Atenção: Fraude na Gasolina | Cuidado Com a Gasolina Adulterada

https://youtu.be/yoHMMkBEgbk

Leia mais

O que você conhece sobre o combustível com o qual abastece o seu veículo? Já teve problemas com gasolina adulterada?

Leia mais

No Brasil, é comum ver notícias sobre fraudes em postos de distribuição de combustíveis relacionadas à adição de outros produtos ao combustível comercializado.

Leia mais

Esse tipo de conduta visa ao lucro e é um grande exemplo de desonestidade e irresponsabilidade.

Leia mais

Quem regulamenta os combustíveis no Brasil

Os combustíveis mais comuns no Brasil, atualmente, são a gasolina, o etanol e o diesel, e cada um possui especificações determinadas pela agência reguladora dessa área.

Leia mais

O órgão responsável por regulamentar matérias relacionadas ao combustível no Brasil é a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). A Agência também realiza a fiscalização dos combustíveis no mercado e aplica punições quando necessário.

Leia mais

É para a ANP que você deve denunciar casos de irregularidades nos combustíveis. Essas denúncias podem ser feitas pelo site da ANP ou pelo telefone.

Leia mais

Além disso, também é possível fazê-las diretamente às distribuidoras, como a Ipiranga e a Shell, em caso de posto filiado.

Leia mais

O que é o combustível adulterado

Leia mais

A adulteração de um combustível é a mistura dele a alguma substância já presente em sua composição, mas de forma excessiva, ou de outra substância, a fim de aumentar seu volume.

Leia mais

Cada combustível possui características específicas e, por consequência, uma forma de ser adulterado diferente das demais. De modo geral, os produtos usados para fraudar a gasolina serão diferentes dos usados para fraudar o etanol, por exemplo.

Leia mais

A gasolina pode sofrer adulterações com a adição excessiva de etanol anidro – diferente do etanol combustível, que é o etanol hidratado. É permitido por lei que ela possua uma concentração de 18 a 25% desse produto misturado.

Leia mais

Na prática, isso quer dizer que, em 1L de gasolina, pode haver entre 180 e 250mL de etanol anidro.

Leia mais

O etanol hidratado, por sua vez, é fraudado com a inserção de água – o chamado “álcool molhado” –, de etanol anidro, aquele misturado à gasolina, ou de metanol.

Leia mais

Nos casos em que o etanol é misturado ao etanol anidro, ele ganha uma coloração alaranjada, característica do anidro.

Leia mais

O metanol é um produto extremamente tóxico e nocivo à saúde.

Leia mais

Em fevereiro deste ano, o Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro pediu a suspensão das inscrições estaduais de três grandes distribuidoras de combustível que atuam no Rio por conta de adulteração com metanol.

Leia mais

No total, eram 16 milhões de litros de etanol adulterados utilizando metanol pela BR Petrobras, Shell e Ipiranga.

Leia mais

Quanto ao diesel, no Brasil, é misturado a 5% de Biodiesel, o que não altera seu aspecto e seu desempenho. A irregularidade mais comum é relacionada ao tipo de diesel vendido. Há variações do combustível classificadas de acordo com a quantidade de enxofre que contém.

Leia mais

As cidades brasileiras são responsáveis por regulamentar o tipo de diesel com venda permitida no local. O que acontece, no entanto, é a venda de um diesel com mais enxofre do que a quantidade permitida.

Leia mais

Há, ainda, a adulteração utilizando solventes, que representa perigo ainda maior para o veículo, visto que causa danos mais significativos.

Leia mais

Consequências de utilizar o combustível adulterado

Leia mais

O uso de um combustível adulterado pode causar diversos transtornos ao proprietário do veículo e ao seu bolso.

Leia mais

São comuns falhas no motor, consumo muito alto de combustível, perda de potência, resíduos nos bicos injetores, válvulas, câmara de combustão e velas de ignição, além da batida de pinos.

Leia mais

Há, inclusive, a possibilidade de o carro simplesmente parar em uma rua ou estrada por conta do uso de combustível misturado a substâncias indevidas. O que torna a prática, além de criminosa, um perigo a quem circula pelas vias.

Leia mais

Como saber se o combustível foi adulterado

Leia mais

Existem maneiras de saber se o combustível que você está comprando está em condições de consumo e não foi adulterado. Para isso, é preciso fazer algumas observações em relação ao revendedor e realizar testes simples no combustível.

Leia mais

Os postos de combustível são obrigados a ter disponíveis as ferramentas e uma pessoa capacitada para realizar o teste de qualidade nos combustíveis que comercializam, se assim o cliente desejar.

Leia mais

Para testar a gasolina, é preciso adicionar água em um recipiente dotado de medidas e notar a quantidade de gasolina que permanece. Ao misturá-las, o etanol presente no combustível se dissolve na água e se separa da gasolina.

Leia mais

Por exemplo: se você colocar 200mL de gasolina em um recipiente e 200mL de água, deve restar, no mínimo, 150mL de gasolina separada da água.

Leia mais

Ou seja, 50mL é o máximo de etanol que pode estar presente nessa quantidade, representando os 25% permitidos pela legislação.

Leia mais

O etanol pode ser observado de acordo com a sua coloração. Se ele estiver alaranjado, não compre, pois você estará adquirindo etanol adulterado.

Leia mais

Para saber se o diesel é de boa qualidade, é preciso observar se ele está límpido e livre de impurezas.

Leia mais

Como se prevenir da fraude da gasolina adulterada

Leia mais

As maneiras de se prevenir começam fazendo as observações e solicitando os sobre os quais falei na seção anterior. Porém, elas não são as únicas maneiras de evitar prejuízos.

Leia mais

Outra forma é pedindo a nota fiscal ao abastecer seu veículo. Ele é uma prova do que você consumiu, quando e o quanto gastou.

Leia mais

Com esse comprovante em mãos, será mais fácil, inclusive, denunciar o estabelecimento e exigir seus direitos como consumidor.

Leia mais

A própria ANP possui uma campanha de incentivo ao consumidor para que ele também fiscalize os postos de onde compra combustível. Com as denúncias e os dados apresentados, a Agência consegue manter  maior controle e punir os locais que trabalham de maneira ilegal.

Leia mais

Conclusão

Leia mais

Ninguém gosta de passar por esse tipo de situação, mas casos desse tipo são recorrentes.

Leia mais

Sua saída é tomar algumas medidas de prevenção, como abastecer sempre nos postos que você conhece, pedir e guardar a nota fiscal.

Leia mais

Além disso, desconfie de promoções, preços muito baixos ou combustíveis comum e aditivado com o mesmo preço. Pode ser uma cilada!

Leia mais

E, caso você note irregularidades, denuncie para a ANP e procure ressarcimento para seus prejuízos.

Leia mais

Você já passou por essa situação de gasolina adulterada? O que fez para resolvê-la? Conte-me sua opinião nos comentários!

Leia mais

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Esta página foi gerada pelo plugin

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Doutor Multas