Sinalização Viária

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e fale com o especialista!

Você sabia que sinalização viária é o mesmo que sinalização de trânsito?

A sinalização viária é o meio pelo qual é informado ao condutor regulamentações, limites de velocidades permitidas, localização, quilometragem, perigos, direções a seguir, animais na pista, área escolar, divisão de perímetro urbano e rural, entre outras situações.

Estas informações são de extrema importância para os usuários das vias e o meio de comunicação entre o motorista e o gerenciamento de trânsito.

sinais de transito o que sao

A sinalização viária não diz respeito somente às rodovias e cidades, ela também é utilizada em condomínios, parques industriais, parques públicos e demais locais onde haja trânsito de veículos automotores, ciclistas e pedestres.

Essa sinalização viária pode ser de alguns tipos, como: sonoras, luminosas, horizontais, verticais e até mesmo gestos feitos pelo agente de trânsito e pelo condutor são considerados sinalização de trânsito.

A sinalização tem enorme importância pois garante a organização do trânsito bem como o cumprimento de leis e preserva o direito dos motoristas e de todos que utilizam as vias. Ela pode comunicar um acidente, um desvio temporário, alguma reforma, enfim, são inúmeras necessidades que podem ser comunicadas através da sinalização de trânsito.

O conhecimento das principais sinalizações viárias é requisito fundamental para aprovação no exame teórico da carteira nacional de trânsito CNH e é tema abordado no curso preparatório.

Como funciona a sinalização viária?

Através de símbolos de formatos diferentes a comunicação que organiza o trânsito acontece.

Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita
Banner Consulta Grauita

Muitos desses símbolos são iguais e utilizados em praticamente todos os países do mundo, isso foi determinado após a convenção de Viena onde ocorreu a convenção sobre trânsito viário, em 1968. A padronização de alguns símbolos que organizam o trânsito surgiu da necessidade de integrar e orientar turistas e empresas multinacionais que circulam por todo mundo.

Os símbolos que diferem dessa padronização são baseados em poderes legislativos que buscam atender as necessidades específicas de determinado país ou região.

Características da sinalização viária atual.

A sinalização viária incluindo placas e formas atendem à demanda atual, comunicando o motorista sem roubar a atenção dele, através de informações intuitivas. Por isso foram desenvolvidos 6 tipos padrões de sinalização.

Sinalização horizontal

É o mais comum utilizado internacionalmente, são pintados no chão, como as faixas que dividem as pistas numa estrada mão dupla, faixas de pedestres, demarcação de espaços para estacionamento de veículos, limites de velocidades. Geralmente servem para estabelecer a estrutura básica das ruas.

Sinalização vertical

Também bastante comum, são mais de 100 placas padrão e elas regulamentam condições de trânsito. Algumas indicam a velocidade máxima permitida, brancas, com contornos vermelhos e símbolos pretos. As placas verdes indicam destinos e distâncias, as marrons apontam pontos turísticos, os azuis serviços prestados e disponíveis, pretas identificam rodovias. As amarelas com símbolos pretos são placas de advertências e são todas em losango.

Sinalização gestual

Conforme já mencionamos gestos as vezes são necessários para guiar a organização do trânsito quando placas e sinalização horizontal não são suficientes. Quem possui autoridade para exercer essa função é o agente de trânsito, e alguns gestos são de conhecimento de todos os motoristas, como os gestos que indicam redução de velocidade, para obrigatória etc.

Sinalização sonora

Utilizada pelo agente de trânsito sempre acompanhada de algum gesto, existem 3 sinais sonoros principais realizados através de um apito. Siga: realizado com 1 silvo no apito. Pare: 2 silvos breves no apito. Diminua a velocidade: 1 silvo longo no apito.

Além desta sinalização sonora por apito, hoje se encontram alguns alarmes instalados que tem função de orientar deficientes visuais, como na travessia de ruas e avenidas.

Sinalização luminosa

Conhecida popularmente como semáforo, servem para controlar o trânsito, onde há encontro de vias. A versão mais conhecida é o semáforo de 3 cores, onde o vermelho indica que a passagem é proibida, o amarelo indica que se deve parar e esperar e o verde significa que está autorizado o fluxo.

Foi multado? Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e fale com o especialista!

Uma outra forma de sinalização luminosa conhecida é o pisca-alerta ou pisca-pisca ativado dentro dos automóveis, usado para advertir outros motoristas ou pedestre de algumas situações do trânsito, como redução brusca de velocidade, trânsito parado, neblina, parada rápida para carga e descarga em local inapropriado, entre outros.

Dispositivos auxiliares

São alguns dos exemplos mais conhecidos de dispositivos auxiliares na sinalização viária: cones, tapumes, caminhões com sinalizadores luminosos, marcadores de perigo, imitação de trabalhador segurando uma bandeirinha.

Eles são utilizados em conjunto com outros meios de sinalização para reforçar a comunicação de uma situação específica.

Conclusão

A sinalização de trânsito é um recurso extremamente necessário que garante o cumprimento de leis, o seguimento de regulações e que visam promover a segurança e a organização do trânsito. Esses meios seguem alguns padrões específicos mundialmente. No Brasil, as placas são fabricadas dentro de critérios legais e seguindo o Código Brasileiro de Trânsito (CBT), de acordo com a ABNT que regulamente e fiscaliza.

O conhecimento dos principais meios de sinalização é obrigatório para o portador da CNH e devem ser respeitados para não incorrer em multas e penalidades impostas por lei. O recurso de sinalização viária também é ampliado para locais privados como parques e condomínios.

A lei de trânsito mudou e a sua CNH pode estar em risco! Você tem uma multa e quer evitar a perda da habilitação? Clique aqui e fale com o especialista!