Dirigir Com O Braço Para Fora: Art. 252 do CTB

Dirigir com o braço para fora não é uma opção, já que uma multa é aplicável e um acidente poderia acontecer.

Leia mais

Os brasileiros estão muito acostumados a dirigir com o braço para fora, ainda mais num país onde a maioria dos estados são extremamente quentes. Fumantes também têm muito esse costume de jogar as cinzas do cigarro fora, colocando em risco sua segurança e tendo chance de ganhar uma multa.

Leia mais

O motorista brasileiro costuma ter esse hábito para descansar e relaxar o braço, afinal, são muitas horas no trânsito e isso costuma deixar qualquer um cansado, ainda mais depois de um longo expediente no trabalho.

Leia mais

https://www.youtube.com/watch?v=mja_GAbFgwk

Leia mais

Esse costume é levado a sério pela lei de trânsito brasileira como uma infração e pode vir a multar o infrator.

Leia mais

Toda a infração dá margem para uma penalidade ao responsável que a está cometendo.

Leia mais

Observe abaixo o artigo que aborda exatamente esse tema no CTB:

Leia mais

“ART.252 - I : Dirigir o veículo com o braço do lado de fora.

Leia mais

Infração: Média

Leia mais

Valor da Multa: R$130,16

Leia mais

Pontuação: 4 Pontos

Leia mais

I - O braço do condutor do lado de fora do veículo é autorizado quando se destinar a realizar os gestos para indicação de manobras (conversão à esquerda ou à direita e redução de velocidade); embora a exceção esteja descrita apenas no inciso V, ao tratar da condução com apenas uma das mãos, há que se aplicar tal excepcionalidade, na constatação da infração do inciso I.”

Leia mais

https://youtu.be/mrlkKX2QnsI

Leia mais

O que fazer quando for multado por estar com o braço para fora?

Como você observou, são pouquíssimas as situações que permitem que o motorista sinalize com uma de suas mãos por fora do carro ou veículo no geral. O correto é dirigir com as duas mãos no volante e se ater a isso.

Leia mais

Esse comportamento não é nada seguro por parte do motorista e também pode afetar outros ao redor.

Leia mais

Imagine a seguinte situação: um carro que está na frente do veículo dá uma freada brusca ou perde o controle, o motorista não terá reflexo o suficiente para fazer a manobra adequada e evitar que os carros colidam.

Leia mais

As duas mãos estarem no volante é crucial para a segurança do motorista e dos passageiros, e essa lei de trânsito possui fundamento e é bom que seja seguida para evitar problemas.

Leia mais

Nessas horas é importante pensar que o menor dos problemas por não respeitar a lei de trânsito é a multa, pois um acidente pode mudar drasticamente a vida de todos os envolvidos.

Leia mais

Colisões com outros carros e veículos pode ser algo terrível, já que todos os envolvidos, incluindo os passageiros, estarão correndo graves riscos. Não ter as duas mãos no volante é algo que não deve ocorrer e os motoristas precisam ter consciência do que está em jogo.

Leia mais

O artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro entende esse tipo de conduta uma infração de nível médio e pune o motorista com quatro pontos na CNH em conjunto com uma multa de R$130,16.

Leia mais

O CTB tem como intuito principal cuidar e zelar pela segurança no trânsito e existem então conjuntos de normas que ajudam esse tipo de proteção a acontecer. As leis de trânsito serem seguidas à risca já seria uma ótima forma de reduzir a quantidade de acidentes que acontecem todos os dias.

Leia mais

Como recorrer a uma infração de trânsito?

Mas não se engane, mesmo uma infração acontecendo, você tem todo o direito como um cidadão habilitado de recorrer. A punição pode sim ser repensada, reduzida ou até mesmo ignorada caso haja uma justificativa plausível para a infração ocorrida.

Leia mais

Caso você opte por recorrer da multa, é necessário entender como funciona a parte administrativa. São três instâncias em que a defesa ocorre: defesa prévia, recurso em primeira instância (JARI) e o recurso em segunda instância (CETRAN).

Leia mais

O recurso precisa ser analisado pelas comissões com o máximo de cuidado e diversos olhares. Cada etapa é importante, sempre adicionando mais informações ao caso que está sendo avaliado.

Leia mais

Isso acontece para que todos os aspectos sejam apurados ao máximo e os furos não aconteçam. Afinal, tudo que aconteceu no momento da infração deve ser apurado ao máximo para que ninguém saia mais prejudicado do que realmente deveria.

Leia mais

É extremamente necessária análise minuciosa sobre o problema, permitindo assim uma grande amplitude de opiniões no momento de dar o veredito final sobre o que levou até a infração.

Leia mais

Então, caso você tenha cometido alguma infração, lute por seus direitos, busque a ajuda especializadas para solucionar os problemas que estiverem surgindo.

Leia mais

Com a ajuda de um profissional especializado, você não precisa se preocupar tanto em gastar seu tempo tentando desvendar as regras e normas do CTB apenas para uma infração cometida, bem como estudar sobre possíveis irregularidades no registro da mesma.

Leia mais

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Esta página foi gerada pelo plugin

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Doutor Multas