Qual Empresa de Recurso de Multa Contratar?

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.

Você já ouviu falar nos serviços prestados por empresas de recurso de multa?

Recebeu uma notificação de autuação e quer saber como essas empresas podem ajuda-lo?

Tem dúvidas sobre como recorrer e qual a melhor empresa de recurso de multa para contratar?

Se a resposta para essas questões for sim, este artigo poderá ajuda-lo.

Aqui, você vai ficar bem informado sobre tudo que envolve recurso de multa de trânsito.

Vai descobrir que as empresas de recurso podem aumentar muito as suas chances de sucesso na defesa.

Vai conhecer, também, a indústria da multa e os possíveis prejuízos em não recorrer, bem como ficar sabendo que a indústria de recurso também existe, descobrindo como identificar possíveis golpes.

Irá conhecer a Doutor Multas, uma empresa que conta com uma experiente equipe de especialistas em recursos que já ajudou milhares de condutores brasileiros.

Portanto, leia este artigo até o final e saiba como se livrar da multa o quanto antes.

Boa leitura!

Recebi Uma Notificação de Autuação. E Agora?

É muito importante observar se há erros na notificação, pois eles poderão ser ótimos argumentos na sua defesa.

Se você recebeu uma notificação de autuação e está com receio das penalidades que a lei prevê para quem não segue as normas de trânsito, não se apavore.

Em primeiro lugar, lembre-se de que sempre é possível recorrer, independentemente do tipo de infração cometida.

Esse é um direito previsto por lei para todo cidadão, portanto, nada mais justo que usar a lei a seu favor, certo?

Em segundo lugar, a boa notícia é que, se você não se sente seguro para elaborar a sua defesa, você pode contar com os serviços especializados de empresas de recurso de multas e, assim, aumentar as chances de sucesso de seu recurso.

Ficou mais tranquilo? Então, confira, ao longo deste artigo, quais passos você precisa seguir para se defender e o quanto os serviços de uma empresa de recurso de multa podem ser úteis ao processo.

 

Por Que Contratar os Serviços de Uma Empresa de Recurso de Multa?

Como acontece em todos os processos legais, o recurso de multa de trânsito é um documento que exige uma escrita própria.

Assim, esse tipo de documento precisa ser redigido com uma escrita objetiva, ou seja, focada nos fatos apresentados.

Aliás, esse é um grande diferencial de um recurso bem elaborado.

Portanto, uma empresa de recurso que já tem experiência em elaborar esse documento específico terá muito mais êxito ao apresentar a defesa.

Outro ponto positivo para o sucesso de um recurso de multa de trânsito é a escolha adequada dos argumentos a serem utilizados no processo.

Assim, cabe também ao profissionalismo e experiência da empresa de recurso saber quais argumentos usar e quais não usar.

Além do mais, mesmo ciente de que a garantia de acolhimento (deferimento) do recurso nunca é de 100%, um bom profissional sabe o momento certo de entrar novamente com o recurso e tentar uma outra chance junto ao órgão competente.

Como você pode ver, são muitos os benefícios em se contratar os serviços de uma empresa de recurso de multa.

Sem dúvidas, poder contar com a ajuda de quem entende do assunto, não tem preço.

Ainda mais tendo em vista a grande quantidade de multas de trânsito que são aplicadas anualmente no país.

Falando nisso, você já se perguntou por que o número de condutores multados tem crescido tanto nos últimos anos?

Vou falar um pouco mais sobre isso na próxima seção. Acompanhe!

Indústria da Multa? O Que é?

Você já percebeu que, quando tudo parece andar bem, surge uma notificação de infração de trânsito que, muitas vezes, nem imaginamos quando, onde e se a cometemos?

Essa é uma realidade que está cada vez mais presente na vida dos condutores brasileiros.

Aliás, os próprios motoristas concluíram isso e várias vezes levantaram suspeitas da possível existência de indústrias de multas.

Ou seja, da existência de um interesse maior por trás desse tipo de arrecadamento de dinheiro.

Assim, de acordo com relatos desses condutores, algumas prefeituras, entidades e outros órgãos responsáveis estariam dando mais atenção ao retorno financeiro das multas do que à reeducação dos motoristas.

E isso certamente vai contra a legislação de trânsito, visto que o objetivo principal do CTB é garantir a segurança no trânsito por meio da educação dos usuários das vias públicas.

Mas, parece que as estatísticas só comprovam as suspeitas de existência de indústrias de multa.

Confira a seguir.

A indústria da multa é investigada em São Paulo

Um levantamento feito pelo Datafolha revelou que, curiosamente, 25% dos condutores paulistas já receberam advertência.

Também se constatou que, por causa da instalação de um maior número de radares nas estradas, o número de multas praticamente dobrou na cidade de São Paulo.

Outra questão intrigante e muito comentada entre os condutores é a meta que precisa ser batida pelos agentes rodoviários.

Você já ouviu falar nela?

Trata-se de uma suposta meta que determinaria o número de multas que os agentes deveriam aplicar em determinado tempo.

Uma forma de conseguir atingir essa meta, por exemplo, é burlar o limite de velocidade dos radares.

Essa prática foi constatada no ano passado em um pequeno trecho da rodovia do interior de São Paulo, em que a o limite de velocidade permitida para o local foi alterado três vezes em um curto período de tempo.

Dessa forma, milhares de condutores receberam notificações de infrações registradas por radares móveis irregulares.

Existem, inclusive, suspeitas de que essa prática esteja acontecendo em vários estados do País e, por isso, está sendo   no interior do estado de São Paulo.

Como você viu, a legalidade da aplicação da multa também precisa ser checada.

Tal averiguação também pode ser feita pela empresa de recurso de multa.

Portanto, entrar com recurso é fundamental, pois, assim você exerce o seu direito à defesa contra possíveis atos de abuso de poder e evita dores de cabeça futuras.

Na próxima seção, veja quais são os possíveis prejuízos em não recorrer de multa de trânsito.

 

Prejuízos Por Não Entrar Com Recurso de Multa

O próximo passo é recorrer administrativamente.

 

Um dos principais receios de um condutor é ficar sem o seu direito de dirigir, certo?

Ainda mais se esse motorista depende do veículo para trabalhar e, assim, ajudar no sustento da casa.

Pois bem, essa possibilidade existe.

Por exemplo, se você não recorrer, os pontos irão se acumulando e, quando menos você espera, poderá ter atingido o limite máximo permitido por lei.

Saiba, a seguir, como o seu direito de dirigir pode ser suspenso.

Suspensão do direito de dirigir

O CTB, em seu art. 261, prevê que o seu direito de dirigir poderá ser suspenso em duas situações.

A primeira refere-se ao acúmulo de pontos na CNH.

Conforme o inciso I do art. 261, toda vez que o motorista acumular, em um período de 12 meses, a contagem de 20 pontos na carteira, o seu direito será suspenso.

Assim, sempre que você deixa de recorrer, ainda que pague o valor da multa, os pontos irão aumentando e facilmente poderão superar a somatória de 19 pontos, o máximo permitido.

Nesse caso, a suspensão do direito de dirigir pode ser de seis meses a um ano.

E, se dentro do período de 12 meses, o infrator exceder mais de uma vez o limite máximo de pontos, a pena será suspensão da CNH de oito meses a dois anos.

A segunda situação que poderá ocasionar a suspensão da CNH está prevista no inciso II do artigo 261.

Trata-se do cometimento de infrações cuja penalidade prevista pelo CTB é a suspensão imediata do direito de dirigir.

Como exemplos de infrações autossuspensivas, posso citar:

Porém, essas infrações, ainda que sejam autossuspensivas, não impedem que você entre com recurso para defender-se.

Isso porque o próprio CTB prevê que é possível recorrer de qualquer infração, independentemente da sua gravidade.

No entanto, se você não recorrer, não poderá seguir dirigindo.

Veja, a seguir, por que isso acontece.

Ser impossibilitado de seguir dirigindo após cometimento de infração

Como a lei prevê que é possível recorrer de qualquer infração de trânsito, você pode entrar com recurso até mesmo para as infrações autossuspensivas.

Assim, enquanto o processo administrativo do recurso estiver em andamento, as penalidades não poderão ser aplicadas.

Ou seja, enquanto as autoridades competentes estiverem decidindo se manterão ou não as penalidades, você permanece com o seu direito de dirigir.

Mas, se você decidir por não recorrer, os prejuízos serão bem maiores, pois não poderá seguir dirigindo.

Como você pôde ver pelos exemplos acima, os prejuízos de não entrar com recurso são muitos.

E certamente não é o que você quer, não é mesmo?

Por isso, na sequência, vou trazer informações importantes sobre como entrar com recurso de multa e se livrar do problema o quanto antes.

Acompanhe.

Como Entrar Com Recurso de Multa?

Se você não tem experiência em elaborar o próprio recurso, peça ajuda a uma empresa de recurso de multa.
Se você não tem experiência em elaborar o próprio recurso, peça ajuda a uma empresa de recurso de multa.

 

Uma das dúvidas mais comuns entre os condutores é referente à possibilidade de elaborar o próprio recurso.

A resposta é sim, ou seja, é possível elaborar o próprio recurso.

Entretanto, como já vimos neste artigo, para aumentar as chances de sucesso de um recurso, é preciso que ele esteja bem elaborado.

Isso quer dizer que é preciso saber escolher os melhores argumentos e, a partir deles, elaborar o recurso com escrita objetiva e direta.

E isso somente é possível quando se tem familiaridade e experiência com esse tipo de processo.

Por isso, o melhor é pedir ajuda às empresas de recurso de multa.

No entanto, se, ainda assim, você quiser tentar elaborar o seu próprio recurso, deixo, a seguir, algumas dicas para otimizar o seu processo.

Primeiro, vou comentar sobre os argumentos que você pode usar na confecção do seu recurso.

Após, vou citar cinco exemplos de argumentos que você não deve usar na sua defesa.

Confira na sequência do artigo.

Quais os melhores argumentos para um recurso de multa?

Alguns aspectos devem ser observados quando se recebe um documento de notificação.

Por exemplo, é preciso conferir se o documento está devidamente preenchido com os dados obrigatórios.

Assim, devem ser conferidos o número da placa do veículo, o local que a suposta infração foi cometida, a data, os seus dados pessoais etc.

Pode parecer que não, mas esses erros são muito comuns de acontecer.

Então, por que não usá-los a seu favor, não é verdade?

E, caso não tenha sido você a pessoa que estava conduzindo o veículo no momento da infração, você também pode argumentar.

Ou seja, você tem o direito de indicar o verdadeiro condutor. Veja.

Indicação de Condutor

Se não foi você quem estava dirigindo o veículo no momento da infração, você pode indicar o real condutor.

Conforme previsto na lei, caso o proprietário do veículo não faça a indicação de condutor, ele será considerado o infrator e, consequentemente, responsabilizado pela infração.

Além disso, o art. 257 (§ 7º) do CTB prevê que o proprietário do veículo tem até quinze dias após a notificação de autuação para fazer a indicação.

Veja, a seguir, quais argumentos você não deve usar na elaboração do seu recurso.

Cinco piores argumentos para um recurso de multa de trânsito

Nunca argumente com as seguintes declarações:

1 — dizer que você é uma pessoa correta.

Esse tipo de informação não é levado em consideração na hora do julgamento do seu recurso.

A função dos membros dos órgãos julgadores é analisar a situação relatada pelos agentes de trânsito e as justificativas do autuado.

2 — dizer que nunca foi multado.

Afirmar que nunca foi multado é um argumento fraco e irrelevante para quem está julgando o recurso.

Isso porque nenhum condutor está imune a responder por alguma infração de trânsito.

Mesmo que seja resultado de um momento de distração seu ou por possível engano da autoridade de trânsito, você está sujeito a ser multado.

3 — dizer que não cometeu a infração, ainda que não possa provar.

Negar que cometeu a infração é desnecessário, pois, caso contrário, o recurso não faria sentido.

Entretanto, caso falte alguma prova, você pode ressaltar que não desrespeitou a lei.

4 — dizer que o local é perigoso.

Em caso de infração por excesso de velocidade, por exemplo, não adianta argumentar que o local é perigoso.

Tal argumento é inválido porque os responsáveis pelo julgamento procuram seguir o previsto no CTB, o qual define as normas de conduta no trânsito.

5 — dizer que não foi abordado.

A comissão avaliadora do recurso certamente não levará esse argumento em consideração.

O CTB, em seu art. 280 (§ 3º), prevê a possibilidade de o agente de trânsito relatar as circunstâncias que levaram a tal procedimento toda vez que a autuação em flagrante seja inviável.

Também é muito importante que você conheça as etapas de um recurso de multa de trânsito.

Confira a explicação do passo-a-passo a seguir.

Defesa Prévia

Esta é a sua primeira chance de se defender, ou seja, o momento em que você pode ingressar com a sua defesa.

Para isso, você deve observar a data limite de envio que consta na própria notificação e os documentos requisitados, que são:

  • O documento do Auto de Infração de Trânsito (quando for o caso);
  • Uma cópia autenticada do documento de notificação de autuação e do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo);
  • Uma cópia autenticada da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), Carteira de Identidade e CPF (quando for pessoa física);
  • Uma cópia autenticada do contrato social/alterações com a identificação do representante legal (quando for pessoa jurídica);
  • Caso seja requerimento impetrado por um procurador, é necessário que seja juntado instrumento de outorga de poderes específicos “públicos” ou “particulares”.

O envio da Defesa de Autuação também deverá ser feito ao endereço descrito na notificação recebida.

Caso a sua defesa não seja acolhida nesta etapa, você ainda terá duas chances de recorrer administrativamente. Confira a seguir.

Recurso em Primeira Instância

Se a sua Defesa foi indeferida, isto é, negada, é preciso recorrer administrativamente para tentar se livrar da multa.

Nesse caso, você deve enviar o recurso à JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infrações).

Importante: caso já tenha apresentado Defesa de Autuação, você não precisa anexar os documentos descritos acima.

Se o seu recurso novamente foi indeferido, você terá mais uma chance de recorrer e tentar se livrar da penalidade da infração.

Saiba como, na próxima seção.

Recurso em Segunda Instância

Esta é a última etapa do recurso administrativo.

Desta vez, você deverá recorrer ao CONTRAN (em caso de autuação por órgão da União), ao CETRAN (em caso de órgão estadual) ou ao CONTRANDIFE (no caso do Distrito Federal).

Você deve fazer o envio do recurso dentro do prazo informado na própria notificação.

Até aqui, você viu os passos básicos a serem seguidos quando se precisa recorrer de multa de trânsito.

Entretanto, como já mencionei neste artigo, é preciso muito mais do que saber quais etapas do processo seguir para obter sucesso na defesa.

É preciso selecionar os melhores argumentos a serem usados no processo e elaborar o documento com uma escrita objetiva e própria para esse tipo de documento.

E isso se consegue somente com experiência e profissionalismo de quem lida com recursos de multa de trânsito diariamente.

Ou seja, uma empresa de recurso de multa de trânsito que oferece serviço especializado.

A Doutor Multas, por exemplo, é uma empresa que conta com a melhor equipe de profissionais especializados em recursos de multas de trânsito do país.

Confira as características da empresa na próxima seção.

 

Doutor Multas, a Empresa de Recurso de Multa de Trânsito Ideal Para Você

Fazendo uma busca mais atenta, você encontrará empresas sérias e dispostas a lhe ajudar.

Uma boa notícia para você que precisa recorrer é que existem empresas de recurso de multa sérias e comprometidas com a qualidade dos serviços que oferecem.

Uma empresa que se preocupa em oferecer o melhor serviço aos seus clientes é a Doutor Multas.

Sabendo que cada caso possui especificidades que precisam ser levadas em consideração no momento da defesa, a empresa Doutor Multas oferece serviço especializado e personalizado aos seus clientes.

Veja, por exemplo, como a empresa é comprometida em oferecer os melhores serviços aos seus clientes.

No Reclame Aqui, a reputação da empresa Doutor Multas é 8.8, ou seja, “ótima”. Essa classificação é feita com base nas seguintes informações:

  • Reclamações de clientes respondidas pela empresa: 100%. Ou seja, todas as dúvidas foram sanadas;
  • 86,7% dos clientes voltariam a fazer negócio com a empresa Doutor Multas;
  • 86,7% dos casos apresentados à empresa foram solucionados;
  • Nota do consumidor aos serviços prestados pela empresa: 8,27.

Além disso, a empresa está presente nas redes sociais e outras plataformas como Jusbrasil, Jurisway, Uai, O Tempo etc.

Assim, além de oferecer serviços de qualidade, a Doutor Multas também se destaca por estar sempre próxima dos motoristas, ajudando a resolver todos os assuntos relacionados ao trânsito.

Essa transparência é fundamental para que o cliente se sinta confiante para solicitar os serviços da empresa no momento em que ele mais precisa.

Entretanto, é preciso tomar alguns cuidados na hora de optar por uma empresa de recurso de multa, pois nem todas são idôneas e comprometidas com os serviços que oferecem.

Confira, a seguir, e preste atenção aos riscos.

 

Cuidados Que Você Deve Ter ao Contratar os Serviços de Uma Empresa de Recurso de Multa

Você já ouviu falar na indústria do recurso?

É comum muitas autuações não apresentarem foto que comprovem que o veículo autuado realmente esteve envolvido na infração.

Assim como também não costuma estar descrito, nessas autuações, que o radar responsável pelo registro da infração estava devidamente aferido pelo INMETRO.

Outro fato curioso é que quando é o próprio autuado que interpõe recurso, ele quase nunca consegue a anulação para o auto de infração.

Tal dificuldade está presente mesmo quando se trata de infrações absurdas, como, por exemplo, o piloto de uma moto ser multado por não utilizar cinto de segurança.

Ainda que o motoqueiro tenha devidamente apresentado recurso, o mesmo não foi acolhido pelo Poder Público.

Assim, sempre que o Poder Público deixa de acolher um recurso, em primeira instância por exemplo, o condutor acaba tendo que contratar os serviços de empresas de recurso para recorrer em segunda instância.

Por causa desse tipo de “coincidência”, o Ministério Público está investigando um possível envolvimento de algumas empresas de recursos em esquema de corrupção.

Entretanto, ainda que sejam apenas suspeitas do MP, o que acontece é que chegam muitos recursos diariamente aos órgãos responsáveis.

Com isso, é comum que também surjam empresas de recursos de multa tentando se aproveitar do desespero de quem não pode ficar sem dirigir.

Portanto, para não ter surpresas desagradáveis na hora de escolher um serviço especializado, é necessário tomar alguns cuidados.

A maior atenção que você deve dispensar ao considerar um serviço profissional é no momento de checar os antecedentes da empresa.

Jamais cometa o erro de contratar a primeira empresa que você encontra na internet.

Leia os comentários das pessoas na página da empresa e compare as avaliações.

Entre no site do Reclame Aqui e digite o nome da empresa sobre a qual você está pesquisando e confira qual é a sua reputação.

Além disso, é muito importante consultar quanto tempo a empresa está atuando no mercado.

 

Conclusão

Contratar os serviços de uma empresa séria e experiente é fundamental para potencializar as suas chances de sucesso no recurso.

Neste artigo, você ficou sabendo que é perfeitamente possível recorrer de qualquer infração de trânsito.

Viu que a Defesa Prévia é a primeira etapa do processo e que é por meio dela que você pode tentar anular a Notificação de Autuação.

Descobriu que, caso o seu recurso não seja acolhido na defesa da autuação, você terá mais duas chances de recorrer administrativamente: a primeira e a segunda instância.

Ficou sabendo que as empresas de recurso de multa aumentam as suas chances de sucesso na defesa.

Viu, ainda, quais argumentos são fracos para um recurso e que, por isso, devem ser evitados e conferiu os cuidados que deve ter na hora de contratar os serviços de uma empresa de recurso de multa.

Você pôde entender também que, se fizer uma busca mais seleta, encontrará empresas que oferecem serviços de qualidade e que podem aumentar significativamente as suas chances de sucesso.

Por fim, ficou sabendo que a Doutor Multas é uma empresa que oferece os melhores serviços de recursos de multas de trânsito do país, pois sempre usa a lei a favor do cliente.

Este artigo ajudou você a conhecer melhor o processo de recurso de multas de trânsito?

Você ainda ficou com dúvidas sobre em qual empresa de recursos de multas de trânsito é possível confiar?

Pergunte nos comentários. Eu terei o maior prazer em responder.

Compartilhe estas informações também com os seus amigos.

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.