Veículo não pode ser guinchado por não pagamento de IPVA

IPVA guincho

Veículo não pode ser guinchado por não pagamento de IPVA Não é por que você não pagou o IPVA que seu veículo deve ser guinchado. Você sabia disso?

Não é surpresa que não saiba. Muitos condutores acabam se sujeitando a ilegalidades por desconhecimento ou pela simples postura de não questionar o agente de trânsito.

O que você vai ver a partir de agora não é um incentivo a discutir com o profissional durante uma blitz de trânsito (o que renderia problemas por desacato), mas um conselho para manter a mente aberta, ampliar seu conhecimento sobre a legislação e fazer valer seus direitos.

Antes de qualquer coisa, se foi multado, baixe grátis o PDF exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

 Não fique sem dirigir. Baixe Grátis o Passo a Passo para Recorrer sua Multa (CLIQUE AQUI)

O Que é IPVA?

ipva o que e
Descubra abaixo o significado da sigla IPVA

IPVA é o Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor, um tributo do qual raros proprietários de carros, motos e outros veículos conseguem se ver livres.

A exceção fica para os casos isentos, que variam conforme o estado, considerando especialmente o critério de antiguidade do bem.

Para todos os demais, entra ano e sai ano, lá está o imposto, que em geral é quitado em cota única com desconto ou de forma parcelada. Quem define as regras são os estados.

Então, para que os veículos estejam liberados para circular em vias públicas, é necessário que eles cumpram várias condições.

Esses requisitos, por sua vez, variam em duas diferentes naturezas:

  1. Físicos, como a manutenção de componentes como o cinto de segurança e extintor de incêndio, por exemplo.

  2. Documentações, como a regularização do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo), do seguro obrigatório DPVAT e o IPVA

A ausência de cada um desses requisitos enseja multas, já que é proibida por lei no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) a circulação de veículos que não correspondam às exigências mínimas.

Uma dessas condições é o pagamento do famoso IPVA.

Se você foi multado, saiba como recorrer e não ter pontos na carteira de motorista. Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

Mas você sabia que a cobrança desse imposto pode estar sendo feita de modo ilegal? E, mais do que isso, que o seu veículo não pode ser guinchado em blitz de cobrança de IPVA?

Neste artigo, vamos falar, entre outros tópicos:

  • A importância do IPVA, como pagá-lo e para onde vai o seu dinheiro

  • Valores atualizados do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores

  • O que acontece se você não pagar o IPVA no período correto e se podem rebocar o seu carro por isso.

Como bônus, mostraremos também a maneira correta de recorrer da multa por IPVA atrasado e realizar apenas o pagamento do imposto. Fique ligado!

 

Qual a Importância do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores

Você deve pensar que o Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores, ou IPVA, é apenas mais uma forma de o governo tirar o seu dinheiro suado de você. Mas não é!

Antes de tudo, ele garante o seu bem-estar ao controlar a circulação de veículos não-licenciados, que poderiam estar nas ruas de forma irregular, apresentando defeitos ou falhas de segurança.

Imagine se qualquer automotor rodasse em vias públicas sem nenhuma regra? O caos estaria instalado nas ruas e acidentes provavelmente aconteceriam a todo momento.

Além disso, o dinheiro arrecadado com o pagamento do IPVA provavelmente tem destinos diferentes do que você imagina.

 

Para onde vai o Dinheiro Pago No IPVA?

ipva imposto
O imposto cobrado vai para a Constituição Federal

O IPVA, como o próprio nome já diz, é um imposto cobrado do proprietário do veículo, com previsão legal na Constituição Federal.

Mas você sabe para onde vai o seu dinheiro depois que você realiza o pagamento do boleto do seu IPVA?

A Constituição prevê que o valor arrecadado será dividido em diferentes porcentagens, da seguinte maneira:

  1. 50% da arrecadação vai para o estado.

  2. A metade restante vai para o município, sendo então dividida da seguinte forma:

  3. 15% do IPVA é aplicado na saúde municipal, como na melhoria de hospitais, por exemplo.

  4. 25% é aplicado na educação básica (escolas e salários de professores).

  5. 60% restante é aplicado em diferentes secretarias, como em melhorias para o trânsito, por exemplo, de acordo com a vontade do município.

Você não sabia disso, não é mesmo? Tenho certeza que pensava que todo o seu o dinheiro dado na guia do seu IPVA ia para as ruas esburacadas da sua cidade, mas vai além disso.

Milhares de pessoas, mesmo as que não possuem veículos próprios, são beneficiadas em diferentes esferas graças ao pagamento do IPVA.

Mas como toda a destinação de impostos no país depende de nossos governantes, é preciso considerar essa questão. No caso do IPVA, a aplicação efetiva da arrecadação compete aos estados e seus órgãos.

 

IPVA 2017: Valores

ipva 2017 valores
Cada estado define o valor do IPVA a ser pago anualmente

O preço a ser pago anualmente pelo IPVA varia de estado para estado, mas é baseado nos valores venais (de venda) dos veículos, estes estipulados pela Secretaria de Estado da Fazenda para a realização do cálculo dos impostos.

O cálculo do imposto é mais ou menos o seguinte: o Estado onde você reside irá definir uma alíquota que poderá variar entre 1% e 6% sobre o valor do veículo, dependendo do modelo do seu automóvel e da data de fabricação.

Para conseguir essas informações, acesse o site do Detran do seu Estado e procure pela tabela com informações sobre o imposto em 2017.

 

Calendário IPVA 2017 – Vencimentos

Como estamos falando de um imposto de competência estadual, cada unidade da federação é que define o calendário de pagamento.

Em geral, as datas variam conforme os dois últimos números da placa do veículo, do 01 ao 00.

Como os estados estão sempre de olho nessa importante arrecadação, é comum que ofereçam um desconto interessante para quitação imediata do imposto, tão logo o ano começa ou mesmo antes disso, aproveitando os últimos dias de dezembro.

Para este ano, por exemplo, o Rio Grande do Sul já abriu no início de dezembro de 2016 a possibilidade de quitar o tributo.

Outros estados se viram diante da necessidade de antecipar a arrecadação, como Pernambuco, que começou a cobrar em janeiro, dois meses antes do que vinha sendo praticado.

 

Passo a Passo Para Fazer a Consulta do IPVA 2017

ipva consulta
Confira abaixo o guia para realizar a consulta do IPVA

O passo a passo para você realizar a consulta do IPVA 2017 e descobrir o preço exato que terá que pagar é bem simples, mais fácil do que você imagina. Siga o seguinte tutorial:

  1. Abra o site do Detran ou da Secretaria da Fazenda do seu estado de residência.

  2. Procure pela aba do IPVA 2017.

  3. Preencha o número do seu Renavam, o Registro Nacional de Veículos Automotores, assim como o CPF ou CNPJ do titular do veículo.

  4. Digite o código de verificação e clique em

Fácil, não é mesmo? As opções podem variar conforme o órgão de trânsito de seu estado, mas em geral os passos são semelhantes.

Você verá então as diferentes opções para pagamento, divididas entre as cotas únicas ou parceladas.

  1. Na cota única, você ganhará um percentual de desconto sobre o valor (definido pelo seu Estado) ao realizar o pagamento à vista.

  2. Na cota parcelada, você realizará o pagamento do seu IPVA em parcelas por meses subsequentes, pagando o valor cheio do imposto.

 

Como Pagar o IPVA

Avalie as opções e escolha qual a melhor para você.

Leve em consideração alguns fatores, como se você possui dinheiro para o pagamento à vista, se será necessário a realização de algum empréstimo com juros para o pagamento ou o quanto o dinheiro parcelado renderia, se colocado em investimentos.

Em seguida será necessário gerar a guia de pagamento do imposto, e então você terá duas ou três opções:

  1. Imprimir o boleto do IPVA e levá-lo a um dos bancos credenciados.

  2. Informar no local de pagamento a placa e Renavam do veículo.

  3. Realizar o pagamento através do internet banking.

Alguns bancos, em agências físicas ou por meios virtuais, podem requisitar o seu número Renavam para realizar o pagamento da taxa. Então, por segurança, tenha ele em mão quando for abater o imposto.

 

O Que Acontece Com Quem Não Paga o IPVA

ipva comunicado correio
Se você não realizar o pagamento do IPVA, será notificado através de um comunicado

Digamos que você se esqueceu de pagar o boleto do seu IPVA ou estava sem dinheiro para realizar o pagamento e acabou atrasando.

Você então será notificado através de um comunicado enviado pelos Correios da data final para quitar sua dívida.

A primeira consequência imediata com a qual você sofrerá é a impossibilidade de fazer o licenciamento do seu veículo.

Também será multado e receberá pontos na carteira se for pego conduzindo o automóvel não regularizado, além de correr o risco de ter o carro apreendido.

Caso isso ocorra, além da multa e dos juros diários do próprio imposto atrasado, você também terá que pagar pela estadia do mesmo no pátio do Detran como veículo guinchado. Os valores exatos, mais uma vez, dependem do estado em que você reside.

Se após um longo prazo o condutor ainda não realizar o pagamento, o veículo automotor poderá ir a leilão. Então, não deixe de pagar seu IPVA! Os riscos são grandes.

 

Requisitos Necessários Para Transitar com Veículo em Vias Públicas

ipva requisitos
Existem requisitos para circular com um veículo; confira abaixo

Como falamos no primeiro tópico deste artigo, existem alguns requisitos básicos necessários para que você possa circular com um veículo em qualquer via pública.

Entre esses itens obrigatórios, destacam-se aqueles que prezam pela segurança não só dos condutores, mas também dos demais participantes do próprio trânsito.

Os pontos específicos estão listados no artigo 105 do CTB.

Confira o que diz a legislação:

Art. 105. São equipamentos obrigatórios dos veículos, entre outros a serem estabelecidos pelo CONTRAN:

I – cinto de segurança, conforme regulamentação específica do CONTRAN, com exceção dos veículos destinados ao transporte de passageiros em percursos em que seja permitido viajar em pé;

II – para os veículos de transporte e de condução escolar, os de transporte de passageiros com mais de dez lugares e os de carga com peso bruto total superior a quatro mil, quinhentos e trinta e seis quilogramas, equipamento registrador instantâneo inalterável de velocidade e tempo;

III – encosto de cabeça, para todos os tipos de veículos automotores, segundo normas estabelecidas pelo CONTRAN;

IV – (VETADO)

V – dispositivo destinado ao controle de emissão de gases poluentes e de ruído, segundo normas estabelecidas pelo CONTRAN.

VI – para as bicicletas, a campainha, sinalização noturna dianteira, traseira, lateral e nos pedais, e espelho retrovisor do lado esquerdo.

VII – equipamento suplementar de retenção – air bag frontal para o condutor e o passageiro do banco dianteiro.

1º O CONTRAN disciplinará o uso dos equipamentos obrigatórios dos veículos e determinará suas especificações técnicas.

2º Nenhum veículo poderá transitar com equipamento ou acessório proibido, sendo o infrator sujeito às penalidades e medidas administrativas previstas neste Código.

Além dos itens de segurança, lembramos mais uma vez que também são essenciais à circulação toda a documentação regularizada e requisitos burocráticos, como o CRLV, IPVA e seguro obrigatório.

 

Afinal, o Veículo pode ser Guinchado por Não Pagamento de IPVA?

ipva nao guinchar
Sabia que o veículo não pode ser guinchado pelo não pagamento do IPVA?

Em resumo, a resposta é NÃO! E vamos já te explicar o porquê!

Os estados e municípios ao redor do país costumam agir de uma maneira diferente no início do ano, principalmente no primeiro trimestre, no que diz respeito à fiscalização de trânsito. Imagina o motivo?

Como informamos anteriormente aqui neste texto, essa é a época de vencimento dos documentos de porte obrigatório para um veículo automotor.

Dessa forma, não é nenhuma surpresa ser parado em uma operação cujo foco dos fiscais está justamente em motoristas que não estejam com a documentação em dia.

Essas operações, que são comumente chamadas de blitz, muitas vezes têm a finalidade de averiguar a documentação do veículo e multar condutores que não estejam regularizados.

A prática é bastante comum em diferentes regiões do território nacional, tanto é que, logo após a data de vencimento da maioria dos documentos, o número de blitz costumar aumentar.

Contudo, há um “porém” nesse assunto. Você sabia que esse tipo de operação de fiscalização é vedado por lei?

Segundo a nossa Constituição Federal, fomentada em 1988, é proibida a cobrança coercitiva de qualquer tributo, e nisso está incluído o assunto principal deste texto: o IPVA.

Em contrapartida, existe também a previsão que, incorrendo a infração prevista no artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro, onde são mencionados os documentos desregulados, vencidos ou com pagamento atrasado, o veículo seja removido do local e só devolvido ao condutor quando for regularizada a questão fiscal.

Diante disso, a jurisprudência indica a ilegalidade no guinchamento de veículos flagrados com atraso no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores por meio de blitz aplicadas de forma “maliciosa” pelos governos estaduais e municipais.

Para ilustrar, transcrevemos uma famosa decisão do Tribunal de Justiça da Bahia, que suporta essa afirmação:

“A malsinada blitz do IPVA impõe ao cidadão proprietário de veículo dupla penalização. A primeira, por fazê-lo suportar a perda temporária de um bem cujo domínio lhe pertence, sem ao menos, repita-se, respeito ao contraditório e à plenitude de defesa. A segunda, por obrigá-lo a arcar com o ônus da permanência de seu veículo no depósito e de utilização do serviço de guincho”.

“A formatação escolhida para o atuar estatal revela-se, igualmente, abusiva, pois impõe cobrança para pagamento imediato e indiscutido. Essa vertente, aliás, confirma o caráter inconstitucional da apreensão, já que despreza o direito do cidadão de somente ter um bem retirado de seu patrimônio depois de observado o devido processo legal, seja ele administrativo, seja ele judicial”.

Portanto, se você for atuado em uma blitz com o único intuito de verificar a regularidade do seu IPVA e. como resultado. o agente resolver guinchar o seu veículo, lute pelos seus direitos!

Tenha uma conversa plausível e apresente sua defesa utilizando como argumento as informações que acabamos de lhe fornecer. Essa prática é abusiva, vai contra a Constituição Federal e deve ser impedida!

 

Como Pagar Documento de Veículo Atrasado

ipva segunda via boleto
Você pode emitir a segunda via do boleto no site

Falamos alguns tópicos atrás que é possível que você se esqueça de pagar o seu IPVA dentro do prazo de validade, ou atrase um pouco o pagamento pela necessidade de priorizar outras contas mais importantes e urgentes.

É completamente compreensível e, apesar de recomendarmos que você evite o atraso para não ter que lidar com juros, é uma prática bastante recorrente no Brasil.

Agora, se você atrasou a quitação do seu imposto, sabe como proceder com o pagamento dele? Não tem mistério! O procedimento é basicamente o mesmo.

Para realizar a consulta do seu IPVA com juros e multa, ou gerar a 2ª via do boleto, em caso de perda da via original, é necessário acessar normalmente o site da Secretaria da Fazenda ou do Detran do seu Estado.

Realize o acesso na página de pagamento do referente imposto, informe a documentação solicitada e gere a nova guia para realizar a quitação da dívida.

Um importante detalhe a ser mencionado é que condutores que não realizaram o pagamento do IPVA no prazo adequado não terão a possibilidade de parcelar sua dívida.

A quitação do valor integral, assim como dos juros mensais ou diários e da multa terão que ser feitos todos em uma única vez.

Novamente, pense bem antes de atrasar o seu IPVA, pois ele poderá se tornar um enorme problema e sair bem mais caro do que deveria.

Se você foi multado, saiba como recorrer e não ter pontos na carteira de motorista. Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

Quem é Isento do Pagamento do IPVA

Você sabia que alguns condutores de veículos automotores não precisam ficar preocupados todo início de ano com o pagamento do IPVA por serem isentos do pagamento da taxa?

A legislação, como de praxe, varia de estado para estado, então, você terá que confirmar se no seu local de residência tem esse direito ou não.

Normalmente, pessoas com deficiências físicas, visuais (não-condutores) e mentais são isentas da cobrança da taxa. Em alguns locais, pessoas com câncer também não precisam realizar o pagamento do IPVA.

Condutores que possuem veículos fabricados acima de certo período de tempo (geralmente no mínimo 15 anos), taxistas, condutores profissionais autônomos, carros de valor histórico, furtados, com perda total e de entidades são igualmente isentos.

Confira a lista completa no site do Detran do seu estado.

Mas atenção: para garantir a isenção do pagamento do seu IPVA ,você precisa solicitar junto à Secretaria da Fazenda do seu estado, e apenas um veículo por condutor estará livre do imposto.

Se você possui algum veículo desse tipo, é importante ressaltar, porém, que ainda assim é obrigatório o pagamento do seguro DPVAT e da taxa anual do Detran. Você só estará isento do IPVA!

 

Posso Recorrer da Multa Por Não Pagamento do IPVA?

ipva como recorrer
Você pode e deve recorrer da multa em caso de injustiças

Como mencionamos tópicos acima aqui neste artigo completo sobre o pagamento do IPVA, o não pagamento rende muitas dores de cabeça.

Entre elas, está a famosa multa, tão conhecida e temida por todos os condutores no território nacional.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

Conduzir o veículo com algum documento desregulado, como o próprio IPVA atrasado, é considerado infração gravíssima. Essa infração vai dar 7 pontos na carteira e custar doloridos R$ 293,47 ao seu bolso.

Contudo, preste bem atenção. Para ser multado, o condutor deve ser autuado em flagrante, só que mencionamos aqui mesmo neste artigo que as blitz para flagrar IPVAs atrasados são abusivas e que ferem a Constituição Federal.

Dessa maneira, é ainda mais provável que você consiga recorrer da sua multa por pagamento atrasado do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores.

Como procedimento padrão, você será notificado pelos Correios da multa recebida, e terá até 15 dias para apresentar a defesa prévia.

Caso sua defesa seja indeferida, o próximo passo é recorrer à Junta Administrativa de Recursos de Infração (JARI). Se na Jari seu recurso não for deferido, recorre-se por fim ao Conselho Estadual  de Trânsito (Cetran).

Não fique sem dirigir. Baixe Grátis o Passo a Passo para Recorrer sua Multa (CLIQUE AQUI)

Conclusão

ipva evite multa
Mantenha o pagamento do IPVA sempre em dia e evite multas

Neste artigo, trouxemos uma abordagem completa com tudo que você precisa saber sobre o IPVA!

Ao longo da leitura, você conferiu:

  • O que é o IPVA, quanto ele custa e para onde vai o seu dinheiro

  • Quais os benefícios que ele gera e por que você não deve adiar o pagamento do imposto

  • Em caso de guincho e multa abusiva, como recorrer da infração

Se você levou uma multa ou teve o seu veículo guinchado por atraso no pagamento do IPVA 2017, é importante que recorra. Como explicamos acima, há chances de conseguir reverter essa infração.

Além disso, também é muito importante que você recorra para evitar que novas multas injustas sejam aplicadas diariamente pelo Brasil.

Dessa forma, os governantes verão que os condutores estão cada vez mais atentos aos seus direitos e que não aceitarão todo tipo de abuso.

Se você for multado, recorra. A equipe Doutor Multas pode ajudar. Entre em contato conosco para saber mais.

 

Veículo não pode ser guinchado por não pagamento de IPVA
Esse texto te ajudou?
  • Tito Carvalho

    Gustavo Fonceca acho que você esta equivocado ao colocar a seguinte informação
    “Art. 130. Todo veículo automotor, elétrico, articulado, reboque ou semi-reboque, para transitar na via, deverá ser licenciado anualmente pelo órgão executivo de trânsito do Estado, ou do Distrito Federal, onde estiver registrado o veículo.”
    E dizer que que este artigo se refere ao IPVA, Licenciamento anual não tem nada a ver com IPVA, são dois impostos distintos, claro com i IPVA atrasado não podera licenciar o veiculo, mas não existe artigo que de o direito a qualquer orgão publico de multar ou apreender o veiculo por estra em debito com o IPVA, depois de ler seu artigo fui até o DETRAN onde coletei as informações corretas!!

  • Boa noite Tito,

    Infelizmente nosso artigo foi publico com um trecho onde não esclarecia perfeitamente esta matéria. Também por isso agradeço sua pergunta, porque assim conseguimos ajudar a todos que possa ter esse problema.
    O IPVA e o licenciamento não se confundem, mas são dependentes. O licenciamento anual só poderá ser feito caso o IPVA esteja pago. Ou seja, o segundo é condição para o primeiro.
    Qualquer dúvida estou às ordens.
    Obrigado!

  • Rodrigo Juvillar

    Fiquei confuso. Posso ou não ser multado por não ter pago o IPVA, sendo que o licenciamento esta em dia.

  • Bom tarde, Rodrigo! Se estiveres com o IPVA atrasado, não receberas o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). O qual é de porte obrigatório, e só é emitido após o pagamento do licenciamento e das multas, além do imposto. Quem for pego em flagrante com o licenciamento em atraso, receberá a multa de R$ 191,54, além de 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e terá seu veículo apreendido. Além disto, o não pagamento do IPVA também impede a transferência de propriedade do veículo e a obtenção da Certidão Negativa de Débitos Tributários do Estado pelo proprietário. Abraço!

  • Rodrigo Juvillar

    Oi Gustavo, obrigado pelo retorno, mas ainda tenho duvida. Meu licenciamento vence somente em setembro/2017 e meu IPVA venceu agora em fevereiro/2017. Eu posso andar normalmente com o veiculo, uma vez que o IPVA esta vencido, lembrando que o licenciamento esta em dia, o prazo é setembro/2017.

  • Olá! A LEI é clara ao dizer que o documento em dia obrigatório é o CRLV, porém dependendo do estado podemos encontrar opiniões divergentes entre os Detrans. Ou seja, depende da interpretação que o DETRAN do seu estado adota. Particularmente acho um absurdo, porém é a realidade. Por isso, muitas vezes aqueles multados por este motivo, conseguem reverter a situação através de bons argumento ao recorrer.

  • Lucas Padilha

    Gustavo Fonseca, possuo um carro com placa final 1, o meu carro fundiu o motor em outubro e tive que processar a pessoa que me vendeu por ter me passado a perna, não vou entrar em detalhes apenas resumo a história. O carro está parado desde o mês de outubro em minha garagem estou esperando a decisão do juiz , a responsabilidade será minha de emplacar o carro mesmo sabendo que terei que desfazer o negocio que será o mais provável e tenho fé que isso aconteça? Eu não paguei o novo licenciamento ainda pois estou esperando resolver essa situação e gostaria de saber se corre o risco do tipo ter que pagar juros em relação ao IPVA ou até mesmo correr o risco de cair no SPC? Como lidar com essa situação?

  • Boa tarde, Lucas! Como você está recorrendo na via judicial, aconselho que você procure um advogado de sua confiança para lhe amparar!! Desejo que de tudo certo, abraço!

  • Jonathan Ametis

    alguém sabe se esse ano vai ter desconto ne ipva atrasado dos anos anteriores ?

  • Gilmar

    Meu ipva venceu dia 3 de abril, o documento de licenciamento vale até 29 de abril. No momento, posso rodar sem problemas?

  • Boa tarde, ainda não vi nenhuma nota a respeito!!

  • Olá, Gilmar! Ha dois posicionamentos a este respeito, mas ao meu interpretar da lei, você pode circular tranquilamente desde que o seu CRLV esteja em dia. Indico que você veja o posicionamento do DETRAN da sua cidade. Abraço!

  • Michael Ribeiro

    Gustavo paguei duas parcelas de três do IPVA a última está em atraso mais não tem nem trinta dias que está atrasada posso perde ponto e levar multa por isso ou não podem fazer nada ?

  • Boa tarde, Michael! Você não poderá licenciar o veículo, portanto se lhe pegarem com o licenciamento vencido você poderá ser multado e guinchado! Fique atento para regularizar esta questão o quanto antes, qualquer coisa estou a disposição! Abraço!!

  • Paulo Henrique

    Boa noite, conforme artigo no site tire uma dúvida o que tira ponto da carteira é andar com o IPVA atrasado ou licenciamento? por exemplo o Michael Ribeiro ai em cima está com o IPVA EM atraso mais se o licenciamento dele está em dia ele vai ser multado,e ter o carro rebocado ? . Outro exemplo meu carro tem final de placa 5 e aqui no RJ o prazo para licenciar é até agosto estou em dia com licenciamento de acordo com o prazo e pelo que entendi o licenciamento de 2016 é valido até o mês de agosto 2017 conforme dito a cima e conforme o código de Trânsito Brasileiro que fala claramente sobre licenciamento e não em IPVA em atraso. Estou ciente que terei que pagar o IPVA para licencia-ló em 2017. mais tira por favor minha dúvida !!! grato.

  • Fábio da Mata

    Guinchado? Mas o artigo acima explica exatamente o contrário, ou entendi errado?

  • Olá! O veículo não pode ser guinchado por estar com o IPVA vencido, entretanto se for o licenciamento sim. É comum confundir, até os agentes de trânsito confundem essa questão!

  • Fábio da Mata

    🤔👏 Obrigado pelo esclarecimento. Abç.