Faróis do Veículo: Realizando a Manutenção no Tempo Certo e da Maneira Certa

farol de veiculo

Os faróis constituem um dos acessórios mais importantes do veículo, pois são eles que permitem a visibilidade tanto do condutor que conduz o veículo em relação à pista quanto dos outros condutores, que podem, por meio dos faróis, identificar a presença do automóvel na pista.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

Por esse motivo é que as leis já apontam a necessidade do uso dos faróis ligados enquanto o veículo estiver andando, pois, dessa forma, há a garantia de maior segurança ao longo do percurso.

Neste artigo, você poderá conhecer alguns pontos sobre a manutenção destinada aos faróis dos veículos, como ela deve ser feita e por quais motivos deve ser realizada de tal maneira.

 

A importância da manutenção recorrente dos faróis

farol de veiculo importancia
A verificação dos faróis pode ser feita por você mesmo

Ainda que não possa levar o veículo com frequência a uma oficina mecânica, é recomendado que o condutor faça ele mesmo a verificação dos faróis. A recomendação é que ele verifique as luzes do seu veículo mais ou menos de 15 em 15 dias, já que as lâmpadas podem ser afetadas por uma série de fatores que vêm a diminuir sua capacidade de luminescência, podendo gerar problemas na hora de viajar.

Não existe nenhum método de verificação específico, apenas pede-se que o condutor faça a testagem dentro da sua garagem, ou de outro ambiente em que possa colocar o veículo mantendo as aberturas fechadas.

Em caso de identificação de problemas na iluminação, muitas vezes não detectados à luz do dia, por exemplo, deve ser realizada a troca da lâmpada antes que o veículo volte a circular.

Entretanto, para a realização da troca da lâmpada, o condutor deve seguir algumas recomendações.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

O que indica a Lei para a troca e uso de faróis

O primeiro aspecto que deve ser observado pelo condutor ao realizar a troca da lâmpada de seu veículo é que a lâmpada que substituirá a antiga deve necessariamente estar liberada para uso pelo INMETRO. Assim, um modelo que não apresente o selo do órgão regulamentador, mesmo que esteja dentro dos pré-requisitos técnicos, pode não garantir a segurança ao ser utilizado.

No início deste ano, a resolução para troca de lâmpadas de farol foi modificada. A agora resolução 667/17 do CONTRAN aponta que, a partir de 2021, as lâmpadas dos faróis deverão ser substituídas somente por outras lâmpadas de categoria e potência iguais às que o automóvel possui de fábrica.

Dessa forma, até esta data ainda segue vigente a regulamentação estabelecida nas resoluções do CONTRAN nº 383 e nº 548, de 2011 e 2015 respectivamente. Elas apontam, em sua ordem, normas para o uso de faróis em automóveis e em motocicletas, triciclos, motonetas e semelhantes.

Para o primeiro grupo, apenas a luz branca é permitida para faróis de luz baixa, de luz alta, de longo alcance e de rodagem diurna. Para faróis de neblina dianteiros, luzes de cor branca ou amarela são permitidas.

Para o segundo grupo, as lâmpadas de cor branca ou amarela são permitidas para farol de facho de luz alta, de luz baixa, lanterna de iluminação de placa de licenciamento, lanterna de posição dianteira. Lâmpadas vermelhas devem ser utilizadas em lanterna de posição traseira e retrorrefletor traseiro. Ainda, lâmpadas de cor âmbar devem ser utilizadas na lanterna de advertência e na lanterna indicadora de direção.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

Se o condutor desejar realizar a troca de uma lâmpada halógena (comum) por uma lâmpada superbranca ou de Led, pela antiga legislação ainda é possível. Porém, pelo fato de essa troca gerar uma alteração nas características originais de fábrica do veículo, ela deve ser registrada no DETRAN.

Dessa forma, ao trocar a lâmpada original, o condutor deve realizar o preenchimento de uma ficha e enviar ao órgão de trânsito onde está registrado o veículo para que seja possível fazer a alteração. Após aprovada, ele deve realizar uma nova vistoria, para que, assim, possa receber um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV), no qual constará a informação sobre a iluminação modificada.

Por isso, como você pode ver, é possível, realizando a manutenção dos faróis do seu veículo, substituir a lâmpada quando julgar necessário, desde que a modificação atenda ao que mandam as resoluções.

 

Conclusão

farol de veiculo conclusao
Manter os faróis em bom funcionamento é, acima de tudo, uma questão de segurança

Conforme as informações disponibilizadas, você pode ver que é de extrema importância a realização da verificação e a troca dos faróis do seu veículo, já que são acessórios indispensáveis para que você possa dirigir com segurança.

Entretanto, essa troca deve atender a algumas exigências, feitas para evitar que o uso inadequado dos faróis venha a prejudicar a segurança do condutor e também dos demais, que podem sofrer o efeito das luzes no momento em que os veículos estabelecem proximidade na pista.

Portanto, manter os faróis do seu carro funcionando, e funcionando da maneira correta, pode ser uma questão crucial para que a sua segurança seja mantida ao utilizar o seu veículo.

O que você achou das dicas para a troca e manutenção dos faróis do seu carro? Você costuma seguir alguma delas? Compartilhe as informações com seus amigos e deixe seu comentário.

Recorra sua multa de trânsito

Baixe o PDF grátis

 

Faróis do Veículo: Realizando a Manutenção no Tempo Certo e da Maneira Certa
Esse texto te ajudou?