Sobre Duas Rodas Pela América do Sul

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.

Você já assistiu ao filme Diário de Motocicleta?

Caso não, você deve colocá-lo em sua lista de filmes para assistir. Ainda mais se você é apaixonado por motos e por viajar.

Che Guevara e o amigo Alberto Granado, com intuito de percorrer o subcontinente que conheciam apenas dos livros, deixam Buenos Aires em direção a uma aventura pela América do Sul.

Sobre “La Poderosa” – uma motocicleta velha que após 8 meses acaba quebrando –, a dupla explora países como o Chile, Peru e Bolívia.

Aventuras e reflexões sócio-políticas à parte, o cenário do filme nos permite conhecer um pouquinho das paisagens que compõem esses países.

E, sem dúvidas, posso concluir que a América do Sul possui uma paisagem de tirar o fôlego.

Montanhas cobertas de neve, desertos impressionantes, ilhas paradisíacas, praias que tornariam qualquer viagem incrível.

A variedade de lugares para conhecer é vasta e você não precisa percorrer muitos quilômetros para ter experiências incríveis.

Portanto, se você sonha em percorrer o mundo de moto, mas não sabe por onde começar, hoje irei convencê-lo a se aventurar em uma Road Trip pela América do Sul.

Separei uma lista de roteiros incríveis para quem deseja se aventurar sobre duas rodas e explorar uma paisagem sensacional enquanto sente o vento no rosto.

Arrume a mochila, faça a revisão de sua moto, encha o tanque, coloque o capacete e as luvas que a aventura vai começar!

 

Viajando pelo Brasil

 

Geralmente, quando o assunto é América do Sul, as pessoas logo pensam em Bariloche, na Argentina, ou Ilha de Páscoa, no Chile.

Quase nunca lembram que o Brasil é um dos países que compõe o sul das Américas e que possui tantas belezas quanto os outros.

Vários sites de viagem oferecem roteiros para quem deseja explorar as estradas brasileiras de moto sem pensar tanto no destino, e sim na jornada.

Dentre os trajetos sugeridos, escolhi dois para mostrar a você.

 

  • Serra do Rio Rastro (SC)

O site Quanto Custa Viajar indica, dentre alguns outros, este como o percurso com uma das mais belas paisagens.

Ligando as regiões de Bom Jardim da Serra e Lauro Miller, a rodovia apresenta um mirante de mais de 700 metros de altitude e, entre grandes paredes rochosas e uma vasta vegetação, exibe uma paisagem de tirar o fôlego.

Com 35 quilômetros de extensão, o trajeto oferece 256 curvas, além de várias subidas e descidas íngremes para você se aventurar.

Curvas da Serra do Rio Castro

 

    • Serra Fina (São Paulo – Rio de Janeiro – Minas Gerais)

    O Blog do Condutor indicou esta travessia como a mais desafiadora e difícil do Brasil. Todavia, a mais bonita.

    Com um conjunto de montanhas com mais de 10 picos acima de 2.000 metros de altitude, apresenta um cenário inspirador para os viajantes.

    Saindo de São Paulo ou Rio de Janeiro em direção à Passa Quatro, em Minas Gerais, você pode aproveitar uma das estradas consideradas como melhores da região: Presidente Dutra.

Montanhas desafiadoras da Serra Fina

 

Motoqueiros Pelo Brasil

 

O blog Mochileiros.com conta as experiências de pessoas comuns, como você e eu, que um dia resolveram sair estrada afora para viverem experiências culturais.

Uma das histórias é a de Danilo Couto que, ao repensar o modo como estava aproveitando a vida, decidiu subir em sua moto e explorar o litoral brasileiro.

Danilo visitou inúmeras praias brasileiras, conheceu aldeias indígenas e teve a oportunidade de interagir com diferentes pessoas e culturas.

Em seu site, Moto e Mochila Brasil, o aventureiro conta os detalhes e apresenta algumas fotos de sua nova missão de vida: viajar!!

Explore a experiência dele e de outros motoqueiros viajantes e inspire-se!

 

Pela América do Sul afora

 

O FanTrip, site que fornece dicas de viagem, revela os 5 destinos mais frequentados pelos brasileiros na América do Sul – os Top5 da América do Sul: Buenos Aires, Santiago, Assunção, Bariloche e San Andrés.

No entanto, para os motoqueiros, os destinos mais desejados são outros.

Separei algumas alternativas de roteiro para você que deseja altas aventuras sobre duas rodas.

  • Deserto do Atacama, Chile
Os tons que compõem o Deserto do Atacama

 

 

Este roteiro é famoso entre os viajantes de moto, apesar de ser um percurso considerado como de dificuldade média.

Você precisa ter bastante experiência no volante, pois as mudanças climáticas bruscas e as curvas cruzando a Cordilheira dos Andes podem exigir um pouco mais de você.

Se este percurso estiver na sua lista, com certeza não faltarão aventuras e encantamentos.

Além de poder ver de perto as os tons que compõem a Cordilheira do Andes, você também poderá cruzar por animais exóticos e paisagens que só o deserto mais árido possui.

Mas tente não ir durante o inverno, pois você pode ter que encarar nevascas nada agradáveis.

 

  • Patagônia, Argentina
Os cumes nevados da Patagônia

 

Ao norte da Patagônia, há uma das regiões mais bonitas da Argentina: Lagos Andinos.

Com uma paisagem digna de cinema, você avistará montanhas com cumes nevados, vulcões e diversos lagos que resplandecem o céu azul da região.

Pilotar pelo Lagos Andinos será uma experiência incrível e você ainda pode conhecer as vinícolas e vilarejos que ficam na Cordilheira do Andes.

 

 

  • Salar de Uyuni, Bolívia
O lindo espelho formado pela água no Salar de Uyuni

Conhecido como o maior deserto de sal do mundo e localizado no sudoeste da Bolívia, Salar de Uyuni é um destino bastante procurado por turistas.

Com aproximadamente 12.000 km² de área, no início do verão, o Salar recebe a visita de três espécies de flamingos – chilenos, andinos e flamingos de James.

Além disso, em época de chuvas, o chão branco de sal fica coberto por uma camada fina de água, transformando-se em um grande espelho que reflete não somente o azul do céu, mas quem caminha sobre ele.

Mas vá preparado, pois para chegar em Salar de Uyuni você precisará de pneus adequados para enfrentar determinados trechos das estradas de terra.

 

Motoqueiros pelo mundo

Elenquei três sites que, se antes você estava empolgado para viajar, agora, o deixarão louco para largar tudo e pegar a estrada.

Nestes links, motoqueiros contam suas experiências pela América do Sul e fornecem várias dicas para você não enfrentar grandes problemas pelo caminho.

Vale a pena conferir:

 

 

Além desses sites, você pode também entrar no site do Catraca Livre e conferir a matéria da alemã Simone Maria Richrdt, que largou o emprego e resolveu viajar sem a pressão de ter que retornar para casa.

A aventureira, de 36 anos, percorreu mais de 25 mil quilômetros de moto e visitou quase todos os países da América do Sul.

Se você é uma mulher aventureira que curte viajar e ama o vento no rosto que as motocicletas proporcionam, você está convocada para conhecer o roteiro e as experiências de Simone.

As mulheres estão dominando as estradas

Já escolheu seu destino?

Gostou das dicas?

Os lugares que mostrei a você acima são apenas alguns dos incríveis lugares que você escolher para fazer sua Road Trip e viver uma das melhores aventuras de sua vida.

Sites, como o South America Moto Adventure, oferecem inúmeros roteiros, muito bem planejados, para você ter uma experiência incrível e sem muitos imprevistos.

Caso não queira se arriscar muito, pelo site você pode solicitar um guia, alugar uma moto caso não tenha ou caso a sua não seja a adequada para o tipo de pista, entre outras opções que o permitirão fazer uma viagem em segurança e com mais conforto.

Mas tem algo muito importante que precisamos conversar antes de você pegar a estrada: sua documentação e a revisão de sua moto.

 

Documentos necessários para sair do Brasil de moto

 

Antes de colocar o pé na estrada, você deve conferir se sua documentação pessoal e da sua moto estão em dia e dentro das exigências do país que você deseja explorar.

É importante que você pesquise os sites dos consulados dos países pelos quais pretende passar e confirme a documentação necessária para entrar no país. Assim, você evitará problemas.

O uso do passaporte não é necessário – com exceção da Guiana Francesa – para você cruzar as fronteiras da América do Sul. No entanto, você precisa estar com todos os documentos exigidos pelos países à mão e em dia e com paciência o bastante para enfrentar as alfândegas.

Documentos pessoais

 

  • Documento de identidade: a identidade é um item indispensável, quem dirá para viajar. Embora não seja necessário, carregue junto seu passaporte para agilizar os trâmites nas aduanas.

 

  • CNH: a Carteira Nacional de Habilitação é, sem dúvida, importantíssima. Todos os países da América do Sul são signatários da Convenção de Viena para Tráfego Rodoviário, incluindo o Brasil, garantindo que a nossa CNH tenha validade em todos os países vizinhos.

 

  • PID (Permissão Internacional para Dirigir): não é um documento obrigatório, mas pode auxiliar no contato com os agentes de trânsito de onde você estiver. Caso não tenha e queira adquirir, em alguns Detrans é possível fazer o pedido pelo site.

 

  • Seguro Pessoal de Viagem: somente na Guiana Francesa é obrigatório, e todos que estão na viagem, você, família ou amigos, devem apresentar. Embora não seja obrigatório em alguns países, é importante que você o faça, pois oferece uma série de benefícios, como remédios, médicos e translado, por exemplo.

 

  • Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia – CIVP: você encontra a lista de países que exigem o Certificado no site da OMS – Organização Mundial da Saúde. O Paraguai, por exemplo, exige do viajante brasileiro o registro de vacinação contra a febre amarela.

 

 

Documentos da moto

 

  • CRLV – Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos: este documento é de porte obrigatório no Brasil e para rodar pela América do Sul. Caso sua moto esteja alienada ou no nome de outro condutor, é preciso levar uma autorização no nome do proprietário, emitida por ele ou pela financeira, contendo a data de início e término da viagem e os países em que ela tem validade. Se estiver em nome de pessoa jurídica, você deverá levar o contrato social da empresa, além, é claro, da autorização.

 

  • Seguro Carta Verde: se você vai percorrer os países pertencentes ao Mercosul, este seguro é obrigatório. Você pode obtê-lo em seguradoras, visto que a grande maioria emite o documento, ou em escritórios de corretores nas fronteiras. Se sua moto tem seguro total, procure um corretor para contratar o Carta Verde.

 

Acessando o site do Mercosul, você encontrará todos os documentos necessários para conduzir seu veículo nos países que fazem parte do Mercosul, as normas e regulamentos do Código Nacional de Trânsito do país que você visitará e as informações referentes aos pedágios.

Cada país tem apresenta uma particularidade e, por esta razão, a pesquisa e o planejamento são importantes.

 

Revisando a moto

 

Antes de viajar, você deve verificar se está tudo ok com a sua moto.

Leve-a ao mecânico de sua confiança e peça para que ele faça uma revisão minuciosa e completa. Você não deseja arruinar sua viagem, não é mesmo?!

Isso porque as motos precisam de revisão periódica assim como os carros.

A quilometragem exigida para a visita à oficina irá variar conforme o modelo, ano e o fabricante da moto, mas especialistas costumam orientar que a revisão seja feita, em média, a cada 6 mil quilômetros rodados.

Também é importante que você fique atento aos sinais que o veículo irá manifestar caso algo esteja errado com sua mecânica.

Portanto, fique atento à calibragem dos pneus, à lubrificação da corrente, ao ajuste dos freios, ao óleo (que precisa ser trocado a cada 30 mil Km) e à limpeza do carburador.

Confira, também, o Kit de relação, o filtro de óleo e refrigeração e as luzes.

Ah, e não se esqueça de verificar a validade de seu capacete. Não deixe nada de fora! Na hora de viajar, todo o cuidado é pouco.

 

Conclusão

Você está pronto para encarar a aventura?

A América do Sul, além de possuir uma paisagem de tirar o fôlego, está cheia de opções para os aventureiros de plantão.

Se você sempre quis viajar de moto, porém estava com dúvidas quanto ao destino, espero que, com as dicas que dei, você esteja arrumando a mochila neste momento.

Lembre-se de que é importante não só saber os lugares que deseja percorrer, mas revisar sua moto e pesquisar os documentos exigidos por cada país.

Você ama conhecer novos lugares e ler matérias sobre viagens? Confira algumas outras dicas de lugares para visitar que dou no site.

Se você já percorreu algum país da América do Sul de moto, conte-me sua experiência. Será um prazer conhecer suas aventuras.

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra agora como não perder a CNH: Clique aqui para ter uma CONSULTA GRATUITA com o Doutor Multas.