Infração 686-61

Transitar com um veículo efetuando transporte remunerado de pessoas ou bens sem a devida licença é uma infração de trânsito grave. Esta infração está enquadrada no código 68661, conforme o Art. 231, VIII do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A gravidade desta infração é considerada gravíssima, acarretando em multa e remoção do veículo como medida administrativa.

Leia mais

A infração é constatada mediante abordagem, podendo ser identificada pelo órgão ou entidade de trânsito municipal, estadual ou rodoviário. O infrator, neste caso, é o proprietário do veículo e a pontuação atribuída à infração é de 7 pontos.

Leia mais

Vale ressaltar que transitar com o veículo efetuando transporte remunerado de pessoas ou bens sem a devida licença não configura crime de trânsito, porém, ainda assim, é uma infração que deve ser evitada para a segurança de todos.

Leia mais

Exemplos de Como a Infração 686-61 Ocorre

Existem várias situações que podem caracterizar essa infração. Por exemplo, um táxi realizando viagem iniciada em localidade diversa da autorizada no alvará, um veículo não autorizado para realização do serviço de transporte remunerado privado individual de passageiros, um motorista de aplicativo e/ou veículo diferente do cadastrado na empresa prestadora de serviços eletrônicos de aplicativo de transporte, ou um motorista de aplicativo que não comprova o serviço por meio de aplicativo de transporte ativo.

Leia mais

Como Recorrer da Infração

Caso você seja autuado por essa infração, é possível recorrer. O argumento técnico para a defesa pode ser a falta de provas que comprovem a infração, como a ausência de um relatório de inspeção do veículo, ou a falta de clareza na descrição da infração. Circunstancialmente, pode-se argumentar que a viagem foi realizada em caso de força maior ou com permissão da autoridade competente. Lembre-se, o recurso deve ser bem fundamentado e apresentado dentro do prazo estipulado.

Leia mais

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Esta página foi gerada pelo plugin

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Doutor Multas