Saiba Como Ganhar Dinheiro Com Seu Carro, Moto Ou Bike

Você sabia que é possível ganhar dinheiro com o seu carro, moto ou bike?

Isso mesmo! Se você já utiliza o seu veículo para ir trabalhar, saiba que possível aprimorar sua renda no final do mês utilizando o seu próprio meio de transporte – seja ele qual for.

Essa dica também é valiosa para quem está desempregado, com o carro parado na garagem, ou ainda com os finais de semana livre.

O mais interessante é que você não precisa contar, necessariamente, com um automóvel para isso: uma moto ou uma bicicleta também podem ajudar na hora de garantir um dinheirinho extra.

E o ramo é bem mais diversificado do que você pode imaginar, abrangendo para além dos já conhecidos aplicativos de transporte.

Ficou curioso e quer conhecer um pouco mais sobre essas possibilidades?

Continue a leitura comigo e vamos conhecer um novo mundo de ideias e formas de ganhar dinheiro!

 

Ganhar Dinheiro Com A Bicicleta É Possível? Entenda Como

Ganhar dinheiro com a bike é possível. Veja como com as dicas que separei para você
Ganhar dinheiro com a bike é possível. Veja como com as dicas que separei para você

No início do texto, mencionei que é possível ganhar dinheiro com carro, moto ou bike, não é mesmo?

Você deve estar mais acostumado com o primeiro meio de transporte: o carro. Trata-se de uma das formas mais populares após a chegada do UBER e de outros aplicativos rentáveis ao motorista.

Mas não se engane! Não são apenas as quatro rodas que podem trazer sustento para a sua casa: a bicicleta, um meio de transporte tão simples e acessível, também serve como tal.

E, convenhamos, com a crise pela qual passamos, com o preço do combustível oscilando e aumentando cada vez mais, nada mal substituir o carro pela bike, não concorda?

Agora, imagine se, além de economizar com o combustível, você ainda consegue ganhar dinheiro com a magrela.

Isso é possível com uma mescla de criatividade, ousadia e planejamento.

Repare que grifei a palavra planejamento, justamente por se tratar de um dos mais importantes cuidados que você precisa ter (antes de investir em qualquer que seja o ramo).

No caso da busca por lucros com a bicicleta, pesquise bem a área e o perfil da sua região, assim como o que os habitantes buscam e precisam, ou seja, quais as necessidades dessas pessoas e como você pode trabalhar em cima disso.

Nesse caso, vale até fazer um levantamento conversando com os próprios moradores dos arredores.

Se você sentir que o tipo de trabalho que você planeja exercer não é bem-vindo, é melhor nem perder tempo investindo.

Mas não se preocupe! Para ajudá-lo, separei algumas dicas que podem servir como suporte e inspirar o seu novo negócio.

Vamos a elas!

Dica 1: Invista Em Serviços À Domicílio

Oferecer serviços em domicílio de bicicleta pode ser uma ótima oportunidade para você conquistar aquela grana extra.

Isto vai depender apenas das habilidades que você tem para oferecer: eletricista, técnico de informática, encanador, técnico de eletrodomésticos, limpeza etc.

Nesse caso, você só precisa ser bom (e procurar aprimorar-se) em alguma coisa para colocar em prática o seu serviço.

Além disso, você ainda pode tirar proveito do percurso/pedalada até o local de trabalho para cuidar da sua saúde, não é mesmo?

Quanto a isso, vale o alerta: conforme determina o Art. 59 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), as bicicletas podem circular (em caso de não haver ciclovia, ciclofaixa ou acostamento) somente nos bordos da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado pela via.

Também é permitida a circulação das bicicletas sobre a via quando autorizado e devidamente sinalizado pelo órgão ou entidade competente.

Você também pode realizar a divulgação do serviço ofertado utilizando a própria bike.

Com criatividade, é possível, de forma bonita e discreta, pendurar plaquinhas ou banners que exponham seus dados para contato e o tipo de serviço prestado.

 

Dica 2: Monte Uma Food Bike

Os food trucks são uma modalidade de restaurante cada vez mais comum atualmente.

Basta sair pelas ruas mais movimentadas (em frente a estabelecimentos comerciais, praças, universidades, escolas ou, ainda, em eventos) que você verá uma série de trailers oferecendo os mais diversos tipos de comidas.

Mas você já pensou que uma bicicleta também pode desempenhar esse papel?

Defina o tipo de comida (ou bebida) que pretende comercializar, personalize sua bike e venda o seu produto.

No entanto, antes disso, fique atento às determinações da legislação da sua cidade (pois costuma variar de acordo com cada município) para obter a licença de funcionamento da sua food bike.

Caso seu município ainda não possua regras para este tipo de negócio, as normas a serem aplicadas serão as mesmas relativas aos vendedores ambulantes.

Dica 3: Alugue Sua Bicicleta

Aluguel de carros você já deve conhecer, mas você sabia que também é possível alugar bicicletas?

Já existem, inclusive, aplicativos que facilitam a troca entre os proprietários das bikes e os futuros locatários.

Para esse tipo de trabalho, porém, você precisa estar atento a alguns cuidados. Além da boa definição de preços para que o retorno financeiro (lucro) valha a pena, é importante investir no seguro para a bicicleta.

Dica 4: Aposte No Trabalho De Entregador

Embora estejamos mais acostumados com entregadores pilotando suas motos de forma ágil e até um tanto arriscada, esse trabalho também pode ser realizado com as bikes.

Nesse caso, o interesse das empresas que dependem de entregadores pode até ser maior nas bicicletas do que nas motos, uma vez que o custo acaba sendo bem menor por não envolver gastos com combustível.

O deslocamento entre o local de partida e o de chegada, no entanto, é algo que deve ser bem planejado, buscando sempre por áreas mais próximas – a fim de não prejudicar o tempo de entrega e o estado físico do entregador.

Tornar-se um entregador com a própria bicicleta, aliás, pode ser um trabalho independente. Você pode aproveitar a dica anterior e entregar os produtos que você mesmo produz.

Pode ser o começo do surgimento de um empreendedor, não é mesmo?

 

Dica 5: Torne-se Um Vendedor Ambulante

Ao encontro das dicas anteriores que já mencionei, você também pode investir no ramo de vendedor ambulante – o que vai para além de vender comida.

Pesquise sobre os tipos de produtos que você pode investir em determinadas áreas da cidade, coloque-os na sua bicicleta e parta para as vendas.

Vale ressaltar, novamente, os cuidados que você deve ter com os alvarás e determinações legislativas do seu município sobre o ramo.

Para finalizar a seção sobre as bicicletas, vale a ressalva para que você tenha muito cuidado com a manutenção desse veículo.

Ela merece tanta atenção quanto qualquer outro meio de transporte. Pense na sua segurança e na dos demais usuários das vias terrestres.

Agora você já tem algumas ideias de como ganhar dinheiro com sua bike. Nada do que foi apresentado até aqui parece difícil de ser colocado em prática, não é mesmo?

Mas e com as motos? Quais podem ser as formas de desenvolver uma renda extra com elas?

Continue a leitura que eu explico no próximo tópico.

 

Você Sabe Como Ganhar Dinheiro Com Sua Moto? Veja Algumas Dicas

Um moto pode oferecer bem mais do que o transporte de passageiros
Um moto pode oferecer bem mais do que o transporte de passageiros

Ganhar dinheiro com carro, moto ou bike é uma realidade. Porém, muitas vezes, falta criatividade e iniciativa por parte dos futuros investidores.

Quanto à possibilidade com as bicicletas, você pôde ver que o leque é bastante amplo (e ainda pode ser mais).

Agora, irei mencionar algumas ideias que você pode pôr em prática com a sua motocicleta.

Você verá que elas são semelhantes às dicas anteriores. A diferença é que, na moto, a agilidade costuma ser bem maior, pois, independente da distância percorrida, o tempo levado para a realização do serviço é menor.

Então, vamos às dicas de como ganhar dinheiro com a sua moto!

 

Dica 1: Torne-se Um Mototaxista

Geralmente, quando se fala em ganhar dinheiro com motocicleta, a primeira possibilidade que vem a cabeça é a mototáxi.

Essa é uma profissão bastante comum no Brasil e, de fato, oferece muita praticidade e agilidade para quem a desfruta.

A depender da sua cidade, será necessário cumprir com algumas determinações legais para desempenhar a função.

Portanto, antes de colocar em prática esse serviço, informe-se na prefeitura do seu município para não correr o risco de exercer a profissão de maneira ilegal.

É importante destacar que o exercício da atividade de mototaxista (assim como de motoboy) é regulamentada pela Lei nº 12.009, de julho de 2009.

Conforme a Lei, para exercer essa profissão é necessário que o sujeito tenha completado 21 anos e tenha a carteira de habilitação, por pelo menos 2 anos, na categoria A.

Além disso, também é preciso que ele seja aprovado no curso especializado, nos termos da regulamentação do CONTRAN, e se vista de forma adequada para trabalhar (com colete de segurança e dispositivos retrorrefletivos).

Como você pode ver, há algumas exigências que precisam ser acatadas antes de se aventurar no mundo dos mototaxistas.

É importante estar atento a elas e segui-las à risca a fim de garantir a sua segurança e dos seus passageiros.

 

Dica 2: Alugue Sua Moto

Uma ideia que vem conquistando cada vez mais adeptos é o aluguel da própria moto.

Se você não a utiliza com frequência ou se tem determinados dias livre, pense a respeito.

Observe quais são os tipos de serviços que mais precisam de motos e coloque a sua oferta.

Antes disso, é claro, esteja atento ao que a legislação prevê para colocar em prática esse serviço.

Em primeiro lugar, preocupe-se em contar com um seguro para o seu veículo, tendo em vista que acidentes e imprevistos podem acontecer.

Para você ter uma ideia, no estado de São Paulo, alguns modelos de motos como Triumph, BMW e Honda podem ser alugadas com preços a partir de R$ 287,00 a diária.

Dica 3: Invista Em Aplicativos De Entrega

Que tal associar a tecnologia com o lucro que você pode obter através da sua moto? O serviço de delivery pode ser o ideal!

Nada mais em alta, hoje em dia, do que os aplicativos de entrega, não é mesmo? Certamente nunca faltará público para isso!

Há uma série de empresas que contrataram entregadores por meio de aplicativos, e muitos profissionais autônomos escolhem o serviço pela praticidade de organizar os próprios horários e, de certa forma, escolher que corrida pegar.

Os entregadores acabam optando mais por se aliarem aos aplicativos que diretamente à empresa que solicita esse trabalho.

Dentre os apps disponíveis no mercado que realizam esse tipo de serviço encontram-se: Easy Delivery, Eu Entrego, Bikoo, Loggi, Pronto Rush, VaiMoto, UberEats, 99 Motos, Shippify, ChegaJá, Rapiddo, B2LOG.

Fique atento, no entanto, às exigências da Lei nº 12.009/2009 sobre as condições para a circulação das motos para esse fim. Veja o que dispõe o Art. 139-A:

Art. 139-A.  As motocicletas e motonetas destinadas ao transporte remunerado de mercadorias – moto-frete – somente poderão circular nas vias com autorização emitida pelo órgão ou entidade executivo de trânsito dos Estados e do Distrito Federal, exigindo-se, para tanto:

I – registro como veículo da categoria de aluguel;

II – instalação de protetor de motor mata-cachorro, fixado no chassi do veículo, destinado a proteger o motor e a perna do condutor em caso de tombamento, nos termos de regulamentação do Conselho Nacional de Trânsito – Contran;

III – instalação de aparador de linha antena corta-pipas, nos termos de regulamentação do Contran;

IV – inspeção semestral para verificação dos equipamentos obrigatórios e de segurança.

Portanto, fique atento às determinações da Lei antes de sair por aí realizando entregas.

 

Dica 4: Entregue Mercadorias Por Conta Própria

Se você não quiser trabalhar diretamente com os apps de entrega, saiba que também é possível realizar o serviço por conta própria.

Existem muitos estabelecimentos (restaurantes, escritórios, farmácias) que priorizam pagar por entrega, ou seja, tratam diretamente com o “motoboy”.

Nesse caso, é interessante que você monte o seu currículo e deixe nesses locais.

Pesquise quais são os lugares que precisam desse tipo de serviço e ofereça o seu trabalho.

Já pensou que, se o ramo tornar-se produtivo e rentável, você pode dar passos maiores e abrir a sua própria empresa? É a veia empreendedora que pode despertar em você!

 

Dica 5: Crie Uma Barraquinha Para Vender Lanches

Da mesma forma como abordei na seção das bicicletas, você também pode estilizar a sua moto e investir no ramo de vendas.

O setor gourmet é um dos que mais cresce hoje em dia.

Você pode planejar a venda de vários tipos de lanches, a depender da sua disponibilidade e habilidade culinária (tapiocas, cachorro-quente, doces etc).

Além disso, também é uma ótima ideia pensar em outros ramos em que o serviço móvel pode ser útil, como chaveiro e afiador de facas, por exemplo.

Se necessário, você poderá utilizar um semi-reboque na moto para transportar seus acessórios de trabalho ou mercadorias.

Quanto a isso, a Resolução nº 273/2008 do CONTRAN assegura, em seu artigo 1º, que motocicletas e motonetas dotadas com mais de 120 centímetros cúbicos poderão tracionar semi-reboques, especialmente projetados e para uso exclusivo desses veículos (com a devida homologação pelo órgão máximo de trânsito da União e respeitando os limites de capacidade máxima de tração, indicados pelo fabricante ou importador da motocicleta ou da motoneta).

Portanto, analise com cuidado as normas para a prática desse tipo de serviço para não passar por problemas depois de tudo pronto.

Até aqui, abordei algumas ideias de como você pode ganhar dinheiro com sua bike e moto, agora você sabe o que está faltando, não?

Isso mesmo, as dicas de como ganhar dinheiro com o seu carro.

Está curioso para saber? Então siga a leitura e veja como é fácil investir nesse ramo.

 

O Que É Possível Fazer Para Ganhar Dinheiro Com O Carro?

Você sabia que não são apenas os apps de transporte de passageiros que podem lhe trazer lucro?
Você sabia que não são apenas os apps de transporte de passageiros que podem lhe trazer lucro?

A possibilidade de ganhar dinheiro com o carro talvez não seja novidade para você. Mas, possivelmente, a primeira coisa que vem a sua cabeça é o trabalho de transporte de pessoas (com os aplicativos de carros).

É claro que essa é uma das maneiras mais rentáveis e que trazem um bônus para o seu salário no final do mês.

Mas existem outras formas bem criativas e acessíveis que você também pode investir.

E é sobre elas que tratarei nesta nova leva de dicas.

 

Dica 1: Utilize Aplicativos Para o Transporte De Passageiros

Embora já tenha mencionado que essa é uma das formas mais “clichês” quando se trata de ganhar dinheiro com carro, é importante mencioná-la, porque pode ser de seu interesse.

Atualmente, existe uma série de aplicativos que desempenham o mesmo papel do UBER (um dos pioneiros no transporte de passageiros).

Alguns, aliás, oferecem ótimos preços e estão em alta no mercado. Para você ter uma ideia, vou citar alguns nomes:

– 99 Táxi: embora o nome sugira, o 99 Táxi não conta apenas com o serviço de taxistas. A empresa também disponibiliza o 99POP, que atua com motoristas particulares.

Você só precisa realizar o cadastro na plataforma com os seus dados (RG, CNH, CRLV e comprovante de residência).

– Cabify: um diferencial do Cabify é que existem 3 formas de tornar-se parceiro da empresa: motorista com o seu próprio carro; motorista sem o carro, caso você não tenha veículo próprio, e; investidor (caso você tenha carros que possam ser cedidos a outros motoristas);

– Me Leva: além da mesma forma de atuação dos apps já citados (modalidade por tarifa), o Me Leva conta com um serviço de fidelidade – você pode formar uma rede privada entre motoristas e passageiros e tornar-se condutor de apenas um passageiro.

– WillGo: a WillGo, além de oferecer transporte para passageiros, possibilita o transporte de documentos, objetos e outros itens que precisam ser transportados.

Essa é uma forma de ampliar, ainda mais, suas possibilidades (tendo em vista que o leque de opções de transporte acaba sendo maior);

– Blablacar: a Blablacar veio como uma alternativa aos transportes públicos, tornando-se um dos maiores apps de caronas do mundo (já são mais de 50 milhões de usuários).

Depois de realizado o cadastro, você já pode partir para as caronas. Basta selecionar o trajeto que irá percorrer e esperar que apareçam passageiros interessados em dividir as despesas com você.

Viu como esse campo pode ser bastante amplo? Com seu celular e um carro você já tem mecanismos suficientes para garantir um dinheiro extra.

 

Dica 2: Alugue Seu Carro

Uma das formas mais populares de ganhar dinheiro com o carro é o alugando.

E pode ter certeza, esse serviço pode render muito lucro ao locador.

Uma vantagem de se alugar um veículo diretamente com a pessoa, e não por meio de uma empresa, é que o carro pode ser alugado não só por dia, mas por hora.

Os valores podem variar entre R$ 5,00 e R$ 50,00 a hora (a depender do veículo) ou R$ 80,00 a R$ 300,00 a diária.

Como a tecnologia costuma ajudar os empreendedores, existe um aplicativo, o Moobie (para iOS e Android), que promove o aluguel de carros “de pessoa para pessoa”.

O funcionamento do app também é bastante simples. Você cadastra o carro, aguarda receber um pedido de aluguel e, depois disso, é só deixá-lo limpo, com o tanque cheio e levá-lo até o local combinado com o locatário.

Quanto aos valores, além de variarem conforme for o modelo e estado do veículo alugado, também podem ser estipulados pelo dono. Por intermediar a conexão entre proprietário e locatário, a Moobie cobra uma taxa de 30% do valor acordado.

 

Dica 3: Invista Em Corridas Particulares

Em alguns locais de difícil acesso (ou cidades pequenas) pode ser difícil contar com serviço de transporte, inclusive os aplicativos.

Nesse caso, é uma ótima oportunidade você oferecer um serviço de corrida particular.

Além de tornar seu trabalho independente, uma vez que você adquire controle sobre seus dias, horários e locais de trabalho, também é uma forma de garantir um bom dinheiro em cada corrida ofertada.

 

Dica 4: Faça Transporte Para Lojas

Você já pensou na possibilidade de fechar uma parceria com alguma loja e tornar-se responsável pelo carreto de suas mercadorias?

Pois essa pode ser a sua oportunidade de ganhar dinheiro com seu carro.

Você precisa estar ciente, porém, de que esse trabalho poderá exigir seu esforço físico, dependendo do que for transportado.

Da mesma forma, o carro precisa ter um tamanho adequado para comportar o que quer que você esteja apto a carregar.

 

Dica 5: Faça Mudanças

Se o seu carro conta com carroceria ou um espaço grande no bagageiro, por que não investir no setor das mudanças?

Você pode, inclusive, estipular o tipo de objeto que está apto a transportar, caso se preocupe com o tamanho e o peso (o que pode prejudicar o seu veículo).

Para você ter ideia do preço que pode ser estipulado, a média costuma ser de R$80,00 a R$100,00 por viagem.

Viu como existem várias possibilidades de garantir uma grana extra ou ainda o próprio sustento do mês?

Experimente colocar em prática alguma dessas dicas e veja o resultado!

 

Conclusão

Seja criativo e ouse. Sair da zona de conforto pode ser o primeiro passo para seu sucesso
Seja criativo e ouse. Sair da zona de conforto pode ser o primeiro passo para seu sucesso

No artigo que você acabou de ler, ofereci uma série de dicas de como ganhar dinheiro com o seu carro, moto ou bike.

Você viu que tudo que foi apresentado aqui pode estar ao seu alcance: nada exige uma grande quantidade de capital inicial, por exemplo, e nem mudanças bruscas no seu veículo.

A grande sacada é que você possa, além de garantir o seu dinheiro, despertar um espírito empreendedor.

Já pensou que tudo o que foi abordado pode virar uma (a sua!) empresa no futuro?

Se não custa nada sonhar, realizar depende só de você.

Então coloque em prática a sua criatividade e faça proveito das dicas que aqui foram apresentadas!