Pneu remold é bom? Veja se vale a pena comprar!

São tempos difíceis para proprietários de veículos. Com o alto preço da gasolina, é preciso jogo de cintura para economizar e não pesar o bolso no fim do mês.

Leia mais

Ainda assim, realizar a troca recorrente de pneus é uma forma de zelar pela sua segurança. Além disso, é, também, uma maneira de evitar multas, já que o bom estado do veículo é obrigatório pelas normas de trânsito vigentes.

Leia mais

O pneu remold – ou remoldado – tem sido uma alternativa muito usada pelos motoristas brasileiros, mas fica a dúvida: pneu remold é bom ou não é?

Leia mais

Neste artigo, você confere se vale a pena comprar esse tipo de pneu e algumas de suas características. Se informa, ainda, sobre o que o Código de Trânsito diz sobre trafegar com pneus desgastados ou “carecas”.

Leia mais

https://www.youtube.com/watch?v=mxBe3ea3VZQ

Leia mais

Boa leitura, condutor!

Leia mais

Pneu Remold é bom?

Vamos direto à pergunta central deste artigo: afinal, o pneu remold é bom ou não é? Bem, se você chegou até aqui, provavelmente já sabe que pneu remold é, na verdade, pneu remoldado ou remodelados.

Leia mais

O que isso significa na prática? Significa que esse tipo de pneu é fabricado de uma forma diferente dos demais. Como matéria-prima, são usadas partes de outros pneus, de pneus usados. É, então, uma espécie de reciclagem de pneus.

Leia mais

Então, um pneu remold é um pneu usado que foi remodelado. Geralmente, o que se faz é refazer as partes principais dos pneus, principalmente aquelas que têm contato direto com a pista.

Leia mais

Mas pneu remold é bom ou não? Depende! Não há dúvida de que a principal vantagem destes pneus é o preço, muito mais baixo que um pneu completamente novo.

Leia mais

O que se ganha em economia, no entanto, pode ter consequências na segurança, já que a regulamentação para esse tipo de pneu ainda é muito branda no país. Então, é preciso cuidado na hora de comprar um pneu remoldado.

Leia mais

Como escolher um pneu remold?

Como eu disse no começo deste artigo, é inegável que a situação atual do país está complicada para motoristas, já que o preço da gasolina e diesel vem batendo recordes dia pós dia.

Leia mais

A melhor alternativa é um pneu novo, por questões de segurança e durabilidade. Mas, se por questões financeiras, você optar pelo remold, tenha alguns cuidados na hora de escolher. Veja:

Leia mais

- Confira o selo de certificação do INMETRO

Leia mais

- Informe-se sobre a data da reforma

Leia mais

- Pesquise sobre a reputação da marca do pneu

Leia mais

- Verifique as condições de segurança antes de comprar

Leia mais

- Tenha cuidado com compras online (em que não é possível ver o pneu com antecedência)

Leia mais

- Peça a orientação de um mecânico de sua confiança

Leia mais

Remold e meia vida é a mesma coisa?

Não! Um pneu remoldado e um pneu “meia vida”, como se diz popularmente, não são iguais. Como o nome já sugere, um pneu meia vida é aquele usado que ainda pode ser reaproveitado.

Leia mais

Por exemplo: pneus que, antes, eram usados em frotas de grandes empresas e que, agora, são vendidos a motoristas “comuns”. Esses pneus não são remoldados e, por isso mesmo, são ainda mais baratos que os remold.

Leia mais

Tenha cuidado se optar pelo “meia vida”, já que pode ser o famoso “barato que sai caro”, já que o pneu pode se desgastar mais rapidamente e ser necessário realizar a troca em pouco tempo após a compra.

Leia mais

Afinal, comprar ou não um pneu remold?

Como você viu até aqui, pneus novos são muito mais seguros que os pneus remold. Mesmo que os remoldados sejam certificados pelo INMETRO, o rigor da fiscalização ainda é muito distante do que acontece em outros países, como os europeus.

Leia mais

Se puder dar preferência a pneus novos, essa é a melhor opção. Contudo, caso decida comprar um pneu remoldado, tenha cuidado na hora de escolher, informe-se sobre a marca e veja o pneu com antecedência. É sua segurança que está em jogo!

Leia mais

Pneus “carecas”: o que diz o CTB?

Para responder a esta pergunta, é preciso conferir o que diz o art. 230 do CTB. De acordo com este artigo, conduzir veículo em mau estado de conservação é uma infração de trânsito de natureza grave.

Leia mais

Embora não cite especificamente os pneus desgastados ou “carecas”, essa situação pode sim ser enquadrada como “mau estado de conservação do veículo” e o proprietário pode ser multado em uma blitz. O valor da multa é de R$ 195,23 e são gerados 5 pontos na CNH.

Leia mais

Sobre este tema, também é importante verificar o que diz a Resolução 558 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN). Segundo essa Resolução, em seu art. 4, é proibido circular com pneus cujo desgaste da banda de rodagem atinja os indicadores.

Leia mais

É, ainda, proibido trafegar com profundidade remanescente da banda de rodagem inferior a 1,6mm, o que é constatado visualmente e através de indicadores de desgaste de pneus. Na hora de comprar um pneu remold, tenha atenção a tudo isso para evitar multas.

Leia mais

Conclusão

A dúvida principal deste artigo é sobre o pneu remold, os remoldados. Você viu que, embora sejam alternativas mais baratas, esses pneus podem trazer alguns riscos ao condutor do veículo.

Leia mais

Também viu o que dizem as normas de trânsito sobre trafegar com pneus em mau estado de conservação e quais são as penalidades previstas pelo CTB.

Leia mais

Ainda tem dúvidas? Fale com a minha equipe!

Leia mais

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Esta página foi gerada pelo plugin

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Doutor Multas