Art. 142 do CTB: Comentado e Atualizado (2024)

O Artigo 142, Capítulo XIV do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é um dos elementos mais importantes para quem deseja entender como funciona o reconhecimento de habilitações obtidas em outros países para conduzir veículos no Brasil. Este artigo estabelece as condições para esse reconhecimento, que estão subordinadas a convenções e acordos internacionais e às normas do CONTRAN.

Leia mais

O que diz o Art. 142, Capítulo XIV do CTB

Art. 142O reconhecimento de habilitação obtida em outro país está subordinado às condições estabelecidas em convenções e acordos internacionais e às normas do CONTRAN.

Leia mais

Em resumo, este artigo indica que:- O reconhecimento de habilitação estrangeira depende de acordos internacionais e normas do CONTRAN.- O condutor deve comprovar a entrada no país nos últimos seis meses.- A habilitação estrangeira é válida por até 180 dias, respeitando a validade do documento de origem.- Após esse prazo, o condutor deve seguir as regras nacionais para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Leia mais

Resumindo o Art. 142, Capítulo XIV do CTB

Para entender melhor o Art. 142, é preciso analisar a norma atualmente em vigor. A Convenção sobre Trânsito Viário de Viena (CTVV) de 1968, aprovada no Brasil pelo Decreto Legislativo nº 3.380, é um dos principais documentos que regem o trânsito internacional. Outro é a Regulamentação Básica Unificada de Trânsito (RBUT), um acordo firmado entre Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai em 1992.

Leia mais

A primeira exigência para que a habilitação estrangeira seja válida no Brasil é que o condutor comprove a entrada no país por meio do seu passaporte, dentro dos últimos seis meses. Isso porque o prazo máximo em que se pode aceitar sua licença para dirigir é de 180 dias, respeitada a validade da habilitação de origem. Após este prazo, é necessário atender às regras nacionais para obtenção da CNH.

Leia mais

Além disso, o documento de habilitação deve ser aceito se estiver enquadrado em uma das situações previstas na CTVV e na RBUT. Isso inclui documentos redigidos em português, emitidos por países signatários da RBUT, do modelo "habilitação nacional para dirigir" previsto na CTVV, do modelo "Habilitação internacional para dirigir" ou ainda o próprio documento de habilitação estrangeira, desde que expedido por um dos países signatários de convenções ou acordos internacionais com o Brasil.

Leia mais

Perguntas Frequentes sobre o Art. 142, Capítulo XIV do CTB

1. Qual é o prazo máximo de aceitação da habilitação estrangeira no Brasil?R: O prazo máximo é de 180 dias após a entrada do condutor no país.

Leia mais

2. O que é a Convenção sobre Trânsito Viário de Viena?R: É um acordo internacional que estabelece as regras para o trânsito de veículos entre os países signatários.

Leia mais

3. O que é a Regulamentação Básica Unificada de Trânsito?R: É um acordo entre Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai que unifica as regras de trânsito entre esses países.

Leia mais

4. O que é necessário para que a habilitação estrangeira seja válida no Brasil?R: O condutor deve comprovar a entrada no país nos últimos seis meses e o documento deve estar enquadrado em uma das situações previstas na CTVV e na RBUT.

Leia mais

Conclusão

Em conclusão, o Art. 142 do CTB estabelece as regras para o reconhecimento de habilitações obtidas em outros países no Brasil. Este reconhecimento depende de acordos internacionais e normas do CONTRAN, e o condutor deve comprovar a entrada no país nos últimos seis meses. Além disso, o documento de habilitação deve estar enquadrado em uma das situações previstas na CTVV e na RBUT. Portanto, é essencial estar atento a essas regras ao conduzir um veículo no Brasil com uma habilitação estrangeira.

Leia mais

Veja também:

Leia mais

Art. 138 do CTB

Leia mais

Art. 150 do CTB

Leia mais

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Esta página foi gerada pelo plugin

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Doutor Multas