motores das motos e dicas para evitar que esse problema aconteça com você.

Assim como nos carros, são vários os motivos que podem levar o motor da moto a fundir. Alguns deles são os mesmos já comentados neste artigo.

Por exemplo, o descuido com o nível de óleo no motor. A principal peça de funcionamento das motos também precisa rodar em temperatura normal e bem lubrificada.

Existe um conselho dado a quem compra uma moto zero quilômetro, o qual consiste em amaciar o motor durante um período de tempo.

Amaciar o motor da moto significa permitir que as peças que o compõem se acostumem ao uso que você fará do veículo.

Com isso, nos primeiros quilômetros rodados, as peças do motor se acomodarão e serão lubrificadas.

Para isso, o aconselhável é não ultrapassar 50% das rotações onde começa a faixa vermelha da sua moto nos primeiros 150 quilômetros rodados.

Após isso, o ideal é rodar, nos 150 km seguintes, sem ultrapassar dois terços da faixa vermelha para, então, poder atingir as rotações máximas.

Alguns motociclistas desconsideram essas orientações e, com isso, acabam forçando demais o motor do veículo e, dessa forma, danificam as peças, levando à fundição do motor.

Vale ressaltar que, mesmo depois de o motor já ter sido amaciado, não é adequado pilotar sua moto na faixa vermelha durante muito tempo.

Agora, gostaria de comentar uma atitude comumente presenciada pelas vias do país, mas que pode ser extremamente prejudicial para o motor das motocicletas.

Existem motociclistas que gostam de exibir algumas manobras nas vias, como empinar roda ou fazer zero, entre outras.

Apesar de atrair a atenção de muitas pessoas, essas exibições podem fazer com que o motociclista perca a sua moto.

Isso porque essas práticas exigem 100% do motor da moto. No entanto, os fabricantes consideram que, em situações normais de uso, o veículo utilize até 80% de sua capacidade total.

Com isso, o aquecimento do motor aumenta, fazendo com que o desgaste de suas peças seja maior do que o esperado.

Fique atento, ainda, ao corte de giro. É muito comum encontrar motociclistas utilizando esse recurso para chamar a atenção de outros usuários das vias ou até mesmo provocar condutores de outros veículos quando cometem alguma atitude inadequada.

No entanto, o limitador de giro serve para evitar que o motor seja danificado em casos de excesso de rotação. Portanto, esse recurso deve ser utilizado raras vezes.

Desse modo, caso o corte de giro seja utilizado muitas vezes, o motor da moto corre o risco de fundir.

Portanto, é muito importante que você procure utilizar sua moto com cuidado, de modo a pilotá-la de forma correta para evitar a sua perda.

 

Conclusão

Seja qual for o seu veículo, é indispensável cuidá-lo para evitar problemas graves

Neste artigo, você soube um pouco mais a respeito dos motores de carros e motos, de modo a descobrir por que o motor funde.

Agora, você já sabe quais são algumas das causas que levam o motor a fundir.

Por isso, não deixe de seguir as dicas que trouxe para que você não venha a perder seu veículo por causa de motor fundido.

Não desconsidere o fato de que o mau uso do veículo pode danificar as peças do motor e de outros elementos.

Além disso, nunca se esqueça de que a condução inadequada de veículos pode levar à aplicação de multas de trânsito.

Caso isso aconteça, você pode ser punido com multa, pontos na carteira e demais penalidades previstas pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

Porém, não se esqueça de que você possui 3 chances de recorrer e reverter a situação: enviando a Defesa Prévia ao órgão autuador, recurso à JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infração) em 1ª instância e recurso ao CETRAN (Conselho Estadual de Trânsito) em 2ª instância.

Se você quiser contar com o auxílio de quem tem experiência em recursos administrativos, conte comigo e com toda a equipe de especialistas do Doutor Multas.

Basta enviar cópia do Auto de Infração ou da Notificação de Penalidade para que eu possa analisar seu caso de forma gratuita.

Se preferir, fale com um consultor por meio do telefone 0800 6021 543.

Se este artigo foi útil para você, compartilhe com seus amigos.

Ficou com alguma dúvida? Deixe-a nos comentários para que eu possa responder.

Cuidados com o Veículo: Descubra Por Que o Motor Funde e Saiba o Que Fazer Para Evitar Esse problema.
5 (100%) 1 vote