Aplicativos Que Detectam Problemas no Carro: Saiba como Funcionam e Quais as Suas Vantagens

Foi multado? Não fique sem dirigir! Descubra gratuitamente como não perder a CNH em apenas 3 passos: Clique aqui para baixar GRATUITAMENTE o meu passo a passo.

Você já imaginou a possibilidade de um aplicativo ser capaz de detectar problemas no seu carro?

Já pensou no quanto isso pode facilitar a vida de um condutor recém-habilitado, por exemplo?

Nesse caso, refiro-me especialmente aos condutores mais jovens e em processo de formação porque tornar-se um motorista apto para dirigir veículos não é tão simples e prático quanto parece.

Mais do que a demanda de tempo necessária para a dedicação de cumprir todas as etapas do curso de retirada da primeira CNH, é necessário desenvolver segurança e autoconfiança enquanto futuro motorista.

E isso não se aprende do dia para a noite.

Para chegar a um status de “bom motorista”, é necessário um tempo de prática após a conquista da Carteira de Habilitação.

Mas existem outras questões também bastante relevantes que tornam um condutor mais seguro. Conhecer o próprio veículo é uma delas.

Quando falo de “conhecer o próprio veículo” não me refiro apenas a dominar aspectos relacionados a sua potência, capacidade e desempenho na estrada.

Nesse caso, é preciso ir mais a fundo e entender a mecânica do carro, pois somente sabendo que o veículo está em perfeitas condições é que o condutor pode se sentir realmente firme no volante.

Por isso, a manutenção do automóvel é um tópico extremamente importante em quaisquer circunstâncias.

Mas eu entendo que a mecânica de um carro pode não ser algo tão simples de entender, principalmente para os motoristas recém-habilitados.

A boa notícia é que, atualmente, é possível saber exatamente o que seu veículo está precisando por meio de aplicativos que detectam problemas no seu carro.

É isso mesmo!

Por meio do seu próprio celular, você pode identificar, facilmente, se há algo de errado com o seu automóvel.

A vantagem disso? Várias! Entre elas, talvez a principal: você já chega ao mecânico sabendo o que precisa ser feito – e evita ser trapaceado pelos profissionais que tiram proveito da falta de conhecimento técnico de muitos clientes.

É a tecnologia a serviço dos motoristas ajudando a esclarecer questões acerca da mecânica dos carros.

Quer saber mais sobre o tema? Siga a leitura! Neste artigo, explicarei quais são esses aplicativos e como eles funcionam.

 

Saiba Como Funcionam os Aplicativos que Detectam Problema no Carro

Os aplicativos que detectam problemas no carro funcionam de maneira muito simples
Os aplicativos que detectam problemas no carro funcionam de maneira muito simples

Ter acesso ao “cérebro do carro” ficou mais fácil do que você imagina.

Para isso, apenas é necessário ter um decodificador portátil, um celular ou tablet, e um aplicativo.

Com esse kit, você praticamente se comunica com o seu automóvel.

Essa comunicação, de certa forma, já existe. O painel, nesse caso, é o meio pelo qual o condutor percebe que há algo de errado na mecânica do carro.

Porém, não há como saber com exatidão qual é o ponto que merece atenção e detectar o foco que está causando o dano no automóvel.

Isso, até pouco tempo, só era possível de ser resolvido com a ajuda de um profissional capacitado que, utilizando um scanner de fábrica, conseguia investigar o sistema do veículo.

A grande diferença é que, agora, você mesmo pode saber o que está errado sem nem mesmo precisar abrir o capô do carro.

Para isso, será necessário plugar o decodificador no mesmo local em que os mecânicos conectam o scanner de fábrica: a chamada porta OBD II – On-board diagnostic (em português, diagnóstico a bordo).

O “diagnóstico a bordo” é uma entrada que existe em todo carro que foi feito no Brasil a partir de 2010.

No próximo tópico, vou explicar melhor o funcionamento da porta OBD II.

 

OBD II: Entendendo seu Funcionamento

O OBD pode ler até 5.000 informações sobre a mecânica do automóvel
O OBD pode ler até 5.000 informações sobre a mecânica do automóvel

A porta On-board diagnostic é capaz de ler até 5.000 informações de mecânica, elétrica e eletrônica dos automóveis.

Para você ter uma ideia do que o sistema é capaz de analisar, veja a lista a seguir.

  • Sensor de oxigênio
  • Sistema de EGR
  • Sistema de combustível
  • Componentes elétricos
  • Sistemas eletrônicos
  • Eficiência do catalisador
  • Aquecimento do catalisador
  • Combustão espontânea
  • Sistema de evaporação
  • Sistema de ar secundário
  • Informações do diagnóstico
  • Códigos de falhas
  • Parâmetros do motor
  • Memorização de avarias
  • Estandardização das ligações

 

Os dados são emitidos pelos sensores e são captados pelos decodificadores que, posteriormente, enviam, para o celular, o alerta sobre o que não está em pleno funcionamento no automóvel.

Esse alerta, aliás, pode ser emitido antes mesmo de o painel acender e emitir algum aviso, ou seja, o OBD II é, além de mais específico, mais rápido que o próprio sistema de alerta do veículo.

Para receber os dados emitidos pelo “diagnóstico a bordo”, é necessário baixar um aplicativo no seu aparelho smartphone. Tratarei desses aplicativos no próximo tópico.

Atualmente, há vários decodificadores disponíveis no mercado, e os valores variam bastante. Para se ter uma ideia, é possível encontrar aparelhos que custam entre  R$20,00 e R$2.400.

Já em relação aos aplicativos (grande parte americanos), muitos são disponibilizados gratuitamente, mas existem alguns que precisam ser pagos.

 

Conheça Alguns Aplicativos Para a Utilização do Sistema OBD II

 

A partir de agora, irei elencar alguns aplicativos que utilizam como base o sistema OBD II.

Os que citarei aqui estão entre os mais utilizados pelos usuários dessa tecnologia.

Você verá os prós e os contras de cada um – o que pode facilitar sua procura caso esteja interessado em adquirir algum deles.

Então, vamos aos apps!

 

1.   Engie

O Engie é um aplicativo desenvolvido por uma startup israelense cofundada por um dos criadores do Waze (um popular app de localização de trânsito).

As operações da empresa começaram em 2014 em seu país de origem, expandindo, em 2016, seus serviços para a América Latina.

O sistema do app permite que o proprietário do automóvel consiga identificar mais de 100 mil tipos de falhas mecânicas, além de informações como consumo de combustível, instalação elétrica e outros fatores.

O app, no entanto, não é gratuito. Para obtê-lo, o condutor terá de desembolsar R$ 59,00 para o sistema Android ou R$ 99,00 para o iOS.

Porém, é preciso estar ciente de que esse valor é promocional pelo período pré-venda, passando para R$75 e R$99, respectivamente, após a compra.

Veja algumas das principais funções do aplicativo:

  • detecção de falhas;
  • análise de causas de ruídos estranhos;
  • monitoramento da carga da bateria;
  • controle da emissão de gases;
  • medição da temperatura do motor;
  • informação sobre consumo de combustível;
  • preços e serviços prestados por mecânicos.

2.   Carrorama

O Carrorama é um aplicativo bastante completo que fornece informações sobre o seu carro tanto pelo celular quanto pelo Excel.

Abaixo, listo as suas principais funcionalidades:

  • cria planilha com os gastos com combustível;
  • registra as despesas com o automóvel (financiamento, multas, seguro, lavagem, estacionamento, impostos etc.);
  • emite alerta para lembrar que há alguma manutenção programada, além de outros lembretes que você desejar marcar (vencimento do seguro ou da CNH, troca de óleo, pagamento do IPVA etc.);
  • cria relatório sobre os gastos da semana, mês ou ano;

Este app é gratuito tanto para o sistema Android quanto para o iOS. Porém, você tem a opção de pagar R$3,50 por ano para ter a remoção dos anúncios do aplicativo.

3.   Torque Pro

O Torque Pro está entre os aplicativos mais populares para detectar problemas no veículo.

O app está disponível para aparelhos com sistema Android, pela loja virtual da Play Store.

Com ele, é possível que o condutor veja a atividade do seu veículo em tempo real.

Veja, abaixo, algumas das principais características do aplicativo:

 

  • leitura da temperatura da transmissão;
  • timings de velocidade;
  • indicação da emissão de CO2;
  • painel personalizado com perfil de usuário;
  • compartilhamento de prints da tela do aplicativo para o Facebook, Twitter, e-mail;
  • banco de dados com todo o histórico de falhas;
  • capacidade para enviar informações de registro diretamente para e-mail;
  • velocímetro GPS e bússola em tempo real;
  • possibilidade de uso em tablets.

Como você pode ver, são muitas as funcionalidades do aplicativo, não é mesmo?

Mas o Torque Pro também apresenta alguns pontos negativos. Entre eles, destacam-se o alto consumo de energia do celular e a incompatibilidade com alguns tipos de carros.

4.   HobDrive

Outro app bastante utilizado é o HobDrive. As informações sobre o funcionamento do veículo são apresentadas por meio do adaptador ELM327 (pelo Bluetooth e Wifi) e sensores GPS.

Entre os recursos que o aplicativo oferece, destacam-se os seguintes:

  • índices de sensores do veículo;
  • diagnóstico do motor;
  • computador de gravação de viagem;
  • ferramentas sobre o desempenho do veículo;
  • planejamento de rota;
  • layouts visuais flexíveis.

Já entre as principais reclamações dos usuários encontram-se o desempenho instável do app; pouca clareza (desfoque) em dispositivos com maior resolução e problemas com a conexão do Bluetooth.

5.   OBD Car Doctor Pro

O OBD Car Doctor funciona de forma diferente dos demais aplicativos citados até aqui.

Ele realiza a leitura de dados enviados do seu adaptador OBD e relata todos os parâmetros do motor e do carro em tempo real, tais como velocidade, ângulo de rotação, temperatura, pressão, entre outros dados.

Além disso, o aplicativo também tem a capacidade de desenhar gráficos com os dados obtidos em tempo real.

Veja, agora, algumas características importantes do app:

  • indica, em tempo real, a velocidade, o ângulo de rotação, a temperatura e a pressão do veículo;
  • disponibiliza desenho gráfico com os dados obtidos;
  • registra parâmetros em tempo real, como os de economia de combustível;
  • armazena e compartilha dados do DTC.

No entanto, há alguns pontos negativos comuns relatados entre os usuários do app. Entre esses problemas destacam-se falhas com a conexão do Bluetooth, conexão instável com adaptadores mais baratos, além da dificuldade que envolve o processo de limpeza de dados registrados.

6.   Carista OBD2

O último aplicativo da lista que preparei para você é o Carista OBD2.

Este app possibilita que você personifique seu carro, melhorando suas opções eletrônicas. Além disso, permite que você realize testes no veículo em busca de erro, eliminando, assim, quaisquer falhas de código existentes.

Um diferencial do Carista em relação aos demais aplicativos é que ele oferece diagnósticos específicos do fabricante, como sobre o sistema ABS, airbag, navegação etc.

Além disso, o aplicativo também permite que seu carro possa “interagir” com você. É isso mesmo!

Ele pode ajustar os faróis para acenderem automaticamente quando o motor for ligado, assim como as portas, para que tranquem tão logo o carro comece a se movimentar.

Outra mudança que o app pode proporcionar para o veículo é alterar o tipo de som emitido pelos sensores de estacionamento traseiros.

É um aplicativo capaz de realizar muitas interferências positivas no automóvel, não é mesmo?

Mas, ainda assim, há registros de alguns problemas com o seu funcionamento.

Seus usuários mencionam eventuais erros de conexão ao salvar as alterações nas configurações, assim como problemas de conexão com alguns adaptadores.

Além desses aplicativos citados até aqui, existem também outros que são universais para iPhones: OBD Auto Doctor, EOBD Facile e Engine Link.

 

Fique Esperto: Os Aplicativos Não Substituem a Necessidade de Manutenção do Veículo

Você acabou de ler uma série de informações sobre aplicativos que detectam problemas no carro.

Esses aplicativos certamente podem ajudar qualquer condutor, principalmente os mais inexperientes, a conversar “de igual para igual” com o seu mecânico, já que entender desse assunto não é uma tarefa muito fácil.

Mas lembre: os aplicativos não devem alterar a rotina necessária de revisão e manutenção do seu veículo.

Eles apenas servem para alertar a necessidade imediata de certos reparos. Mas o fato de eles não indicarem nenhuma alteração não significa que a manutenção não precise ser realizada.

Além do mais, se seu carro está apresentando algum problema/defeito, possivelmente é porque você está em falta com a manutenção preventiva do veículo, que é extremamente importante para evitar danos maiores.

O próprio Código de Trânsito Brasileiro (CTB), em seu artigo 230, alerta para a importância de manter o carro em bom estado de conservação para trafegar.

Caso contrário, o motorista pode sofrer com penalidades de multa e retenção do veículo. Veja o que o artigo estipula:

Art. 230. Conduzir o veículo:

(…)

XVIII – em mau estado de conservação, comprometendo a segurança, ou reprovado na avaliação de inspeção de segurança e de emissão de poluentes e ruído, prevista no art. 104;

Infração – grave;

Penalidade – multa;

Medida administrativa – retenção do veículo para regularização;”

 

Com você pode ver, a infração, por ser de natureza grave, gera uma multa no valor de R$ 195,23. Além disso, o veículo ainda pode ser retido para uma posterior regularização.

Ou seja, um descuido com as necessidades do seu carro pode causar uma série de incômodos, não é mesmo?

Portanto, não hesite em cumprir com os prazos para a revisão do seu automóvel, que pode indicar a necessidade de alguma manutenção.

Esses prazos são, geralmente, indicados pela própria montadora do veículo, o que pode ser consultado em seu manual.

Veja, por exemplo, quais os itens que a manutenção preventiva analisa em uma revisão: filtro de óleo, óleo, pneus, velas de ignição, filtro de ar, filtro do ar condicionado, filtro do combustível, óleo de câmbio manual, correia dentada e fluído de freio.

Veja que há uma série de cuidados que um carro exige.

Trafegar, seja por curtas ou longas distâncias, sem levar em conta o estado em que se encontra o carro, pode acarretar em problemas legislativos, como acabei de mencionar.

Quanto a isso, ainda vale ressaltar o artigo 27 do CTB.

Ele alerta para o fato de que é dever dos condutores verificar a existência e as boas condições de funcionamento dos equipamentos de uso obrigatório dos veículos, assim como estar atento ao nível de combustível necessário para cumprir o trajeto pretendido, uma vez que o mesmo código também proíbe que se cause perigo ou obstáculos para o trânsito de veículos, pessoas ou animais.

É possível perceber que, pelas determinações da Lei, e em nome da sua segurança e de terceiros, é (muito) melhor prevenir do que remediar, não é mesmo?

Portanto, lembre: os apps são válidos e ótimos aliados para a manutenção do seu carro, mas não são o fator determinante para realizá-la.

 

Quer Entender Mais Sobre Mecânica de Carros? Descubra Um App Que Pode Ajudá-lo!

Com a ajuda de um app, ficou mais fácil entender sobre mecânica automotiva
Com a ajuda de um app, ficou mais fácil entender sobre mecânica automotiva

A funcionalidade e a praticidade dos aplicativos relacionados a carros não param por aqui.

Agora você também pode “ter aulas” de mecânica no seu próprio celular e passar a ter mais domínio sobre o assunto, a fim de evitar ser passado para trás por algum mecânico mal intencionado.

Trata-se do app Mecânica Automotiva.

Ele é disposto em forma de curso e promete ajudar seus usuários com assuntos relacionados ao funcionamento dos automóveis, como cálculos necessários, rendimento, montagem e manutenção de sistemas.

São noções que vão desde as mais básicas às mais avançadas sobre a área.

O material que o aplicativo oferece é bastante completo, técnico e profissional, portanto, vale a pena conferir!

Ter um maior entendimento sobre seu veículo certamente trará maior segurança para sua direção.

 

Conclusão

A comunicação com seu carro nunca foi tão fácil; aproveite essa tecnologia.
A comunicação com seu carro nunca foi tão fácil; aproveite essa tecnologia.

Meu objetivo, neste artigo, foi apresentar a você as opções disponíveis de aplicativos capazes de detectar problemas no seu carro.

Você ficou sabendo que, para obter esses aplicativos, é necessário ter, no veículo, a chamada porta OBD II – On-board diagnostic (em português, diagnóstico a bordo).

A partir daí, é só escolher o app que melhor contempla suas necessidades e desbravar as vantagens que ele oferece.

E elas são inúmeras, mas a principal é auxiliar na “comunicação” do carro com o condutor.

No entanto, vale ressaltar: não espere que seu veículo dê sinais para realizar as revisões e manutenções necessárias. Exerça as exigências da periodicidade indicada para não ter desagradáveis surpresas futuras.

Isso porque, como expus anteriormente, o Código de Trânsito Brasileiro pune os motoristas que causam acidentes ou danos a terceiros por não cumprirem com a manutenção dos veículos.

Portanto, se você vai começar agora a vida de condutor, saiba que a tecnologia está a seu favor e pode ajudar bastante, mas jamais esqueça de seus deveres enquanto motorista.

Caso tenha restado alguma dúvida, deixe um comentário abaixo. Será um prazer poder ajudar.

Se você estiver interessado em mais assuntos relacionados ao abordado neste artigo, aproveite para dar uma passeada pelo nosso site.

Lá, minha equipe e eu abordamos todos os temas possíveis relacionados ao mundo do trânsito – além, é claro, dos processos para recorrer das multas recebidas.