Placa QR Code | O que é isso e o que pode mudar?

⇒ A placa QR code permitirá o rastreamento de carros e motos. Essas placas serão elemento obrigatório em algumas regiões do Brasil em 2017.

Quem já tem a placa antiga não precisa mudar. Essa medida tenta combater clonagem de veículos e aumentar a fiscalização.

imagem de placa

O código brasileiro de trânsito, obriga que cada veículo tenha placa de identificação, como especificado no artigo 115

Art. 115. O veículo será identificado externamente por meio de placas dianteira e traseira, sendo esta lacrada em sua estrutura, obedecidas as especificações e modelos estabelecidos pelo CONTRAN.

1º Os caracteres das placas serão individualizados para cada veículo e o acompanharão até a baixa do registro, sendo vedado seu reaproveitamento.

2º As placas com as cores verde e amarela da Bandeira Nacional serão usadas somente pelos veículos de representação pessoal do Presidente e do Vice-Presidente da República, dos Presidentes do Senado Federal e da Câmara dos Deputados, do Presidente e dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, dos Ministros de Estado, do Advogado-Geral da União e do Procurador-Geral da República.

 

Nesse artigo você vai encontrar informações sobre a placa QR code e como funciona esse sistema de codificação.

Vale lembrar que é sempre importante estar atento as mudanças na legislação de trânsito e não ser pego de surpresa com alguma multa.

Se você foi multado clique aqui e baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!

 

Não fique sem dirigir. Baixe Grátis o Passo a Passo para Recorrer sua Multa (CLIQUE AQUI)

Como funcionará o sistema com a placa QR code.

O Detran do Distrito Federal informou que as placas de carros e motos que forem emitidas na capital, a partir do dia 1º de janeiro, terão um item de segurança adicional: o QR Code.

O sistema proposto funciona como um código de barras e vai aumentar o poder de fiscalização do órgão, dificultando a clonagem dos veículos.

Quem já tem um carro ou moto com o emplacamento tradicional não precisa fazer a troca imediatamente.

“Inicialmente, vamos trabalhar com os carros novos que estão sendo emplacados, os oriundos de outros estados e aqueles que têm placas pintadas, que já não podem mais circular com elas”, diz o diretor de Controle de Condutores e Veículos, Uelson Praseres.

Segundo o Detran, esse tipo de item adicional de segurança fica a cargo de cada estado.

No Amazonas e no Espírito Santo, por exemplo, o QR Code já é usado nas placas, e em Pernambuco, optou-se pelo código de barras tradicional.

Por enquanto, a adição do código não vai gerar mudança no valor das placas.

 

Leitura de dados das placas

⇒ Os QR Codes instalados nas placas terão dois “níveis” de informação.

Se o motorista usar um aplicativo comum, desses que podem ser baixados gratuitamente no celular, poderá conferir os dados de fabricação da placa, a sequência de letras e números e o local de emissão, por exemplo.

A segunda permite armazenar dados pessoais do proprietário do veículo.

Essas informações só poderão ser abertas por equipamentos de fiscalização do próprio Detran.

Com esse recurso será possível ver se o licenciamento está em dia e se o motorista está com sua CNH cassada ou suspensa.

O mesmo QR Code também será aplicado nos documentos do carro, e poderá ser conferido durante blitzes e fiscalizações de rotinas.

Segundo o Detran, esse sistema pode ajudar a reduzir o índice de clonagem de veículos. Por mês, o Detran recebe de 10 a 12 denúncias referentes a esse tipo de crime.

 

 

O que é QR Code?

⇒ O QR Code é basicamente um novo código de barras em 2D (o código de Barras trabalha com apenas uma dimensão, a horizontal.

O QR Code utiliza códigos com informações tanto no plano horizontal como na vertical. Isso permite inserir uma maior quantidade de informação no código

 

O código foi criado pela empresa japonesa Denso-Wave, em 1994, e foi desenvolvido inicialmente para a indústria de automóveis japonesa, para ajudar a catalogar as peças dos carros na linha de produção.

Em 2003, a linguagem começou a ser aplicada em celulares, já que até as câmeras da tecnologia VGA, de baixa qualidade são capazes de ler e interpretar a imagem.

As empresas investem nesse tipo de campanha para oferecer mais informações e conteúdo exclusivo.

 

Para que serve o QR Code?

Atualmente, o QR code é mais usado pela mídia impressa (revistas, panfletos, outdoors e outros). Revistas publicam códigos QR para que leitores acessem em seus celulares e computadores algum conteúdo extra relacionado às matérias.

Mas há outros setores que também usam o QR Code. Em alguns países ele é usado na televisão. Por meio do código, o telespectador pode comprar ou receber informações extras sobre um produto exibido num programa de TV.

Outras funções já usadas em códigos QR são compra de pizzas por panfletos de pizzarias, acesso a vídeos de lançamento imobiliário e acesso a informações extras a partir de um cartão de visitas.

Uma das vantagens do QR Code é que ele dispensa a necessidade de se digitar endereços da web, tarefa não muito fácil em muitos celulares.

Então, literalmente, é só iniciar o aplicativo de leitura, apontar o celular para um QR Code para que o conteúdo adicional seja exibido no navegador de internet.

Anúncios publicitários usam QR Code para fornecer mais informações sobre produtos

Com o aumento do número de smartphones vendidos no Brasil, é possível que o QR Code se torne popular em nosso país.

 

Não fique sem dirigir. Baixe Grátis o Passo a Passo para Recorrer sua Multa (CLIQUE AQUI)

Por que os carros estão vindo com a placa QR Code?

Esses códigos são mais uma alternativa para evitar a clonagem de veículos e intensificar a fiscalização

Segundo o Detran-CE, a nova alternativa ainda está em fase de teste.  Além disso, o código bidimensional facilitará o novo sistema de rastreamento veicular.

Será possível, então, ter acesso aos principais dados do veículo durante a fiscalização de trânsito.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, o porte irregular de placas de identificação acarreta multa de R$130,16, quatro pontos na Carteira de habilitação.

 

Como se preparar para a fiscalização?

Como você já pode ver o QR Code nas placas dos veículos será utilizado para aumentar a fiscalização dos veículos.

Por isso, é fundamental ficar informado e evitar multas.

Infelizmente o aumento na fiscalização também representa o aumento nos abusos e multas indevidas.

É muito importante que você fique esperto para as multas, sempre verifique se está tudo nos conformes e na dúvida sempre recorra.

Com o direito ao recurso você ajuda a fiscalizar a atuação das autoridades e erradicar abusos.

 

Conclusão

Você viu nesse artigo os avanços em termos de segurança e fiscalização com a implementação da placa QR code. Mostrei para você como esse código funciona e de que modo ele é usado no gerenciamento de informações do Detran.

Alguns estados como Amazonas e Espírito Santo já possuem esse tipo de recurso e a partir de janeiro de 2017 em Brasília, os veículos novos adotarão esse sistema.

Gostou das informações disponibilizei para você? Achou útil? Compartilhe com seus amigos.