Coronavírus e Trânsito: Consequências da Pandemia Para os Motoristas Brasileiros

O avanço do novo coronavírus no Brasil levou a uma série de medidas preventivas e restritivas que afetam toda a sociedade. No trânsito, o CONTRAN anunciou interrupção de prazos e tolerância na fiscalização. Por sua vez, muitos DETRANs vêm operando de portas fechadas. Neste artigo, elenquei os principais assuntos que relacionam o Covid-19 ao trânsito, a fim de manter você bem informado sobre como ficam os seus direitos como condutor, além de trazer precauções para quem continua se deslocando. Quer entender melhor os efeitos da pandemia no dia a dia das vias brasileiras? Leia este artigo até fim!

O novo coronavírus (Covid-19) teve sua pandemia anunciada pela Organização Mundial de Saúde em 11 de março de 2020.

Desde então, vemos medidas sendo tomadas pelos governos de diversos países e pela própria sociedade civil.

No Brasil, segundo especialistas, o vírus ainda não atingiu seu pico de transmissão, e medidas devem ser tomadas para evitar casos graves.

Uma das indicações em comum a todos os países é o isolamento social, que tem o objetivo de evitar o contato entre pessoas e a maior e mais rápida disseminação do Covid-19.

E não apenas os trabalhadores do setor privado veem mudanças em suas rotinas, mas também o setor público tomou ações de restrição.

Com a recomendação de evitar aglomerações, uma das áreas afetadas foram os órgãos de trânsito de todo o país: atendimento ao público e serviços básicos se veem parados.

Você sabe em que momento se encontram novo coronavírus e trânsito?

Reuni as informações mais atuais para manter você bem-informado sobre os seus direitos.

Neste artigo, explicarei a você quais foram as medidas adotadas pelos órgãos de trânsito brasileiros na contenção da pandemia em território nacional.

Sendo assim, abordarei os seguintes temas que relacionam o Covid-19 ao trânsito:

  • Coronavírus no Brasil
  • Cancelamento de multas e coronavírus
  • Coronavírus e testes de direção, reciclagem e aulas teóricas presenciais

Em seguida, trago informações divulgadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), pelo Ministério da Saúde e pelo Sistema Único de Saúde (SUS) acerca dos tópicos:

  • Sintomas do coronavírus
  • Vacina do coronavírus
  • Precauções para prevenir-se do Covid-19

Quer ficar por dentro dos seus direitos como motorista durante esta pandemia? Acompanhe este artigo até o final!

 

O Que é Uma Pandemia e Qual a Situação do Coronavírus no Brasil

Situação do COVID-19 no Brasil

Para iniciar este artigo, você precisa compreender o que caracteriza uma pandemia e por que a Organização Mundial da Saúde declarou que o Covid-19 já pode assim ser considerado.

A pandemia é caracterizada não pela gravidade da doença, como muitas pessoas pensam, mas pela velocidade com que a sua disseminação avança geograficamente.

Ou seja, considerando a rapidez com que o novo coronavírus se espalhou pelos países e continentes, ele cumpre esse requisito.

Os primeiros casos do novo coronavírus (Covid-19) foram registrados na China em dezembro de 2019. Com uma rápida proliferação, a virose se espalhou para outros países. Na Europa, a Itália e a Espanha são os que vivenciam, até o momento, a crise mais intensa em relação à doença.

Para tentar entender o contexto brasileiro e, a partir disso, traçar possíveis cenários para o que esta por vir, a comparação com outros países tem sido utilizada por especialistas.

No Brasil, o primeiro caso foi confirmado há um mês, em 26 de fevereiro, e hoje já temos mais de 2.400 casos confirmados e 57 mortes, segundo notícia publicada no site do Governo Estadual de São Paulo.

Do total de óbitos, 48 ocorreram em território paulista, estado em que se encontra foco da doença no Brasil.

Embora tenha levado algum tempo para isso acontecer após o registro do primeiro caso, no Brasil, a situação é de transmissão comunitária.

Ou seja, pessoas que não viajaram para o exterior nem tiveram contato com alguém que viajou obtiveram confirmação da doença.

Em 25 de março, última quarta-feira, a OMS declarou que já haviam sido registrados mais de 19 mil óbitos motivados pelo Covid-19, e perto de 417 mil casos confirmados em todo o mundo.

Os países mais afetados, até o momento, são China, Itália e Espanha. Os Estados Unidos parecem caminhar para serem o próximo epicentro da doença em nível mundial.

A China já mostra sinais de controle da doença e, embora tenha sido o local de início da contaminação, não foi o local com maior número de mortes registradas. A Itália teve mais óbitos.

O fechamento total de fronteiras é outra ação tomada por países vizinhos, como a Argentina, o Uruguai, o Peru e o Chile.

Um mapa de casos em tempo real mostra os números em países do mundo todo.

A OMS orienta, ainda, que a melhor medida para dimensionar e adotar medidas de controle da doença são testar o maior número possível de pessoas com sintomas.

Porém, o comitê responsável pelo coronavírus no Brasil adota medidas para efetuar os testes somente nos casos em que os sintomas se apresentam de forma mais grave.

Isso porque, caso o vírus se alastre em grande escala, não haverá testes para os casos mais críticos.

Outras medidas foram implementadas e diversas atingem o dia a dia no trânsito brasileiro. Veja, na próxima seção, como fica a situação dos motoristas com as determinações do CONTRAN.

 

CONTRAN Anuncia Medidas no Combate ao Coronavírus

Muitos órgãos e entidades locais de trânsito – principalmente Departamentos Estaduais de Trânsito (DETRANs) – já anunciavam medidas de restrição quando o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) se manifestou.

Em 20 de março de 2020, o CONTRAN promulgou a Deliberação nº 185/2020, prevendo medidas a serem adotadas pelos órgãos de trânsito de todo o país.

A Deliberação abordou quatro temas principais, relacionados, principalmente, aos prazos estabelecidos para processos e procedimentos – por exemplo, para recorrer de multas.

Abaixo, explico a você, detalhadamente, cada uma das medidas que constam no documento. Siga a leitura!

Prazos para recorrer são interrompidos por tempo indeterminado

Na Deliberação nº 185/2020 do CONTRAN, art. 3º, ficou definida a interrupção dos prazos para apresentar: defesa de autuação, recursos de multa, defesa processual e recursos de suspensão do direito de dirigir e de cassação da CNH.

É importante ressaltar, nesse sentido, o que caracteriza essa interrupção – que não deve ser confundida com a suspensão do prazo.

Quando o órgão utiliza o termo “interrompido”, significa que o prazo não apenas parou de contar a partir de uma data específica.

Isso quer dizer que, quando essa interrupção acabar, o prazo começará a contar novamente, desde o início, o total de dias disponibilizados para apresentar as defesas e recursos.

Assim, se você tinha um prazo de 30 dias para apresentar um recurso, você terá mais 30 dias a partir do momento em que o órgão determinar a volta dos prazos.

Provavelmente, quando isso ocorrer, os órgãos determinarão os novos prazos para os casos que sofreram essa interrupção.

A indicação de condutor infrator também sofreu mudança em seus prazos.

Conforme o art. 4º da Deliberação, a indicação segue a mesma linha dos recursos, com o prazo interrompido por tempo indeterminado.

Mas esses não foram as únicas mudanças, siga a leitura quais são as outras determinações do CONTRAN.

Multas de CNH vencida e transferência de propriedade não serão aplicadas

Durante a interrupção dos serviços dos órgãos de trânsito, a aplicação de algumas multas também está suspensa.

Segundo o art. 5º, I, da Deliberação nº 185/2020, para veículo comprado a partir de 19 de fevereiro deste ano, o prazo de emissão de novo CRV (Certificado de Registro de Veículo) por  transferência de propriedade está interrompido.

No inciso II do mesmo artigo, fica definido que o registro e licenciamento de veículos novos também está com prazo interrompido.

Porém, nesse caso, só se encaixam os casos em que o prazo ainda não tinha expirado antes da Deliberação ser publicada – o que ocorreu na sexta-feira, 20 de março.

Se o prazo já tiver expirado, o proprietário poderá ser multado se for pego circulando com o automóvel. A multa é grave, custando R$ 195,23, gera 5 pontos na carteira e está prevista no art. 233 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Por fim, o art. 5º, III determina que condutores com CNH ou PPD vencida desde 19 de fevereiro deste ano podem seguir dirigindo, mesmo com a habilitação fora da validade há mais de 30 dias.

A conduta é apontada pelo CTB como infração grave, conforme art. 162, V, com multa de R$ 195,23.

E o CONTRAN ainda trouxe uma alteração que afeta os candidatos a obter carteira de motorista. Entenda na próxima seção.

Como Ficam os Processos de Habilitação

Contran determina a prorrogação de prazos
Contran determina a prorrogação de prazos

A Deliberação CONTRAN nº 185/2020 trouxe, no art. 2º, a prorrogação de prazos para os candidatos à habilitação terminarem seus processos.

Em vez de 12 meses, agora, os candidatos têm 18 meses para realizar todos os procedimentos necessários.

Sendo assim, um candidato com processo que precisaria ser terminado em março, agora, tem até setembro.

Com a prorrogação do prazo máximo de conclusão do processo para 18 meses, os candidatos à habilitação ganharam um tempo. Assim, é possível esperar que a pandemia se tranquilize antes de voltar às aulas.

Em alguns locais, aulas práticas permanecem e aulas teóricas passaram a ser realizadas com turma reduzida, a fim de aumentar o espaço entre os alunos dentro da sala.

Mesmo nos casos em que ainda há aulas práticas de direção, a orientação é manter os vidros do veículo sempre abertos. O objetivo é manter o automóvel bem ventilado e arejado.

Além disso, a limpeza do veículo é um ponto de atenção, e deve ser feita a cada troca de aluno.

Se o seu CFC está seguindo a indicação de isolamento social e interrompeu as aulas, não precisa se preocupar também. Você terá tempo suficiente para finalizar sua carteira de habilitação.

Essas não são as únicas medidas adotadas pelos órgãos de trânsito. Em âmbito local, outros órgãos e entidades estão limitando ou mesmo interrompendo a prestação de alguns serviços.

A seguir, listei algumas ações tomadas por órgãos de trânsito pelo Brasil – lembrando que elas podem variar de um estado para outro, conforme necessidade.

 

Medidas Adotadas Por DETRANs Mantêm Atendimento de Urgências

O isolamento social é a forma principal para evitar o contágio e a proliferação do novo Coronavírus, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Nesse sentido, empresas e organizações públicas vêm adotando a modalidade de teletrabalho ou home office, e suspendendo grande parte do atendimento presencial.

Seguindo a mesma tendência, DETRANs de diversos estados anunciaram a suspensão ou a diminuição dos seus serviços presenciais.

Alguns desses DETRANs são:

– Minas Gerais: suspendeu exames de direção, provas de legislação e de reciclagem, exames de saúde especiais e leilões.

– São Paulo: anunciou a suspensão de todos os serviços presenciais até, pelo menos, o dia 30 de abril. Serviços como tirar a segunda via da CNH podem ser realizados online.

– Rio de Janeiro: anunciou o fechamento temporário das unidades do DETRAN. Só permanecerão abertos a sede e quatro postos, atendendo unicamente casos de urgência. Os exames de direção foram remarcados.

Para saber as mudanças no seu estado, acesse o site oficial do DETRAN.

Basta inserir o endereço https://www.detran.SIGLA.gov.br/ e substituir a palavra SIGLA pela do seu estado (Ex. SP, MG, RS, RO, BA, SC).

Outra recomendação comum dos órgãos é que os condutores utilizem as versões digitais dos documentos de habilitação e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Ambos estão disponíveis no aplicativo Carteira Digital de Trânsito, que pode ser baixado em smartphones iOs e Android.

A CNH-e está disponível em todos os estados brasileiros, mas o mesmo não acontece com o CRLV digital. É preciso verificar junto ao DETRAN a liberação do documento virtual em seu estado.

Na cidade de São Paulo, as medidas atingiram o sistema de rodízio de veículos. Falarei, a seguir, sobre a situação do trânsito na capital paulista.

São Paulo suspende rodízio para reduzir movimento no transporte público

Considerando que uma das medidas mais indicadas nesse período é evitar aglomerações de pessoas, a Prefeitura de São Paulo suspendeu o rodízio de veículos.

O sistema funciona durante os dias úteis da semana – de segunda a sexta-feira –, a fim de limitar o número de veículos nas vias. Assim, a cada dia, dois números finais de placa são proibidos de circular nos horários de maior movimento.

Contudo, essa redução leva muitos condutores a optarem  pelo uso de transporte público – ônibus, trens e metrôs.

Com a suspensão do rodízio, a tendência é deixar o transporte público menos lotado que o habitual.

A suspensão foi iniciada e 17 de março e não tem previsão de terminar. Portanto, a autuação e aplicação de multas por desrespeitar o rodízio, desde o mesmo dia, também está suspensa.

 

Sintomas do Coronavírus: Como Detectar e Quando Procurar Ajuda Médica

Sintomas do Coronavírus

Primeiramente, ressalto que as informações abaixo foram retiradas de fontes especializadas, e que a confirmação da doença somente é feita com teste específico.

Contudo, é importante observar os sintomas em você e em pessoas próximas, a fim de tomar os cuidados para não gerar mais casos.

Segundo o SUS, os sintomas do Covid-19 são similares aos de uma gripe e aparece, de modo geral, de forma moderada ou leve.

Um dos grandes problemas é que esses sintomas também são muito comuns em outras doenças, como a gripe, crises alérgicas ou a rinite.

Com isso, ao confundirem os sintomas, muitas pessoas acabam procurando Centros de Saúde, o que tem sido desaconselhado pelas autoridades locais e internacionais.

Por isso, também é importante saber como diferenciar a doença gerada pelo Covid-19 de outras. Vejamos, então, os principais sintomas do Coronavírus, segundo a OMS:

– Febre: temperatura corporal acima de 37,5º

– Tosse seca

Outros sintomas do Coronavírus que são menos frequentes:

– Dificuldades respiratórias

– Dores no corpo

– Dores de cabeça

Sintomas considerados raros associados ao Covid-19 são:

– Diarreia

– Congestão nasal (nariz entupido)

Se você ou alguém próximo demonstrar algum ou alguns desses sintomas, o ideal é observar a cuidar para evitar um eventual contágio.

Atenção maior deve ser atribuída a idosos, pessoas com doenças cardiovasculares, diabetes, pressão alta e outras condições crônicas.

Isso porque elas estão mais predispostas a desenvolver formas mais graves da doença – portanto, são consideradas do “grupo de risco”.

Como diferenciar Covid-19 de outras doenças

Para diferenciar os sintomas da virose causada pelo Covid-19, é importante se atentar para alguns fatores, sendo eles:

– Presença de espirros: esse sintoma geralmente não está associado ao Covid-19;

– No Covid, os sintomas vão de leves a intensos. No resfriado comum e na gripe, costuma haver uma abrupta aparição dos sintomas;

– Tosse com muco: na virose causada pelo Coronavírus, a tosse costuma ser seca. Se há muco, é mais provável que seja gripe ou resfriado comum;

– Coceira no nariz e irritação nos olhos: se há um desses sintomas, mesmo que associados a outros, como a febre, é provável se tratar de uma crise alérgica ou rinite;

Segundo a OMS, em um estudo baseado em 56 mil pacientes, 80% dos infectados com o Coronavírus desenvolvem apenas sintomas leves (febre e tosse seca).

Outros 14% têm sintomas graves (falta de ar e dificuldade em respirar). Já os outros 6% apresentam quadros considerados críticos, com insuficiência pulmonar, falência de órgãos e risco de morte.

Até agora, o histórico do paciente – ou seja, se tem uma doença crônica, como diabetes ou hipertensão, por exemplo – e a idade – se são maiores de 65 anos – é o que determina, em grande parte, a gravidade da doença.

Mas a pergunta que pode estar pairando sua cabeça, neste momento, é: quando procurar ajuda médica?

Existem indicações internacionais e nacionais sobre isso, sobre as quais coletei informações que você confere a seguir.

 

Quando Procurar Ajuda Médica?

É de extrema importância saber quando é necessário procurar um médico

Antes de responder a essa pergunta, é preciso abordar um outro tema: o isolamento social. A OMS considera que uma das principais medidas para controlar a pandemia do coronavírus é o isolamento.

Em outras palavras, é preciso sair de casa o mínimo possível e evitar aglomerações de pessoas. Diante disso, ir a um centro de saúde nem sempre é a melhor decisão.

O Ministério da Saúde brasileiro orienta que as pessoas não procurem unidades de saúde se apresentarem apenas sintomas leves.

São assim considerados: apenas tosse, apenas coriza, apenas coriza e mal-estar, sensação de moleza no corpo ou apenas febre.

Nesses casos, permanecer em casa e ingerir bastante líquido são os cuidados mais indicados.

Quando procurar ajuda médica?

Segundo especialistas, como o infectologista da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Celso Ramos Filho, a ajuda médica deve ser procurada em casos de tosse persistente, dificuldade de respirar e febre alta.

Ainda segundo o infectologista, durante entrevista ao Jornal Nacional, ir a um centro médico apenas pelos sintomas leves pode ser arriscado.

Nessa situação, você poderia contaminar uma pessoa com gripe comum, por exemplo, enquanto espera ser atendida.

É preciso destacar, ainda, que diversos estados e municípios disponibilizam números de telefone para tirar dúvidas sobre os sintomas do Covid-19.

Assim, é possível evitar que as pessoas tenham que ir pessoalmente a um centro de saúde.

Nesse sentido, também é possível utilizar uma ferramenta lançada pelo SUS: um aplicativo.

SUS tem aplicativo para orientar e acompanhar doença

O Sistema Único de Saúde criou um aplicativo chamado Coronavírus – SUS, disponível para aparelhos com sistemas iOs e Android, que traz orientações à população.

Você pode ter acesso aos sintomas da doença, postos de saúde mais próximos da sua localização e, até mesmo, realizar uma triagem básica pelo app.

Assim, ele ajuda os cidadãos a saberem se é ou não necessário buscar ajuda médica.

E um dos temas mais questionados nesse cenário está relacionado à vacinação. Na próxima seção, veja quais são as informações atuais sobre a vacina contra o coronavírus.

 

Quais Países Estão Desenvolvendo a Vacina do Coronavírus?

Estados Unidos e China são os países que parecem estar mais próximos de desenvolver uma vacina eficaz para o Coronavírus.

Cientistas de outros países, como a Alemanha e o Brasil, também divulgaram que estão atuando nessa mesma busca. Vejamos o que foi confirmado oficialmente até agora:

Estados Unidos

O Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos (Niaid) divulgou, no dia 16 de março, que já se iniciaram os primeiros testes em humanos de uma vacina experimental para o novo Coronavírus.

A notícia [em inglês] foi confirmada pelo The New York Times, um dos principais jornais norte-americanos.

Nessa primeira etapa, a intenção é a de verificar se a vacina é segura para seres humanos. Para a realização dos testes, o Niaid conta com 45 voluntários. Dois deles já receberam a vacina e serão monitorados nos próximos dias.

China

A China é outro país que divulgou informações sobre uma possível vacina para o Covid-19. Segundo informações do Diário do Povo, jornal oficial do Partido Comunista Chinês, já foram autorizados testes em humanos.

A vacina experimental contra o Covid-19 está sendo desenvolvida pela Academia de Ciências Médicas Militares da China. Como divulgado em diversas agências de notícias, como a Reuters, nos próximos dias, já se iniciam os testes em voluntários.

Brasil

Os cientistas brasileiros também estão trabalhando para desenvolver uma vacina contra o Covid-19.

De acordo com a Agência Fapesp, o Laboratório de Imunologia do Instituto do Coração (Incor) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) conta com uma equipe de profissionais focada no desenvolvimento de uma vacina experimental.

A previsão é de que ela possa estar disponível para testes em animais nos próximos meses.

Nos últimos dias, circulou nas redes sociais a informação de que Israel já teria uma vacina pronta para o Covid-19. No entanto, se trata de uma notícia falsa (fake news), como apurou a Agência Lupa.

A disponibilização da vacina também tem sido questionada, uma vez que isso ajudaria a frear os efeitos da pandemia. Abaixo, veja as últimas notícias sobre o assunto.

 

A Vacina do Coronavírus já Estará Disponível nos Próximos Meses?

Vacina do Coronavírus

A pandemia do coronavírus ainda traz consigo muitas incertezas. Entre elas, quando estará disponível uma vacina para a população.

Ao que tudo indica – segundo o que foi confirmado oficialmente até agora – os Estados Unidos e a China são os países que estão mais próximos de desenvolverem a vacina do Coronavírus.

Tanto a pesquisa norte-americana quanto a chinesa já iniciaram a fase de testes em humanos. No entanto, isso não significa que a vacina será disponibilizada para a população nos próximos meses.

É preciso, ainda, verificar os efeitos dos experimentos chinês e norte-americano. Se forem satisfatórios, a previsão é de que demore, pelo menos, um ano até que a vacina possa ser comercializada e disponibilizada para toda a população.

Para evitar a propagação e a aquisição do vírus, há orientações básicas que você e sua família podem seguir.

Veja, abaixo, quais são elas.

 

Cuidados Durante a Pandemia Devem Ocorrer em Diversas Áreas

Além das políticas e ações implementadas pelos governos, a população tem um papel central para evitar a propagação do coronavírus.

Os cuidados com a higiene são os primeiros apontados quando pensamos na prevenção de doenças. Contudo, eles precisam ser feitos de maneira adequada.

Lavar as mãos, embora pareça uma tarefa corriqueira, não é tão simples assim quando o objetivo é, de fato, eliminar o vírus. É preciso atentar-se a mais do que as palmas das mãos.

Em primeiro lugar, uma resposta necessária: todo sabonete é eficaz na higienização das mãos – desde que usado corretamente.

Referências da área da saúde já fazem circular vídeos ensinando à população como lavar as mãos de maneira eficaz para eliminar o coronavírus.

Veja, abaixo, uma lista de cuidados simples para inserir na rotina e contribuir para evitar o vírus:

  • Utilize a dobra do braço ou lenços para cobrir nariz e boca ao tossir ou espirrar – nunca as mãos
  • Evite tocar o rosto, cabelos e mucosas com as mãos não higienizadas e quando estiver fora de casa
  • Opte pelo isolamento social sempre que possível
  • Saia de casa apenas quando necessário e evite marcar encontros com amigos e familiares
  • Ao chegar em casa, se possível, deixe seus calçados no lado de fora da porta
  • A limpeza interna da casa também é crucial e todos devem colaborar para a sua manutenção – água sanitária e limpadores multiuso são uma boa pedida
  • Roupas usadas fora de casa devem ser lavadas ou deixadas em apenas um lugar, no caso de serem usadas novamente
  • Chaves de casa, celulares, computadores, maçanetas e torneiras devem ser frequentemente higienizados, uma vez que recebem contato frequente com as mãos
  • Evite ir às unidades de saúde, a não ser em casos que demandem atenção médica urgente

Essa última recomendação se dá pelo fato de que a maioria dos infectados não apresenta sintomas graves, mas pode contaminar pessoas de risco.

Idosos, pessoas com doenças crônicas e que afetam o sistema imunológico tendem a apresentar quadros mais graves.

A permanência em uma sala de espera de um pronto atendimento ou hospital pode ocasionar a transmissão a outras pessoas que ali estão.

Além dos cuidados com a saúde, lembre-se de verificar as informações antes de repassá-las.

Não compartilhe informações que não vêm de fontes oficiais. Infelizmente, no contexto da pandemia do Coronavírus, muitas notícias falsas – as fake news – estão sendo divulgadas nas redes sociais.

Para quem está ficando em casa nesse período, cuidados com a saúde mental, buscar distrações e maneiras úteis de passar o tempo são uma boa pedida.

E fiz questão de dar a minha contribuição neste momento.

Clube Doutor Multas está disponível gratuitamente

Como forma de contribuir para uma passagem mais tranquila desse período, diversas plataformas online estão disponibilizando cursos gratuitamente.

E eu e minha equipe não poderíamos fazer diferente. Por isso, o Clube Doutor Multas está com todos os seus cursos abertos ao público.

Você pode aprender mais sobre direito de trânsito e ficar ciente de seus direitos como condutor gratuitamente por meio da minha plataforma EAD.

Espero que você aproveite os conteúdos que disponibilizo por lá também!

Contudo, sei que uma boa parcela da população não tem a alternativa de permanecer em casa. Exemplos são os motoristas profissionais que seguem suas tarefas rotineiras.

Nessas situações, os cuidados são essenciais. Siga a leitura para ver quais são!

Motoristas devem tomar cuidados ainda maiores

Para quem trabalha na rotina do trânsito, com transporte de passageiros por aplicativos, táxis, motoristas de ônibus, há alguns cuidados indicados.

A 99 criou uma página de orientação a seus parceiros para ajudar na prevenção.

Alguns cuidados especiais são:

  • Manter as janelas do veículo sempre abertas
  • Higienizar as mãos, o volante, manopla do câmbio, botões, puxadores de porta e outros elementos
  • Evitar pagamentos em dinheiro, dando preferência a pagamentos online
  • Não levar muitos passageiros de uma só vez, dando preferência ao transporte no banco de trás

Manter-se sempre hidratado e ter uma alimentação adequada também são importantes para manter o sistema imunológico em dia.

 

Conclusão

Sem pânico e histeria. Siga as recomendações das autoridades sanitárias

Uma situação de pandemia afeta a vida de toda a sociedade. Como você pôde ver, ações relacionadas ao trânsito foram implementadas para evitar a disseminação do coronavírus, evitando aglomerações.

Além disso, a Deliberação do CONTRAN interrompeu prazos e concedeu benefícios aos condutores nesse período, dada a prestação de serviços limitada.

Neste artigo, você teve acesso a todas essas medidas e compreendeu em que consiste a pandemia do Covid-19.

Mostrei a você as informações sobre a situação do Brasil e de outros países frente à disseminação do vírus e falei sobre os cuidados necessários.

Ainda, trouxe os dados sobre o desenvolvimento de vacinas, as indicações nacionais e internacionais de prevenção.

Você também viu que o Clube Doutor Multas está aberto para quem desejar conhecer mais sobre o trânsito e a legislação vigente. Será um prazer ter você por lá.

Espero que essas informações tenham sido úteis e que você continue se cuidando e da sua família.

Neste momento, ações individuais que visam o bem de toda a comunidade são cruciais.

E pode contar comigo e minha equipe neste momento! Seguimos à disposição para ajudar.

 

Tem alguma dúvida? Comente aqui embaixo, será um prazer responder você!

Gostou do artigo? Compartilhe com os seus amigos e leve informações de qualidade a eles.

 

Fontes:

https://www.unasus.gov.br/noticia/organizacao-mundial-de-saude-declara-pandemia-de-coronavirus

https://infraestrutura.gov.br/images/Deliberacoes/Deliberacao1852020.pdf

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-52040808

https://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/governadores-seguem-oms-e-mantem-isolamento-social-para-combater-o-coronavirus/

https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/03/oms-muda-orientacoes-sobre-como-paises-devem-fazer-testes-para-coronavirus.shtml

https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/331509/WHO-COVID-19-lab_testing-2020.1-eng.pdf

https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/03/isolamento-domiciliar-com-virus-tem-regra-ate-para-usar-o-banheiro.shtml

https://www.redebrasilatual.com.br/mundo/2020/03/mundo-tem-19-mil-mortos-coronavirus-oms/

https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/03/oms-muda-orientacoes-sobre-como-paises-devem-fazer-testes-para-coronavirus.shtml

https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/03/ministerio-da-saude-ira-ampliar-para-229-milhoes-total-de-testes-para-novo-coronavirus.shtml

https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/03/16/coronavirus-prefeitura-de-sao-paulo-suspende-rodizio-de-veiculos-e-eventos-privados-que-precisam-de-alvara.ghtml

https://infraestrutura.gov.br/images/Deliberacoes/Deliberacao1852020.pdf

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9503.htm

https://oglobo.globo.com/sociedade/em-velocidade-recorde-eua-comecam-teste-de-vacina-contra-coronavirus-em-humanos-24312050

https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2020/03/17/verificamos-israel-vacina-coronavirus/

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2020/03/16/alemanha-contra-ataca-em-disputa-com-trump-por-vacina-contra-coronavirus.ghtml

http://transportes.gov.br/ultimas-noticias/9598-corona-v%C3%ADrus-contran-suspende-prazo-da-cnh-e-de-outros-servi%C3%A7os-do-sistema-nacional-de-tr%C3%A2nsito.html

https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2020/03/18/interna_gerais,1129951/detran-mg-suspende-testes-de-direcao-legislacao-e-outros-servicos-por.shtml

https://www.metrojornal.com.br/foco/2020/03/23/detran-sp-em-atendimento-presencial-suspenso-ate-30-de-abril.html

https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/03/17/detran-rj-fecha-postos-sede-atendera-a-casos-de-urgencia.ghtml

https://www.uol.com.br/carros/noticias/redacao/2020/03/18/coronavirus-atrasa-emissao-de-cnh-emplacamento-e-ate-perdoa-multas.htm